Home Noticiário Internacional Força Aérea Francesa recebe seu segundo KC-130J de reabastecimento em voo

Força Aérea Francesa recebe seu segundo KC-130J de reabastecimento em voo

2217
38

Chegada do avião à Base Aérea de Orléans-Bricy finaliza recebimento de quatro Super Hercules, dois da versão de transporte C-130J-30 e dois da versão de reabastecimento em voo KC-130J, estes últimos importantes para apoiar helicópteros H225M Caracal em missões de maior alcance

Na segunda-feira, 10 de fevereiro, a Força Aérea Francesa informou o recebimento do segundo avião KC-130J, versão do Super Hercules C-130J capaz de realizar missões de reabastecimento em voo (REVO). A aeronave aterrissou no dia 7 de fevereiro na Base Aérea 123, de Orléans-Bricy.

A aeronave, fabricada pela empresa americana Lockheed Martin, é o último de quatro exemplares de Super Hercules encomendados em janeiro de 2016. Os dois primeiros foram do tipo C-130J-30 (versão mais longa do C-130J), recebidos em 2017 e 2018, e os dois últimos do tipo KC-130J de reabastecimento em voo, o primeiro deles recebido em setembro de 2019 e o último agora.

Segundo a Força Aérea Francesa, a aquisição dos quatro Super Hercules, sendo dois deles aptos a realizar REVO, reforça a sua capacidade e transporte tático, numa frota composta de modelos C-130H Hercules, C 160 Transall e de CN-235 Casa. Essa frota vem sendo bastante utilizada em operações no exterior, em especial na zona sahel-saariana da África.

Os dois exemplares de KC-130J oferecem, ainda segundo o informe da Força Aérea Francesa, uma capacidade única na Europa, por permitir o reabastecimento em voo dos helicópteros H225M Caracal.

Por enquanto, a frota de quatro Super Hercules (dois C-130J-30 e dois KC-130J) está sendo implementada no esquadrão de transporte (ET) 2/61 “Franche-Comté” da Base Aérea  123 de Orléans-Bricy. A partir de 2021, essas aeronaves deverão ser transferidas para a Base Aérea 105 de Évreux, onde se juntarão a outros seis Super Hercules da Força Aérea da Alemanha, formando uma unidade binacional franco-alemã.

FONTE / FOTOS: Força Aérea Francesa (Armée de l’Air)

VEJA TAMBÉM:

38
Deixe um comentário

avatar
10 Comment threads
28 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
21 Comment authors
Leandro CostaSalomonRoberto F SantanaFlankerJeff Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
ivo
Visitante
ivo

Ainda vendem…
O KC ja fez revo com helicópteros?

Fabio Araujo
Visitante
Fabio Araujo

É um excelente avião com um longo histórico de bons serviços, não tem como não vender.

Gustavo
Visitante
Gustavo

Se você disse KC-390, ele já fez o contato seco, acredito. Ao menos isso estava programado para acontecer no ano passado.
Já o KC-130 realizou isso, pela primeira vez em 2018.

Bille
Visitante
Bille

Buenas.

O 390 ainda não. O KC130 ainda está na campanha de certificação dos H225M da FAB (só a FAB terá essa capacidade).

O 390 tem muitas certificações ainda pela frente e o calendário está atrasado.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Na verdade, o KC-130 já faz isso a mais de 50 anos.

Renato
Visitante
Renato

A Europa não tem um reabastecedor tático de produção local?

Marcelo
Visitante
Marcelo

o A400 e o C-295 podem abastecer helis.

Renato
Visitante
Renato

Será que o KC conseguirá se infiltrar neste nicho?

Eduardo
Visitante
Eduardo

O A400M, um avião francês, não faz operação de REVO?

Fernando "Nunão" De Martini
Visitante
Fernando "Nunão" De Martini

Com helicópteros ainda não. E ele não é apenas francês, é resultado de uma parceria internacional.

Fabio Araujo
Visitante
Fabio Araujo

O sistema de reabastecimento do A-400 é relativamente novo, foi certificado no começo do ano passado e em Setembro começaram os testes de contato seco com helicópteros , não sei se já foi certificado para isso.

Vítor Portugal
Visitante
Vítor Portugal

Não vi a sua pergunta, acabei de perguntar o mesmo…

Fabio Araujo
Visitante
Fabio Araujo

Ano passado foi certificado o sistema de reabastecimento, inclusive nos testes que foram feitos em conjunto com a Força Aérea Espanhola e o A-400 reabasteceu caças F-18 espanhóis e um outro A-400, mas como é uma coisa recente talvez o sistema de reabastecimento não tenha ficado pronto a tempo dele entrar no processo de licitação.

Lucianno
Visitante
Lucianno
JuggerBR
Visitante
JuggerBR

Com essas rusgas entre o Macron e o pai do 01, 02 e 03 nunca irão comprar equipamento brasileiro.
Mesmo que seja a melhor opção, mesmo que seja a única opção…

Fernando "Nunão" De Martini
Visitante
Fernando "Nunão" De Martini

Essa compra francesa precede em três anos o governo atual. A encomenda desses C-130J-30 e KC-130J foi assinada em janeiro de 2016, quando a presidência, no Brasil, era ocupada por Dilma Rousseff. Havia rusgas entre Dilma e François Hollande, então presidente francês? E em 2009, quando aventou-se a possibilidade da Força Aérea Francesa encomendar o KC-390, um ministro da Defesa da França chamou o avião (ainda em proketo) de “carrinho de mão” para minimizar o impacto de uma possível aquisição francesa como compensação a uma possível venda do Rafale ao Brasil. Na época, o presidente era Lula, e o da… Read more »

JuggerBR
Visitante
JuggerBR

Sim, franceses nunca nos levaram a sério, vide De Gaulle…
Porém com o atual governante as coisas não melhoraram, ao contrário, certo?

Lucianno
Visitante
Lucianno

A França já tem 4 aviões diferentes de transporte: A400, C-130, C-160 e CN235. Não teria sentido do ponto de vista prático operacional adquirir um quinto avião diferente.
Eles foram “obrigados” a comprar os KC-130 devido aos atrasos no programa do A400 que já deveria estar fazendo esta função, mas somente estarão certificados em 2021.

Nilton L Junior
Visitante
Nilton L Junior

Esqueceu do 04 o motorista laranja que esta desaparecido, o comércio de armas não tem ideologia de classe tem ideologia de grana

Silvano
Visitante
Silvano

Esqueceu que a maior quadrilha que destruiu o país foi desbaratada, mas levará décadas para trazer o país de voltas aos brasileiros.

Flanker
Visitante
Flanker

Isso tudo que você falou não dá carta branca para o 01 o 02 e o 03 quererem fazer suas cagad@s, saírem ilesos e ainda darem pitaco na condução do país ….. tb não torna a relação com o 04 uma coisa normal e isenta de ilegalidade.

Flanker
Visitante
Flanker

Isso tudo que você falou não torna Lula e seus cúmplices, inocentes.

Jeff
Visitante
Jeff

Comentário sem sentido algum, sem base nenhuma. Que tal falar sobre a matéria?

Vítor Portugal
Visitante
Vítor Portugal

Porque não o A 400 na mesma função?

JuggerBR
Visitante
JuggerBR

Já viu o tamanho do A400? Quase cabe um Hércules com as asas dobradas dentro do bichinho da Airbus…

Lucianno
Visitante
Lucianno

Devido ao atraso do A400 e a obsolescência do C-160, a França foi obrigada a comprar os KC-130.
Os A400 irão assumir esta função somente a partir de 2021.

Fabio Araujo
Visitante
Fabio Araujo

Tem mais só foi certificado ano passado, não deve ter dado tempo de entrar na concorrência.

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Não houve concorrência. França e Alemanha resolveram comprar o KC-130 e ponto final.

André Sávio Craveiro Bueno
Visitante
André Sávio Craveiro Bueno

O carrinho de mão francês.

Flanker
Visitante
Flanker

Nilton L. Junior e Silvano, vocês estão fazendo o mesmo que milhões pelo país afora estão fazendo também…..discutindo de forma dicotômica e querendo justificar os erros dos “seus” pelos erros dos “outros”.

Roberto F Santana
Visitante
Roberto F Santana

Bonito camuflado desses C-130.

Salomon
Visitante
Salomon

Eles não precisam de tanto investimento. Nunca se defenderam.