Itália apreende drones militares chineses destinados à Líbia

96

Autoridades italianas interceptaram e apreenderam dois drones militares fabricados na China que se destinavam à Líbia. A polícia aduaneira e a agência aduaneira da Itália informaram nesta terça-feira (2/7).

Os drones desmontados foram encontrados em seis contêineres no porto de Gioia Tauro, na região sul da Calábria, escondidos entre réplicas de pás de turbinas eólicas, disse um comunicado conjunto.

O material foi apreendido, uma vez que a Líbia, atingida pela guerra civil, está sujeita a um embargo internacional de armas. A interceptação ocorreu em Gioia Tauro em 18 de junho, após uma denúncia da inteligência dos EUA.

O material foi apreendido dentro de um navio porta-contêineres vindo do porto de Yantian, no sul da China, e a caminho de Benghazi, um porto do leste da Líbia controlado pelo comandante militar Khalifa Haftar.

A Líbia caiu no caos após a derrubada do líder Muammar Gaddafi em uma revolta apoiada pela OTAN em 2011, e está dividida entre administrações rivais no leste e no oeste.

FONTE: Reuters

Subscribe
Notify of
guest

96 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Fernando Vieira

Se os italianos precisarem de um lugar pra guardar esses drones, posso sugerir alguns.

Macgaren

Manda pra ucrania

bruno

Tudo da china é copiado dos americanos>

Maurício.

E tudo dos EUA foi copiado dos alemães!😂

João Moita Jr

Verdade seja dita. 😂😅😂🤣

Jadosn S. Cabral

Eu já não diria tudo, já quem em muita coisa eles já estão mais avançados que os americanos, como os próprios americanos mesmos já admitiram

Bernardo Santos

É a hora de ser feita engenharia reversa ou ver as capacidades desse drone.

Jose

Esse drone já e uma engenharia reversa que os chineses fizeram com os americanos

Jadosn S. Cabral

Se é drone que estão mandando para a Líbia não deve ser uma absurdo em tecnologia. Nada que a UE e até mesmo o Brasil não saibam fazer. Aliás, eu não vejo nada demais em praticamente todos esses vants, do Predator até o Hermes 900. Não fazemos igual porque não queremos, não porque não pudemos

Cláudio

A tecnologia usada nos drones não é propriamente nova mas sim um refinamento de tecnologias antigas. Algo novo leva tempo a aparecer.

João Augusto

O que fizeram com a Líbia é um absurdo.

Leonardo Bastos

A OTAN administrando o CAOS que ela própria produziu…

Jose

Vc e um mau interpretado de texto um exemplo perigoso , não foi bem assim , o povo se revoltou e estava lutando contra o governo,e o governo estava massacrando o povo estados unidos e60 países se uniu com aquela nação,e cortou a cabeça do presidente,ele cortou a cabeça de muitos cidadão revoltados. Antes e enforcamento

LUIZ

Onde vc se informa sobre a Líbia pra escrever esse comentário?

Leonardo Bastos

Texto mal escrito do caramba…!

Jadosn S. Cabral

Meu deus kkkkkkkkkkkk

Nativo

Porque essa turma santa que você defende não faz o mesmo em Myanmar, Egito, Tailândia, Guiné Bissau, Arábia Saudita e outros cantos.

BraZil

José, vc é um femômeno…é real? ou está interpretando?

Vitor

Obama participou ativamente do massacre dos líbios… ganhou um prêmio nobel pela paz de um país amigo …esse é o mundo de regras .

Jorge Cardoso

E com a Síria também.

Jadosn S. Cabral

Na Síria é diferente porque o ditador ainda está no poder e ele é ajudado pela Rússia. Talvez seja até melhor assim, porque se ele cair aquilo pode virar um caos bem maior que a Líbia, sendo um país maior e com muito mais envolvidos

Felipe

Sim, assim como Líbia e Iraque eram bem melhores antes da “libertação” e “democracia” que receberam. Líbia tinha o maior IDH e índice de alfabetização da África e Saddam sabia muito bem equilibrar os anseios de curdos, xiitas e sunitas no Iraque (mas curiosamente estes países ricos em petróleo chamaram a atenção do Tio Sam)

Willber Rodrigues

Da última vez em que algum país ocidental veio com papinho de “embargo de armas”, tempos depois a gente descobriu o Irã-Contras…

Talisson

A OTAN e as monarquias do Golfo são madrinhas do daesh. Tem um certo país,escolhido por Deus, ali no Levante, que o daesh não mete a mão.

Jorge Cardoso

ISIS – Israeli Special Intelligence Service

Maurício.

Esses italianos… Ajudaram a destruir a Líbia, com a boa e velha desculpa esfarrapada de “ajuda humanitária” como capachos da OTAN, OTAN essa que alguns juram que só serve como meio defensivo, apoiam o governo que é “reconhecido internacionalmente” e é apoiado pela ONU, ou seja, não passam de hipócritas.

Leandro Costa

Por mais que eu discorde da ação na Líbia (mais uma das patacoadas do Bobama), a ação teve apoio massivo internacional, e inclusive teve pedido da Liga Árabe para que acontecesse, com resolução da ONU na qual ninguém votou contra. Só houveram abstinências, inclusive de Brasil, China e Rússia. Ou seja, ninguém quis saber e ninguém ao menos se deu ao trabalho de analisar o que poderia decorrer da queda do Kadafi. Uma resolução da ONU foi apresentada, votada e passou, resultando na ação da OTAN. Foi um dos casos interessantes em que não-membros da OTAN tiveram participação na decisão… Read more »

Leonardo Bastos

Pra que serve a ONU mesmo…?? Gaza que o diga…

Bernardo Santos

Isso mesmo a ONU não serve pra nada…..só para o Hamas fazer túneis, usar energia, e ter pessoas trabalhando lá dentro.

Faver

Serviu para criar Israel.

Maurício.

“e inclusive teve pedido da Liga Árabe.” Claro que teve, afinal de contas, o interesse era o mesmo… “Outros, países que criticam a OTAN, perderam a chance de evitar que ela fosse utilizada. Aí depois reclamam hehehehehe.” Aí depois quando eu digo que os países são tudos farinha do mesmo saco, tem um pessoal que dá piti…Rsrsrs. A Líbia hoje é um país dividido e em frangalhos, de um lado o grupo liderado pelo general Haftar, apoiado por Egito, Emirados Árabes Unidos, Rússia e por baixo dos panos a Arábia Saudita, alguns dizem que até a França apoia o general.… Read more »

Leandro Costa

Tá… e… ?

Sua única opção é tentar embarcar numa iniciativa dessas de colonização de Marte e tentar fazer com que as coisas sejam diferentes por lá. Fora isso, te garanto que vai viver decepcionado por aqui 😛

Maurício.

“Fora isso, te garanto que vai viver decepcionado por aqui 😛”

Só vive decepcionado quem acha que existem países que são “mocinhos” e outros “bandidos”…😜

Vitor

Custou caro … o feitiço virou contra o feiticeiro… hoje a Itália tem quase 60 mil líbios refugiados gerando pressão nas contas do governo e pressão politica contra as minorias.

Maurício.

Invadem países alheios e depois reclamam dos refugiados…🤣🤣🤣

Arleudes Bassani Valle

Essa foi a melhor!🤣🤣🤣

Marcelo Soares

Pergunta de leigo: Será que a China não conseguiria entregar o drones diretamente na Líbia? Imagino que a estrutura por lá não deva estar em condições e os aparelhos seriam escondidos na Itália devido ao embargo?

Willber Rodrigues

A Líbia está embargado.
Então, oficialmente falando, não, a China não pode vender diretamente e nem mandar diretamente armas pra lá.

Oficialmente, pelo menos….

RRN

Está estranha essa história.
Se a China realmente quisesse despacharia esses drones de outra forma para a Líbia.
Tem coisa aí.

Emmanuel

Hoje na Itália.
Amanhã, em alguma base norte-americana para estudos.

Claudio

OTAN, é uma organização terrorista! Que tem como missão, invadir e destruir os países que não adere ou compactuam com suas ideologias do inferno. Ainda bem, que chegou a hora de pagarem pelo mal que já fizeram a vários países.

Hcosta

Sim, Kadhafi, Milosevic e os Talibã não fizeram mais nada a não ser promover a paz e o amor…

Leonardo Bastos

Pq não invadem a Coreia do Norte tb…??

Hcosta

Por enquanto a Coreia do Norte não está em guerra civil e, apesar de estar tecnicamente em guerra com a CS, o conflito está congelado…

A partir do momento que estes ditadores começam uma guerra é evidente que isso irá trazer graves consequências e justificar (ou não) uma ação militar.

Guerras civis mais atos de genocídios são, para mim, motivos válidos para intervenções militares.

Vejam o exemplo do Ruanda.

Tiago

Com.o Kadhafi estava muito melhor que hoje . Aliás com Kadhafi estava entre os 5 melhores da África . Os talibas estão como sempre foram, e ninguém mais fala deles . Depois de 20 anos e trilhões pelo ralo do contribuinte americano . E o milosevic foi o escolhido pra ser dividido o seu país.

Hcosta

A Líbia estava em guerra civil!

E, por enquanto, os Talibãs de hoje não são corresponsáveis pelo maior atentado terrorista de sempre. Apesar de achar que são o pior que a humanidade tem para oferecer, se o nível de violência for relativamente baixo, uma ação militar poderá não trazer qualquer benefício.
E quem me dera que fosse assim tão simples. Enviar algumas tropas, estabelecer um regime democrático e ter um Afeganistão melhor do que é hoje. Mas não é assim tão simples.

Last edited 11 dias atrás by Hcosta
Romão

Do que você tá falando ? Kadhafi deu a Líbia, um IDH parecida com o da Grécia.

Leandro Costa

Só por curiosidade… Você apoiaria a Líbia de Kadafi?

Vitor

E você apoia o massacre em Gaza… cada um

Leandro Costa

Não apoio, mas compreendo. Literalmente não tenho opinião formada sobre o que está acontecendo em Gaza. Acho que os Palestinos estão, infelizmente, colhendo o que plantaram.

Mas a questão não é essa. Ele imputou um valor moral à OTAN e seus membros, dizendo que estes tem como missão a invasão e destruição de países que não compactuem com suas ideologias do inferno.

E ele diz isso em um contexto em que Kadafi era o governante Líbio. Kadafi. Se os países membros da OTAN são rotulados como ideólogos de uma moralidade infernal, o que então seria o Kadafi?

SteelWing

Colhendo o que plantaram? As crianças,mulheres, idosos? PS: Palestinos já estavam lá antes dos judeus.

Leandro Costa

“Palestinos já estavam lá antes dos Judeus” São basicamente o mesmo povo, SteelWing. Estamos falando de civilizações que mudaram de cerne étnico e genético um monte de vezes. E isso ao longo da Era do Bronze, coisa de… hmm… uns 4 mil anos atrás. Provavelmente mais. Que dirá de míseros 1000 anos para cá. Essa de que ‘fulano ou ciclano’ estava lá antes simplesmente não sobrevive à um mínimo de escrutínio Histórico e quem usa esse argumento é, no mínimo, ingênuo. E sim, estão plantando o que colheram, infelizmente. Ódio alimenta o ódio. Basta eles desistirem de eliminar Israel do… Read more »

LUIZ

“Acho que os Palestinos estão, infelizmente, colhendo o que plantaram”

Os Palestinos concordaram com a criação do Estado de Israel? Eles foram consultados pelo ocidente se concordavam com a criação de um Estado Judeu?

Leandro Costa

Foram consultados e tiveram a chance de participar, inclusive com seu Estado próprio de acordo com o plano de partilha original da ONU, mas os Palestinos boicotaram essa iniciativa. Então… Israel se declarou independente de qualquer maneira e os árabes tentaram suprimir o novo país, e falharam. E tem falhado desde então. É interessante lembrar que o líder da Liga Árabe da época, que instou aos Árabes todos à boicotarem os planos de partilha, disse antes de qualquer votação ser feita, que os Árabes não iriam aderir à qualquer decisão que fosse feita, e torceu que a ONU não os… Read more »

Carlos Roberto

Vitor , também sou contra qualquer massacre,mais aí no caso vc apoia o que o Hamas fizeram em Israel?ali si sim foi um massacre pois não teve nem um aviso prévio do que ia acontecer lá, Israel não está assando criancinhas vivas em fornos com mãos e pés amarradas com enforca gato, sua visão é muito pequena sobre esse assunto ,acho melhor vc falar de pescaria 🎣

Vitor

Deixa de ser hipócrita essas nuâncias são pessoas que não entende a razão da história desse conflito… o que de fato está em curso é um genocídio… agora tentar justificar o que está ocorrendo é uma tremenda falta de sensibilidade humana.

Iran

Entre a idade do bronze (situação atual da Líbia) e o Gaddafi, o Gaddafi é bem menos pior.

Leandro Costa

Não é essa a questão. Por mim estão tão bem agora quanto estavam antes. Isso para mim simplesmente não me importa. O que importa para mim é que é uma variável à mais para a instabilidade regional, e torna o que quer que venha da Líbia menos previsível, o que é ruim.

Maurício.

“Isso para mim simplesmente não me importa.”

Tinha um pessoal aqui na trilogia que dizia isso sobre os Houthis, diziam que não se importavam com um conflito lá onde o Judas tinha perdido as botas, não davam a mínima para uma das piores crises humanitárias da atualidade…
Até que os Houthis começaram a ir contra o interesse de certos países, agora esse mesmo pessoal que dizia não se importar, querem ver os Houthis eliminados! Vai entender.

Leandro Costa

Óbvio. Não interessa até nos atingir. Aí interessa, claro. Se eles puderem se matar sem encher o nosso saco, seria bem menos pior. O ideal seria se conseguissem resolver suas diferenças sem se matarem, mas se não é possível, por que eu deveria me importar.

Se interfiro diretamente, sou acusado de imperialismo ou de botar lenha na fogueira (alô Irã!). Se deixo de interferir, sou acusado de indiferente. É uma situação que não tem como vencer, e a medida mais barata é dar uma de indiferente e tacar pedras à distância mesmo.

Maurício.

Ou seja, os conflitos pelo mundo possuem dois pesos e duas medidas.
Se está atacando ou prejudicando um país que por algum motivo eu me identifico, eu sou contra. Já se o conflito é contra um país que eu não dou a mínima, aí eu não me importo, nem mesmo se existir uma das piores crises humanitárias da atualidade.

Leandro Costa

Não, Maurício. Antes você estava falando de uma Guerra Civil, agora está falando de conflitos em geral. Em relação à Guerras Civis, é isso mesmo. A não interferência deveria ser a regra. Deixa os caras se entenderem. Mas quando sobra para quem está em volta, aí beleza, que eliminem a ameaça e a contenha à fronteira à qual ela pertence. Triste sobre a crise humanitária, mas eles que tem que resolver isso. Qualquer ação de interferência por motivos humanitários, tem que ser feita de forma multilateral, e mesmo assim geralmente dá problema. Um belo exemplo disso é justamente o caso… Read more »

Maurício.

“Essa frase é uma balela de marca maior.”

Leandro, tu diz que é uma balela de marca maior, mas diz que a Líbia foi atacada “por motivos humanitários”.
Sério que tu meteu essa? Tá bom, vou fingir que acredito!😂🤣

Leandro Costa

É uma balela de marca maior sim. Ou você está ignorando objetivos convergentes?

Aquela velha frase ‘Maquiavélica’ (vale a leitura de ‘O Príncipe’, inclusive) do ‘inimigo do meu inimigo é meu amigo?’ Ou a famosa aliança entre Inglaterra e URSS durante a Segunda Guerra Mundial mesmo com Churchill odiando tudo que a URSS representava?

Isso tudo é regido pelo conceito de ”razão de Estado” lá do Richelieu (sim, o inimigo dos Três Mosqueteiros). Mas você provavelmente escolheu ignorar o terceiro parágrafo do meu argumento.

Hcosta

Obama não queria atacar a Líbia. Iraque, Afeganistão, Líbia, ISIS, etc… já se tinham transformados em verdadeiros atoleiros. Por pressão da França e Itália e também por uma pressão mediática para evitar massacres de civis. Com as guerras na ex-Jugoslávia, Ruanda, etc… ainda frescas na memória e algo semelhante a acontecer simultaneamente na Síria, havia quase a obrigação para intervir. E a questão dos refugiados… As intervenções da OTAN nas guerras da ex-Jugoslávia tiveram um grande sucesso o que levou à falsa ideia de que bastaria uma campanha de bombardeamento, destruir as forças armadas e que isso bastaria para a… Read more »

Tiago

Com.kadhafi com certeza estava melhor que hoje .

Leonardo Bastos

A própria continuidade da OTAN pós URSS é injustificável…

Leandro Costa

Sempre foi justificável.

Vitor

Expõe seu pensamento ” justificável ”
clube Oton é uma organização defensiva ?

Leandro Costa

É sim. Tanto é que a Rússia mostrou como a OTAN ainda é necessária.

Vitor

E a Otan no Iraque , Sérvia, Líbia é defensiva ? Conta outra toda essa lorota é para manter o domínio com ameaças militar e financeira quem se opõe ao seu sistema.

Leandro Costa

OTAN nunca invadiu o Iraque, Vitor. Em 1991 foi em resposta à uma resolução da ONU, e vários dos países participantes inclusive não pertenciam à OTAN. Em 2003 foi uma coalisão de poucos países em uma ação unilateral. Vários países que são membros da OTAN não tomaram parte nisso, e nem muito menos a OTAN como organização. A OTAN atuou apenas na Sérvia e na Líbia, e em ambos os casos devido, novamente, à resolução da ONU, que por envolver força teve que passar pelo Conselho de Segurança, ou seja, Rússia e China ou estiveram de acordo ou se absteram.… Read more »

Leonardo

Na prática, nenhum país da OTAN se opôs a essas invasões e, pelo contrário, contribuiram ainda que indiretamente. Sem falar no destroçamento dos Balcãs, no Afeganistão e no fomento à guerra civil na Síria…

Last edited 10 dias atrás by Leonardo
Leandro Costa

É? Pergunta para a França, por exemplo. Até em 1986, os F-111 saindo da Inglaterra tiveram que dar a volta para entrarem no mediterrâneo sobrevoando Gibraltar porque não tinha permissão de sobrevôo para bombardear em a Líbia. Não houve contribuição além daqueles países que embarcaram na furada do Iraque. Poucos, diga-se de passagem. Balcãs e Líbia Rússia e China estavam de boa. Vai falar da OTAN mas não vai falar de quem poderia ter barrado essa intervenção? E Afeganistão? Por que o Afeganistão entra nessa conta se foram lá de maneira totalmente justificada? O erro foi não terem saído antes.… Read more »

Afonso Bebiano

Você ficaria seguro se o Yeltsin estivesse respondendo pela tomada de decisão dos russos?

Leonardo

É preciso estudar mais História.

Afonso Bebiano

Pode começar. Você está mesmo muito necessitado de estudo.

Hcosta

Até porque entramos numa era de paz e não havia mais necessidade de forças armadas e muito menos de alianças militares…

vendéen

Bonjour le Brésil, O conteúdo desta apreensão demonstra, sem surpresa, que a China também pretende apoiar o General Haftar, tal como a Rússia lol. No âmbito da guerra civil na Líbia e apesar do embargo (da ONU), os drones militares são amplamente utilizados. O acampamento do General Haftar (Exército Nacional da Líbia (LNA)) já utilizou o “Wing Loong II”, a estrela das exportações chinesas de drones. O outro campo (Governo de Acordo Nacional (GNA)) não fica de fora e utiliza drones turcos como os “quadcopters Kargu-2”. A reunião não desportiva sob “embargo da ONU” é: Drones chineses contra drones turcos… Read more »

Augusto José de Souza

Aí eu me pergunto esse mesmo Porto não poderia transportar o centauro 2 para o Brasil ao invés de mandar para a Alemanha evitando que ele fosse retido?

Tiago

“A Líbia caiu no caos após a derrubada do líder Muammar Gaddafi em uma revolta apoiada pela OTAN em 2011, e está dividida entre administrações rivais no leste e no oeste.”

Pois é né, objetivo era destruir o governo da época, não libertar ou salvar o país.
..

Last edited 11 dias atrás by Tiago
Hcosta

Por vezes há lapsos de memória e, neste caso, alguns se “esquecem” que havia uma guerra civil…
Mas aparentemente o caos só surge depois da intervenção da OTAN/ONU…

LUIZ

“Por vezes há lapsos de memória e, neste caso, alguns se “esquecem” que havia uma guerra civil…” O que aconteceu no Brasil e na Ucrânia antes da queda dos seus respectivos governos? Se vc conseguir responder essa pergunta chegará no que aconteceu na Líbia antes da queda e morte de Kadaffi como aconteceu também no Iraque. É um trabalho externo e interno das agências de espionagem do ocidente criando distúrbios no país, chegam a iniciar uma guerra civil pra ter o pretexto de invadir o país ou derrubar governos como fizeram no Brasil e na Ucrânia. No Iraque criaram as… Read more »

Afonso Bebiano

Por que a insistência em negar os problemas internos (e autóctones) da Líbia?
Kaddafi era tão bom assim?
Ou só era bom aos seus olhos porque era inimigo dos EUA?

LUIZ

O que era bom pra o povo líbio era ruim pra o ocidente. Agora a situação da Líbia tá do jeito que o ocidente quis.

Maurício.

Uma dúvida, todo país que tiver problemas internos o OTAN deve de meter?

“Kaddafi era tão bom assim?”

O que eu acho engraçado é que o Kadafi sempre foi um ditador, mas fazia pacto da amizade com o Berlusconi da Itália, era um forte aliado do Sarkozy da França, era “parça” do Tony Blair do Reino Unido, até que resolveu inventar a tal da moeda única e na unificação dos países africanos, aí, de uma hora para a outra ele passou de “parça” para um cruel ditador…😂🤣

Hcosta

Mas se fosse assim o país não estaria nesta situação. Apôs o derrube do governo é do interesse de todos a pacificação e o retomar das relações comerciais com o claro favorecimento para quem ajudou a derrubar o governo… Mas a quem interessa este caos? Não me parece que sejam os países da OTAN. Uma fonte de combustível do outro lado do “lago” não será um maior problema para países produtores de petróleo? Como a Argélia, quase com o monopólio para abastecer a Itália com gás, ou a Rússia para manter os preços altos? E duvido muito que alguém consiga… Read more »

Leonardo Bastos

A própria “guerra civil” foi produto da OTAN, meu caro…

Hcosta

Acha que os refugiados, país destruído, corte de relações comerciais, etc… é bom para algum país da OTAN? O Kadhafi até estava a tentar melhorar a sua relação com os países Europeus mas a forma como usou a violência contra os protestos e a consequente guerra civil demonstrou que não conseguiria pacificar o país. Os países da OTAN presumiram que uma campanha aérea poderia ajudar a terminar a guerra. O problema foi não tomarem o passo seguinte de enviarem missões de imposição e em seguida de manutenção da paz, como fizeram em guerras anteriores. Procuraram uma solução fácil e barata… Read more »

Leonardo

O Mesmo modus operandi foi tentado na Síria, mas não combinaram com os russos… rsrsrs

Carlos

Estás a dar informações a mais mas basta resumir o seguinte. Khadafi era um ditador que venceu a guerra civil na Líbia, pensava que era o dono do mundo e as leis líbias era as que ele ditava na hora. Meteu-se com os EUA por ser produtor de petróleo e provocou o atentado e acidente aéreo de Lockerbie, cidade escocesa onde caiu um Boeing 747 e morreu todo o mundo que ia a bordo mais duas pessoas que viviam na cidade escocesa. Investigações norte americanas levaram a dois espiões líbios e foi decretado um bloqueio da ONU à Líbia e… Read more »

Kit Carson

Certa vez li em algum artigo a importância de alguns ditadores (não estou afirmando que concordo).
Nesse artigo comentava a respeito da desestabilização após a queda do ditador, das violências sectárias ou guerras civis causadas por isso.
E lá fazia alguma análise quanto: o sangue derramado por um ditador era inferior ao derramado aos problemas decorrentes…

MAICON

Esses países europeus são comédias mesmo apreendem o novo blindado que estava vindo para o Brasil. Foram lá tiraram o ditador que conseguia manter as coisas em ordem na líbia e aí virou a bagunça que vemos nos dias atuais e agora apreendem esses drones achando que estão fazendo uma boa coisa mais na verdade só vão instigar a coisa a ficar pior.

João Moita Jr

A total destruição da Libia será lembrada como um dos piores crimes de guerra até hoje cometidos.

max

Como você sabe, quando lemos notícias ocidentais sobre a China, geralmente faltam muitos detalhes ou eles estão intencionalmente errados.
Se você quiser saber a verdade ou mais detalhes sobre as notícias da China, é melhor ler as notícias da própria China.
Notícia chinesa detalhada sobre esse drone interceptado pela alfândega italiana (traduzida para o português do Brasil)
https://user-guancha-cn.translate.goog/main/content?id=1263202&_x_tr_sl=zh-CN&_x_tr_tl=pt&_x_tr_hl=zh-TW&_x_tr_pto=wapp