O vídeo de menos de 3 minutos mostra o caça F-16C lançando seis mísseis ar-ar AIM-120 AMRAAM em sequência para atingir simultaneamente os seis alvos.

O caça F-16C Viper, equipado com o radar Westinghouse AN/APG-68 V(5) e mísseis AIM-120 AMRAAM, destaca-se pela sua impressionante capacidade de combate ar-ar além do alcance visual (BVR). Esta combinação de tecnologia avançada de radar e mísseis guiados proporciona ao F-16C uma vantagem significativa em cenários de combate modernos.

A operação é bastante simples:

1- Defina o grupo de alvos de rastreamento como alvos do sistema (TMS à direita);
2- TMS novamente à direita para bugar (designar) o alvo mais próximo;
3- Lance um AIM-120, depois TMS para a direita para passar para o próximo alvo na sequência de prioridade e, em seguida, lance o próximo AIM-120;
4- Repita

Os alvos no radar do F-16 durante o engajamento

Todos os alvos devem estar dentro da área de varredura de 25 graus do radar até que o buscador do míssil assuma o controle.

O radar AN/APG-68 V(5) é um sistema de radar multimodo de pulso Doppler, projetado especificamente para aeronaves de combate como o F-16. Este radar oferece uma série de melhorias em relação aos seus antecessores, incluindo maior alcance de detecção (em torno de 80 km) e melhor capacidade de rastreamento. Ele pode detectar e rastrear múltiplos alvos simultaneamente, fornecendo aos pilotos uma imagem clara e abrangente do espaço aéreo. Veja mais detalher da operação do radar aqui.

O AN/APG-68 V(5) pode rastrear até 10 alvos simultaneamente, permitindo ao piloto monitorar múltiplas ameaças de uma só vez.

O AIM-120 Advanced Medium-Range Air-to-Air Missile (AMRAAM) é um míssil guiado por radar ativo, projetado para interceptar e destruir alvos aéreos além do alcance visual. O AMRAAM é conhecido por sua alta precisão e confiabilidade, sendo um dos mísseis BVR mais utilizados e respeitados no mundo.

O AIM-120C AMRAAM tem um alcance máximo de aproximadamente 105 km, o AIM-120D chega a 180km, dependendo das condições de lançamento. Este alcance permite que os pilotos do F-16C engajem alvos a uma distância segura, minimizando o risco de contra-ataques.

Subscribe
Notify of
guest

10 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Saldanha da Gama

E sonhando que a próxima aquisição, seria um caça de 5a. ou 6a. geração….

Daniel

Seria um bom negócio SE tivesse sido comprado ANTES do Gripen. Gastar bilhões de reais em um programa de transferência de tecnologia e na construção de uma fábrica aqui no Brasil para depois jogar tudo fora para depois comprar caças usados norte americanos é loucura! Quem se lembra da compra de Mirages 2000 usados lembra-se como terminou. O ideal seria a FAB encomendar logo esse segundo lote e fechar a compra final de 72 Gripens (número insuficiente para o tamanho do Brasil) e já ir guardando dinheiro e se preparando para aquisição de caças de 5° ou 6° geração por… Read more »

Last edited 27 dias atrás by Daniel
Lucas

Amigo, acho que em 2035 mal terão sido entregues os 36 iniciais, imagina a aquisição de caças de 5ª geração… Ano passado atrasaram um, esse ano foi entregue só um, em 6 meses… Está claro que a capacidade produtiva da SAAB é baixa e não atende bem Suécia e Brasil ao mesmo tempo. São falar claro no repasse de verba no Brasil que sempre atrasa. Seria interessante produzirem a versão E aqui no Brasil, mas aí é outra história.

Fernando "Nunão" De Martini

A versão E já está em produção no Brasil.

Victor Filipe

Alguns videos do Growling Sidewinder com o F-16 no DCS

F-16 vs Su-57
https://youtu.be/VuuikwET_us?si=ESj5PqlOdW7CDxtY

F-16 vs J-20
https://youtu.be/mtMrIKxRsU4?si=QSKdqDPUCiRwgF3K

F-16 operação tempestade no deserto
https://youtu.be/jI5cOQlWyAU?si=KliBoG7VmkBpri92

F-16 vs Su-30SM
https://youtu.be/dtVmjtmDDkE?si=7LIU0WzzD97Lo-sz

F-16 vs Su-35
https://youtu.be/SG2i1e5254I?si=vqVrLMqcnXqgS1h-

F-16 missão SEAD
https://youtu.be/2w8FlVg08fA?si=h7QezzgpQ0AnxHLI

F-16 missão de interdição Aerea
https://youtu.be/5pQsZZD2Sng?si=rVooDqAXPeyQ9th9

Sobre a compra de F-16, se for pra comprar F-16V que ta saindo beeem mais barato que os Gripen (63 milhões de dolares a unidade)

Fernando "Nunão" De Martini

Vitor,

A Eslováquia comprou recentemente F-16V e não pagou 63 milhões de dólares a unidade.

Ela pagou praticamente o dobro disso.

O pacote, incluindo armas, treinamento, sobressalentes etc (e o Brasil teria que fazer algum pacote do tipo, por menor que fosse) custou cerca de 1,8 bilhão de dólares, ou 130 milhões por avião.

Isso porque deve ter ocorrido um belo corte no pacote de armas original informado ao Congresso dos EUA pela DSCA, que inicialmente era de 2,8 bilhões, ou mais ou menos 200 milhões de dólares por avião.

Alexandre Galante

Bob Santana, eu sou a favor de mais Gripen para a FAB, de preferência naquele número mágico original, 108 aeronaves.
As matérias sobre o F-16 são para esclarecer o público sobre as capacidades e limitações dele, por ser um projeto antigo.

Last edited 27 dias atrás by Alexandre Galante
Alexandre Galante

Encomendar um segundo lote de Gripen logo e acelerar a produção.

Roberto:

Eu sou contra, já comentei a respeito.

Era a favor apenas na época do F-X original, engavetado em 2003.

Sobre as opiniões dos outros editores, você pode perguntar a eles, mas já adianto que sua avaliação (seja lá em que você se baseou para ela) está errada.

Adriano Souza

Estranho.
Acho que a organização de Capex e Opex foi mal feita.
Podermos manter os Grippen e termos os F-16, mas tem que fazer a negociação de forma adequada. Ou então pesar a longo prazo e ter algumas unidades do Super Hornet e também dos Strike Eagle.

Mas o custo tem que ser coerente.