terça-feira, janeiro 18, 2022

Gripen para o Brasil

Voa primeiro F-16 do segundo contrato de Omã

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

F-16 de Oman - foto Lockheed Martin - C Richards - Code One

Voo ocorreu no tempo recorde de 24 meses após a assinatura do contrato

Na quarta-feira, 12 de fevereiro, a revista Code One da Lockheed Martin divulgou nota e imagem sobre o voo do primeiro de doze caças F-16 Block 50 do segundo contrato feito por Omã, programa que foi denominado formalmente de  “Peace A’sama A’safiya II”.

O voo deu-se há um mês, em 14 de janeiro, e no mesmo dia a aeronave decolou pela segunda vez. Segundo a nota, trata-se de um recorde o fato de que esse primeiro voo deu-se apenas vinte e quatro meses após a assinatura do contrato: foi o mais curto programa de produção para venda externa de equipamento militar na história do programa F-16.

FONTE / FOTO: Lockheed Martin (Code One Magazine)

NOTA DO EDITOR: não faltam matérias no Poder Aéreo sobre o F-16, caça que há décadas mantém-se como “benchmark”, ou seja, o padrão a partir do qual qualquer outro caça deve ser comparado, seja em desempenho, seja em sucesso comercial ou industrial. Abaixo, uma pequena amostra do muito que já foi publicado aqui.

Há até matéria sobre uma possibilidade que existiu, na década de 1990, de se produzir o caça no Brasil, sob licença. Divirta-se consultando os links a seguir, que falam também de vendas mais recentes do F-16, de sua história e também da Força Aérea de Omã, que em breve deverá receber o avião da foto acima.

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

2 Comments

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Clésio Luiz

Esse contrato saiu rápido porque as vendas do F-16 não tem mais aquela fila de espera dos anos 80. Hoje em dia, caças que foram produzidos aos milhares, como F-18, F-15 e F-16 já estão vendo o fim da sua produção se aproximando, então é natural que um cliente em potencial não tenha que esperar muito pelo produto. Recentemente foi anunciado que a Boeing está meio desesperada em encontrar clientes para C-17 excedentes que ela encomendou material para produção mesmo sem ter pedido, para evitar o fim antecipado da sua produção. Quanto à operação do F-16 no Brasil, embora fosse… Read more »

Carlos Alberto Soares

Concordo em parte.

Mas sou apaixonado por esse vetor !

Últimas Notícias

Último voo operacional da aeronave CC-115 Buffalo no Canadá

O voo operacional final para a aeronave CC-115 Buffalo foi realizado no dia 15 de janeiro pelo 442º Esquadrão...
- Advertisement -
- Advertisement -