Gripen JAS-39C MS20 matric 262 - foto Saab

Cerimônia em Farnborough oficializou a entrada em serviço do Meteor nos caças Gripen da Força Aérea Sueca, os primeiros no mundo, até o momento, equipados operacionalmente com o míssil

A fabricante europeia de mísseis MBDA informou em nota divulgada nesta segunda-feira, 11 de julho, a entrada oficial em serviço de seu míssil Meteor nos caças JAS-39 Gripen operacionais da Força Aérea Sueca. O fato foi anunciado em cerimônia realizada hoje na feira aérea internacional de Farnborough.

O anúncio foi feito pelo general Mats Helgesson, comandante (chefe de Estado-Maior) da Força Aérea Sueca, com a presença dos diretores executivos da Saab e da MBDA, respectivamente Håkan Buskhe e Antoine Bouvier. Hegelsson afirmou que, “após testes extensivos da FMV (administração sueca de material de defesa) e da unidade de avaliações e testes operacionais do Gripen, todas as novas funções do MS20, incluindo o míssil Meteor, estão agora totalmente integradas ao Gripen.”

Gripen JAS-39C MS20 matric 262 - foto 4 Saab

O general completou: “A Força Aérea Sueca está agora em sua fase de capacidade operacional inicial com o Meteor. O míssil Meteor é atualmente o mais letal do tipo guiado por radar em serviço operacional, e a Força Aéra Sueca é o único usuário operacional até o momento. Estou muito orgulhoso e satisfeito de ter o Meteor no inventário da minha Força Aérea.”

O executivo Antoine Bouvier, da MBDA, afirmou na ocasião: “Hoje é um dia muito especial para a Força Aérea Sueca, para a Saab e o Gripen, para o Meteor, para a MBDA e, em especial, para a cooperação industrial multinacional em defesa. O Meteor é um míssil que nenhuma nação poderia ter desenvolvido e produzido sozinha. A Suécia e as cinco outras nações parceiras no programa – França, Alemanha, Itália, Espanha e o Reino Unido – podem todas se orgulharem e confiarem que possuem um míssil que garante inquestionável superioridade aérea para seus pilotos na defesa dos interesses soberanos de seus respectivos países.”

Visita hangar testes Saab 19-5-2016 - foto 11 Saab

Bouvier acrescentou que, “graças aos seus envolvimentos no programa, elas (nações parceiras) também têm a liberdade e independência de empregar e desenvolver as capacidades únicas do míssil conforme seus requerimentos evoluem. A MBDA espera continuar sua cooperação extremamente próxima com a Suécia e a indústria sueca no desenvolvimento de capacidades militares de classe mundial, em apoio à soberania e liberdade de ação tanto da Suécia quanto das demais nações cooperadoras”.

No final de abril deste ano, o novo padrão de software MS20 (sigla para sistema de missão 20) foi introduzido pela FMV na frota de caças JAS 39C/D da Força Aérea Sueca, permitindo ao Gripen tornar-se o primeiro avião capaz de operar o míssil Meteor.

Gripen JAS-39C MS20 matric 262 - foto 3 Saab

DIVULGAÇÃO / FOTOS (caça Gripen C com MS20 instaladoe mísseis Meteor, IRIS-T e armas ar-solo SDB): MBDA Saab

VEJA TAMBÉM:

Subscribe
Notify of
guest
18 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
robertobozzo
4 anos atrás

“O fato foi anunciado em cerimônia realizada hoje na feira aérea internacional de Farngorough.” Acho que o estagiário digitou errado….

Flamenguista
4 anos atrás

Seria um poder dissuatório jamais alcançado na FAB…Ao que parece, vamos de R Darter ou algo que o valha!!

Clésio Luiz
4 anos atrás

Nunão, lembrei agora que você prometeu, durante aquela série de matérias após a viagem à Suécia, falar sobre a mudança no trem de pouso frontal (triquilha) do Gripen E mas não tocou mais no assunto.

Ocidental Sincero
Ocidental Sincero
4 anos atrás

Os mísseis R-73E e R-60MK não seriam superiores aos Meteor e AIM-9X?

Rui Chapeu
Rui Chapeu
4 anos atrás

it has to be pointy!

Lewandowski
Lewandowski
4 anos atrás

O meteor pode ser integrado ao Typhoon Tranche 1, ou nao vale a pena?
.
No más, tomara que tenhamos realmente o R Darter…
.
Sds.

Papan
Papan
4 anos atrás

Flamenguista o Brasil provavelmente irá adquirir o Meteor próximo do recebimento dos primeiros caças Gripen E, o A Darter é um míssil de Curto alcance que também será empregado pela FAB, a FAB comprou mísseis e não adquiriu ainda o Meteor, mas com certeza irá fazê-lo para suprir suas necessidades futuras.

Doug Rodrigues
Doug Rodrigues
4 anos atrás

Poxa,
Parece até ser um caça maior quando armado até os dentes assim!

Marcelo Bardo
Marcelo Bardo
4 anos atrás

Com certeza seria excelente aquisição para a FAB. Fico na esperança e expectativa para que se concretize até a chegada dos nossos Gripen.

Nonato
Nonato
4 anos atrás

Eu não tenho papas na língua.
E também há o fato confirmado por vários colegas acerca do ângulo.
Eu acho o gripen, em geral, feio.
Parece um F5 melhorado.
Mas nessas fotos ficaram muito bons, mais modernos.
Se eu fosse a SAAB fazia um belo facelift.
Apara umas arestas aqui, redesenha esse canopi que é horrível…

Bardini
4 anos atrás

Se vier 2 Meteor pra cada Gripen no futuro, já é uma vitória.

Fresney
Fresney
4 anos atrás

Alguém sabe sobre a restrição de fornecimento de misseis a Alemanha, parece que tinha algo deste tipo para BVR. Isso caiu???

bosco123
4 anos atrás

Ocidental,
O R-73/74 é da classe da AIM-9X e cumpre bem o papel igual ao míssil americano. Não há o que se falar em melhor ou pior.
Quanto ao R-60 ele não é mais fabricado e está sendo substituído pelo R-73/74.
Da classe do Meteor na Rússia é o R-77-1, que é comparável ao AIM-120 C5/7 ou I-Derby-ER, com faixa de alcance de 100 a 120 km.
A Rússia está desenvolvendo uma versão do R-77 semelhante ao AIM-120 D e Meteor, o K-77M, mas ainda não foi completado. Terá alcance na faixa de 180/200 km.

augusto
augusto
4 anos atrás

O Meteor tem alcance d 300 km; Vale lembra q em 2013 os russos simularam um ataque macico a Suécia e a mesma não teve capacidade de reação logo depois vei á anexação da Crimeia, essa homologação do Meteor antes de parceiros poderosos como a França.Alemanha e Reino Unido tem motivo

bosco123
4 anos atrás

Augusto, O requisito oficial de alcance para o Meteor quando ele foi pensado era ter um NEZ de no mínimo 3 x o NEZ do AIM-120A. Como sabemos o NEZ do AIM-120A era de 15/20 km, então podemos aferir que havendo tido sucesso no desempenho esperado do Meteor ele tem um NEZ de pelo menos 40/60 km. O NEZ estimado do Meteor é de 100 km, ou seja, superou as expectativas. Quanto ao alcance máximo não há nenhuma informação oficial e essa distância que você citou de 300 km nunca foi confirmada sendo uma estimativa feita em fóruns internacionais tendo… Read more »