Home Sistemas de Armas Gripen dispara míssil Meteor para o Programa de Integração Sueco

Gripen dispara míssil Meteor para o Programa de Integração Sueco

229
48

A FMV recentemente realizou com o Gripen o disparo de Separação Segura de um míssil Meteor, na área de testes de Vidsel

Este foi o primeiro disparo com carga real do míssil BVR Meteor no programa de integração sueco. O Gripen também tem sido usado como plataforma de lançamento desde o início do desenvolvimento do míssil Meteor.

O propósito do teste foi verificar o modelo de separação do míssil da aeronave. O impacto do chama do míssil no motor da aeronave também foi estudado. Como parte importante no trabalho de integração, o data-link também foi verificado.

Uma avaliação inicial mostrou que o míssil separou-se do pilone interno de modo natural e o data-link entre a aeronave e o míssil foi ativado. A temperatura do motor da aeronave também foi monitorada. O voo do míssil foi terminado como planejado numa posição predeterminada.

Com este disparo, a primeira de duas fases na integração sueca está completada. A primeira fase foi apoiar o desenvolvimento do míssil e a próxima fase será a total integração do míssil no Gripen. A integração final com o Gripen na Força Aérea Sueca começou recentemente e espera-se estar finalizada em 2013.

Subscribe
Notify of
guest
48 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
jakson almeida
jakson almeida
9 anos atrás

O Brasil optando pelo gripen ng este vira com o iris-t e o meteor ja integrados.Com o rafele teríamos que bancar mais essa despesa ou os franceses a bancaram(eu duvido).
PS:A Boeing também pretende integrar o meteor aos super hornet.

Luiz
Luiz
9 anos atrás

num sei não heim, FX-2 tá com cara de GRIPE mal curada. rsrsrsrs

[]’s

Luiz
Luiz
9 anos atrás

olhando os Posts relacionados

1 Míssil Meteor pronto para o Gripen
2 Saab recebe contrato para integrar Meteor ao Gripen
3 Suécia encomenda mísseis Meteor de produção
4 A-Darter será disparado pelo Gripen nos próximos dois meses
5 Gripen supera as 130 mil horas de voo
6 Cooperação entre usuários de Gripen
7 Gripen International reafirma transferência total de tecnologia ao Brasil
8 Saab quer transferir 50% da produção do Gripen ao Brasil
9 Para suecos proposta da Saab está de acordo com o END

Parece que as coisas por lá estão evoluindo….

Alex
Alex
9 anos atrás

Gripen, esta trabalhando uma dia de cada vez, mas sempre melhorando.

RatusNatus
RatusNatus
9 anos atrás

Quando voa o protótipo do gripen NG? Alguma notícia nova?

Latino
9 anos atrás

Só sei que seguindo a logica de cortar gastos na area militar no mundo inteiro ,
E como FAB disse que os 3 vetores finalistas do fx-2 atendem a todos os requesitos ;

Não dá pra entender não optar pelo gripen ng .

sds

Aurio A. Terloni
9 anos atrás

Aurio A. Terloni disse:
8 de outubro de 2010 às 10:13

minha opinião do que vai acontecer:
1 – o FX2 sera cancelado pelo proximo governo.
2 – A SAAB vai montar a fabrica de caças no Brasil, no ABC paulista e fornecerá os caças a Força Aérea.

Galileu
Galileu
9 anos atrás

Meteor e A-darter, que dupla é essa heim…..

Uma pena é que se viesse o Gripen, não viria os meteor ¬¬

abraço

Vader
9 anos atrás

RatusNatus disse:
20 de outubro de 2010 às 13:24

“Quando voa o protótipo do gripen NG? Alguma notícia nova?”

A SAAB pretende dispensar a fase de protótipos e já passar diretamente para os cabeças de série, tendo em vista a comunalidade do Gripen NG com o Gripen C/D, o que dispensaria a homologação da maioria dos sistemas.

Sds.

Rodrigo
Rodrigo
9 anos atrás

Vader disse:
20 de outubro de 2010 às 14:01

Sei…

Vou repetir..

Não se homologa nada aos pedaços..

Os “cabeças de série”, no fim serão os protótipos.

roberto bozzo
roberto bozzo
9 anos atrás

Vader disse:
20 de outubro de 2010 às 14:01

e há uma previsão para isso, tipo em 2012 (por exemplo)????

Vader
9 anos atrás

Rodrigo disse:
20 de outubro de 2010 às 14:24

Que seja Rodrigo. O que a SAAB quer fazer é “pular” a fase de protótipos, como a do F-35 (exemplo), o que evidentemente só é possível porque a aeronave não será um projeto 100% novo, mas sim terá pelo menos 50% de comunalidade com o Gripen C/D.

Se vai dar certo ou não são outros 500. Mas os suecos tem bons “precedentes” (como diria NJ).

Sds.

Vader
9 anos atrás

roberto bozzo disse:
20 de outubro de 2010 às 14:26

Honestamente não sei Roberto. Mas deve haver.

Sds.

RatusNatus
RatusNatus
9 anos atrás

Boa pergunta Bozzo. Considerando que a própria força aérea sueca já disse que NÃO vai comprar este caça, eles vão produzir para quem? Outra, o avião é completamente diferente do gripen. Como eles vão montar uma linha de produção de um avião NÃO testado. E se ele não tiver o desempenho esperado. Me desculpe mas isso não existe. Colocar em produção sem testar. Mas esse loiros de olhos azuis tem muita confiança no próprio taco. É isso que falta ao brasil, loiros com confiança. Acho que deveríamos importar. Pra que protótipo se é muito mais barato produzir direto e vender.… Read more »

Sérgio Araújo
Sérgio Araújo
9 anos atrás

Qual é mesmo o alcance deste míssil ?

Almeida
Almeida
9 anos atrás

Ótima notícia sobre o Gripen, C/D ou NG.

Alguém aí tem alguma boa notícia sobre o Rafale? Quando começa a campanha de integração do Meteor nele?

Almeida
Almeida
9 anos atrás

Lembrando:

Gripen = Meteor, Amraam, Mica IR/EM, Derby.

Rafale = Mica IR/EM.

Querem se livrar da dependência dos EUA para ficaram completamente dependentes da França. Sei não, mas eu prefiro continuar dependente diretamente da maior potência mundial do que de seu aliado menor…

rodrigo ds
rodrigo ds
9 anos atrás

Só noticias boas pelos lados da SAAB, imagina se seus caças fossem de verdade heim, hehehe !!!

ZE
ZE
9 anos atrás

RatusNatus disse: 20 de outubro de 2010 às 13:24 Bem, aí vai a resposta sobre os PROTÓTIPOS DO GRIPEN NG: “…estamos falando da Saab, uma empresa com ampla experiência, e o Gripen NG, um modelo que é uma variação de outro anterior e ainda em produção. Nosso plano é ter os quatro NG cabeça de série protótipos voando em 2011, e os primeiros aviões cabeça de série de produção sendo entregues no ano de 2014. Ao final do programe de certificação espera–se que três destes quatro “cabeças-de-série”, sejam eventualmente vendidos aos clientes do modelo”. [ ]s

Vader
9 anos atrás

RatusNatus disse: 20 de outubro de 2010 às 14:37 “Considerando que a própria força aérea sueca já disse que NÃO vai comprar este caça, eles vão produzir para quem?” Mentira. A Flygvapnet já se comprometeu a adquirir Gripen E/F a partir de 2017, e a adiantar estas aquisições caso algum comprador externo o adquira. Tal compromisso foi assumido publicamente pelo Parlamento Sueco. “Outra, o avião é completamente diferente do gripen” Mentira. Foi alterado o trem de pouso e a parte interna das asas, para acomodar aumento no tanque de combustíveis. O Gripen NG é um re-projeto ou “upgrade” (para alguns)… Read more »

rodrigo ds
rodrigo ds
9 anos atrás

O Gripen é igual ao Personal Computer padrão IBM, aceita acessórios de todos os tipos, enquanto outro……..

Drcockroach
Drcockroach
9 anos atrás

Sobre o Tiger Meet da OTAN, que o Gripen saiu vencedor, opiniao do comandante: “Our training program and our skills, in conjunction with Gripen has allowed us to win this important award. The reason why Gripen was a star of Tiger Meet is its ability to solve the tasks at the longest possible distance – without a direct dogfight with the enemy” http://www.gripen.com/en/MediaRelations/News/2010/Czech_Gripen_squadron_winners_at_NATO_Tiger_Meet.htm O Gripen tem supercruise com ateh 4 misseis ar-ar. Serah que dois poderiam ser o meteor? Agora, armado com meteor e com supercruise, o Gripen deve alguma coisa p/ algum jet de 4 geracao? Divirtam-se []s! P.S.:… Read more »

ZE
ZE
9 anos atrás

Almeida disse:
20 de outubro de 2010 às 14:39

“Alguém aí tem alguma boa notícia sobre o Rafale? Quando começa a campanha de integração do Meteor nele?”

Caro Almeida, com a crise econômica tendo forçado a França a adiar projetos, cortar investimentos, até mesmo a modernização dos Mirage franceses estão em perigo.

Ou seja, você já ouviu falar de São Nunca ??? Pois é !!

roberto bozzo
roberto bozzo
9 anos atrás

Vader disse:
20 de outubro de 2010 às 14:48

Vader, vc foi muuito mais rápido, ainda tava procurando eta informação da compra do NG pela Suécia e vc pimba… rsrsrsrs

zmun
zmun
9 anos atrás

Parece que a FAB está usando o FX2 como moeda de troca para o KC-390. O cargueiro brasileiro será definitivamente o maior projeto FAB-EMBRAER. Só que o que a FAB busca não é apenas um usuário do KC-390, como frança e Suécia parecem terem oferecido. O que a FAB quer é um fiador do projeto. Dos três concorrentes, a frança está completamente quebrada, portanto fora. Agora, Suécia. Até que pontos eles querem vender seus Gripens? Eles teriam o dinheiro necessário? EUA. Para a Boing o dinheiro não faltaria mas, existe o interesse? Acho que se isso for verdade a coisa… Read more »

caipira
caipira
9 anos atrás

Boa tarde!

Lendo os posts recentes sobre integração de armamentos me veio uma curiosidade.

Alguém sabe me responder se já houve algum armamento de origem soviética/russa integrado a algum caça ocidental ou vice-versa?
Se sim, algum exemplo.

Nunão?
Bosco?

Talvez seja uma boa pedida, pra desviar do frutrante assunto FX-N…

Drcockroach
Drcockroach
9 anos atrás

O Gripen ainda nao, mas poderah.

Extra Funding To Advance Gripen Missile Integration

“We call it the Swedish smorgasbord. We will integrate whatever you like, even if you want Russian weapons. This is strictly a question of interface, and is totally up to the customer. We offer them fighters. We don’t offer them security policy,” Nilsson said.
http://www.defensenews.com/story.php?i=4547991

[]s!

Almeida
Almeida
9 anos atrás

Nao adianta, caro amigo Sith. Os defensores do GF, dos franceses e do Rafale vão sempre vir aqui com desinformação. É assim que eles trabalham, na falta de argumentos e fatos. Vader disse: 20 de outubro de 2010 às 14:48 RatusNatus disse: 20 de outubro de 2010 às 14:37 “Considerando que a própria força aérea sueca já disse que NÃO vai comprar este caça, eles vão produzir para quem?” Mentira. A Flygvapnet já se comprometeu a adquirir Gripen E/F a partir de 2017, e a adiantar estas aquisições caso algum comprador externo o adquira. Tal compromisso foi assumido publicamente pelo… Read more »

caipira
caipira
9 anos atrás

Barata,

Outro dia o Mauricio R. comentou que o sistema de fixação do armamento nos pilones russos/soviéticos são diferentes e portanto incompátiveis….

Mais alguma info?

rogerio
9 anos atrás

O grupo Finmeccanica também está trabalhando para obter o contrato que pode levar à substituição do “Super Tucano” – aeronave produzida pela Embraer e utilizada em missões de vigilância e de controle – pelos modernos M346, fabricados pela Alenia Aermacchi, uma das empresas do grupo. Quanto à Marinha, o Finmeccanica pretende construir uma nova frota de fragatas equipadas com sistemas de defesa.

Giordani RS
Giordani RS
9 anos atrás

“caipira disse:
20 de outubro de 2010 às 15:11
Boa tarde!
Lendo os posts recentes sobre integração de armamentos me veio uma curiosidade.
Alguém sabe me responder se já houve algum armamento de origem soviética/russa integrado a algum caça ocidental ou vice-versa?
Se sim, algum exemplo.”

Não tenho certeza, mas se não me engano, no conflito Irão x Iraque, o MiG-21 iraquiano usava AAM Sidewinder…lembro de ter lido algo sobre isso…se alguém souber…

Almeida
Almeida
9 anos atrás

Caipira,

Os Mig-21 modernizados da Polônia usavam AIM-9L Sidewinders. Parece que outros operadores desta aeronave também o faziam, como Iraque e Romênia. A modernização feita pelos israelenses possibilta o emprego de armamento ocidental nestas aeronaves.

Dizem também que os SU-30MKI indianos podem utilizar armamento ocidental, graças aos seus aviônicos e computadores franceses e israelenses.

Desconheço armamento russo ter sido empregado em qualquer aeronave ocidental.

zmun
zmun
9 anos atrás

Os Mirage F1 sul-africanos e e Mirage 2000 indianos parecem ter o R-73 integrado.

A israelense IAI oferece um programa de nodernização do Mig-21 que conta com a integração do Pyton 4.

Bosco
Bosco
9 anos atrás

F-4 da USN já dispararam mísseis antiradar Krypton.

Gbeck
Gbeck
9 anos atrás

Os Mig-21 paquistaneses também disparam Sidewinders. De cabeça, é o que lembrei, pra complementar o post do Almeida. Armamento russo em aeronave ocidental, também não lembro.

Gabriel T.
Gabriel T.
9 anos atrás

“Não se homologa nada aos pedaços..

Os “cabeças de série”, no fim serão os protótipos.”

Perfeito Rodrigo. Não tem como você partir para um modelo de série sem passar pelo banco de avaliação. Esse banco nada mais é do que o protótipo.

jakson almeida
jakson almeida
9 anos atrás

Hoje há disponível no mercado internacional software’s que permitem “fabricar um protótipo virtual” e assim se acelera o desenvolvimento e se parte direto pras primeiras unidades de pre-serie ou também como são conhecidas unidades de cabeça de serie ,esse processo permite a eliminação dos protótipos(antes que alguem questione esse método, ele é amplamente usado pela Embraer).

caipira
caipira
9 anos atrás

Grato pelas respostas!

Forte abraço!

Ivan
Ivan
9 anos atrás

Gabriel e Rodrigo, Pela avaliação dos amigos o programa Gripen NG terá que gerar um ou mais protótipos para validar a aeronave, antes de partir para produção do Gripen E/F. É este o entendimento de vcs? Se for é ÓTIMO. Seria a oportunidade de fabricar o protótipo (ou parte dele) no Brasil e levar adiante boa parte dos testes. Isto para um caça supersônico moderno. Os ganhos agregados seriam muito maiores que os ganhos com o AMX. 🙂 Temia qua a janela de oportinudade para entrar no programa Gripen NG estivesse se fechando. Mas, conforme a visão dos amigos, ainda… Read more »

Fabio ASC
Fabio ASC
9 anos atrás

Maism uma boa notícia Sueca….. aliás, elas são linda e cheirosas……

Gabriel T.
Gabriel T.
9 anos atrás

“(antes que alguem questione esse método, ele é amplamente usado pela Embraer).”

Negativo. Existem softwares que ajudam a engenharia no desenvolvimento de partes importantes de um avião e a EMBRAER faz amplo uso disso. Mas JAMAIS a EMBRAER usou um software para pular um protótipo. Nenhum país que atua no setor aeroespacial fez isso porque nenhum país é louco de gastar bilhões em nada.

Gabriel T.
Gabriel T.
9 anos atrás

“Excelente notícia… he he he.”

Oi Ivan. Então, esse é um entendimento que você criou só para você. Vai em capslock. EU NÃO DISSE NADA DE PROTÓTIPO NA SUÉCIA E NO BRASIL. Não foi isso que eu quis dizer. E mesmo se fizéssemos um protótipo, o ganho seria maior não porque o AMX é subsônico, mas sim porque o AMX jamais foi um programa de T. de tecnologia e o FX sim.

Ricardo_Recife
Ricardo_Recife
9 anos atrás

Boas noticias do Gripen F/F toda a semana. Esta semana foi vitória dos Gripens tchecos no Tiger Meet 2010 da OTAN e agora mais um passo na integração do míssil Meteor. Tudo dentro do cronograma, sem atrasos. Parabéns também a FWV pela competência (http://www.fmv.se) com que trata das questões de desenvolvimento e tecnologia de defesa. Seria interessante imaginarmos uma agência civil de administração de defesa, seria e comprometida, dentro da estrutura de defesa do pais. “FMV, Swedish Defence Materiel Administration, is an independent, civil authority. Our primary task is to provide the Swedish Armed Forces with materiel, systems and methods… Read more »

Edcreek
Edcreek
9 anos atrás

Olá,

Muito bom para o JAS-39 e a Suecia….

Quanto ao NG não existe compradores, nem mesmo a Suecia, compromisso de compra é igual ao Russo deu start na produção de SU-35 com 48 unidades, isso que eu vou comprar em 2017 é muito incerto faltam ainda 16 anos é muito tempo, e esperam alguem para pagar a conta de desenvolvimento do caça “colcha de retalhos” Anlgo-Americano de produção Sueca.

Abraços,

Daniel Rosa
Daniel Rosa
9 anos atrás

Adoro este avião. Seria fantástico vê-lo com as cores da nossa FAB. Uma dupla Meteor/A-Darter equipando-os seria fantástico. Espero que nosso governo acabe logo com essa longa novela das 8, e anuncie nosso futuro vetor de combate. Vejo como vantagem o Gripen já ter integrado, ou em fase de integração, os dois misseis que citei acima. O primeiro pq o vejo como superior ao AIM-120, e o segundo, pq será produzido aqui no Brasil, e também estará entre os melhores de sua classe… melhor que isso só se anunciarem que o Brasil entrará para o clube do Meteor, fabricando-o aqui!

Edu Nicácio
9 anos atrás

Edcreek disse:
21 de outubro de 2010 às 8:38

“isso que eu vou comprar em 2017 é muito incerto faltam ainda 16 anos é muito tempo”

Ed, não faça isso… São apenas 6 anos, tendo em vista que estamos “praticamente” em 2011… E seis anos não são nada para receber uma aeronave dessas… Lembre-se que ele não estará voando antes de 2015, então…

Quem sabe os três “cabeça de série” propalados pela Akaer já não fiquem por aqui no final de 2014???

Go Gripen, go!!!

ZE
ZE
9 anos atrás

É mesmo Ricardo_Recife, os Gripen da República Checa venceram o Tiger Meet 2010 da OTAN !!!!!!

[ ]s

falcones 001
falcones 001
9 anos atrás

eu si o gri vinhesi eu ia fica felis melhor do que nada