Home Sistemas de Armas Novos testes do míssil Meteor no Rafale

Novos testes do míssil Meteor no Rafale

235
3

Lançamento Meteor por Rafale - foto 2 Dassault via CDN

Neste final de maio, mais testes de separação do míssil estão programados no caça francês – disparos reais deverão ser feitos em 2015

Segundo notícia publicada no site Flightglobal na quinta-feira, 16 de maio, estão programados para este final de maio novos testes de separação envolvendo o caça Rafale, da francesa Dassault, e o míssil ar-ar BVR (para emprego além do alcance visual) Meteor, da multinacional europeia MBDA. A realização dos testes se dá no contexto da aproximação do prazo para introdução do míssil nas Forças Armadas Francesas, segundo a reportagem.

As provas de separação estão programadas para o centro de testes de voo de Cazaux, da Direção Geral de Armamentos (DGA) francesa. Os voos serão realizados sobre a água utilizando mísseis portando instrumentos de medição ao invés de ogivas. Estes testes seguem-se a outros realizados em Cazaux em outubro do ano passado. Até o final dete ano, mais dois mísseis deverão ser lançados pelo Rafale antes do final deste ano, conforme cronograma da DGA.

Lançamento Meteor por Rafale - foto Dassault via CDN

Os próximos testes de separação serão realizados em outras áreas do envelope de voo, com o caça Rafale realizando uma manobra de alto g e, em seguida, foando num alto ângulo de ataque. Outros serão feitos até que a França realize o primeiro disparo controlado de um míssil Meteor com motor em funcionamento, o que está programado para 2015.

O míssil Meteor de nova geração para domínio aéreo deverá estar operacional na Força Aérea Francesa e na Marinha Francesa em 2018, e a encomenda de um primeiro lote de 200 exemplares já foi feita pelo Governo Francês.

FONTE: Flightglobal (tradução e edição do Poder Aéreo a partir de original em inglês)

FOTOS: Dassault

NOTA DO EDITOR: as imagens são de teste de separação realizado em outubro do ano passado. Clique nas fotos para ampliar. Para ver mais detalhes das provas anteriores e saber mais sobre outros testes do míssil, tanto no Dassault Rafale quanto nos outros dois “eurocanards” (Eurofighter Typhoon e Saab Gripen), além de assuntos relacionados, clique nos links da lista a seguir.

VEJA TAMBÉM:

3
Deixe um comentário

avatar
3 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
joseboscojrFernando "Nunão" De Martini Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
joseboscojr
Visitante
Member
joseboscojr

Esse míssil parece que é da Mectron. rsrrss
Devia chamar “el gran cabeçon” de tão difícil gestação.

joseboscojr
Visitante
Member
joseboscojr

O problema é que já nasce meio que defasado né Nunão?!!
O AAM-4B japonês já tem até radar AESA e o AIM-120D é no mínimo igual e apesar do cancelamento de vários programas nos States para um sucessor do Amraam, já é nítido as novas tendências para os futuros mísseis BVR multifuncionais.
A Europa corre risco de ficar muito pouco tempo com um míssil em estado da arte.