Home Operações Aéreas França contra o EI: quatro ataques na última semana e volta do...

França contra o EI: quatro ataques na última semana e volta do ‘Charles de Gaulle’ ao Mediterrâneo

476
0

Caças Rafale na Operação Chammal - foto via Min Def França

O Ministério da Defesa da França divulgou nota sobre o andamento da chamada “Operação Chammal”, que é a contribuição francesa à luta contra os combatentes do Estado Islâmico (EI, também conhecido como Daech), apoiando forças terrestres do Iraque. Entre os dias 7 e 13 de maio, os franceses realizaram 18 surtidas aéreas sobre o Iraque, das quais 4 resultaram em ataques contra alvos de oportunidade, neutralizando 8 objetivos.

Enquanto isso, no dia 12, o grupo aeronaval nucleado no navio-aeródromo de propulsão nuclear Charles de Gaulle da Marinha Francesa atravessou o Canal de Suez, de volta ao Mar Mediterrâneo, após participar de manobras com parceiros estratégicos franceses no Oceano Índico. Esse retorno ao Mediterrâneo é a fase final da comissão “Arromanches”, iniciada em 13 de janeiro. A volta do navio à sua base em Toulon (França) é prevista para o final deste mês.

Arromanches - NAe Charles de Gaulle em Suez - foto Min Def França

A Operação Chammal foi lançada pela França em 19 de setembro de 2014 e mobiliza cerca de 700 militares. As missões apoiam, a partir do ar, a luta de tropas terrestres iraquianas contra o Estado Islâmico. Atualmente, o dispositivo francês é composto por treze aviões  da Força Aérea Francesa: seis caças Rafale que operam a partir dos Emirados Árabes Unidos, seis jatos de ataque Mirage 2000D desdobrados na Jordânia, além de um avião de alerta e controle aéreo E3F.

Também faz parte do dispositivo um avião de patrulha marítima Atlantique 2, da Marinha Francesa, sendo que, na fase inicial da comissão Arromanches, os jatos Rafale M (versão naval) e Super Etendard Modernisé do Charles de Gaulle realizaram missões em proveito da Operação Chammal, durante oito semanas. Para saber mais, clique nos links da lista ao final.

Além do porta-aviões, integram a Arromanches, cujo roteiro passa por áreas de interesse estratégico para a França no Oceano Índico e no Golfo Pérsico, a fragata de defesa aérea Chevalier Paul, o navio-tanque Meuse e a fragata antissubmarino Jean de Vienne, além de um submarino nuclear de ataque, tendo contado também com a participação da fragata britânica HMS Kent. Entre os exercícios realizados com outros países, os navios participaram do “White Shark” com as Forças Armadas Sauditas e do “Varuna”, com a Marinha Indiana. Veja mais fotos no Poder Naval.

Arromanches - fragata def aerea Chevalier Paul em Suez - foto Min Def França

O esforço francês também inclui ações de treinamento a tropas terrestres do Iraque, no caso o chamado ICTS (Iraqi Counter Terrorism Service) da 6ª Divisão Iraquiana de Infantaria.

FOTOS: Ministério da Defesa da França

VEJA TAMBÉM:

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of