Home Operações Aéreas De 61 missões francesas sobre o Iraque na última semana, 5 resultaram...

De 61 missões francesas sobre o Iraque na última semana, 5 resultaram em ataques ao EI

464
10

Mirage 2000D na Operação Chammal - foto 2 Força Aérea Francesa

Demais missões, de reconhecimento, contribuíram para coletar dados de inteligência dentro da chamada ‘Operação Chammal’, de apoio aéreo a tropas do Iraque contra os combatentes do Estado Islâmico

Em nota divulgada nesta segunda-feira, 9 de março, a Força Aérea Francesa informou sobre as missões realizadas ao longo da última semana na chamada “Operação Chammal”, que é a contribuição francesa ao apoio aéreo de forças aliadas às tropas em terra que lutam, no Iraque, contra os combatentes do Estado Islâmico (EI, também denominado “Daech”).   Segundo a nota,  foram realizados no período 61 missões aéreas, 5 delas resultando em ataques ao solo.

A nota informa sobre ataque de oportunidade a dois edifícios que abrigavam combatentes do EI em Al Baghdali, em 27 de fevereiro, seguido de um ataque por aeronaves francesas na mesma área em 2 de março. Também no dia 2, aeronaves atacaram um grupo do EI que se posicionava em um palmeiral na área de Al Assad, e um ataque planejado na região de Bashiqa visou torres de observação na linha do EI entre Mossoul e Erbil.

Rafale na Operação Chammal - foto via Min Def da França

Já no dia 4, outros combatentes foram neutralizados em ataques de oportunidade na região de Ain Al-Assad, enquanto se realizava a proteção de um comboio iraquiano. Além desses ataques, segundo a nota  as aeronaves francesas têm realizado, diariamente, missões de reconhecimento que são essenciais para coletar dados de inteligência, em coordenação próxima com outros aliados.

Mirage 2000D na Operação Chammal - foto Força Aérea Francesa

Periodicamente, o Ministério da Defesa da França e a Força Aérea Francesa divulgam notas e fotos a respeito do andamento das missões, realizadas por caças e jatos de ataque baseados nos Emirados Árabes Unidos (seis Rafale) e Jordânia (seis Mirage 2000D), com apoio de aviões de patrulha marítima e de reabastecimento em voo, e que recentemente foram reforçados com a chegada do navio-aeródromo francês Charles de Gaulle com aeronaves de combate Rafale e Super Étendard. Para saber mais sobre a “Operação Chammal”, clique nos links da lista mais abaixo.

Rafale no convoo do NAe Charles de Gaulle na Operação Chammal - foto via Min Def da França

FONTES / FOTOS: Força Aérea Francesa e Ministério da Defesa da França

VEJA TAMBÉM:

Subscribe
Notify of
guest
10 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Pangloss
Pangloss
5 anos atrás

As fotos do Rafale estão sensacionais, comme d’habitude.

eparro
eparro
5 anos atrás

Pô Pangloss dos Rafale?

Sinto discordar, mas em termos de foto, esta dos Mirage 2000D taxiando (presumo) achei a mais bonita. Aquele decolando também está muito boa.

E os Mirage 2000D, dando conta do recado.

Pangloss
Pangloss
5 anos atrás

Eparro, permita-me discordar.

O Mirage 2000 é lindo, mas em qualquer vôo que fizer, ele irá taxiar e decolar. Fotografá-lo nessas ocasiões é como fotografar a Paola Oliveira almoçando ou andando na rua. Ela continuará linda, mas tais cenas são rotineiras.

Já as fotos do Rafale são raras, ainda que a Lua ou o Sol acabem por nos atrair mais a atenção do que o próprio avião.

eparro
eparro
5 anos atrás

Pangloss 10 de março de 2015 at 7:36 #

Boa!

Continuo com minha opinião, mas esta comparação com a Paola Oliveira foi sensacional!

Pangloss
Pangloss
5 anos atrás

Pois é, Eparro, algumas imagens ficam gravadas em alto relevo na minha memória.

Oganza
Oganza
5 anos atrás

Affff… menos de 10% de efetividade… Tá bom Não.

Tá faltando um, na verdade uns… rsrsrsrs UAVs ai…

…em tempos de crise e na era da NCW fica difícil continuar mando Rafale e M-2000 para ficar fazendo reconhecimento em um espaço aéreo onde se tem a Supremacia Aérea.

Essa tática, para aquele cenário me parece completamente equivocada e só serve para propaganda e esvaziar os bolsos do contribuinte brioche.

Grande Abraço

eparro
eparro
5 anos atrás

Oganza 10 de março de 2015 at 17:35 # Oganza meu caro, não é sempre assim, leva a coisa em banho-maria, faz treinamentos, faz experiências com novas tecnologias, experimenta novas táticas, faz integração com outras forças armadas, reafirma doutrinas, produz mais armas e equipamentos, liquida estoques antigos, faz um marketing e a roda gira. Eu não acredito mesmo, que queiram terminar o serviço. Assim fosse, uma sucessão de ataques aéreos cadenciados e mesmo sem força terrestre penso que devastaria o tal do Estado aí. “Carthago delenda est”, “Remember the Alamo” ou o recente ataque a Gaza, quando estão decididos, ninguém… Read more »

Oganza
Oganza
5 anos atrás

eparro,

🙂 pois é… mas tudo isso seria muito mais enriquecedor e mais proveitoso do ponto de vista tático e financeiro com alguns UAVs… eles mesmo admitiram que tais vetores e capacidades estão fazendo uma falta gigantesca lá no Mali…

… mas enfim, é mesmo como vc disse e se não tem o cão, vai da gato mesmo. kkkkk

Grande Abraço.

Wellington Góes
Wellington Góes
5 anos atrás

Ou então alguns Super Tucanos. #ficaadica

Carlos Crispim
Carlos Crispim
5 anos atrás

A foto do Rafale rasgando a Lua merece um prêmio! É uma avião que não gosto, junto com o Typhoon são os aviões mais feios da Terra, o Mirage, realmente, sai bem em qualquer foto, é bonito de qualquer ângulo.