Home Indústria Aeronáutica Concluída a fase de disparos do Meteor para integração ao Gripen

Concluída a fase de disparos do Meteor para integração ao Gripen

373
2

Gripen Meteor - ilustração Saab

Na segunda-feira, 7 de julho, a Saab divulgou nota informando sobre a conclusão dos disparos de integração do míssil MBDA Meteor no caça Saab Gripen. Os últimos disparos do Meteor, míssil ar-ar de emprego além do alcance visual, foram realizados mais cedo neste ano, com o objetiv0 de verificar a integração com o caça Gripen e validar tanto o desempenho da cabeça de busca quanto do alcance do míssil.

Estas foram as últimas tarefas principais de testes, requeridas para liberar o novo míssil para serviço operacional no caça multitarefa Gripen C/D. A capacidade completa com o Meteor será entregue como parte da última modernização de sistemas de combate MS20 (Materiel System 20) para a Força Aérea Sueca. Assim que o MS20 estiver liberado para o serviço na Suécia, o Gripen será o primeiro caça com capacidade funcional do míssil Meteor.

Nos dias 12 e 13 de março de 2014, foram realizados dois lançamentos em voo do Meteor com o Gripen, os últimos antes do míssil ser liberado para serviço operacional com o caça. Os lançamentos ocorreram no campo de testes da FMV (organização sueca para administração de material militar) no norte da Suécia, numa cooperação da Saab com a FMV, incluindo também uma equipe da MBDA, fabricante do Meteor. Os mísseis foram disparados contra alvos remotamente controlados e os testes demonstraram a separação segura entre as armas e a aeronave, assim como as funções de enlace de dados (datalink) entre o caça e os mísseis.

Gripen_Meteor_foto via FMVTestes anteriores já haviam realizado verificações de software para integração do sistema Meteor, enquanto estes de março completaram o programa total de integração para o Gripen C/D e a atualização MS20, adicionando também dados significativos para a experiência da Suécia com o míssil numa aeronave de combate, sendo que essa experiência não tem rivais após anos de testes de desenvolvimento e integração com o Meteor, segundo a nota da Saab.

Os parâmetros dos testes de março incluíram disparos tanto a alta quanto baixa altitudes e velocidades, durante manobras da aeronave lançadora. Demonstraram também engajamento de longo alcance, de alvos realizando manobras, funcionalidade do datalink aeronave/míssil e o desempenho da cabeça de busca.

A entrega da versão final do MS20 à FMV, assim como os testes operacionais e avaliações, serão completados até o final deste ano. Quando da entrada em serviço do MS20, em 2015, o Gripen sueco será a primeira plataforma com capacidade efetiva com o míssil Meteor, o que será disponibilizado para outros operadores do Gripen. A Suécia já assinou um contrato para entrega de mísseis Meteor de produção, adicionais aos exemplares de integração que foram utilizados durante os testes.

Gripen Meteor - foto Saab

FONTE / IMAGENS (meramente ilustrativas): Saab

Tradução e edição do Poder Aéreo a partir de original em inglês

VEJA TAMBÉM:

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Iväny Junior
5 anos atrás

Otima noticia pra FAB!

andersonrodrigues1979
andersonrodrigues1979
5 anos atrás

Ja podia fazer uma encomenda de uns 60 para chegar junto com o Gripens.