Home Noticiário Internacional Sukhoi T-50 para a América do Sul?

Sukhoi T-50 para a América do Sul?

375
19

 

Autoridades da força aérea de um país da América do Sul entraram em contato com o Governo da Rússia para obter informações sobre o Sukhoi T-50 (PAK-FA), visando uma bastante provável aquisição a médio prazo, conforme informou o site “Interdefensa Militar Argentina”. A intenção dessa força aérea é de conseguir acesso a material aeronáutico que lhe permita recuperar certa primazia na região. Nas negociações, falou-se de capacidades operacionais, armamento, manutenção, possíveis prazos de entrega e, principalmente, de financiamento.

Obviamente, deve-se esperar por mais notícias, já que se trata de um país onde a imprensa normalmente “exagera” bastante as notícias de assuntos militares. A notícia  causa certo estranhamento porque ultimamente o orçamento militar desse país não é grande o suficiente para realizar uma incorporação desse tipo, já que há uns dois anos eles estavam como a Argentina, com material aeronáutico no solo por falta de recursos. 

Ainda assim, deve-se levar em conta que a data de entrada em serviço do T-50 é estimada, na Rússia, para 2017. Já para o primeiro cliente, a Índia, fala-se em 2019 ou 2020 na melhor das hipóteses, já que certas dificuldades econômicas estão levando a incorporação  do T-50 a demorar mais que o previsto. Por essa razão, caso essa notícia esteja correta e a aquisição se concretize, ainda levará pelo menos 6 ou 7 anos para que o T-50 chegue à América do Sul.

O autor da notícia no site argentino avisa, ao final, para que os leitores não “se matem” especulando de que país ele está falando: trata-se do Peru.

FONTE: Interdefensa Militar Argentina (tradução e edição do Poder Aéreo a partir do original em espanhol)

FOTOS: Sukhoi

NOTA DO EDITOR: já havíamos recebido avisos de nossos leitores sobre a repercussão dessa notícia/boato em outras mídias, mas optamos por não publicá-la aqui antes de procurar por outras fontes que a comprovassem. Não encontramos essas fontes. Até procuramos por alguma repercussão nos principais periódicos peruanos, mas os assuntos mais próximos de “Sukhoi” que a maioria noticiou foi sobre a queda de um Sukhoi Superjet 100 em maio, sobre os modelos militares já usados no Peru (Su-22 e Su-25), incluindo o julgamento de ex-ministros peruanos por supostas compras irregulares de jatos Su-25 na Bielorússia, além de algumas referências a uma possível compra de Su-35 pela Venezuela. E só.

Porém, encontramos neste site argentino esta curta porém equilibrada análise sobre o boato/assunto. O site frequentemente traduz notícias que saem no Poder Aéreo, sempre indicando nosso link nos créditos. Por isso, decidimos repetir a gentileza e traduzir a análise, também conferindo o devido crédito ao site, para que nossos leitores discutissem o assunto. Abaixo, links para algumas das diversas matérias já publicadas aqui sobre aquisições (ou não aquisições devido a falta de verba) de aeronaves pelo Peru, além de assuntos relacionados a caças Sukhoi para a América do Sul.

VEJA TAMBÉM:

19
Deixe um comentário

avatar
18 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
11 Comment authors
IvanSoyuzVaderandreasMayuan Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Nick
Visitante
Member
Nick

Seria engraçado o Brasil retrofitando os F-5EM para mais 15 anos e o Peru recebendo os Sukhoi T-50. 🙂

[]’s

Observador
Visitante
Observador

Natural. Eu mesmo já tinha colocado naquele post “Enquanto isto, F-5M até 2030?” que em 2030 teremos a Venezuela e Peru com o T-50 e o Chile com o F-35. Colômbia vai continuar se valendo do guarda-chuva norte-americano. Até a Argentina já deve ter comprado algo de segunda mão. E nós, se depender da vontade política e competência dos líderes esquerdistas da nação, continuaremos voando com alguns F-5 e os A-1. Minha esperança é que a FAB tome ela mesma as providências necessárias. 2014 e 2016 estão aí, o Brasil será sede de eventos mundiais e se arrisca a ter… Read more »

Groo
Visitante
Member
Groo

Rolou um papo que o Peru ia adqurir cerca de três caças.

Parece um número pequeno mesmo se considerarmos a relação de vitórias e derrotas obtidas pelos F-22 de cerca de 30:1.

Groo
Visitante
Member
Groo

Obrigado Nunão.

Marcos
Visitante
Member
Marcos

Brasil virou motivo de piada no que se refere o programa FX! Não compraram os caças ainda porque falta um projeto. Não me refiro ao projeto dos caças, me refiro à um projeto de país, ao que queremos ser. Não temos estradas, não temos ruas, não temos calçadas, não temos saúde, não temos educação, não temos segurança pública, não temos um projeto industrial, agrícola e comercial, não temos um projeto de modernização de FFAA, não temos um projeto de profissionalização das mesmas forças, não temos instituições fortes o bastante para deter a corrupção generalizada que se abate sobre nosso país,… Read more »

Baschera
Visitante
Member
Baschera

Com a vênia dos colegas…. Mas fui eu que citou por primeiro a assunto PAK/FA T-50 no Perú… lá naquele post ou matéria “Que tal um caça…… MAR-1 inetegrado ? “…. Não citei a fonte por se tratar de um fórum e de opinião de um articulista peruano que mais tratava de dar sua opinião do que matéria de fonte segura como de autoridade do governo daquele país ou menbro da FAP., coisa que ele não cita, apenas refer-se a(s) certa(s) Autoridades da força aérea…. No entanto, discordo da opinião geral…. quem tem “três” aviões não tem nenhum… a quantidade… Read more »

Mayuan
Visitante
Mayuan

Vou te contar uma coisa, enche o saco esse quase mantra que alguns teimam em repetir aqui: a esquerda que não compra material bélico e blá-blá-blá. Por favor me ajudem a lembrar dos presidentes que vieram depois da partida do senhor João Figueiredo. Os presidentes que se seguiram, pela ordem: Sarney, Collor, Itamar e FHC, considerados de direita, compraram o que? Concordo que a esquerda não compra o que deveria mas o problema não é ser esquerda, é ser governante de um país onde a população aceita de tudo e não reclama de nada. Quer dizer, reclamar reclama sim mas… Read more »

Observador
Visitante
Observador

Mayuan disse: 4 de novembro de 2012 às 22:33 FHC de direita?! Desde quando amigo?! Ele foi, é e será sempre uma das lideranças da esquerda, das viúvas do comunismo, eco-xiitas e fumadores de maconha. Quanto aos demais presidentes que você citou, não compraram por diversos motivos. O principal era a mais completa ausência de recursos (o Brasil estava falido na época), bem ao contrário do governinho atual. Além disto, governando um Brasil recém-saído do regime militar, Sarney e Collor queriam fugir de qualquer investimento nas forças armadas, para marcar independência destas e reafirmar o Poder Civil. Quem não lembra… Read more »

andreas
Visitante
andreas

Bom, essa opinião lá no Peru que mais parece notícia plantada, há um mês da ida da Presidente Dilma para a Rússia, é no mínimo curioso, não?

Vader
Visitante
Member

Isso é ridículo. O Perú não tem nem dinheiro nem competência para operar uma máquina dessas. E essa de três caças então é mais ridícula ainda.

Mas que realmente seria bom se eles adquirissem essas máquinas, ah isso seria. Iria tacar fogo na AS, com o Chile e Colômbia entrando no JSF, e o Equador tendo que se armar também.

andreas
Visitante
andreas

Bom, se isso acontecesse mesmo Vader, aí iria obrigar o Brasil a adquirir algum vetor de 5ª Geração na marra!!!!

Soyuz
Visitante
Member
Soyuz

Os primeiros caças de quinta geração na América do sul serão os F-35 Chilenos por volta de 2025. Por falar em Chile, vejam o histórico de compras da FaCh. 10 F-16 C/D Block 50 $660 mi 2002 18 F-16 MLU $180 mi 2005 18 F-16 MLU $270 mi 2010 Se atualizarmos os valores de compras para os dias atuais, considerando(5,5% AA) temos; 10 F-16 C/D Block 50 $ 1127 mi 18 F-16 MLU $ 261,84 mi 18 F-16 MLU $ 30,52 mi Total em valores de hoje: $1689 mi Isto por 46 caças F-16 entre novos e usados modernizados. O… Read more »

Vader
Visitante
Member

Soyuz disse:
5 de novembro de 2012 às 13:44

Pois é meu caro Soyuz. Dizer o que nessas horas né?

Muito burros esses chilenos. Espertos somos nós, o grandão-bobão da AL…

Ivan
Visitante
Member
Ivan

Soyuz,

Os números… os terríveis números!

Falar o que?

Grande abraço,
Ivan Ivanovich.

Vader
Visitante
Member

Soyuz disse: 5 de novembro de 2012 às 13:44 Essa aqui então é a melhor: “O FOD do deserto vai destruir os motores dos F-16 deles.” Jura pra mim que tem esquerdopata cretino que diz um absurdo desses? Será que essa gente não tem a menor noção do ridículo não? Será que essa corja não sabe que todas as aeronaves militares americanas, de todos os tempos, desde os tempos do cano-e-lona, são exaustivamente testadas nos desertos áridos do oeste americano? Será que a canalha não sabe que o F-16 opera no Marrocos? Na Turquia? Em Israel? No Iraque? No Afeganistão?… Read more »

Soyuz
Visitante
Member
Soyuz

Durante muito tempo Vader, circulou nos fóruns brasileiros uma noticia sobre as “fragilidades” do F-16, onde antes de cada decolagem haveria a necessidade de um caminhão aspirador, “varrer” a pista para o F-16 decolar se o mesmo estivesse em uma área desértica.

É claro que o tal caminhão existe.

E seguramente em tempos de paz ele deve varrer a pista com frequência por doutrina de segurança de vôo.

Mas dai a concluir que o F-16 é sensível a FOD são outros 500.

Vader
Visitante
Member

Soyuz disse: 5 de novembro de 2012 às 15:43 Hehehe Soyuz, perguntei para constar pra molecada mais nova, mas me lembro bem de um certo sedizente “jornalista especializado”, que atualmente comenta em outro blog sob o pseudônimo de “Ilha” ou algo assim, dizendo uma cretinice dessas. Um sujeitinho que além disso se dizia “Assessor Especial do Ministério da Defesa” e que, segundo consta, teria sido demitido do Min Def junto com um certo “mensaleiro” aí. Esse é o mesmo celenterado que disse que o motor do Super Hornet precisou de “injeção de oxigênio” (wtf?) para funcionar nos testes de Leh… Read more »

Vader
Visitante
Member

Corrigindo: “de premissas falsas não se pode obter conclusão verdadeira”.