Home Noticiário Internacional Para site espanhol, está confirmada a suspensão do F-X2 e vem aí...

Para site espanhol, está confirmada a suspensão do F-X2 e vem aí o F-X3

224
23

Nova concorrência F-X3 teria outro formato e mais aeronaves que a lista atual de três finalistas – até lá, seriam adquiridos caças “tampão” usados ou aeronaves de treinamento de caça (LIFT)

Segundo artigo assinado por Javier Bonilla no site espanhol defensa.com, está confirmada a suspensão da licitação de caças da Força Aérea Brasileira (FAB). O artigo cita notícias que já são conhecidas por aqui, mas traz também algumas informações interessantes, pelo que trazemos aqui os pontos principais (para ler texto em espanhol, na íntegra, clique no link da fonte ao final da matéria).

Segundo Bonilla, faltando pouco para cumprir-se 14 anos do primeiro pedido de propostas, o Governo Brasileiro decidiu postergar seu programa por razões financeiras. Um novo programa chamado F-X3 deverá ter outro formato, com uma lista mais ampla que a atual (que compreende o favorito político Dassault Rafale francês, além do Boeing Super Hornet norte-americano e o Saab Gripen NG sueco).

O artigo afirma que a situação entre o Governo (que avalia a aquisição de um Boeing 747-8 presidencial) e a FAB anda tensa, e muitos interpretam o recente voo baixo de um caça Mirage 2000 em solenidade, que causou a quebra de vidraças de edifícios governamentais, a um protesto dos militares fartos do processo.

Entre alternativas analisadas, está a aquisição de uma dúzia de jatos usados mas ainda válidos, os chamados caças “tampão”. Os candidatos seriam os Mirage 2000 modernizados dos Emirados Árabes Unidos, os Gripen de primeira geração, F-18 armazenados no deserto, ou mesmo israelenses Kfir C-10. Ainda estaria entre as alternativas a incorporação de um LIFT (treinador de caça avançado), o que seria totalmente dependente de compensações industriais e linhas de crédito bastante suaves.

FONTE: Defensa.com (tradução, adaptação e edição: Poder Aéreo)

VEJA TAMBÉM:

23 COMMENTS

  1. Como eu já havia lido e comentado esta matéria ontem, por uma questão de coerência, vou repetir parte do meu comentário feito no FBM:

    Este processo de aquisição é tão antigo, tão velho, tão caduco… que já se aventou e discutiu de tudo, desde soluções palatáveis até as mais esdruxulas e inverossímeis possibilidades…..

    De uns tempos para cá, na impossibilidade de se inventar outra alternativa que já não tenha sido avaliada, estamos revivendo possibilidades discutidas no passado… uma espécia de “revival”…. ou “flashback”…..

    É como se esta novela tivesse um roteiro mutante, onde um personagem morto no passado revive de uma hora para outra… e o mocinho da estória moresse de igual maneira…..

    É uma piada tragicômica indelevelmente sado masoquista….

    Aqui, o autor revive os Kfir C-10 como opção e inova ao propor um LIFT como gap-fill até que venha um possível FX-3… lá pela data estelar 2000.50 ……

    Graças ao Criador, até lá eu estarei a sete palmos abaixo da terra há muito tempo….

    Putz….!!!

    Sds.

  2. Não creio que ele seja tão ruim assim Palpite.
    Ao que parece vai dar sim ” Tampão ”
    O GF praticamente a mais de uma decada, não resolveu nada, a unica coisa que ele tem feito e postegar e postergar.

    Quanto a um possivel F-X3, não seria nenhuma novidade, o que mostraria a unica e exclusiva falta de competencia de um GF para com sua FA, mas em se tratando de Brasil e principalmente de politicos envolvidos nesta questão, não é ou seria novidade nehuma se um F-X3 aparecesse por ai.

  3. Acho que já deu esta novela dos caças!! Acho que do jeito que está as coisas na economia + copa + Olímpiadas, a opção será mesmo um caça usado!! ( espero que melhores que os atuais), e vamos para o FX-3 com caças de 5º geração!

    Abraços

  4. Enquanto tampax, 36 SH de 2ª mão direto de alguma CAW, seriam um palpite mais realista, do que “F-18 armazenados no deserto”.
    Idem qnto aos JAS-39 Gripen excedentes, que os suecos estão modernizando ou já teriam modernizado.
    Em ambos os casos dependendo do preço, poderíamos trocar desde um único esquadrão, até tdo o inventário da caça brasileira.
    Agora citar Kfir C-10 e insistir nos M-2000-5 dos UAE, é mta falta de noção.
    Até esse hipotético LIFT, faria mais sentido.
    Mas se é p/ aloprar de vez, pq não os AMX italianos???
    Corto o meu pescoço, mas não digo que a Embraer iria adorar!!!

  5. “Os candidatos seriam os Mirage 2000 modernizados dos Emirados Árabes Unidos, os Gripen de primeira geração, F-18 armazenados no deserto, ou mesmo israelenses Kfir C-10.”

    Poutz! Kfir? Back To The Future!!! O pior de tudo é mais uma geração de pilotos perdida…do primeiro piloto de F-5E em 1972 até o último em 2006, quantas gerações perdidas? No mínimo duas!
    Sou contra mais um tampax! Prefiro ver o GDA no chão a ver sucata voando! Encerrem as operações da FAB e ative-se a Guarda Aérea Brazileira!

    Quais aeronaves poderão estar no “shortis com listra” do FX-3?
    – F/A-18 SH
    – Gripen E/F
    – Rafale
    – Su-30 ou 35?
    – F-16 novinho de fábrica?
    – Typhoon ? (dúvido! Interceptador puro!)
    – Gulfstream IV super VIP?

    E se alguém acha que agora vem um jacto de 5ª Geração, melhor ir procurando um psiquiatra…

    E seguem os planos bolivarianos.
    aparelhar o Estado…………………….OK
    desarmar a população………………..OK
    enfraquecer as forças militares…….OK
    forças paramilitares…………………….stand by
    cerceamento dos direitos civis………stand by

  6. A quinta maior economia do mundo terá apenas 12 Tampax? Faz-me rir. Esquadrão (ou seria esquadrilha?) com 12 também deve ser motivo de piada. Existe em algum outro país do mundo?

  7. O artigo afirma que a situação entre o Governo (que avalia a aquisição de um Boeing 747-8 presidencial) e a FAB anda tensa, e muitos interpretam o recente voo baixo de um caça Mirage 2000 em solenidade, que causou a quebra de vidraças de edifícios governamentais, a um protesto dos militares fartos do processo.

    Senhores, parei de ler nesta parte…

  8. Certa vez, o Brigadeiro Saito disse que os F5 da Jordânia seriam os últimos F5 que a FAB iria adquirir… Como já faz um tempinho que ele falou isso, acredito que já deve ter gente se perguntando onde tem mais F5 para comprar e modernizar…

    Outra coisa que fico imaginando é o pessoal da FAB lá no deserto procurando P3 para comprar, dai dá de cara com aqueles F16 e F18 da primeira geração, todo empoeirado… Aí o cidadão da FAB pensa… “Isso modernizado ia dar um sopão lá em casa!!!”

    E assim vai nossa FAB, comprando usado aqui, reformando alí, adaptando um míssil acolá, outra bombinha aqui, brigando pra fazer um pod funcionar direito e assim por diante…

    Quem sabe, algum Van Helsing do governo crava logo uma estaca no peito desse Bento Carneiro que é o FX2 e acaba com essa agonia… Daí, se tivermos sorte, mas muita sorte mesmo, alguém na FAB resolva buscar lá no deserto alguma coisa pra tentar uma solução caseira e aí poderemos ver um F16 ou um F18-M, modernizado by Embraer…

  9. Mais um motivo de piada com o Brasil no exterior. Agora o falastrão que anunciou que o Brasil não era um país sério ganha razão.
    E o grupo de transporte especial com aviões tinindo de novos e a presidente já quer outro novo. E tem que ser igual ao do presidente americano. É piada.

  10. Vamos convir… FXs?

    A administração não compra porque não quer. isso tudo é balela para manter a discussão fora do eixo que não interessa à inteligentsia da ideologia.

    Art. 24. É dispensável a licitação (= FX):

    IX – quando houver possibilidade de comprometimento da segurança nacional, nos casos estabelecidos em decreto do Presidente da República, ouvido o Conselho de Defesa Nacional;

    XIX – para as compras de material de uso pelas Forças Armadas, com exceção de materiais de uso pessoal e administrativo, quando houver necessidade de manter a padronização requerida pela estrutura de apoio logístico dos meios navais, aéreos e terrestres, mediante parecer de comissão instituída por decreto;

  11. “…pra tentar uma solução caseira e aí poderemos ver um F16 ou um F18-M, modernizado by Embraer…”

    Mas a tecnologia que a Embraer tem, comprada pela FAB da Elbit, só dá p/ fazer update de F-5.
    Quer dizer que a FAB, terá que novamente pagar p/ a Embraer se capacitar???
    Nem a pau!!!
    A Embraer que invista $$$ dela!!!

  12. Acho que se há pretensão de se fazer um FX-3, seria mais interessante comprar um LIFT. Até mesmo porque, não faz sentido comprar Gripen A/B ou F-18 do deserto para depois escolher Su-35.
    Quanto a possíveis participantes do FX-3, não fará sentido misturar aeronaves de 4ª e 5ª geração. Acredito que continuaremos nossa busca por um 4ª geração.
    E os concorrentes serão:
    *Rafale
    *F/A-18 SH
    *F-15?
    * F-16 uma versão BR
    *Su-35
    *MiG-35?
    *Typhoon
    *J-10?
    Ou JF-17?

  13. O F-16 (novo) não pode faltar. Barato de manter, alto desempenho e múltiplos fornecedores de armas e sistemas. Não tem lenga-lenga de que non-ecsiste, que é caro ou outros defeitos crônicos.

    Não tem sonda? Que se compre tankers próprios, se pagará com o tempo.

    Se o Paquistão pode manter, o Brasil também pode.

  14. Super Mauricio R.

    Apenas para constar, quando fiz tal afirmação, juro que pensei em você!!! Sem querer te provocar, mas sabia que você desceria a lenha na Embraer…

    Quanto a Embraer modernizar um F16 ou um F18, sei que não rola… Esqueci de deixar claro o sarcasmo…

  15. Caros, vem ai os JORDAX, reformadinhos , lixaram bem,pintura novinha,motores e turbinas recondicionadas, novinhos!! rsss , são os F-5 Mike/Embraer…vixe…viu …só…aguentam mais uns 10 anos…ai quem sabe a Petralhada não vão estar mais no poder…posteriormente compraremos uns F-16 reformadinhos, rssss….

  16. Vamos comprar o SU-35 já pois essse fx-2 já era desde o governo Lula, quem comprou, comprou (submarinos), quem não comprou não compra mais, esta proposta do fx-2 só falta enterrar, morto já está, só não vê quem não quer.

  17. O SU-35 é de longe o melhor caça e custo benefício, um avião estratégico, que foi capa desta revista Forças de Defesa n. 4, foi edição especial da Revista Asas. Tem largo raio de ação, pode alcançar a Africa em voo e todo o país e todas as capitais dos paises sulamericanos. Dilma e Amorim, comprem logo! Troquem por algumas toneladas de carne de vacas brasileiras.

  18. Comprem o supercaça SUKHOI SU-35 e as baterias THOR ou S-400 para uma força de defesa estratégica para o país, nós precisamos. Essa política de “causar o maior dano a uma força superior”, como pregam por aqui, é bobagem, na guerra só existem vencedores e perdedores!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here