Home Sistemas de Armas Rússia prevê a venda de até 1.000 caças PAK FA, inclusive ao...

Rússia prevê a venda de até 1.000 caças PAK FA, inclusive ao Brasil

428
23

A Rússia está projetando que pode vender até 1.000 aviões de combate T-50/PAK FA nas próximas décadas.

Além das vendas para os dois países que já assinaram contrato para o programa, Rússia e Índia, o centro de análise Tsamto associado com o ministério da defesa russo prevê, pelo menos, 274 a 388 aeronaves sendo vendidas a mais de dez outros países.

Argélia, Cazaquistão e Síria são vistos entre os compradores potenciais da primeira exportação do caça Sukhoi de quinta geração, atualmente em testes de vôo. As vendas para estes três países poderia ocorrer por volta de 2025. Duas aeronaves estão agora participando no programa de ensaios em vôo.

Na América Latina, a Tsamto vê perspectivas de vendas para o Brasil, Venezuela e Argentina. A Venezuela é vista como o primeiro comprador em potencial, no período 2027-2032 A China também tem estado cortejando vendas de caças à Venezuela, no entanto.

O Irã é visto como uma perspectiva, ainda mais agora que o embargo de armas sobre o país é descartado.

Quanto à China, a Tsamto também acredita que um acordo poderia acontecer, mas com algumas ressalvas não especificadas. Uma das preocupações prováveis é a capacidade de proteger a propriedade intelectual da Rússia, dada a experiência do país com a venda de caças Sukhoi Su-27 para a China, para depois vê-la fazer cópias caseiras.

Indonésia, Malásia e Vietnã são vistos como outros potenciais mercados de exportação da Ásia para o T-50.

A Tsamto especula que até mesmo países da Europa Ocidental pode tornar-se compradores de uma versão da aeronave.

FONTE: Aviation Week

BATE-PAPO ONLINE: Converse com outros leitores sobre este e outros assuntos no ‘Xat’ do Poder Aéreo, clicando aqui.

Subscribe
Notify of
guest
23 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Baschera
Baschera
9 anos atrás

Sem querer ser crítico…. mas já sendo…esta notícia é “velha”…. já havia sido divulgada e comentada por outro veículo de mídia russa.

Mas mostra que os russos bebem de mais…… e sonham demais também.

SDs.

Alexandre Galante
9 anos atrás

Bascha, a notícia foi publicada na semana passada pela Aviation Week, ou seja, tá na validade…rs

Vader
9 anos atrás

Acho que o que tá fora da validade é a vodka que essa turma anda bebendo… Olha só: o Su-50 é um P R O T Ó T I P O ! Antes dos russos saírem vendendo ele a torto e a direito, o avião precisa: 1. Ficar pronto; 2. Ter sua versão final definida; 3. Entrar em LRIP; 4. Entrar em produção seriada; 5. Tornar-se operacional em seus próprios países (Índia/Rússia); 6. Ser avaliado em operação; 7. Ser avaliado por outros países; 8. Ser negociado com outras nações; 9. Ser vendido a outras nações; 10. Ser entregue a outras… Read more »

Edgar
Admin
9 anos atrás

Pelas boas experiências que nossa Força está tendo com os Mi-35 acho mais fácil comprarmos o J-20 com fabricação nacional do que o T-50.

Lembrando que possuímos governantes de primeiro mundo, onde vejo maior probabilidade nos americanos exportarem o Raptor do que em nosso Governo decidir quaisquer pautas relacionadas à pasta da Defesa.

juarezmartinez
juarezmartinez
9 anos atrás

Esta noticia ficaria melhor colocada no Manual do tio Patinhas, nos conta de Edgar Alan Paul, Monteiro Lobato e demias copm as mesmas nuances, o que faz o mundo plug and play…..

Grande abraço

tplayer
9 anos atrás

Pelo jeito os Russos andaram tendo algumas aulas com o pessoal da Dessaut.

Gueorgui Jukov
Gueorgui Jukov
9 anos atrás

Não acho tão devaneio assim não será que alguém leu o ano que os bêbados russos disseram que começariam a vender de 2025 a 2032 do jeito que falaram aqui os russos já estão vendendo o Su-50 esse ano, e acho possível sim que muitos países adquiram o Pak-fa quem mais vai vender caças de 5 geração deixa eu ver os Yankees não sei não, acho que nenhum país de economia mediana vai querer pagar rios de dinheiro no F-35, ou comprar os J-20 chineses, o jeito são os Pak-fa mesmo se vão ser 1000 caças a maioria vai ficar… Read more »

juarezmartinez
juarezmartinez
9 anos atrás

É verdade, juntos agora aprimorarão as famosas técnicas plug and play de integrações, desenvolvimentos mágicos e espaço de tempo mínimo…..

Grande abraço

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
9 anos atrás

Que piada…rsrssrsrs…

A cobra vai fumar muito antes disso acontecer.

Baschera
Baschera
9 anos atrás

Gueorgui Jukov disse: 12 de setembro de 2011 às 21:06 “….a argentina tá falida sua força aérea tá pior que a nossa…” Ué…mas não foi vc mesmo que disse “será que alguém leu…lá por 2025 a 2032…”….. então, amigo, lembre-se que apenas nove ou dez anos atrás (2001/2002), nós, o Brasil, é que estávamos “falidos”…. e só não fomos a lona, porque Titio Bill Clinton nos emprestou Us$ 50 bi de verdinhas (que posteriormente, pelo exasperado crescimento da economia mundial) tio Lulla pagou de volta…… Então, lá por 2025 ou 2032, vai se saber se a Argentina estará ainda em… Read more »

Gueorgui Jukov
Gueorgui Jukov
9 anos atrás

E mesmo erro meu a Argentina em 2032 pode não estar mais falida ou pode ta até pior, eu não duvido disso se a tia Kirchner quiser dar uma de Chaves ou de Perón, e quiser ficar anos a fio no poder.

Vader
9 anos atrás

Achei que ninguém iria comentar nada sobre o Brasil e a Argentina comprando PAK-FA… Achei que ninguém se daria ao trabalho de responder afirmação tão estapafúrdia… Me enganei. 🙂 Olha só: o Brasil e a Argentina irão comprar Su-50 no mesmo dia em que acontecerem as seguintes cousas: 1. Os mexicanos pararem de comer pimenta; 2. Os franceses deixarem de ser arrogantes; 3. Os italianos pararem de gesticular enquanto falam; 4. Eu aprender a lamber meu cotovelo enquanto assovio a 5a de Beethoven; 5. O Rei Dom Sebastião retornar a Portugal; 6. A Terra for invadida pelos Grey. Antes disso… Read more »

Baschera
Baschera
9 anos atrás

Vader disse:
12 de setembro de 2011 às 21:48

🙂 🙂

Faltou um ítem:

7. O Lulla passar no exame do ENEN….. 🙁

Sds.

Observador
Observador
9 anos atrás

Ah, agora sim! Já assinei a revista “Forças de Defesa” e então me sinto moralmente autorizado a comentar! Sobre esta notícia, nem é tão estapafúrdia assim. Na verdade, estapafúrdio mesmo é o nosso país. Vejamos: nosso FX anda a passos de cágado há mais de uma década. Dos aviões listados para o FX-1, o Mirrage 2000 deixou de ser fabricado; o F-16 vai pelo mesmo caminho e talvez o JAS-39. Pelo andar da carruagem, daqui a pouco virá um novo tampão e os aviões do FX-2 (que já estão obsoletos) também terão a produção interrompida. Afinal, a Defesa é a… Read more »

Darkman
Darkman
9 anos atrás

Vader,
Correto em tudo !!!!

Rússia aqui infelizmente nada no Brasil.

Abs.

Vassili
Vassili
9 anos atrás

Eu sou um belo “zero” no quesito economia mundial, mas uma coisa me intriga sobre a Argentina: Pelo pouco que costumava ler de páginas financeiras dos jornais da vida alguns anos atrás, as notícias que via sobre a economia/PIB argentina eram sempre positivas, em geral com crescimento perto de 2 dígitos. Tudo bem que quase chegaram à fazer calote de sua dívida, mas isso, ao meu ver, num é motivo de manter as FFAA em total estado de sucateamento. se comparado conosco, estão pelo menos 20 anos atrasados tecnologicamente. Se, em 1982 os Mirage III já eram obsoletos, imaginem agora……….… Read more »

Vassili
Vassili
9 anos atrás

sobre um possível substituto para os poucos Mirage III e Mirage V MARA, aposto que eles vão se virarem com algum modelo usado em atuação no momento, mais especificamente o Mirage-2000 ou o F-16. A Argentina num tem “saco” para bancar aeronaves de caça bimotores, do porte de um Su-30 ou algo superior.

abraços.

ricardo_recife
ricardo_recife
9 anos atrás

Os Russos trocaram a Vodka pelo metanol, somente isto explica eles acharem que Brasil e Argentina vão comprar o T-50. Com a disposição política de nossos governantes (vide FX – eterno).

A Argentina talvez compre uns Mirage F-1 espanhóis.

Ricardo Cascaldi
9 anos atrás

Vassili, não é só as notícias sobre a Argentina que confundem!
Se você passa uns dias em Buenos Aires e nas cidades da região, você simplesmente não entende aonde está a tal “crise” argentina.

Aquilo ferve! 😀

Abraço!

edcreek
edcreek
9 anos atrás

Olá, Para variar por se tratar de um caça não americano, o pessoal cai matando….Deve ser muito top-gun quando criança. Todo mundo fala um numero maior de unidades quando fala em vendas inicialmente seriam mais de 4 mil unidades de F-35 agora já estamos na casa dos 2.5-3 mil, mas como são os Americanos então pode aumentar o numero que todo mundo acha normal. O numero de 1 mil unidades me pareçe alto(como todo mundo fala quando está para sair, Americanos, Franceses, Ingleses etc) mas o numero de 500 unidades é perfeitamente possivel com a India e a Russia responsaveis… Read more »

Vader
9 anos atrás

Pois eu já acho que se vender mais que o Rafale (?) já tá no lucro.

Mas aí também é barbada… 🙂

Vassili
Vassili
9 anos atrás

Poxa Felipe………….

Agora vc tirou uma casquinha da cara dos franceses…………..kkkkkkkk…..

Rapaz, se os EAU não comprarem ele, fica cada vez mais difícil emplacar uma venda no mercado externo. Nós estamos cada vez mais distantes de uma aquisição do gênero (falo que aeronaves novas, zero bala).

Restará o programa MMRCA indianico, no meu ponto de vista, a última cartada que os franceses possuem para jogar.

Mas, só o tempo dirá se temos razão ou não.

Abraços.

trackback
7 anos atrás

[…] Rússia prevê a venda de até 1.000 caças PAK FA, inclusive ao Brasil […]