Home Academia da Força Aérea Fumaça 60 anos: acrobáticos, fumaceiros, wingwalkers e paraquedistas

Fumaça 60 anos: acrobáticos, fumaceiros, wingwalkers e paraquedistas

863
0

A imagem acima, em que se confundem os perfis de duas aeronaves “bojudas” – a mais próxima um ex-treinador militar agora pertencente a uma equipe civil de demonstração, e a outra um transporte militar de uma força aérea – resume o que foi o final de semana de exibições comemorativas dos 60 anos da “Esquadrilha da Fumaça”: aproveitamento máximo das poucas horas de tempo realmente bom daqueles dois dias chuvosos, 12 e 13 de maio, intercalando em rápida sucessão os shows aéreos de aviões militares e civis.

Sobre as apresentações de aeronaves militares como o Hornet da Força Aérea Canadense e o Super Hornet da Marinha dos EUA, além dos caças da FAB, aviões de transporte e helicópteros, já publicamos diversas matérias (veja links ao final). Chegou a hora de mostrar algumas imagens selecionadas das equipes civis de demonstração aérea.

O T-6 da imagem do alto da matéria é da Esquadrilha Extreme, presente com frequência nos eventos da FAB e outros, especialmente na Academia da Força Aérea, em Pirassununga. Também se apresentaram na esquadrilha outros dois T-6, um Sukhoi acrobático e bimotor Beechcraft E-18 carregando paraquedistas, naquela tarde de domingo em que as cores das aeronaves puderam se mostrar bem melhor sob o sol do que com o fundo cinzento da maior parte do final de semana. Na foto acima, a esquadrilha completa, taxiando para a decolagem. Abaixo, mais imagens das aeronaves da equipe e dos paraquedistas.

 

 

Outra presença constante nos eventos da FAB é a equipe do “Brazilian Wingwalking Airshows”, formada pela “wingwalker” paulistana Marta Lúcia Bognar e pelo piloto Ricardo Beltran Crespo. Ao contrário de eventos anteriores, em que o público se acostumou com os voos feitos no raro biplano naval branco apelidado de “Showcat”, as apresentações foram feitas num clássico treinador Sterman, numa bela pintura vermelha.

 

 

Vale acrescentar que, segundo o site da equipe, Marta recebeu o em 2009 o Prêmio Excelência Mulher e é presidente da Associação Brasileira de Mulheres na Aviação – ABRAMAV. Tanto ela quanto Ricardo são filiados à ABUL e ABRAEX – Associação Brasileira de Aeronaves Experimentais.

 

 

Outro destaque das apresentações foi a equipe “Textor Air Show”, formada por três aeronaves, os monoplanos Cozy e RV-07 e o biplano S2TX . O Cozy, especialmente, chamou bastante a atenção do público por sua peculiar configuração “canard pusher”. Clique nas imagens para ampliar. E aproveite para curtir os últimos dias de matérias de nossa cobertura especial dos 60 anos da “Fumaça”.

 

 

VEJA TAMBÉM:

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments