segunda-feira, agosto 2, 2021

Gripen para o Brasil

Alenia promove o T-100 em simpósio da USAF

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

 

Aeronave é uma versão do M-346 voltada ao treinamento para o F-35, mirando na substituição dos T-38 da Força Aérea dos EUA

A Alenia North America, subsidiária da Alenia Aeronautica (que por sua vez faz parte da Finmeccanica) informou em 20 de janeiro sobre a apresentação do sistema integrado de treinamento T-100 ao Comando de Educação e Treinamento da Força Aérea dos EUA (AETC – Air Education and Training Command – USAF). A apresentação está sendo realizada  em no simpósio 2011 do Comando, realizado em San Antonio, no Texas, e vai até esta sexta-feira, dia 21.

O CEO da Alenia North America, John Young, afirmou que “o The T-100 é a melhor solução para o programa T-X da Força Aérea dos EUA. Ele foi projetado especificamente para preparar pilotos para aviões de combate de 4ª e 5ª gerações, como é o caso do F-35.”

Segundo o informe, o T-100 é a versão para os Estados Unidos do M-346, uma aeronave que foi concebida e desenvolvida para complementar o F-35. A Força Aérea Italiana será a primeira a receber o sistema de treinamento, o qual designou como  T-346A. A cerimônia de “roll out” dos dois primeiros T-346A da Força Aérea Italiana foi realizada em 21 de dezembro do ano passado (confira mais detalhes no primeiro link da lista ao final da matéria).

O sistema integrado de treinamento M-346 tem muitas similaridades com o sistema de treinamento do F-35, segundo a empresa, com componentes e softwares comuns entre seus sistemas de treinamento em solo (Ground Based Training System -GBTS). Além disso, a maneabilidade e características de desempenho do M-346 são otimizadas para facilitar a transição de aviões de instrução primária para o F-35.

Os pilotos em treinamento desenvolvem uma alta tolerância a cargas G, gerenciamento de informações e de data-link, reabastecimento em voo e operação com NVG (night vision googles – óculos de visão noturna) antes de começarem a voar no F-35.  O informe também acrescenta que o M-346 foi projetado tendo o F-35 em mente – a Alenia também é responsável pela montagem da frota do continente europeu de F-35, da qual os italianos deverão voar duas versões.

FONTE / FOTOS: Alenia North America

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

1 Comment

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Ivan

Em recente post no NAVAL, a engenheira Elisabeth Koslova fez um comentário que apenas os EUA, a Rússia (em declínio) e a China (em crescimento) poderiam “dominar o ciclo completo de construção e meios sofisticados de combate”. Os demais países, mesmo potências regionais, procuram se especializar em “nichos de capacitação e nele procuram desenvolver seus projetos”. Concordo inteiramente. Neste contexto, aparentemente a Itália ao longo dos anos se tornou especialista em aeronaves de treinamento avançado, partindo inclusive para desenvolver verdadeiros sistemas integrados para exportação, o que tem feito com bastante sucesso até agora. Foi italiano o sucesso Aermacchi MB-326, nosso… Read more »

Últimas Notícias

Pilotos russos usaram receptores GPS feitos nos EUA durante missões de combate na Síria

Pilotos militares russos usaram receptores comerciais GPS de navegação por satélite durante suas operações de combate na Síria, de...
- Advertisement -
- Advertisement -