Rafale e tripulantes - foto via Dassault

Segundo notícia publicada pela Reuters nesta segunda-feira, 25 de abril, a empresa francesa Dassault Aviation espera assinar “um ou dois” contratos do caça Rafale neste ano. Em entrevista veiculada pelo site da revista Challenges, o diretor-executivo da empresa, Eric Trappier, teria afirmado: “Temos esperança de mais um ou dois contratos neste ano, incluindo a Índia”.

Sobre as negociações com a Índia, Trappier disse que “progresso significativo tem sido feito e eu percebo um forte desejo de chegar a um acordo, possivelmente nas próximas semanas.”

Rafale com misseis MICA - foto Dassault

E o outro país? Emirados ou Malásia? As negociações para vender 36 caças Dassault Rafale à Índia estariam próximas do fim, segundo declarações dadas na semana passada pelo ministro da Defesa indiano, Manohar Parrikar. Fontes indicaram que o preço do contrato será de cerca de 9 bilhões de dólares. Mas qual seriam as possibilidades de um outro contrato ainda neste ano? A notícia da Reuters, embora curta, dá pistas vindas da própria Dassault:

Em março, a empresa francesa afirmou que estava trabalhando em acordos para vender o Rafale à Malásia e aos Emirados Árabes Unidos. Quem acompanha o Poder Aéreo nos últimos anos sabe que são campanhas de venda do caça francês já com vários anos de andamento.

Rafale - painel - foto A Paringaux - Dassault

Rafale com misseis SCALP e MICA - foto Forca Aerea Francesa

Clique nos links abaixo para conferir  uma pequena amostra de notícias sobre as negociações na Índia e também sobre as longas campanhas de venda do Rafale à Malásia e Emirados, além de assuntos relacionados. E aproveite para deixar aqui a sua opinião sobre quais dessas vendas seriam mais prováveis de sair, e o porquê.

FOTOS (meramente ilustrativas): Força Aérea Francesa e Dassault

VEJA TAMBÉM:

56
Deixe um comentário

avatar
50 Comment threads
6 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
26 Comment authors
JeffAndré lourençoDefourtHamadjrWellington Góes Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Juarez
Visitante
Juarez

Vamos tirar a “mala preta”do Miché Jean que eu quero ver a competência deles para fechar os tais contratos….

G abraço

Ocidental Sincero
Visitante
Ocidental Sincero

Como muitos brasileiros tenho plena consciência que o passarinho gripen foi a escolha mais barata que a FAB pode encontrar. A transferência de tecnologia tão divulgada, ficará exclusivamente na mão da Embraer e não da FAB ou mesmo Institutos de Pesquisa e Desenvolvimento. A FAB prefere ser um museu de luxo, mantendo sucatas e equipamentos do tempo da guerra do Vietnam, do que uma força moderna. O Dassault Rafael era melhor escolha. Mas dinheiro que é bom, só no bolsa da família do Saito. Vide a Inglaterra, que uma ilhota, que territorialmente não se compara com o Brasil; e por… Read more »

Ricardo Marsaro
Visitante
Ricardo Marsaro

O Saab Gripen o Dassault Rafael e o F/A-18 Super Hornet são equivalentes segundo a FAB. O único senão é que o Gripen não está em produção ainda.

Renato B.
Visitante
Renato B.

Na hora que os argentinos pedirem um Gripen vem o veto inglês eles acordam do sonho.

Mauricio R.
Visitante

OFF TOPIC…, mas nem tanto!!! . O “top 10” de melhor avião de caça 2016, pelo menos na visão deste site: https://hushkit.net/ . (https://hushkit.net/2016/04/24/the-top-bvr-fighters-of-2016/) . Mas o que mais me chamou a atenção nesta lista não foi a distinta posição alcançada pelo Saab JAS-39C/D Gripen, claro que eu gostei de ver o meu adorado Typhoon em 3º, ainda mais com Le Jaca de quatro em 4º; o que me deixou mesmo muito interessado foi ver o SH em…9º lugar!!!! . “The touch screen cockpit has disadvantages, as switches and buttons can be felt ‘blind’ and do not require ‘heads-down’ use.”… Read more »

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Ocidental sincero, você sabe que o Gripen NG será diferente do C/D, né?
E você sabe quanto custa um Rafale, né?
Se fosse pra comprar o Rafale, que se comprasse o F-35 de uma vez que sairia mais barato e é de quinta geração.

Delmo Almeida
Visitante
Delmo Almeida

Dois sites franceses falaram em Finlândia. O processo naquele país deve demorar bastante ainda (sem contar possíveis atrasos). Na Finlândia eu acredito que o melhor seria o Gripen.
Desses dois citados eu acredito mais no Emirados, mas a queda do preço do petróleo e o fato do país já ser bem dotado militarmente (ao contrário do Qatar) garante uma certa margem para suportar o distanciamento dos EUA.

Bardini
Visitante

Os franceses estão vendendo coisa demais na Malásia, se há algum comprador em potencial eu apostaria na Malásia… . Agora, esse papo de que o Rafale seria o melhor para o Brasil… Me lembra a MB e suas megalomanias e delírios com meios que nunca vai conseguir operar. . A FAB fez o feijão com arroz, comprou o caça, o acesso ao código fonte e a capacidade intelectual de manutenção e fabricação de uma série de itens em solo nacional e pelo menor preço das três propostas. Pra quem não tem nenhuma ameaça relativamente séria na região e emprega estes… Read more »

Juarez
Visitante
Juarez

Amigos, qualquer um destes dois 4,5 geração europeus tem custos de aquisição e operação que beiram a loucura, são impagáveis para um força aérea que se preocupa com seu orçamento e que dá satisfação aos contribuintes do erário. Ahh o Catar comprou, ahh o EAU vão comprar, mas este pessoal não está nem aí para custos e ainda tem os Indianos que são uns malucos fazendo um verdadeira babel logística e não dão a mínima para o contribuinte. Agora, o Egito, aí eu quero ver, na hora em qua os sauditas tirarem a escada($$$$) e eles ficarem só com o… Read more »

Ednardo de oliveira Ferreira
Visitante

FinlÂndia??? Em inúmeros aspectos eles estão muito mais alinhados com os vizinhos, compradores de Gripen. Não faz sentido algum Rafale por ali.

johnatan warp drive
Visitante

Pra quem era invendável, alguém tem uma base de quantos Rafales já foram vendidos ?

Kolchak
Visitante
Kolchak

o Brasil escolheu o Gripen somente por nao ter linha de producao, assim pode empurrar com a barriga a compra ad eternum, dando um fim ao FX2, caso escolhesse os concorrentes nao haveria desculpa para protelar o pagamento,

_RR_
Visitante
_RR_

Ocidental Sincero ( 25 de abril de 2016 at 12:54 ), . Os meios de comunicações divulgaram intensamente quais áreas seriam trabalhadas e quais as empresas envolvidas no Gripen NG… A coisa vai muito além da Embraer… . No mais, é a industria que deve deter a tecnologia, e não a FAB em si… O que importa a FAB é a capacidade de manutenir a aeronave, e só. . No Reino Unido, o Gripen é utilizado para desenvolver as habilidades dos pilotos da ‘Empire Test Pilot’s School’. É a elite da elite do Reino Unido… Somente um caça para adestrar… Read more »

Delmo Almeida
Visitante
Delmo Almeida

Nunão,
.
O legal é que eu li uma reportagem com essas datas que você falou na semana passada. Quando eu vi a notícia (viagem) eu achei (no mínimo) estranho. Eram duas em francês e uma em inglês (se eu não me engano, e era da Reuters). Li somente uma em francês que eu não estou achando agora. A outra é essa:
.
http://www.latribune.fr/entreprises-finance/industrie/aeronautique-defense/la-finlande-s-interesse-aussi-au-rafale-566081.html

Mauricio R.
Visitante

De acordo c/ a mídia francesa, todo mundo e mais um pouco está interessado em Le Jaca, mas só interessado nada mais.

Delmo Almeida
Visitante
Delmo Almeida

Nunão,
.
Só tinha lido a outra notícia, li essa do La Tribune agora. A outra era mais direta desde o título: “Seria a Finlândia a próxima venda do Rafale?” (não lembro se falava “nesse ano”).
A reportagem era curta e com poucas informações diretas.

Juarez
Visitante
Juarez

Quem vai tomar decisões rápidas digamos assim, são Dinamarca do lado lá do atlântico e o Canadá pelo lado de cá. Veremos o que farão.

G abraço

jota
Visitante
jota

Acredito que escolha do Gripen foi a mais óbvia . Do ponto de vista puramente operacional deveria ser o SH : provado, comprovado, com suporte completo e pronto para combater , imediatamente. Plenamente operacional. Mas… , nossa doutrina sempre foi “tentar fazer o máximo por aqui”. Então tá… Daí a escolha óbvia no Gripen.O fato das turbinas F404 e F414 terem uma enorme quantidade em uso foi fundamental. Quanto ao Rafale , nos últimos 40 anos tivemos 2 gerações de vetores franceses que não valiam a pena ser modernizados . Hoje , qual vetor continua com disponibilidade e “carregando o… Read more »

Delfim Sobreira
Visitante
Delfim Sobreira

Ninguém mais chama o Rafale de “jaca” não ? Pois é desencantou.

Nonato
Visitante
Nonato

offtopic – venda de mirage. compre ja o seu.
http://airway.uol.com.br/fab-coloca-venda-cacas-mirage-2000-desativados/

Nonato
Visitante
Nonato

vi. mas como já parecia “antiga” e está falar que civis podem comprar algo que tinha sido suscitada aqui…

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Jota, é isso mesmo. Se o GF não investir 2% do PIB na área de defesa, regularmente, não vai ocorrer outra coisa. O que FAB pode fazer sem recursos? Sei que você não quis dizer isso, mas da forma como alguns postam, ao lermos, passa a impressão que falta competência à administração da Força . Já postei algumas vezes, e vou postar de novo: com uma parte do petrolao dava pra comprar o F-22. Alguns vão responder, novamente: mas a folha de pagamento, a pensão das filhas, bla, bla, bla…. A EMBRAER é a base industrial da FAB. Ela, nas… Read more »

Mauricio R.
Visitante

E a Embraer já foi até privatizada, mas insistem em um modelo no qual a FAB continue sendo o seu quintal. E o Brasil gasta um montão de dinheiro e não recebe nada em troca, por isso.
É igual a “buraco negro” ou o “Triangulo das Bermudas”, entra e não sai mais.

Kolchak
Visitante
Kolchak

Delfim Sobreira, eles vao ter que engolir a jaca agora.
Com relacao a EMBRAER o dossie do anonymous mostra o que ha podre no reino da dinamarca, da uma pesquisada na web.

Iväny Junior
Visitante
Member

O que eu acho interessante é que bastou vender a primeira pro Egito que os outros se animaram para comprar. Pelo Mirage 3, F1, 2000 e o próprio rafale, a dassault merece ser salva.

Delfim Sobreira
Visitante
Delfim Sobreira

Ivany Jr.
Nenhuma empresa merece ser salva pelo que fez, e sim pelo que faz, no presente. Capitalismo é isso aí, e o Rafale se mostrou capaz. .
A Dassault sempre fabricou aviões que bem pilotados se mostraram mortíferos, desde o Ouragan até o Mirage 2000, não vejo porque seria diferente com o Rafale.
É caça pra se ter com “bala na agulha”, custa caro, armas caras, manutenção cara, mas entrega o que promete. E por ser vendido a quem queira, sem alinhamentos politico-ideológicos, acaba tendo seu nicho de mercado.

Bosco
Visitante

Mudando de pato pra ganso, eu até hoje não sei porque os franceses não fizeram uma versão antinavio do seu míssil supersônico ASMP. Era só colocar o radar e a ogiva do Exocet que formaria um senhor míssil antinavio, bem mais avançado que o AM-39 Exocet, lançado pelo Rafale. Os navios lançariam a versão Block III do MM-40 com 200 km de alcance e os Rafales um míssil antinavio supersônico com igual alcance. Seria uma combinação bem interessante. A ogiva do Exocet pesa 165 kg e a ogiva nuclear do ASMP pesa 200 kg. Ou seja, ainda sobraria 40 kg… Read more »

Renato B.
Visitante
Renato B.

Pode ser off-topic, mas é uma boa idéia.

Juarez
Visitante
Juarez

Caro Delfim Moreira, não existe venda militar sem alinhamento político ideológico, experimente contrariar interesses Franceses e suas “balas de prata” se transformam em enfeites de hangar num piscar de olhos, se tiver dúvidas do que falo, leia sobre o que aconteceu com Israel em relação armamento Francês no final da década de 60.

G abraço

Delfim Sobreira
Visitante
Delfim Sobreira

Juarez.
Foi por causa do bombardeio do aeroporto de Beirute em 1969, De Gaulle barrou a entrega dos Mirage 50 encomendados.
Mas até lá vendeu pros dois lados no Oriente Médio.

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Nem precisava ir tão longe, Juarez e Delfim.
.
Os russos não receberam seus dois navios “Mistral” por causa da Ucrânia. Quem compra algo de outrem, sempre depende da vontade deste, não importa quem ele seja.

Soldat
Visitante

Eu sou fá do Gripem.

O Rafale é sim também um ótimo Caçar se o Brasil não envia-se tanto dinheiro para os credores Internacionais, 90% quase todos Americanos, fora a roubalheiras dos políticos tanto de esquerda(socialistas e comunistas) como de direita(anglo-Americanos), talvez fosse uma ótima compra!?

Mas se for para compra avião de prateleira eu fico com o melhor que é o Su-35.

https://www.youtube.com/watch?v=qQmzP748oXU

Iväny Junior
Visitante
Member

Delfim

Nesse caso especificamente estou falando de um capítulo importante da aviação de caça, na corrente evolutiva da família mirage até a chegada ao rafale. É um período de desenvolvimento de conhecimento crítico e prático, que estava absolutamente ameaçado desde que a Airbus colocou suas ações à venda (e o governo francês recomprou). Eu particularmente tinha um certo receio quanto à compra pela Chengdu, e posteriores lançamentos infames como o “J-24 lafale”.
De todo jeito, isto está descartado por hora, muito embora o contribuinte francês que tenha pago a conta… e isso é com eles.

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

Cel Nery, aumentar o orçamento da FAB, sem reestruturar seus gastos e prioridades, isto inclui sim os gastos com inativos, especialmente com a filhinhas, não vai resolver nada, continuaremos a ter uma força aérea que mais parecerá um aero clube. Exemplo?!?! Já gastamos o mesmo que países desenvolvidos em educação (6% do PIB) e nem por isto temos um educação pública de primeiro mundo, muito pelo contrário, estamos longe disso. – Uma força aérea que prioriza gastar mais de 90% do seu orçamento com a folha, não merece receber mais dinheiro antes de se reestruturar. Houve um aumento exponencial dos… Read more »

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

Mister M, entendi agora porque tu falas tando em agenda. Está tá claro que tu tens uma e acaba achando que os outros também têm. Pois é, mas eu não tenho. Até mais!!! 😉 _ NOTA DOS EDITORES: WELLINGTON, VOCÊ VAI COMEÇAR DE NOVO ESSA BRIGA PESSOAL E INFANTIL COM O MAURÍCIO? _ AMBOS JÁ FORAM ADVERTIDOS, MAIS DE UMA VEZ, E VOCÊ QUER REINICIAR ESSA DISCUSSÃO? _ NÃO FAÇA A GENTE PERDER TEMPO APARTANDO BRIGA DE MARMANJO. ESSA INSISTÊNCIA EM ESTICAR A CORDA E TESTAR A TOLERÂNCIA DOS EDITORES DO SITE, MESMO APÓS ADVERTÊNCIAS, É ABSOLUTAMENTE INFANTIL. _ VOCÊ… Read more »

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

Desculpe, mas estou começando a jogar o jogo como se joga por aqui, no mais, vou lembra-los disso e exigir a mesma atitude da próxima vez. Fiquem cientes disso. Até mais!!! _ NOTA DOS EDITORES: AS REGRAS SÃO PARA TODOS, E SÃO APLICADAS IGUALMENTE. COMPORTE-SE DE MANEIRA CIVILIZADA, COMO É BÁSICO EM QUALQUER LUGAR: COM FOCO NO DEBATE E NÃO EM ATAQUES PESSOAIS (E, SE OS SOFRER, EVITE REVIDAR), E NÃO TERÁ PROBLEMAS. SÓ NÃO VENHA COM ESSE TIPO DE “AMEAÇA VELADA” DO TIPO “FIQUEM CIENTES DISSO”. NÃO ESTAMOS AQUI PARA PERDER TEMPO COM ESSE TIPO DE COISA, E SIM… Read more »

Juarez
Visitante
Juarez

Neste caso, mais uma vez, e tão somente neste caso o WG tem razão apesar ______________________ de nada adiante passar para 2% do PIB se não mudar a mentalidade e a estrutura física da força, pois daqui uns cinco anos vão chegar a conclusão 2% do PIB não dá e vão pedir 3% e assim por diante.

G abraço
_
COMENTÁRIO EDITADO POR FAZER PROVOCAÇÃO INÚTIL AO DEBATE.
JUAREZ, DEBATA AS OPINIÕES E OS ARGUMENTOS DAS PESSOAS, SEM DENEGRIR OS DEMAIS. É TÃO DIFÍCIL ASSIM SE COMPORTAR CIVILIZADAMENTE?

Juarez
Visitante
Juarez

Delfim, este ataque foi apenas uma desculpa que eles usara, a grande razão foi a pressão dos países Árabes em cima da França e de suas pretensões financeiras, ou seja, contrariou interesses, vira rainha de hangar, vale para Americanos, Franceses, Russos r até Marcianos……

G abraço

Mauricio R.
Visitante

Qndo ainda existia o Orkut, quem não concordasse c/ o WG e mais uns 3 ou 4, era expulso da comunidade. e o colega dele, o tal de “Hammer” era farinha do mesmo saco. _____________
_
COMENTÁRIO EDITADO. MAURÍCIO, NÃO LEU AS ADVERTÊNCIAS ANTERIORES? NÃO BASTA JÁ TERMOS PEDIDO PARA PARAREM ESSA BRIGA INFANTIL EM OUTRA OCASIÃO? QUER TESTAR VOCÊ TAMBÉM A PACIÊNCIA DOS EDITORES? CHEGA DE ATAQUES PESSOAIS.
_
PRIMEIRO AVISO. NO TERCEIRO, SERÁ SUSPENSO.

Hamadjr
Visitante
Hamadjr

Para o desespero dos torcedores anti Gripen ele vai vir, vai servir, vai dar outra realidade para a FAB, é o mais em conta e mesmo que não fosse ainda sim foi a escolha correta, duvido que algum piloto da FAB fique fazendo beicinho para dizer que prefere esse ou aquele, se vassoura voasse até isso serviria.

Juarez
Visitante
Juarez

Hamadjr, eu não critico a decisão, eu critico a forma dela, principalmente com esta história de fabricar uma dúzia de células e ainda desenvolver a versão bi place, dor cabeça daquelas, mas…..

G abraço

Mauricio R.
Visitante

Desenvolver a versão biplace, a partir de uma encomenda de somente 8 células…
Imagine só o custo disso, nem um RR ou um Maybach são mais fabricados assim.
A Embraer é rica, deveria bancar ela própria, afinal é de seu próprio interesse.

Ednardo de oliveira Ferreira
Visitante

> Quanto ao Rafale Parece que a Dassault encontrou seu nicho: quem gosta de rasgar dinheiro e quem acredita que a França é um fornecedor independente (isto é, não dependente de OTAN/EUA nem da Rússia ou China). > Sobre Gripen e versão biplace pensando nos próximos 30 anos, a tendência é que toda nossa frota de F5 e A1 seja substituída por Gripens. O número total será algo entre 72 e 108 caças. Assim, creio que o número de biplaces deve subir de uns 8 para 24 a 32. A questão nem me parece tanto se vale investir ou não… Read more »

Mauricio R.
Visitante

Os suecos irão operar 70 JAS-39E Gripen e não terão um único biplace.

Ednardo de oliveira Ferreira
Visitante

O uso ou não de aviões biplace me parece mais uma questão doutrinária que outra coisa. Há farta literatura sobre o tema e no fim das contas não me parece uma questão resolvida.

A USAF optou por monoplaces. Os russos usam biplaces na maioria de seus modelos.

Obs. importante frisar que o debate nem está na questão de treinamento. Isto parece superado. é mais no segundo tripulante lidar com os sistemas de armas e a enormidade de informações que as arenas atuais requerem

Defourt
Visitante

Eu nem era nascido, mas impressiona a força em exigência de muitos – ao longo de todo o blog, não somente nessa postagem – em relação às atitudes francesas em 60 etc. mais precisamente ao boicote a Israel. Não estou julgando o mérito do debate, estranho o nível desigual da exigência [pegadilha] e o simplismo dos “argumentos” ante ao complexo mundo da geopolítica. . Que tal começarmos relembrando as vogais? [a, e, i, o, u]. . Les Américains embargaram a venda de “Super Tucanos” à Venezuela e Le Brésil acatou em 2006. E fez o que lhe restaria fazer! E… Read more »

Mauricio R.
Visitante

OFF TOPIC…, mas nem tanto!!!
.
Dinamarca prepara-se p/ decidir sobre nova aeronave de caça e pode optar pelo controverso F-35:
.
“Denmark appears ready to spend a potential 100 billion kroner ($15 billion) a piece on up to 30 F-35 Joint Strike Fighter aircraft from US producer Lockheed Martin.”
.
(http://www.defense-aerospace.com/articles-view/release/3/173435/f_35-favored-as-denmark-nears-fighter-decision.html)

André lourenço
Visitante

Aqui no Brasil tudo é movido a esquema, os Helicópteros russos da FAB entraram no rolo por causa de problemas com a carne bovina aqui no Brasil, que teria sido reprovada, o LULA anunciou o Rafale como vencedor do FX num 7 de Setembro com a presença do presidente Francês, e que se dane o relatório da FAB que nem tinha sido finalizado ainda, para terminar, Dilma escolheu o Gripen porque soube que os EUA estavam espionando ligações telefônicas, caso contrário o F18 estava na briga e ela iria enrolar mais um pouco. Concordo com o colega quando diz que… Read more »

Jeff
Visitante
Jeff

Bom, sobre a matéria não tem mesmo que discutir, que venha o Gripen e será bem recebido. O Rafale parece ser um jato espetacular em performance, além de ser muito bonito com suas linhas suaves. Pena que não temos grana pra ele, nem pra comprar e muito menos para manter.