Home Noticiário Internacional Emirados continuam sem pressa para decidir entre Rafale e Typhoon

Emirados continuam sem pressa para decidir entre Rafale e Typhoon

252
5

caças Typhoon e Rafale em treinamento sobre a França - foto Armeé de lair

‘Compras de caças rápidos são processos lentos’, disse ministro britânico no Dubai Air Show 2013

Segundo reportagem da AIN Online, cobrindo o Dubai Air Show 2013, os Emirados Árabes Unidos (EAU) não estão com pressa para adquirir um novo caça e continuam a avaliar tanto o Dassault Rafale francês quanto o Typhoon, do consórcio Eurofighter (de quatro países parceiros, Grã-Bretanha, Alemanha, Itália e Espanha). Por outro lado, o país tem pressa em contribuir de forma plena para a segurança das demais nações do Golfo Pérsico.

Segundo o ex-comandante da Força Aérea dos EAU, major general (reformado) Khaled Agdullah Al Bu-Annain, “leva anos para negociar um contrato de um novo caça”. Khaled também disse que “os Emirados Árabes Unidos têm excelentes relações comerciais e de defesa tanto com o Reino Unido quanto com a França”, destacando porém que “o Reino Unido está oferecendo um programa industrial”.

Expectativas de uma encomenda no curto prazo ou mesmo dapossibilidade de memorando de entendimento  foram levantadas por diplomatas britânicos e pela ofensiva industrial do consórcio Eurofighter. No último sábado, o primeiro ministro do Reino Unido, David Cameron, visitou o país, sendo seguido pelo secretário de Defesa Philip Hammond e pelo ministro de aquisições de defesa Philip Dunne, visando ajudar nos esforços de venda do Typhoon. Ainda assim, há poucas expectativas de decisões no curto prazo. Dunne, apesar de expressar a satisfação de ver o caça participando da disputa nos Emirados, disse que “qualquer compra de um caça rápido é um processo lento”.

caças Typhoon e Rafale em treinamento sobre a França - foto 2 Armée de lair

Por seu lado, a França está mantendo silêncio diplomático, contrastando com a ofensiva britânica, e não deu declarações à AIN Online. O ministro da Defesa da França, Jean-Yves Le Drian, visitou o evento no domingo, sem revelar sua agenda de reuniões com autoridades dos Emirados. A mídia francesa noticiou que ele se sencontrou com o vice-ministro de Defesa da Arábia Saudita. Le Drian também visitou o Qatar, outro país em que o Eurofighter Typhoon e o Dassaul Rafale competem por um contrato, também disputado por fabricantes dos Estados Unidos.

Já o secretário da Defesa do Reino Unido, Philip Hammond, informou que se encontrou em Dubai com o rei do Bahrain (Barém), dizendo que teve conversas proveitosas e que “espera que o Barém decida em breve se juntar à família Typhoon.” Circula a informação de que a Arábia Saudita financiaria uma compra do Typhoon pelo Barém e que estaria financiando interinamente dois avanços vistos como essenciais para o caça conseguir mais encomendas na região: o radar AESA e a integração do míssil ar-superfície de cruzeiro Storm Shadow. Por outro lado, recentemente a BAE Systems teve que informar, por meio de seus relatórios financeiros a acionistas, que os sauditas ainda não concordaram com os preços de seus próprios caças Typhoon, embora 30 jatos já tenham sido entregues.

FONTE: AIN online (tradução e edição do Poder Aéreo a partir de original em inglês)

FOTOS: Força Aérea Francesa

VEJA TAMBÉM:

Subscribe
Notify of
guest
5 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Augusto
Augusto
7 anos atrás

Talvez estejam sem pressa por estarem negociando F-16 adicionais: http://www.janes.com/article/30182/dubai-air-show-2013-uae-yet-to-commit-to-additional-f-16s

DrCockroach
DrCockroach
7 anos atrás

Os Emirados nao tem pressa porque estao absolutamente tranquilos com os cacas que tem. Eh verdade que o planejado eh substituir os Mirage a medio prazo mas mesmo os Mirage estao muito bem. Este ano, pela primeira vez, foram enviados os Mirages p/ participarem do Red Flag, e ficaram super contentes com o desempenho nos exercicios de lah (http://www.youtube.com/watch?v=DX-c9QNMF7M). Quem falou isto p/ o DrCockroach, e contou alguns detalhes, nao foi uma fonte secundaria. Os EAU tem dinheiro, tempo (sem pressa, como no titulo) e estao focados nos offsets p/ desenvolver um enorme parque industrial nas proximidades de Abu Dhabi.… Read more »

Marcelo
Marcelo
7 anos atrás

com pelo menos 60 Mirqage 2000-9, semi-novos, armados com MICA ar-ar e Black Shaheen ar-solo, também não estaria com a menor pressa…dão e muito, para o gasto pelos próximos 15 anos…

Marcelo
Marcelo
7 anos atrás

e também possuem os F-16 Block 60….para que querem Rafale e Typhoon de 4qa geração mesmo? Só se for para usarem os off-sets, já que com o F-35 não teriam nada ou quase nada nesse sentido…