Frota mundial de Eurofighter Typhoon ultrapassa 200.000 horas de voo

Eurofighter Typhoon 200 mil horas da frota - foto comemorativa 2 via Eurofighter

Atualmente, frota mundial do caça é composta por 378 aeronaves em serviço em 20 unidades de 7 operadores

Segundo comunicado do consórcio Eurofighter divulgado nesta segunda-feira, 9 de setembro, a frota mundial de caças Eurofighter Typhoon atingiu mais de 200.000 horas de voo desde a entrada em serviço. O comunicado reforçou que, com esse marco somado a 719 aviões em contrato, dos quais 571 encomendados e 378 entregues, o programa Eurofighter está se mostrando mais forte do que nunca.

As primeiras 5.000 horas de voo da frota mundial foram alcançadas em novembro de 2005. Em agosto do ano seguinte, foram atingidas 10.00 hras e, em maio de 2007, chegou-se a 20.000. Em agosto de 2008 já eram ultrapassadas as 50.000 horas de voo e, em janeiro de 2011, o marco de 100.000 horas era atingido.

Entre outros números significativos do programa, há mais de 100.000 trabalhadores na Europa envolvidos com manufatura e cadeia de fornecedores, em 400 empresas. O comunicado também destacou que as aeronaves estão presentes nos céus da Europa, Oriente Médio e até mesmo no Hemisfério Sul, em alertas de reação rápida 24 horas por dia, 7 dias por semana. Também foi ressaltado que a aeronave é considerada “provada em combate” desde as operações sobre a Líbia. Em desdobramentos internacionais que incluem Alasca, Malásia, Emirados Árabes Unidos, Índia e Estados Unidos, o caça chegou a demonstrar 100% de disponibilidade, segundo o comunicado.

Eurofighter Typhoon 200 mil horas da frota - foto comemorativa via Eurofighter

Atualmente, a frota opera em 20 diferentes unidades / esquadrões na Europa, Atlântico Sul e Oriente Médio, especificadas da seguinte forma: 7 unidades no Reino Unido (4 em Coningsby, 2 em Leuchars e 1 em Mount Pleasant, nas Falklands / Malvinas); 5 na Itália (2 em Grosseto, 2 em Gioia del Colle e 1 em Trapani); 3 na Alemanha (em Laage, Neuburg e Nörvenich); 3 na Espanha (2 em Morón e 1 em Albacete); 1 na Áustria (Zelweg) e 1 na Arábia Saudita. Todas essas unidades contribuíram para que se atingisse o marco de 200.000 horas de voo.

FONTE / FOTOS: Eurofighter (tradução e edição do Poder Aéreo a partir de original em inglês)

VEJA TAMBÉM:

Subscribe
Notify of
guest

4 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Galeão Cumbica

Alguem saberia dizer se este ja derrubou alguma coisa?

sds
GC

Fighting Falcon

Galeão,
Acho que não derrubou nem o custo da hora de voo kkkkk, que é tão alto quanto o Rafale segundo algumas publicações.
E o Peru querendo adquirir parte da frota da Espanha.

Galeão Cumbica

F16, o Rafale mesmo so jogou bomba pra baixo tb! acho que tb nao derrubou nada ainda! é muito dinheiro pra jogar bomba na cabeça alheia, mas como dizia o mestre da guerra, se quer a paz se prepare pra guerra, ou coisa parecida!

sd
GC

Luis

Si vis pacem, parabellum. => Se queres a paz, prepara-te para a guerra. Antigo ditado do Império Romano.