Home Noticiário Internacional Testes da Força Aérea Russa com o PAK-FA, em Chkalov, começarão em...

Testes da Força Aérea Russa com o PAK-FA, em Chkalov, começarão em julho

303
28

PAK FA ascendendo - foto Sukhoi

Segundo o Comandante da Força Aérea Russa, tenente-general Viktor Bondarev, deverão começar em julho os testes do caça russo de quinta geração Sukhoi T-50 (PAK-FA) no centro estatal de testes de voo de Chkalov. As informações foram veiculadas pela Ria Novosti na semana passada.

Perguntado quando começariam os testes de voo oficiais do jato no centro de Chkalov, localizado no sul da Rússia em Akhtubinsk, o comandante respondeu: “Em dois meses.”

Bondarev também disse que os primeiros jatos de série seão fabricados em 2014-2015, e que entre 60 e 70 aeródromos militares serão construídos ou reconstruídos pra a Força Aérea Russa, por volta de 2020.

Em abril, o presidente da United Aircraft Corporation, Mikhail Pogosyan, havia dito que os testes oficiais do T-50 só começariam em 2014. Também no mês passado, o presidente russo Vladimir Putin afirmou que a entrada em serviço do PAK-FA seria em 2016, e não em 2015, como divulgado anteriormente pelo Ministério da Defesa da Rússia.

T-50 PAK FA - foto Sukhoi via RIA Novosti

O primeiro voo do T-50 / PAK-FA (sigla para futuro avião de caça tático) foi realizado em janeiro de 2010, e a aeronave foi apresentada para o público no Show Aéreo de Moscou no ano seguinte. O PAK-FA deverá ser o núcleo da futura força de caças da Rússia, sendo um caça de quinta geração com elementos de tecnologia furtiva, supermanobrabilidade, capacidade supercruise (voo supersônico sem uso de pós-combustores) e uma avançada suíte de aviônicos, incluindo radar de varredura eletrônica ativa (AESA) que opera na banda X.

FONTE: Ria Novosti (tradução e edição do Poder Aéreo a partir de original em inglês)

FOTOS: Sukhoi

VEJA TAMBÉM:

28
Deixe um comentário

avatar
27 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
15 Comment authors
HamadjrEdgarSoyuzAlmeidajoseboscojr Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Wagner
Visitante
Wagner

Aahh então a vetoração já está no protótipo ? eu pensei que ainda não tinha sido colocada. Muito bom. Observem que a Rússia mais uma vez realiza as coisas com senso prático, e não está dizendo que ” este avião substituirá até mesmo nossas privadas !” ou que ” será a reunião de um aew-awacs com caça de superioridade aérea, reabestacedor, reconhecedor, bombardeiro estratégico Vtol-STOVL vetorado supercruise Aesa stealth ” ou que ” teremos 2000 deles em dois anos !!” ou que ” substituiremos TODOS, absolutamente TODOS, os nossos aviões por ele” ; tal como os absurdos ditos sobre a… Read more »

Nick
Visitante
Member
Nick

Considero o PAKFA (SU-50 “Firefox” 🙂 ), o caça perfeito para compor o Hi da FAB, algo entre 48 e 60 aeronaves, entre 2 e 3 esquadrões.

Infelizmente é algo que hoje está apenas no plano do ideal, difícil se tornar realidade. 🙁

[]’s

Vader
Visitante
Member

Wagner disse: 16 de maio de 2013 às 9:47 Quanta mágoa nesse seu coraçãozinho, rsrsrsrs… Não entendi onde o sr. leu que o protótipo russo tem vetoramento de empuxo. Agora, se o F-35 é uma “pirâmide voadora” o T-50 é o quê? Um “obelisco voador”? 🙂 Isso posto, não tenho dúvida que será uma boa aeronave para a Rússia. (e somente para ela e, quem sabe, pros co-financiadores hindus). Lá para 2025/2030… E convenhamos: comparar o primeiro protótipo russo stealth com as de um país que já tem várias aeronaves stealth em seu portifólio não tem o menor cabimento. A… Read more »

joao.filho
Visitante
Member
joao.filho

Wagner, de acordo. Nao e mágoa nao, a verdade e que muitos acham que se por exemplo a Venezuela receber da Russia sistemas anti aereos no estado da arte, o Brasil nao o pode fazer, pois se trnsformaria da noite para o dia em pais comunista. Lembram quando o finado Chavez equipou as FAAS com 100.000 modernos rifles AK-74? Mas o Brasil nao, devemos continuar com o FAL, que saiu a luz do dia pela primeira vez em 1947. Enquanto a Venezuela equipa suas forcas com os modernos blindados BMP-3, o Brasil moderniza (de novo) o M-113 da epoca do… Read more »

Corsario137
Visitante
Corsario137

Belo comentário Wagner. Eu não sou um entusiasta do T50 como sou do Flanker mas acredito no projeto e na capacidade russa de criar uma aeronave temível, muito mais pelos chineses e demais vizinhos asiáticos do que pelos EUA. Ja disse isso antes e volto a bater na tecla que este super trunfo EUAxRussia não faz muito sentido. Primeiro porque na eventual e improvável guerra entre os dois países, seriam os ICBMs e B2 os protagonistas do Armagedon. A guerra já teria acabado antes que algum combate aéreo acontecesse, se acontecesse. Uma coisa é certa, os europeus que tratem de… Read more »

Leonardo
Visitante
Member
Leonardo

Belo comentário Wagner e gostaria também de parabenizar o Corsário pelo post sobre a “guerrinha ideológica” que já acontece a um bom tempo aqui na Trilogia, entendemos que é um espaço democrático que foi criado para entusiastas discutam e troquem experiência e conhecimento, e todos sabem que é normal que haja momentos em que essas discussões se tornem mais acirradas, inclusive já até participei de algumas, mas sempre tentando manter certo nível de postura, no entanto, a partir do momento em que não se pode mais manter este nível, e as questões ideológicas são posta acima do assunto discutido, prefiro… Read more »

Vader
Visitante
Member

Meus caros: Não há “super-trunfo” algum no embate EUA X Rússia. O que há é que alguns amiguinhos sedizentes russófilos – eu sinceramente acho que é só “fita” para posar de “diferentão” – insistem na estapafúrdia tese (para qualquer um que não seja um russófilo tôsco) de que a Rússia pode competir com os EUA em matéria bélica, mesmo estando 20 anos (no mínimo) atrasada em termos de tecnologia eletrônica, e mesmo investindo de 15 a 20 vezes menos, em dinheiro bruto. NOM ECXISTE comparação possível. Logo, não pode existir “super-trunfo”. A realidade se impõe inafastável: a Rússia em matéria… Read more »

Ivan
Visitante
Member
Ivan

Wagner, Menos disputa ideológica e mais técnica, até mesmo para para comentar o ritmo das decisões políticas de Moscow. As vezes para ler seu comentário é preciso fiftrar a parte da argumentação técnica e esta parte é muito boa e devia ser melhor explorada. O pragmatismo russo, que eu admiro, está produzindo um impressionante caça de 5ª geração, com direito aos 5 (cinco) ‘S’ que tem sido pouco comentado por alguns especialistas internacionais. Será melhor que o F-22 Raptor? Sinceramente penso que não. Será melhor que o F-35 Lightning II? Em alguns aspectos, principalmente no que diz respeito ao desempenho… Read more »

Ivan
Visitante
Member
Ivan

Só mais um pequeno detalhe.

Desconfio que a grande ameaça a “mãe” Russia não são mais ‘usamericanusmalvados’, mas o Dragão Chinês.

Para quem não sabe, hoje, há entre 3 (três) e 5 (cinco) milhões de imigrantes clandestinos chineses no extremo leste da Rússia, próximo das fronteiras da China e Mongólia.

Hoje são pacíficos.
Amanhã… quem sabe?

Sds.,
Ivan Ivanovich.

Control
Visitante
Control

Senhores O comparativo direto entre PAKFA, F35 e F22 não cabe pois são aeronaves concebidos para atender requisitos diferentes originados por táticas e estratégias diferentes. O PAKFA é resultado de especificações russas para combater de acordo com táticas russas e não conforme táticas da OTAN. Caro Ivan É curioso se observar que as táticas hoje difundidas baseadas no uso de AWAC´s, uso intensivo de radar e mísseis BVR serão inapropriadas para cenários com forte presença de aviões stealth e, principalmente, UCAV´s stealth armados com mísseis ar-ar. Aliás, pouco se considera quanto ao caso do uso massivo de UCAV´s lançadores de… Read more »

Galeão Cumbica
Visitante
Galeão Cumbica

O Control lembrou ai no seu comentario os UCAV’s, alguem sabe de algum desenvolvimento Russo, ou tenha algum link onde eu possa ler sobre isso, nesta area.

sds

GC na madruga!

joseboscojr
Visitante
Trusted Member
joseboscojr

Galeão,
UCAV russo tem o SKAT.

Galeão Cumbica
Visitante
Galeão Cumbica

Valeu Bosco,

Parece que tem estes SKAT que mais parece um Sketch! 😛 da MiG.
e tambem tem um que se chama Zond da Sukhoi.

Seria uma material legal aqui pro PA, se tivesse informacoes! quase nao se acha uma fonte realmente confiavel.

sds
GC

Almeida
Visitante
Member
Almeida

Não me canso de repetir aqui:

O PAF-FA/T-50/Su-50 não precisa bater no F-22A nem no F-35A/B/C.

Ele só precisa bater no seu predecessor Flanker, nos “teens”, nos eurocanards e nos ching-lings para ser um sucesso comercial. E isso eu tenho certeza de que este avião será capaz.

Já para ser um sucesso militar, basta saber usar as novas vantagens dele em cima das desvantagens inimigas, como bem analisado pelo Ivan. Não se usa um avião de 5a geração com táticas de 4a.

Leonardo
Visitante
Member
Leonardo

A única coisa que penso é que muitos disseram que o PAK- FA sequer voaria um dia, outros falaram que seria o “avião invisível” da Mulher Maravilha do antigo desenho da Liga da Justiça e tudo mais, no entanto, é realidade e está aí voando, tudo isso em um país com uma economia que comparada à americana e a européia é uma “piada” menor que a nossa, com uma população “inferior” a qualquer uma das potências ocidentais. E o Brasil 6°economia mundial?

Ivan
Visitante
Member
Ivan

Leonardo, Por outro lado “muitos” tem feito comentários positivos sobre o PAKFA aqui, no AEREO. Inclusive “muitos” dos amigos que preferem aeronaves americanas ou francesas fazem referências elogiosas a incrível capacidade dos russo em produzir armas críveis e operacionalmente capazes. (Visite novamente a página do AEREO em 29 de janeiro de 2011) “Muitos” preferem os caças russos, “muitos” preferem os yankees, “muitos” preferem os gauleses e há também “muitos” que preferem os outros europeus em consórcio ou não, isto sem falar dos orientais. Por sorte nossa e para benefício do bom debate, não há unanimidade. Afinal: “o que seria do… Read more »

joao.filho
Visitante
Member
joao.filho

Vader, excelente comentario. Mas só não estou de acordo com isso: “Ter território grande não é nem nunca foi vantagem; é e sempre será, exatamente ao contrário, uma DESVANTAGEM.” O que diriam os veteranos da Wehrmacht que lutaram na Russia na SGM?

Vader
Visitante
Member

joao.filho disse:
17 de maio de 2013 às 12:06

João, diriam que se o Japão houvesse invadido a URSS pelo leste, como os alemães acreditavam que fariam, a Barbarossa teria durado dois meses… 😉

Sacou? Não ter território nenhum é perigoso: a hora que o país acorda, já foi tomado, como aconteceu com a Europa Ocidental em 39/40.

Por outro lado, ter um território gigantesco só serve para dispersar tropas e recursos bélicos, e atrair a atenção de múltiplos inimigos, que podem se dar ao luxo de fatiar o país.

Sds.

Leonardo
Visitante
Member
Leonardo

Ivan disse:

“Muitos” preferem os caças russos, “muitos” preferem os yankees, “muitos” preferem os gauleses e há também “muitos” que preferem os outros europeus em consórcio ou não, isto sem falar dos orientais.
Por sorte nossa e para benefício do bom debate, não há unanimidade.

Com toda certeza caro Ivan, ninguém é dono da verdade e esse espaço deve ser sempre assim democrático, pois se nem Jesus Cristo conseguiu agradar a todos, porque eu, você ou qualquer um de nós deveria se preocupar ?…

Saudações a ti e a todos.

Soyuz
Visitante
Member
Soyuz

O T50 é o caça possível hoje na Rússia. Não me convence muito como avião furtivo, mas em aspectos como persistência em combate, desempenho aerodinâmico eu acho um belíssimo projeto. Não comparem o T50 com o F-22 é covardia orçamentária. Porem podem comparar com qualquer outro. Com o F-35 ganha em algumas coisas, perdem em outras. Com qualquer outro caça ganha em quase tudo, inclua ai os eurocanards. Quanto aos projetos chineses de quinta geração, acho que ainda são mais demonstradores de tecnologia do que caças propriamente ditos. Os próprios chineses reconhecem que precisam de turbinas russas (ainda) e seus… Read more »

Edgar
Admin
Member

Não se esqueçam dos caças de quinta-geração iranianos que avançam a passos largos para a operacionalidade em campeonatos mundiais de aeromodelismo.

joseboscojr
Visitante
Trusted Member
joseboscojr

Se vai ganhar campeonato de aeromodelismo eu não sei, mas de carro alegórico vai ser hors concours.

Hamadjr
Visitante
Member
Hamadjr

É obvio que os segredos que envolvem a construção desta aeronave não são de conhecimento do público geral portanto o chutomêtro técnico pode ir desde lixo a imbatível, então na base do palpitelogia quem precisa de furtividade quando de tem os PhantsyrS1.

Corsario137
Visitante
Corsario137

Kkkkkkkkkkkkk…
Alegorias, notaaaa……10!

joseboscojr
Visitante
Trusted Member
joseboscojr

Hamadjr,
Apesar de ser divulgado pelo fabricante ser um sistema capaz contra ameaças stealths o Pantsir tem um alcance limitado a 20 km.
Um caça de 5ªG pode detectar e identificar um veículo Pantsir com seu radar AESA no modo “abertura sintética” ou “indicador de alvos móveis” a mais de 150 km e pelo sistema FLIR a uns 30 km pelo menos.
O Pantsir isoladamente é alvo fácil para qualquer caça em estado da arte com armamentos modernos.

Hamadjr
Visitante
Member
Hamadjr

Caro Bosco
Esta hipótese imagino que não deva fazer parte de quem opera o veículo, mas nunca se sabe, afinal num determinado pais que esta em negociação para comprar esse sistema, vai que esqueça de abastecer ou que parou por falta de manutenção então é um alvo fácil.

joseboscojr
Visitante
Trusted Member
joseboscojr

Hamadjr, O Pantsir é um excelente sistema antiaéreo, mas deve fazer parte de um sistema de defesa antiaérea bem mais complexo. Sozinho seria preza fácil pra caças e helicópteros. No nosso TO não existem armas específicas para neutralizar esse armamento antiaéreo e além disso espera-se que a FAB estabeleça a superioridade aérea. Daí ser uma boa aquisição já que sua neutralização se tornaria bem difícil usando táticas de baixa altitude e armas ar-sup de menor alcance e burras. Na Rússia ele funciona muito bem dentro da doutrina adotada, que é a de proteção das baterias S-300 e S-400. Ou seja,… Read more »