Home Tecnologia Infográfico do Sukhoi T-50 (PAK FA) incluindo comparativo com F-22 e J-20

Infográfico do Sukhoi T-50 (PAK FA) incluindo comparativo com F-22 e J-20

1041
27

Infográfico comparativo Sukhoi T-50 - PAK FA - Ria Novosti

FONTE: Ria Novosti (clique na imagem para ampliar)

Subscribe
Notify of
guest
27 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
joao.filho
joao.filho
7 anos atrás

Que belissimo exemplar.

Nick
Nick
7 anos atrás

Mesmo que o PAKFA não seja tão furtivo como o F-35, será muito superior à qualquer 4.5ª geração.

48 SU-50 “Firefox” para Anápolis e Santa Cruz já! 🙂

[]’s

Nick
Nick
7 anos atrás

Caro Nunão,

2020 é logo ae! 🙂

Nada impede de a Russia aumentar a cadência de produção, a partir de digamos, 2020. As primeiras unidades já estariam voando na Força Aérea Russa, e eventuais bugs comuns ao primeiro lote seriam corrigidos nos lotes direcionados à FAB.

Os da Índia sairão pela HAL, então não é problema… hehehe.

Mas, se fôssemos um pouco mais ambiciosos, com uma linha de produção por aqui, desde que em um lote maior (60 no mínimo) não seria contra não. Imagine a FAB com 60 PAKFA e uns 120 Gripen E/F ….. hehehehe. 🙂

[]’s

Nick
Nick
7 anos atrás

Lendo meu comentário percebo um entusiasmo além da conta…. mas ter o SU-50 na FAB…. 🙂

[]’s

Marcos
Marcos
7 anos atrás

Nick

Supondo um T-50 para a FAB, ficaria só com ele.

Achei interessante o alcance do radar: acima de 400 km. Bom de um lado, ruim de outro. Se pode detectar um alvo a 400 km de distância, também pode ser detectado, por tabela, à mesma distância.

Edgar
Admin
7 anos atrás

Como pode o F-22 ser tão menor que o T-50 e ter quase 3T a mais de peso máximo de decolagem?? A propósito, nem este Su-27 “shapeado” nem a banheira chinesa tem o peso de decolagem do F-22. Realmente achei isso no mínimo curioso.

O Ivan e sua terrível calculadora acho que seriam capazes de explicar.

🙂

Nick
Nick
7 anos atrás

Caro Nunão,

Nem em meus delírios movidos à vodka conseguiria imaginar 84 PAKFA na FAB. 🙂

Mas esse detalhe de colocar uma empreiteira para reformar os hangaretes no pacote dos caças, poderia viabilizar o projeto…rsssss

Caças: US$8,4 bilhões. Hangaretes US$8,4 bilhões ….

Seria um belo ganha-ganha para todo mundo, FAB com novos caças, Embraer montando os mesmos, Odebrechet(?) nos novos hangaretes e claro contribuindo para a campanha eleitoral(legamente :))

[]’s

joseboscojr
joseboscojr
7 anos atrás

Sem querer ser muito acadêmico mas já sendo, sem mostrar a metologia para se chegar aos resultados qualquer comparação fica difícil.
Por exemplo, para determinar o alcance de detecção de 400 km e de 250 km usaram como comparação um mesmo RCS?
E o imenso alcance do T-50, como se explica?
Cadê nosso “frentista” oficial para nos esclarecer?
Rsrsrs

Nick
Nick
7 anos atrás

Caro Nunão,

SU-35S é pensar pequeno…. Se for como Gap filler até que vai mas….hehehe. 🙂

E se for para gastar em base aérea descente, podemos tomar como modelo essa daqui:

comment image

Nem um B-2 com bunker-busters daria conta..rsssss

[]’s

Lyw
Lyw
7 anos atrás

Esta velocidade máxima do J-XX apresentada no infográfico está estranha, já é quase concenso que se a China conseguir por um motor próximo do desejado seu caça será bem veloz, no mínimo mach 2.2!

Ivan
Ivan
7 anos atrás

Bosco, P’ra começo de conversa gosto dos ‘Flankers’ e mais ainda do ‘FireFox’. Este registro é necessário porque, desagradando a muitos, defendo firmemente que o PAKFA é um projeto novo, de uma nova aeronave, mas amplamente baseada na estrutura e sistemas da profícua família Flanker da Sukhoi. Basta observar as fotos das duas aeronaves estacionadas, que inclusive foram publicadas aqui no Aereo, com a característica separação dos motores, dimensões, disposição do trem de pouso entre outros detalhes. http://www.aereo.jor.br/2010/03/08/flanker-e-pak-fa-lado-a-lado/ Como um Su-30MK pode levar mais de 9 (nove) toneladas de combustível interno e o mais novo Su-35 promete até 14.350 litros,… Read more »

Ivan
Ivan
7 anos atrás

Nick,

Seu otimismo é contagiante.

Abç.,
Ivan.

Nick
Nick
7 anos atrás

Caro Ivan,

É a vodka. 🙂

Sobre o radar, o mais importante são as capacidades desse radar em operar no modo furtivo, à semelhança do AN/APG-77. As dimensões do mesmo, somado a capacidade em operar no modo LPI, e até mesmo como uma antena RWR, e ativamente como emissor contra-eletrônico seriam muito mais úteis que o alcance maximo.

[]’s

Ivan
Ivan
7 anos atrás

Nick, Dificilmente o radar AESA do ‘Firefox’ será melhor que o AN/APG-77. Mas a solução adotada pela Sukhoi no conjunto de antenas em direções diferentes e, possivelmente, mais de um radar em bandas diferentes e certamente a fusão destes dados promete um conjunto muito interessante. O conjunto de sensores do Lightning, o verdadeiro rival do russo ao redor do mundo no futuro, deverá ser ainda melhor, mas a questão que defendo é que não precisa ser melhor, basta ser o que estão projetando: um verdadeiro caça de 5ª geração com os 5 ‘S’ básicos. O primeiro e principal alvo dos… Read more »

Nick
Nick
7 anos atrás

Caro Ivan, Talvez não seja melhor, mas poderá se equiparar, especialmente se os russos conseguirem fazer o mesmo operar em modo LPI, e ter os outros recursos. Tamanho e potência(além de ser AESA) para isso ele tem. Sobre mudar o modo de operar da USAF/Otan, é complicado heim. 🙂 Para o futuro se projeta a guerra centrada em redes, incluindo satélites. Ou seja, de um Centro de Comando, todo o cenário dever ser visto e controlado. Caças como o SU-50 em teoria equilibram as coisas em relação ao F-35. Complica mesmo. 🙂 O que fazer primeiro? Talvez destruir os radares… Read more »

Almeida
Almeida
7 anos atrás

Uma pequena nota sobre o sistema de detecção do PAK-FA: Vai muito além do tradicional radar sob o radome frontal. Por isso o termo “sistema de detecção”. Além do tradicional radar no nariz, ele também terá o característico radar traseiro da família Flanker mais dois radares de varredura de banda larga nos bordos das asas, todos AESA, além do sistema optrônico frontal russo e mais sensores IR 360 graus espalhados pela fuselagem. Este sistema integrado pode não ter o mesmo alcance que o radar APG-77 do Raptor, mas definitivamente será bem completo e inovador. Até mesmo o Raptor foi projetado… Read more »

Almeida
Almeida
7 anos atrás

Aliás, bastava o Su-50 ser um Su-30MK ou Su-35S com RCS uma ordem de grandeza mais baixa, no nível dos Eurocanards e Super Hornet, que já valeria a pena… imaginem com baias internas, supercruise e todos esses sistemas de detecção!

Clésio Luiz
Clésio Luiz
7 anos atrás

Eu queria saber se esses dados sobre o T-50, especialmente as dimensões e o peso, são oficiais, ou foram pesquisadas nos foruns de entusiastas na internet…

joseboscojr
joseboscojr
7 anos atrás

Clesão,
A proporção entre os aviões na figura está completamente errada. Nunca o F-22 é tão menor que o T-50.
Na figura onde mostra o T-50 com 22 metros computou-se a sonda Pitot, que não deve existir na versão operacional, daí o caça russo já ganhou uns 2 metros de comprimento. O F-22 tem 19 metros de comprimento (sem a sonda Pitot rsrsrs).
Dados de radar estão inconsistentes.
Dados relativos ao alcance (translado, raio de ação, etc) também merece uma maior discussão.
Enfim…
Um abraço.

joseboscojr
joseboscojr
7 anos atrás

Mediram o T-50 com o Pitot e depois no comparativo retiraram a sonda, mas mantiveram a proporção.

champs
champs
7 anos atrás

Ivan disse: 27 de abril de 2013 às 9:31 “O conjunto de sensores do Lightning, o verdadeiro rival do russo ao redor do mundo no futuro, deverá ser ainda melhor, mas a questão que defendo é que não precisa ser melhor, basta ser o que estão projetando: um verdadeiro caça de 5ª geração com os 5 ‘S’ básicos.” Almeida disse: 27 de abril de 2013 às 16:04 “E como eu sempre digo, o Su-50 não precisa ser melhor que o F-22A e nem mesmo o F-35: basta ser melhor que os caças de geração 4.5++…. Aliás, bastava o Su-50 ser… Read more »

REQUENA
REQUENA
7 anos atrás

É o que eu sempre me pergunto.

Já que o pessoal do governo federal tem “tara” pela Russia, resquícios da antiga paixão pela URSS, porque diabos não entram nesse projeto!?!?!?!

Se abracem com os russos e indianos, fabriquem o “caça dos BRIC´s” e pronto. Custa pensar grande, pelo menos uma vez?