quinta-feira, outubro 21, 2021

Gripen para o Brasil

Embaixador da Turquia defende fortalecimento das relações com o Brasil

Destaques

Dinair Alves
Diretora de Marketing da Trilogia Forças de Defesa

KC-390 config SAR - destaque imagem Embraer

O embaixador da Turquia no Brasil, Huseyin Dirioz, afirmou nesta terça-feira, 6, que as relações entre os dois países deve ser fortalecida e que o Brasil é um país estratégico para a Turquia, tanto política como economicamente. Em reunião com o presidente da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional (CREDN), Eduardo Barbosa (PSDB-MG), o diplomata defendeu ainda o incremento da diplomacia parlamentar por meio do Grupo de Amizade Brasil – Turquia.

Atualmente, o comércio bilateral está na casa dos US$ 2 bilhões com potencial de crescimento. O embaixador explicou que pretende visitar todos os estados e firmar parcerias com as federações da indústria para atrair investimentos brasileiros. Destacou ainda especial interesse em que a Turquia firme acordos para usufruir dos benefícios concedidos à Zona Franca de Manaus (AM).

Para Eduardo Barbosa, “a Turquia é um país-chave entre o Ocidente e o Oriente e que tem se dedicado a mediar como ator emergente, alguns dos principais conflitos globais. É importante que o Brasil tenha com este país uma relação sólida para que juntos consigam atuar na cena internacional com credibilidade e força diplomática”. O deputado espera que a Turquia confirme o interesse em participar do projeto de construção do cargueiro KC-390 da Embraer, no âmbito da cooperação em Defesa que os dois países mantém desde 2009.

KC-390 config combate a incêndios - imagem Embraer

FONTE: Assessoria de Comunicação CREDN

IMAGENS: Embraer

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

13 Comments

Subscribe
Notify of
guest
13 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Flighting Falcon

A FAB já confirmou quantas unidades vai adquirir?

E por falar nisso, os Correios vão criar a empresa a parte para operar a aeronave ou vai adquirir e ela mesma operar?

Aproveitando o post e tocar em um assunto delicado. Com a ativação da aviação de combate da MB em 1998 e agora o recebimento de algumas aeronaves COD/REVO para operar embarcada, o que acham de o EB e a MB possuir algumas unidades de uma aeronave semelhante ao KC -390 ou outro de transporte para atuar nessas forças?

Cada uma ter sua aviação de asa fixa de transporte.

Lyw

Flighting Falcon 7 de maio de 2014 at 16:39 1 – A FAB tem um compromisso de compra de 28 unidades, confirmação mesmo só na assinatura do contrato de compra; 2 – O KC-390 é um cargueiro militar, a versão de uso civil por enquanto foi descartada, além disto, na atual situação econômica dos correios acho difícil que o mesmo venha adquirir uma frota particular de aeronaves cargueiras pesadas; 3 – A MB pretende ter sua aviação de asas fixas de transporte embarcada, para uso em terra acredito que isto deva passar longe dos planos da marinha que já possui… Read more »

Lyw

Obs.

Quando digo: “para uso em terra”, me refiro a uma aviação de transporte baseada em terra como têm a FAB!

Rinaldo Nery

Sim, a história dos Correios é verdadeira. Mas ainda não chegaram a uma conclusão. E a intenção é utilizar o KC-390, sim (versão civil, que, provavelmente, será desenvolvida a posteriori).

Lyw

Em entrevista veiculada pelo sítio defesanet em dezembro do ano passado, o Diretor do Programa KC-390 Paulo Gastão, ao ser perguntado sobre uma possível versão civil do KC-390, respondeu: ” Hoje, não temos nenhum requisito para versão civil do avião. Ele é um avião concebido para o mercado militar. Se você olhar o mercado comercial clássico, dificilmente ele seria competitivo para aquela carga convencional, que você consegue carregar por uma porta lateral. As empresas normalmente operam com aeronaves convertidas. São aviões de custo muito baixo. Operar em pista semipreparada euma série de coisas que fazem o KC-390 ser um avião… Read more »

Mauricio R.

O embaixador está jogando p/ a torcida, mas de olho em um pedaço do bolo.
A força aérea turca tem montes de CN-235 e estará recebendo o A-400M, a partir deste ano; substituindo antigos C-130 e C-160.
Como aliás quase tdos os demais participantes do programa.
Então prá que raios a Turquia necessitaria de um ac, justamente na mesma faixa em que 2 outros modelos em operação corrente estarão sendo substituídos.???
Os caras lá só estão querendo é fabricar partes e peças, não necessitam do avião.

Edgar

Imagino o KC-390 dos Correios com o padrão de “camuflagem” das vans do Sedex.

E num é que já tem até montagem na internet??

Flighting Falcon

Lyw obrigado pelas informações.

E o EB não merece ao menos umas cinco aeronaves dessas?

Mauricio R.

A MB, o EB e talvez a PF e a Força Nacional de Segurança, poderiam dividir entre sí os C-95M, C-97, C-99 e os C-105.
A FAB ficaria c/ os Caravan e compraria alguns C-27J, em substitução dos C-105.

Jean-Marc Jardino

Para os que gostam de avioes vai um video ai do A400M

http://youtu.be/-fDnczikCKc

Vader

A-400 é aquele que quase foi cancelado de tanto pepino que deu?

Brigado, passo…

HMS TIRELESS

O A-400M é mais um fiasco! Grande demais para um transporte tático, pequeno demais para um transporte estratégico. Se por ventura a EMBRAER se animar elançar uma versão alongada do KC-390, mata ele de uma vez…rs!

Mauricio R.

A aeronave tem 174 unidades vendidas, algo que a versão original do KC-390 não tem p/ exibir.
Aonde é que está o fiasco???
Pq problemas políticos, técnicos e/ou financeiros, tdo projeto está fadado a ter.
Ainda mais este, com tantos interesses para acomodar.
No mercado hoje, perde somente p/ o Super Hércules e o Globlemaster III, aka C-17, que em breve deixará de ser fabricado.
Qnto a um possível KC-390 alongado, a observação das condições que permitiram o lançamento do E-2, reponderiam esta questão.

Últimas Notícias

Acompanhe a estreia do 1º episódio da websérie Colaboração Real 4 no YouTube

Em 21 de outubro, às 11h, estreia o primeiro episódio da quarta temporada da websérie Colaboração Real no canal...
- Advertisement -
- Advertisement -