Home Espaço Vale a pena abduzir de novo: bom dia, Lua!

Vale a pena abduzir de novo: bom dia, Lua!

2822
6

Sonda chinesa, primeira do mundo a pousar na face oculta da Lua, ‘acordou’ para retomar suas atividades

Duas semanas após fazer história como a primeira sonda espacial feita pelo homem a pousar no lado oculto da Lua (que não fica voltado à Terra), a sonda chinesa Chang’e 4 despertou após a chamada “noite lunar”, que tem duas semanas de duração. Não deve ter sido um sono fácil, pois a temperatura chega a cair para 190°C negativos nesse período.

Com a volta do sol, os painéis de energia solar que alimentam a Chang’e 4 foram ativados. A missão é composta por um módulo de pouso e o veículo Yutu 2, e cada um deles foi “acordado” em horários diferentes na última terça-feira, sendo que os dois equipamentos estão separados por cerca de 20 metros. As informações foram divulgadas na quinta-feira passada, 31 de janeiro, pela ANEC – Administração Nacional do Espaço da China.

Hélio-3 – No período de “sono”, as funções básicas da sonda foram alimentadas por baterias. Mas agora, com eletricidade gerada pelos painéis solares, os instrumentos de pesquisa podem entrar em atividade para as principais experiências programadas, como captação de ondas de baixa intensidade, germinação de plantas em pequenos casulos com atmosfera terrestre, sem falar do que parece ser o grande interesse chinês na face oculta da Lua: a busca de Hélio-3.

Reatores de fusão e viagens interplanetárias – O Hélio-3 é visto como potencial combustível para naves interplanetárias. Trata-se de uma substância bastante rara na Terra, e que pode se tornar uma solução energética potente e não contaminante, por não produzir, segundo seus defensores, subprodutos radioativos. Acredita-se que o Hélio-3, candidato a abastecer reatores de fusão nuclear, possa ser abundante na Lua.

Oferecimento dos “Abduzidos do iê iê iê”, que não têm clipes de novas músicas pra mostrar hoje, mas acabaram de publicar, nas redes sociais, a fantástica história da “Invasão das naves alienígenas inspiradas em carros clássicos dos anos 60-70”

Esta série é uma oportunidade para discutir assuntos espaciais, ufológicos e afins aqui no Poder Aéreo, e é um oferecimento da banda “Abduzidos do iê iê iê, um trio de rock que alega ter sido abduzido em meados dos anos 60. Agora eles dizem que finalmente voltaram ao planeta Terra, envelhecendo apenas uma fração desses 50 anos (Einstein explica).

Os “Abduzidos do iê iê iê” em breve trarão mais vídeos de suas novas músicas, mas enquanto isso aproveitam para divulgar os clipes já publicados e também a sua mais nova aventura, publicada em cerca de uma dúzia de posts no Instagram e Facebook: a “Invasão das naves alienígenas inspiradas em carros clássicos dos anos 60-70″.

Aliás, essas gigantescas naves-mães com linhas baseadas no design de carros de pessoas abduzidas décadas atrás, passaram pela Lua a caminho da Terra – mas, pelo jeito, a sonda chinesa ainda estava dormindo e nada viu.

Clique nos links abaixo para acessar a série, desde a primeira postagem em que foi relatada no Sistema Solar a presença dessas super naves-automóveis, ou discos-carros, tripulados por esses misteriosos ETs. Escolha a rede social de sua preferência e boa diversão!

Instagram

Facebook 

Não deixe também de clicar nas imagens abaixo para acessar os vídeos da banda já publicados no YouTube, e siga a banda nas redes sociais para não perder as novidades:

VEJA TAMBÉM:

 

6
Deixe um comentário

avatar
4 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
6 Comment authors
Marcelo RodriguesFilipe PrestesFernandoGustavoBaschera Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Marcos
Visitante
Marcos

E eles estão de volta, abduzidos do iê iê iê.

Resta saber quem é o editor da trilogia que faz parte dessa banda. Acredito que seja o baterista.

Filipe Prestes
Visitante
Filipe Prestes

Pra mim era o Galante. Não é ele?

Marcelo Rodrigues
Visitante
Marcelo Rodrigues

Também não duvido que ele seja o batera…kkkkkkkkkkkkkk😅

Baschera
Visitante
Baschera
Gustavo
Visitante
Gustavo

Pra quem tem acompanhado o avanço espacial Chinês, entende como eles conseguiram evoluir em “n” outras áreas. É impressionante a capacidade de desenvolvimento que eles obtiveram em especial nas duas ultimas décadas.

Fernando
Visitante
Fernando

Humm, agora sim começa a fazer sentido a ideia do Elon Musk em mandar um Tesla Roadster pro espaço: inspirar as naves alienígenas com um belo esportivo elétrico do século XXI!!