Home Aviação de Ataque UAC conclui entrega de 50 caças Su-35S para a Força Aérea Russa

UAC conclui entrega de 50 caças Su-35S para a Força Aérea Russa

4172
77
Caças Sukhoi Su-35
Caças Sukhoi Su-35

Três caças multifuncionais Su-35S da geração 4 ++ foram aceitos pelos especialistas da representação militar de 485 do Ministério da Defesa da Rússia. As aeronaves foram realocadas da planta Komsomolsk-on-Amur para campos de aviação permanentes das Forças Aeroespaciais Russas.

Esta entrega completa um contrato de cinco anos, no âmbito do qual 50 aeronaves Su-35S foram entregues para serviço de combate nos regimentos das Forças Aeroespaciais Russas até o final de 2020.

A aeronave Su-35S tem a capacidade máxima de recursos para operar nas missões ar-solo e ar-mar. Este complexo de aviação se distingue por sua alta capacidade de manobra, uma ampla gama de armas e suporte da tripulação.

Dois Su-35s chegarão ao centro para treinamento de pessoal de aviação e testes militares do Ministério da Defesa da Rússia em Lipetsk. Outro Su-35S permanecerá em Komsomolsk-on-Amur no 23º Regimento de Caças de Tallinn.

FONTE: Ministério da Defesa da Rússia

Subscribe
Notify of
guest
77 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
PACRF
PACRF
1 mês atrás

50 SU-35 de última geração de uma vez só. Isso é o que pode ser chamado de “upgrade”.

MFB
MFB
Reply to  PACRF
1 mês atrás

De uma vez só???

Três caças multifuncionais Su-35S da geração 4 ++ foram aceitos pelos especialistas da representação militar de 485 do Ministério da Defesa da Rússia”.

Esta entrega completa um contrato de cinco anos, no âmbito do qual 50 aeronaves Su-35S foram entregues para serviço de combate nos regimentos das Forças Aeroespaciais Russas até o final de 2020.”

O brasileiro e a velha mania de comentar títulos de matéria… i

Teropode
Reply to  MFB
1 mês atrás

Sim , 5 anos para entregar 50 caças , prazo formidável .

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
Reply to  Teropode
1 mês atrás

Conheço um país aonde seriam 50 anos para entregar 5…

Teropode
Reply to  Joao Moita Jr
1 mês atrás

Se correr tudo bem 🤣🤣🤣🤣🤣

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  Joao Moita Jr
1 mês atrás

Esse pais era a 8 economia do mundo porem deram um salto a frente se tornando república bananeira em 2 anos e 11 meses, portanto estamos muito bem de aviões agrícolas, todos entregue no prazo.

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
Reply to  Nilton L Junior
1 mês atrás

Com motores estrangeiros…

Teropode
Reply to  Nilton L Junior
1 mês atrás

A economia brasileira é baseada quase que exclusivamente na exploração de minerais , pecuária e agricultura , uma indústria primária , dificilmente uma economia assim consegue uma boa colocação no ranking pois a indústria primária agrega pouco valor no produto , tem salário médio baixo , gera pouco emprego ( comparado aos outros ) e concentra o ganho financeiro na mão de poucos , não tem como uma economia se destacar assim , as posições anteriores eram artificiais , forçadas por obras de construções civis , olimpíada e copa , nossa posição natural é entre a décima e décima quinta… Read more »

Funcionario da Comlurb
Funcionario da Comlurb
Reply to  Joao Moita Jr
1 mês atrás

Sinceramente ? Já deu esse negócio de ficar falando mal do Brasil.

Rodrigo M
Rodrigo M
Reply to  MFB
1 mês atrás

De uma só vez.. Talvez seja em relação a ser um pedido só, um único contrato..

É só pensar um pouco e tentar interpretar.

É bem mais fácil e ético do que tentar ridicularizar os outros em público.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
1 mês atrás

Só 50? Pensei que fossem mais, mas se levar em conta os outros tipos o número de caças russos é enorme. A Força Aérea Russa tem uma infinidade de caças e várias versões destes caças Mig-29, Mig-31,MIG-35, SU-27, SU-30, SU-35 e SU-57 e isso é o que lembro sem forçar a memória e sem falar dos bombardeiros e transportes. Deve ser uma loucura de logística!

Evgeniy (RF).
Evgeniy (RF).
Reply to  Fabio Araujo
1 mês atrás

50º do segundo contrato. E apenas 98 para a Força Aérea Russa. E talvez mais 36.

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Fabio Araujo
1 mês atrás

Foram 48 no 1o contrato + 50 no 2o contrato, somando 98 Su-35.
E agora vão colocar um 3o contrato para aumentar o número.

Andre
Andre
Reply to  Fabio Araujo
1 mês atrás

Até que não são tantos. Su27, su30 e su35 são versões do mesmo avião, assim como mig29 e mig35. A força aérea ainda não tem o su57.

Acaba sendo o mig29, mig31 e o su27, com suas variadas versões e atualizações.

Thiago
Thiago
Reply to  Andre
1 mês atrás

Assim como Gripens e Hornets por exemplo…

Andre
Andre
Reply to  Thiago
1 mês atrás

Exatamente, assim como as diversas versões do f16 e do f15 tbm….

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Andre
1 mês atrás

Esqueceu do Su-24, Su-25 e Su-34.
A Força Aeroespacial Russa possui 10 modelos de caças, interceptores e bombardeiros táticos.
Su-27, Su-30, Su-35, MiG-29, MiG-35, Su-24, Su-25, Su-34, MiG-31 e Su-57.

Andre
Andre
Reply to  Luís Henrique
1 mês atrás

No posto do Fábio, ele falava em aviões de caça, mas realmente faltou o su24. Só não esqueça que o su57 ainda não faz parte da lista.

Victor
Victor
Reply to  Fabio Araujo
1 mês atrás

Além desses, a versão mais moderna do SU-24 tbm ainda voa por lá.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Fabio Araujo
1 mês atrás

Os EUA não ficam atrás. Tem várias versões dos F-16 e 15.

Emerson
Emerson
1 mês atrás

Admiro o esforço russo para se manter na vanguarda da tecnologia militar. São muito determinados. Com uma economia muito a quem de EUA e China, mas mesmo assim eles conseguem estar no pódio. Capital intelectual faz muito a diferença…

Jefferson
Jefferson
Reply to  Emerson
1 mês atrás

Concordo! A parte de blindados foi um show nos últimos anos, belos lançamentos, bumerang, t14, t15, terminator etc…veuculos muito interessantes. O armata mesmo fez a Alemanha e França repensarem os blindados.

Emmanuel
Emmanuel
Reply to  Jefferson
1 mês atrás

O Armata não fez ninguém repensar nada. Alemanha, França, Estados Unidos tem a maioria dos seus veículos baseados em projetos com cerca de 30 anos de desenvolvimento ou mais. Estamos falando de projetos que começaram a ser desenvolvidos no início dos anos 90, alguns, dos anos 80. Já está mais do que na hora de rever esses projetos. Assim como fez a Rússia. Por mais que um projeto seja bom, e vamos pegar aqui o F-16, um dos mais bem sucedidos da história militar mundial, tem-se um limite para atualizá-lo. Alemanha e França repensam seus projetos por causa disso. Não… Read more »

Rprosa
Rprosa
Reply to  Emmanuel
1 mês atrás

Emmanuel, o Armata e suas variantes fez sim a indústria ocidental repensar seus blindados, pois o Armata trouxe inovações e melhorias em varias frentes, por exemplo seu novo canhão de 125 mm, o qual é montado numa torre automatizada lhe possibilita acertar um alvo a mais de 4000 m, sendo que podendo disparar misseis antitanque, pode-se acertar um alvo a mais de 10 km, sendo que este missil russo pode romper blindagens superiores a 630 mm, além disso a nova blindagem reativa Malakhita é considerada altamente eficiente, sendo que aidna o Armata e dotado de sistema de defesa ativa Afghanit… Read more »

Andre
Andre
Reply to  Emerson
1 mês atrás

É verdade, com todos seus problemas ainda permanecem no pódio, mesmo que perdendo o segundo lugar para a China.

Mirade1969
Mirade1969
Reply to  Andre
1 mês atrás

A Russia ainda é uma potencia nuclear, ainda tem a segunda força aérea e sua força de misseis ainda é pareada com a americana coisa que a China ainda não tem tamanho para parear com a Russia.

Andre
Andre
Reply to  Mirade1969
1 mês atrás

A China tbm é uma potência nuclear e já opera seu caça de 5 geração há alguns anos, além de estar perto de lançar seu segundo caça desta nova geração. Em questão de quantidade, logo deve passar a Rússia e, assim como ocorreu na marinha, terá equipamentos mais modernos e em maior número.

Mas em mísseis, os velhos ICBMs soviéticos ainda carregam o piano.

willhorv
willhorv
Reply to  Emerson
1 mês atrás

As vezes tenho a impressão que o capitalismo daqui (ocidente) funciona muito mais do que os de lá. Aqui, se quer ganhar uma fortuna em um produto de ponta, pq não tem similar…não tem concorrência…e por aí vai. Aí vc transfere esta doutrina para todas as partes de um míssil por exemplo, que envolve “n” empresas, e chega-se a valores astronômicos de um produto acabado. Tudo muito caro…. Já no mundo de lá….acredito que as coisas são mais justas….até por pressão governamental. Exemplo máximo….a China fazendo o que está fazendo dia a dia. E se comparar com o país das… Read more »

Luciano
Reply to  willhorv
1 mês atrás

Tenho pensado nisso também, para a China chegar ao nível de desenvolvimento atual só é possível se tiver pouca burocracia e pouca gente mandando. Pegando exemplo aqui do Brasil, na empresa em que trabalho, pra conseguir uma manutenção pra bike elétrica que trabalho preciso passar pro meu superior, ele passa pro administrativo, que passa pro responsável da loja, que passa pra área de manutenção da loja, que faz o orçamento e retorna. Agora, imagine num grande projeto de milhões, bilhões de reais, como não deve ser o processo, totalmente engessado.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Emerson
1 mês atrás

Ninguem fala isso amigo, más econômicamente do ponto de vista interno, eles tem mais grana se bombear que a europa ocidental em sua maioria. Tudo porquê todos os insumos de defesa e técnológia, eles produzem. Logo, gastam menos.

rui mendes
rui mendes
Reply to  Cristiano de Aquino Campos
1 mês atrás

Ninguém fala isso, porque não são desinformados, para ser soft.
Então a Rússia têm mais dinheiro que a Europa Ocidental???
Só a Alemanha têm 2 vezes e meia o pib Russo,e quanto ao produzir tudo na area da defesa, é verdade, mas isso também a Europa o faz.

Paulo Sollo
1 mês atrás

Seria muito bacana ver mais países operando o SU-35 em quantidade considerável pelo mundo. Ver o mundo repleto apenas de caças americanos e europeus é muito chato, tem que ter o contraponto. Mas um super caça deste infelizmente é pra muito poucos.

A época dos caças baratos de comprar e operar que vendiam aos montes foi-se a tempos. Hoje em dia com o nível de sofisticação tecnológica embarcado nos melhores caças quem não tem bilhões para investir não obtém nada que imponha respeito.

Emmanuel
Emmanuel
1 mês atrás

SU-35, o caça que brilha mais do que árvore de natal num radar inimigo. É tão furtivo quanto um F-4.
Que bom que não pegamos uma bomba dessas.
Melhor colocar um motor de F-5 numa árvore de natal, um par de mísseis e mandar para patrulha.

Sergio Machado
Sergio Machado
Reply to  Emmanuel
1 mês atrás

Esse sabe o que fala 😎

Gilmar
Gilmar
Reply to  Sergio Machado
1 mês atrás

Kkkkkk

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
Reply to  Sergio Machado
1 mês atrás

Pelo que andei lendo,Graças ao uso de material absorvente de radar (RAM) a assinatura radar (RCS – Radar Cross Section) do Su-35S passou a ser reivindicada como sendo até seis vezes menor do que a do Su-27, algo entre 1-2m², ante os 10-15m² do Su-27. A Sukhoi diz que a redução do RCS é otimizada na banda-X e apenas no aspecto frontal. O menor RCS do Su-35S em relação ao Su-27 é capaz de diminuir em até 40% o alcance de detecção do radar adversário, ou seja, enquanto o Su-27 hipoteticamente é detectado a 200km por um radar de controle de fogo o Su-35S… Read more »

Last edited 1 mês atrás by ADRIANO MADUREIRA
Teropode
Reply to  Emmanuel
1 mês atrás

Os teens também brilham , o SU 35 compensa o brilho com os modernos ” dentes ” .

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Emmanuel
1 mês atrás

Força bruta.
Isso é o que interessa.

Andre
Andre
Reply to  Emmanuel
1 mês atrás

Eu tenho que confessar que nunca entendi muito bem essa analogia. Uma árvore de natal deve brilhar muito pouco em um radar. Ainda mais hoje em dia que as bolinhas são quase todas de plástico….

Flanker
Flanker
Reply to  Andre
1 mês atrás

Meu Deus……a analogia é entre o olho humano e uma árvore de Natal iluminada …….o mesmo vale para um radar e o caça em questão. Entende?

Andre
Andre
Reply to  Flanker
1 mês atrás

Tem certeza? Não quer pedir auxílio às cartas? =D

C. Silva
C. Silva
Reply to  Flanker
1 mês atrás

Flanker, foi vc que não entendeu a ironia.

Flanker
Flanker
Reply to  C. Silva
1 mês atrás

Haham…então tá….

Rprosa
Rprosa
Reply to  Emmanuel
1 mês atrás

Emmanuel, há de se afirmar que ainda que o SU-35 seja baseado na plataforma do SU-27, são pássaros muitos diferentes entre si, posto que no SU-35, foram utilizados diversos tipos de materiais compostos, bem como grande quantidade de ligas de titânio, sendo que mesmo o SU-35 sendo capaz de carregar mais armas, combustíveis e equipamentos, necessitando obviamente ter sua estrutura reforçada, seu peso vazio é menor que o do SU-27. Também há de se falar que o SU-35 foi tratado com matérias absorventes de radar, sendo que segundo estimativas o RCS do Su-35 é de 0,5 a 1,00 m, enquuanto… Read more »

DSC
DSC
Reply to  Rprosa
1 mês atrás

“…seu peso vazio é menor que o do SU-27.”

Não é não. 🙂
O Su-35S tem um peso vazio de 19 toneladas.

Um Su-27S/P ou um Su-27SK por exemplo, tem um peso vazio entre as 16-17 toneladas.

Fabio Jeffer
Fabio Jeffer
Reply to  Emmanuel
1 mês atrás

Antes do Su-35 brilhar como uma árvore de Natal na tela do radar inimigo esse inimigo já tá brilhando há muito mais tempo na tela do radar do Su-35

Last edited 1 mês atrás by Fabio Jeffer
Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Emmanuel
1 mês atrás

O Su-35 não é furtivo, mas teve muito trabalho para redução da assinatura radar, de modo que o Su-35 S possui rcs comparável com os caças de 4a geração Plus. É apenas ligeiramente maior que a RCS de caças como o Super Hornet, Eurofighter e Rafale. Sobre a letalidade da máquina, a US AIR FORCE esta adquirindo o F-15 X, esse vem sem redução nenhuma de RCS, ou seja, vem com a RCS do antigo F-15 que é comparável ao antigo Su-27. A USAF e a Boeing entenderam que os benefícios da redução de RCS para uma aeronave de 4,5… Read more »

Chris
Chris
Reply to  Luís Henrique
1 mês atrás

Uma versão STEALTH do F-15 foi desenvolvida !

Se trata do Boeing F-15SE Silent Eagle… Que possui até misseis guardados internamente !

Paulo Sollo
Reply to  Chris
1 mês atrás

Sou fã do F-15 mas dizer que o Silent Eagle é Stealth é um tremendo exagero. O máximo que podem fazer para diminuir sua assinatura é aplicar soluções semelhantes às que os russos utilizam no SU-35, com camadas RAM na fuselagem e o emprego de contramedidas eletronicas para desviar os sinais dos radares. Inclusive ninguém, nem a USAF, se interessou pelo Silent Eagle. A nova versão F-15 X que a USAF encomendou não terá compartimentos internos para mísseis, mas levará até 22 mísseis externamente, portanto a preocupação com assinatura em radares foi descartada em prol do melhor tipo de funcionalidade… Read more »

Agressor's
Agressor's
Reply to  Emmanuel
1 mês atrás

Imaginem de um F-15 então! O SU-35 é um projeto mais moderno e foi otimizado pra ter uma assinatura de radar mais reduzida que seus antecessores.

Munhoz
Munhoz
Reply to  Emmanuel
1 mês atrás

Pense bem no que fala. A Rússia e China não estão dando indiretas sobre a Amazônia como a França e os EUA, temos as Falklands e a Guina Francesa como vizinhos, ou seja o ocidente já esta com o pé na nossa porta, os europeus tem capacidade para montar uma força naval e bloquear nosso comercio marítimo além de poder lançar alguns ataques esporádicos contra algumas infraestruturas vitais para forçar a entrega da Amazônia (fora que tem carta branca dos EUA ), a ameaça vinda da Rússia e China é de ingerência politica, no final dos anos 60 já tivemos… Read more »

Matheus
Matheus
Reply to  Munhoz
1 mês atrás

Senhor, desculpa, você derrubou seu chapeu.comment image

Chris
Chris
Reply to  Munhoz
1 mês atrás

É serio que vc acha que temos alguma chance contra o poderio militar de EUA e Europa ?

Fico besta em como brasileiro viaja…

Munhoz
Munhoz
Reply to  Chris
1 mês atrás

Vc tem que avaliar tecnicamente amigo. Contra os EUA somente a Rússia ou China tem chance em uma guerra plena. Contra a Europa vc tem que avaliar a distancia e a capacidade de deslocamento deles, contra uma frota naval europeia uns 40 Su-35 com um estoque de uns 200 misseis anti navio apoiados por uns 20 aviões de patrulha marítima com mais um estoque de uns 50 misseis da conta do recado sim, se vc tiver a capacidade de ocultar os meios em bases remotas e aeroportos civis vc escapa dos misseis de cruzeiro deles, a estratégia correta seria esta,… Read more »

Mirade1969
Mirade1969
Reply to  Emmanuel
1 mês atrás

A tá os EUA aposentaram de uma vez só os F-16, A-10, F/A-18, F-15 e dezenas de aviões mais antigos agora é tudo furtivo por lá né. Interessante que a força furtiva de aviões dos EUA ainda é pequena e vai levar umas décadas para que não tenha aviões ” que brilham mais que árvore de natal num radar inimigo”.

Andre
Andre
Reply to  Mirade1969
1 mês atrás

500 f35 + 180 f22 são uma força pequena?

Rodrigo M
Rodrigo M
Reply to  Andre
1 mês atrás

Em relação ao número total de caças que eles operam essa quantidade é pequena sim.

Aliás.. Hoje os EUA já têm 500 F-35 na ativa???

Não né.. Então talvez por isso ele tenha escrito “ainda é pequena..”

Andre
Andre
Reply to  Rodrigo M
1 mês atrás

Bem, já foram entregues mais de 500 f35, conforme matéria publicada aqui no blog há pouco tempo. Não foram todos para os EUA mas deve ser um número muito próximo.

Aí concordo com você, se compararmos os EUA com os EUA, então realmente não são tantos. Se comparar com qualquer outro país, então sai muitos, ainda mais se considerarmos que a Rússia não tem nem 100 su3s, que é seu caça mais moderno, e que a China não tem 100 j20, aí 500 f35 não é uma quantidade nada pequena.

Yuri Dogkove
Yuri Dogkove
Reply to  Emmanuel
1 mês atrás

E por falar em furtividade é sempre bom lembrar disso aqui kkkkk: https://www.aereo.jor.br/2018/09/25/aconteceu-de-novo-o-invisivel-f-22a-raptor-foi-flagrado-na-siria/

Andre
Andre
Reply to  Yuri Dogkove
1 mês atrás

Esses títulos de matérias com viés de clique bait confundem né?

Invisível é só o avião da mulher maravilha.

RENAN
RENAN
1 mês atrás

Quem pode pode!
uma obra de arte, parabéns aos russos por levar a sério sua defesa

Antunes 1980
Antunes 1980
1 mês atrás

Este vetor é comparável ao F-15X, Eurofighter Thyphoon ou Rafale.
Ficando longe das capacidades do F-22 e do F-35.
Independente disso, ele é o melhor vetor russo da atualidade.
Alguém sabe qual país opera o SU-35, além da Rússia, China e Indonésia?

Andre
Andre
Reply to  Antunes 1980
1 mês atrás

Pois é, um dos melhores caças de 4 geração, mas já vimos no confronto irã x Iraque o que um avião de uma geração a frente pode fazer.

Funcionário da Petrobras
Funcionário da Petrobras
Reply to  Antunes 1980
1 mês atrás

“Comparável ao F-15X, Eurofighter Thyphoon ou Rafale, ficando longe das capacidades do F-22 e do F-35”.
Incoerente sua analogia.

Junior
Junior
Reply to  Antunes 1980
1 mês atrás

Egito comprou 30 se não me engano, a Indonésia ainda esta em tratativas, mas não assinou nada por enquanto, eu li qualquer coisa sobre a Argélia assinar um contrato para compra de 14 Su35.

Jmgboston
Jmgboston
1 mês atrás

https://www.thedrive.com/the-war-zone/37784/watch-an-f-35-drop-a-b61-nuclear-bomb-in-this-first-ever-declassified-video

Achei essa notícia bem mais interessante. O F35 entregando armas nucleares em vôo supersônico.

Last edited 1 mês atrás by Alexandre Galante
Andre
Andre
Reply to  Jmgboston
1 mês atrás

Por essa notícia, os alemães fecharam com o super Hornet. Não tinha sido o eurofighter?

JuggerBR
JuggerBR
1 mês atrás

Porque manter os motores descobertos? Não aumenta muito o RCS, fora o infravermelho do avião?

Rodrigo M
Rodrigo M
Reply to  JuggerBR
1 mês atrás

Caro Jugger,

Se observarmos bem o motor não é totalmente descoberto, parece ser envolvido em uma espécie de capa metálica de um material que não fazemos a menor ideia do que seja..

O F-15 também tem uma particularidade de não ter as “pétalas” do bocal de escape do motor por uma questão de aerodinâmica..

No caso do SU-35 já imaginei se tratar de alguma facilidade para a manutenção, troca do motor ou coisa do tipo..

Ou seja, coisas de projeto que estão além da nossa humilde compressão..

Paulo Sollo
Reply to  Rodrigo M
1 mês atrás

Olá amigo. A ausência das pétalas nos bocais dos motores do F-15 não se dá por questão de aerodinâmica, mas devido a um problema no projeto que ocasionava grande vibração nesta área fazendo com que as pétalas se soltassem em vôo.
Decidiram simplesmente não utilizá-las já que não dava para sanar o problema pois exigiria uma alteração no projeto.
Sem as pétalas seu consumo aumentou em 3% mas não alterou sua performance.

Rodrigo M
Rodrigo M
Reply to  Paulo Sollo
1 mês atrás

Sim..
Mais ou menos o que eu quis passar, mas sem entrar em detalhes e preciosismos desnecessários para não sobrecarregar o comentário, afinal foi apenas um exemplo aleatório..
De toda forma agradeço o complemento.

Matheus Augusto
Matheus Augusto
1 mês atrás

Já falei isso antes e repito, os Russos fazem muito com pouco, tendo um PIB do tamanho do PIB Brasileiro os caras conseguem produzir de tudo e muitos equipamentos de qualidade. Imagine se fossem uma super potência econômica como os EUA ou a China, seriam a maior potência militar do mundo. Pra mim, nosso país perde muito em não adquirir mais material militar desse povo, espero que isso comece a mudar agora.

Tiger 777
Tiger 777
Reply to  Matheus Augusto
1 mês atrás

Os Russos foram um dos povos mais atacados, da história. Começa com os mongóis, tártaros, cavaleiros teutônicos, Império Otomano, Poloneses, Suecos, Franceses, Alemães (Ingleses, Franceses, Japoneses, Norte-americanos) durante a revolução de 1918, até o Hitler.
Sua geopolítica, visa ter um poder de dissuassão que evite “aventuras”. Este link aqui é bom pra entender: https://www.youtube.com/watch?v=iGIQz69UPPc

Bispo
Bispo
1 mês atrás

Rússia tem 120 SU-35 ativos.

Nilton L Junior
Nilton L Junior
1 mês atrás

Enquanto isso na MIG Corporation estão preocupado com Fulcrum-F.

Funcionario da Comlurb
Funcionario da Comlurb
1 mês atrás

Impressionante o nível de conhecimento dos foristas. Vocês deviam estar no Pentágono ou no Mindef Russo. Realmente impressionante.