Home Exercício Artic Challenge 2015: a participação francesa a partir de base da Finlândia

Artic Challenge 2015: a participação francesa a partir de base da Finlândia

478
1
Caça Mirage 2000 C e dois F-18 da Finlândia no ACE 2015 - foto Força Aérea Francesa
Caça Mirage 2000 C francês e dois F-18 da Finlândia no ACE 2015 – foto Força Aérea Francesa

Seis caças Mirage 2000 de dois esquadrões franceses participam do ACE 2015, que diariamente lança três vagas de caças de bases na Noruega, Finlândia e Suécia, em cenários complexos que chegam a envolver cem aeronaves

A França participa da segunda edição do ACE (Artic Challenge Exercise – exercício desafio ártico) com seis caças Mirage 2000 de dois esquadrões diferentes, no exercício realizado a partir de bases da Noruega, Suécia e Finlândia que começou em 22 de maio e vai até 5 de junho.

No ACE 2015, que reúne 4.000 participantes de nove países (Alemanha, Estados Unidos, França, Finlândia, Holanda, Noruega, Reino Unido, Suécia e Suíça), quatro caças Mirage 2000-5 do Esquadrão 1/2 “Cigognes” de Luxeuil, além de um Mirage 2000 C e um 2000 B do Esquadrão “Île-de France” de Orange decolam a partir da Base Aérea de Rovaniem, na Lapônia finlandesa. Devido à região em que estão operando os 108 militares franceses destacados para o exercício, nota da Força Aérea Francesa sobre o Artic Challenge 2015 destacou que os caças Mirage estão “no país dos 1.000 lagos”.

 Artic-Challenge-2015-linha-de-voo-Mirage-2000-foto-Força-Aérea-Francesa.jpg
Linha de voo de caças franceses, com Mirage 2000-5 do esquadrão ‘Cigognes’ em primeiro plano – foto Força Aérea Francesa

 

O destacamento francês também inclui pessoal dos esquadrões de apoio técnico aeronáutico, pessoal médico, técnicos de sistemas de informação e comunicações aeronáuticas, comandos, além de especialistas do esquadrão de programação e instrução de guerra eletrônica (EPIGE) de Mont-de-Marsan.

Outras bases que abrigam as aeronaves dos nove países participantes são as de Bodø, na Noruega, e Kallax, na Suécia. Trata-se de um dos maiores exercícios realizados na Europa, com cerca de 100 aviões, o que implica na distribuição em mais de uma localidade – segundo o tentente-coronel Isaac, comandante do destacamento francês, “nenhuma base na Europa pode acomodar (sozinha) um dispositivo como este”.

Un Saab JAS 39 Gripen Suédois au roulage lors de l'exercice Arctic Challenge 2015 à Rovaniemi en Finlande.
Caça JAS 39 Gripen da Suécia operando a partir de Rovaniemi, Finlândia, base onde também estão abrigados os jatos Mirage 2000 franceses participantes do Arctic Challenge 2015 – Foto Força Aérea Francesa

 

No ACE 2015, três vagas de caças decolam todos os dias para as áreas de treinamento. Na primeira vaga, operam juntos apenas os aviões estacionados na mesma base – no caso dos caças franceses desdobrados em Rovaniemi, na Finlândia, isso implica em exercícios com jatos finlandeses e suecos também abrigados ali.

Já na segunda vaga do dia, cerca de 100 aeronaves das diferentes bases se reúnem num cenário complexo. Por fim, há a terceira vaga, considerada “extra”, para otimizar os treinamentos.

FOTOS: Força Aérea Francesa

VEJA TAMBÉM:

1
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Iväny Junior Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Iväny Junior
Visitante
Member

Quando a Luftwaffe manda Typhoons a frança não manda Rafale. O que é uma pena… rsrsrsrs