sexta-feira, maio 7, 2021

Gripen para o Brasil

Força Aérea Brasileira intercepta aeronave com mais de meia tonelada de cocaína

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

A aeronave foi interceptada no estado do Amazonas e direcionada para realizar pouso obrigatório em Porto Velho (RO)

A Força Aérea Brasileira (FAB) interceptou, nesta quinta-feira (08/04), uma aeronave classificada como suspeita, segundo informações de inteligência da Polícia Federal (PF), no estado do Amazonas. As ações envolveram dois caças A-29 Super Tucano da FAB, além de todo o Sistema de Defesa Aeroespacial Brasileiro (SISDABRA).

A aeronave bimotor, modelo B-58 Baron, foi interceptada no Amazonas, por volta das 13h05. O bimotor foi abordado por um A-29, o qual aplicou as Medidas de Policiamento do Espaço Aéreo. A aeronave interceptada passou pelos procedimentos de averiguação e persuasão até ser ordenada a executar o pouso obrigatório em Porto Velho (RO), tudo sob a coordenação conjunta do Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE) e da Polícia Federal.

Na sequência, o bimotor realizou pouso em uma área de pasto em Porto Velho, onde a Polícia Federal assumiu as ações. Os dois pilotos ocupantes da aeronave se evadiram, sendo que um deles foi preso posteriormente em flagrante pela PF. Na aeronave foram encontrados 578,5 quilos de cocaína.

O Comandante de Operações Aeroespaciais, Tenente-Brigadeiro do Ar Jeferson Domingues de Freitas, classificou a operação como de extremo sucesso. “Nesse tipo de missão nós percebemos a importância do trabalho conjunto da FAB com a Polícia Federal e demais órgãos de segurança. Ressaltando o comprometimento dos militares da FAB, que estão 100% envolvidos e dedicados a garantir uma navegação aérea segura. Contamos com uma estrutura e com profissionais que estão disponíveis 24h para executar esse tipo de missão”, destacou.

As ações fazem parte da Operação Ostium para coibir ilícitos transfronteiriços, na qual atuam em conjunto a FAB e Órgãos de Segurança Pública, e em cumprimento ao Decreto nº 5.144 de 16 de julho de 2004. Saiba mais sobre a Operação Ostium.

FONTE: Força Aérea Brasileira

- Advertisement -

92 Comments

Subscribe
Notify of
guest
92 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Rodrigo.

Esse aí é peixe pequeno perto daquele militar da FAB preso levando droga pra Europa no avião do GTE

Last edited 28 dias atrás by Rodrigo.
Antônio Palhares

Não Rodrigo .
O Mané, sargento sem noção foi pego com 39 kilos.
Este da matéria com mais de 500 kilos.

Rodrigo.

Na verdade foram varias viagens do sargento. Voar na Amazônia com drogas é até comum, incomum é voar com drogas no avião presidencial pra Europa.

Last edited 28 dias atrás by Rodrigo.
Antônio Palhares

Este vagabundo que foi preso com 500 kilos teria feito quantas viagens ?
Ele teve sorte do piloto da FAB não ter acionado a .50.

Matheus Mascarenhas

Entra a Lei do Abate, meu jovem. A FAB só realiza o tiro de destruição com autorização do presidente. O máximo são uns tiros de aviso

Rinaldo Nery

Isso foi regulamentado em 2004. A autorização é do COMANTAER, por delegação de competência. Li abaixo comentários falando sobre regulamentação de lei. Já foi feito em 2004, e a FAB abate, sim.

guest

Você não sabe o grau de pureza desses 500kg…..

Caerthal

Comentário carniça detectado.

Rodrigo.

A verdade machuca o ego dos sensíveis.

Nilo

O que machuca é o meu nariz do cheiro de M##@* que exala da sua cabeça, quando você inclui a FAB.

igortepe

O sargento é da FAB.

Tomcat4,2

Mas não foi a FAB q traficou e sim a pessoa que se usou do oportunismo para o fazer.
Vaso ruim tem em todo canto e isso não diminui em nada a instituição a qual quando descobre este e outros delitos é rápida no punir, devidamente, os envolvidos.

Last edited 26 dias atrás by Tomcat4,2
Pedro

Verdade. A Instituição é maior que os seus instituidores, pena, que em nosso País é o inverso que acontece, vide as tapas em nossa cara que estamos levando desde o ano passado.

Aumento do soldo em plena pandemia, os itens como cerveja heineken e picanha em licitações.

Joao Motta

Posso estar enganado, mas a ultima noticia que eu soube, o sargento estava preso juntamente com a noiva dele. Coisas desse tipo acontecem e sempre vao acontecer. O que importa num caso desses e a atitude que se toma depois do acontecido; se desconversam e empurram para debaixo do tapete, ou se tomam as devidas providencias (cadeia nele).

igortepe

Só que está preso na Espanha. Se estivesse aqui no Brasil, tribunal militar dava baixa e promovia para tenente.

Nilo

Parasitismo. Inútilismo.
Querendo trazer a pecha de trafico para dentro da FAB?

Last edited 28 dias atrás by Nilo
Greyjoy

Sinceramente, você acha que não há sementes ruins na FAB dispostas a algo do tipo, se é que já não existe?

Ora, no EB tivemos alguns casos de armamento sumindo dos arsenais e indo parar nas mãos de traficantes.

Não estou dizendo que a instituição em si pratique isso ou seja falha, mas é inegável que há ervas daninhas em todo canto.

igortepe

Otário!! O marginal é sargento da FAB.E não é o primeiro caso.

Nilo

Infantil, você acha mesmo que precisa me explicar isso?
Aprenda a diferenciar entre indivíduo e instituição.
Se o sargento da FAB, no exercício da sua função, praticou atividade ilícita que fere frontamente a conduta, ele é um marginal, o ser sargento é apenas circunstancial, até o momento que seja descoberto, julgado e condenado.
Sua fala:”Só que está preso na Espanha. Se estivesse aqui no Brasil, tribunal militar dava baixa e promovia para tenente.” Sobre este tipo de raciocinio, já falei o que penso: cheiro de M##@*.

Last edited 26 dias atrás by Nilo
Dart

deve ser mesmo. se investigar um pouquinho mais, acham também chocolate de uma marca de luxo.

Elias

Sim e ele foi descoberto depois dos tempos vermelhos , imagina. Que passava antes….

Flanker

O que tem a ver o c* com as calças? Uma ação totalmente diversa da situação citada por ti. E o militar envolvido está preso…e outros tb presos ou indiciados. E o que isso denigre o trabalho feito pela FAB no caso citado no tópico? Patéticos esses lacradores de redes sociais……

Marcelo Andrade

Onde assino Flanker? Discordo as vezes de suas colocações aqui mas esta foi ótima!!

Antônio Palhares

Um certo ministro corrupto, de um certo partido, que foi preso.
Fez acordo para dedurar os comparsas, igualmente meliantes. Devolveu mais de oitenta milhões. Pergunta.
Quanto esta ” celebridade” e seus parceiros roubaram a ponto de devolver oitenta milhões ?

Mk48

Sigo o relator.

Marcelo Andrade

Comentário inoportuno e imbecil!

JT8D

Mais um tonto querendo aparecer …

Karl Bonfim

Cara, desvios de condutas existem em todos com presença de seres humanos, as FFA`s não uma exceção!

Alex Faulhaber

Imagina há quanto tempo isso acontece…desde governos passados

Gabriel BR

Assim o pessoal lá em Brasília vai ficar triste rsrsrsrsrsrs

Nilo

Se querem, que tragam em seus helicopteros e pouse em suas fazendas..

Caio

Primeiro parabéns a FAB, que reforça o que penso da maior vigilância das forças armadas sobre nossas fronteiras.
Segundo será que a aeronave É MAIS UMA de um algum “nobre” político nacional? que passam ilesos das cobrança dos inteligentes, que só cobram lisura do STF.

igortepe

E as que passaram??

LUIS NATAL

O conjunto SISDABRA, E-99 (que não foi citado, mas certamente participou da operação) e os A-29 é um verdadeiro sucesso naquelas bandas! Um prejuízo de cerca de 15 milhões aos traficantes.

Marcus Pedrinha Pádua

Fora o valor do avião… Parabéns à FAB.

Nilo

CECOMSAER.
Cabe dar publicidade, vídeo, por todos os meios. Essa atividades executadas pelo ST (Brasil, Colômbia, Afganistão..), precisa grudar nas cabeças das Forças Armadas mundo afora.

Jadson Cabral

A aeronave pousa, os pilotos fogem e logo depois estão fazendo a mesma coisa… seria melhor abater logo, visto que é muito difícil pra PF já estar em terra assim que a aeronave pousar.

Marcelo Andrade

Leia de novo, um deles foi preso. O importante é o preju!

Paulo Sollo

É extremamente raro prenderem algum e para o tráfico internacional perder 578 kg é migalha.

Todos os dias dezenas de aeronaves, barcos, caminhões, carros transportam muitas toneladas usando o Brasil como rota e a parcela que é capturada é diminuta em relação ao que passa.

Se as aeronaves fossem abatidas pelo simples fato de desobedecerem a ordem de pousarem onde foi ordenado, os pilotos do tráfico iriam pensar seriamente antes de se lançarem num pasto qualquer.
A maioria, se não todos, prefeririam serem presos do que mortos, e isto iria ajudar tremendamente nas investigações.

igortepe

E alguns pagam um pedagiozinho para passar.

Antônio Palhares

Não foi sucesso.
O piloto não aterrissou onde o piloto da FAB mandou e se evadiu.
Dando trabalho para ser preso e um fugiu.
O piloto caçador tem que indicar a pista onde o vagabundo tem que descer e deixar claro que aciona a .50 se o desgraçado não obedecer.

Nilo

Onde assino?
A sugestão merece um baixo assinado para alteração da lei Lei nº 9.614/98.

Last edited 28 dias atrás by Nilo
Saldanha da Gama

2!!!!!!!!!!! perfeito

Flanker

Abaixo assinado.

Luis

Antônio, respeitosamente vou discordar de vc! Considero sucesso sim.! Na minha opinião tanto a aeronave (provavelmente roubada) e o piloto são instrumentos sem importância. É equipamento e mula! Agora a apreensão de quase 600 kg da droga é uma baixa considerável na organização criminosa. Duas ou três apreensões em sequência vão começar a tentar outra rota. Abc

Nilo

Palhares também acha que foi um sucesso, ele apenas quis dar um tom mais forte a argumentação. 600kg para eles não é nada, prejuízo material para eles não é nada, perante os lucros exorbitantes auferidos, já na primeira inteceptação eles irão mudar o procedimento.

Last edited 28 dias atrás by Nilo
Marcelo Andrade

Então, pára de interceptar e vamos para nossas casa né? Para que leis se continuam transguedindo?

Nilo

“Então, para de interceptar” – é sua opinião 
“Para que leis se continuam transgredindo?” – é sua opinião.
Minha opinão segurança juridica quem tem que ter é o piloto.
“Você vai defender o piloto por homicidio doloso?”. Porque da pergunta? Você está defendo do Direitos do Traficante?
Minha opinião: Portanto a necessidade de alterar a Lei da Abate.
Traficante tem que ser tratado assim (no rigor da lei-sem por em risco criança, não é?):
https://www.youtube.com/watch?v=Nuxk4q15PQc

Last edited 27 dias atrás by Nilo
Marcelo Andrade

Perfeito Luis. Mas não adianta véio, qualquer notícia por mais que seja ótima envolvendo os nossos militares serão lacradas! Existe um ódio cultural e infelizmente, em um blog sobre defesa, está ocorrendo muito mais do que em outros sites!

igortepe

Se os militares fossem todos impolutos, ninguém estaria comentando.

Flanker

Eu sou crítico das FFAA em vários setores, mas da maneira que vc coloca, parece que nenhum setor da sociedade tem problemas com crimes, desonestidade, etc. Parece que apenas as FFAA tem problemas com isso. É óbvio que existem crimes envolvendo militares, dentro e fora dos quartéis.

igortepe

Apreenderam 600 quilos, e na mesma semana passou 20 vezes mais por barco ou por via aérea mesmo.

Antônio Palhares

Luis
Respeitosamente obrigado

Marcelo Andrade

Amigo, não estamos em guerra. Tem que haver segurança jurídica para abater, são 8 procedimentos. Você vai defender o piloto por homicidio doloso?

Antônio Palhares

Marcelo.
Apenas isso.
O piloto fornece as coordenadas da pista para o vagabundo aterrissar.
O cara muda de rota ostensivamente , pousa em local conveniente para “escafeder- se”. Está querendo ir para o vinagre.

HSJ

O abate de aeronaves civis é algo complicado por demais. E se fosse decretado que qualquer aeronave em atitude suspeita, que não obedecesse imediatamente as ordens da FAB quando interceptados, fosse abatida? Isso com certeza teria um impacto tremendo nas operações dos narcotrafico. A começar que qualquer piloto civil iria pensar duas vezes em entrar nesse negócio. Porém tem o outro lado. Sabendo disso os traficantes logo iriam encher suas aeronaves de gente inocente, possivelmente crianças. Imagine a mesma aeronave com meia tonelada de cocaína, mais 5 crianças a bordo sendo abatida por um caça da FAB?

Rinaldo Nery

Já foi decretado, faz tempo.

HSJ

Acho que nas operações de patrulha de fronteira, uma aeronave de asas rotativas, com alguns agentes bem armados a bordo, deveria acompanhar as interceptações. Assim seria possível acompanhar a aeronave suspeita até no pouso, onde quer que acontecesse. Claro que isso carece de uma análise de viabilidade. Os custos seriam bem maiores que utilizar somente os Super Tucano nessas operações. Agora não sei como estão sendo empregados os AH-2 Sabre, se há alguma vantagem na utilização de helicópteros de ataque neste tipo de ação. Se não me engano os Sabre só atuam na região Amazônica, e os custos de operação… Read more »

Bardini

Os Mi-35 foram empurrados goela abaixo da FAB com a desculpa totalmente absurda de desempenhar justamente essa missão.
.
Cadê os Mi-35?

Yuri Dogkove

Com todo o respeito ao senhor! Mas mesmo sendo essa a desculpa utilizada para a aquisição do mesmo, você sabe muito bem quais as situações que o Mi-35 pode ser empregado… E interceptação de monomotor convenhamos, até um adolescente sabe que é bem difícil.

Leandro Costa

Yuri, essa foi a desculpa do governo. Foi o governo que comprou os Mi-35 e a FAB foi obrigada a aceitar. Foi condição para que os Russos comprassem nosso frango.

Yuri Dogkove

Eu sei que ele foi moeda de barganha! Mas não quer dizer que ele seja dispensável ou inútil, como alguns tentar “pintar”! Só pra lembrar que ele é um heli de ataque, e só porque ainda não surgiu uma situação real que ele possa ser empregado, não quer dizer que ele tem que ser descartado! Afinal, ninguém sabe o dia de amanhã.

Leandro Costa

Não é exatamente uma questão de ser inútil. Mas a desculpa dada por aqueles que foram obrigados à operá-lo não é válida. Seria mais fácil simplesmente dizer que é um helicóptero de ataque, e que caso seja necessário sua utilização, ele vai ser usado como tal. Ainda assim, são aeronaves que não foram escolhidas pela FAB, cuja logística de suporte operacional não se enquadra em nada nem remotamente parecido que a FAB opere, então por mais que estejam operacionais, por mais que tenham disponibilidade (e isso é algo que gera até controvérsia), talvez ele simplesmente não esteja fazendo com que… Read more »

Bardini

O Mi-35M é uma baita máquina… . E daí? . Tu tens conhecimento dos custos e da dor de cabeça que será a negociação do Engine Overhaul dessas aeronaves? A motorização desses helicópteros é ucraniana. Quando entubaram a FAB com isso aí, a Criméia já tinha ido pro brejo? . O dinheiro que gastamos sustentando o Poti ativo, poderia estar financiando uma modernização dos nossos Super Tucanos, por exemplo. O dinheiro gasto no Poti, poderia estar viabilizando mais UAVs para o Esquadrão Hórus. E assim segue as opções mais racionais e uteis… . Vamos gastar mais dinheiro com o Poti… Read more »

Last edited 27 dias atrás by Bardini
Salim

Muito difícil helicóptero acompanhar avião bimotor.
Um supertucano já foi pago nesta operação, prejuízo neles.
Parabéns envolvidos.

Marcelo Andrade

Amigo, são 18.000 km de fronteira seca, nem os EUA conseguem deter a invasão pela fronteira mexicana que é menor.

Mk48

Prezado Marcelo,

Me permita uma correção, sem nenhum demérito ao seu comentário : São 15.000 km de fronteira seca e 10.000 km maritima.

Abs.

Leandro Costa

O que eu faria diferente é tentar arranjar alguma forma de equipar os A-29 nesses esquadrões daqueles pods de FLIR maravilhosos, para que eles mantenham vigilância sobre o piloto(s) que tentassem se evadir até a chegada do(s) helicóptero(s), seja da PF ou FAB para fazer a prisão do suspeito. Pode não ser a melhor solução, mas para esse tipo de coisa chega à ser relativamente fácil convencer a sociedade/políticos de sua utilidade, e de quebra a FAB acaba conseguindo financiar mais um equipamento que pode ser útil em um monte de situações.

Flanker

Olá, Leandro. A FAB já possui FLIR para os A-29.

images (16).jpeg
eslima70

Excelente trabalho da FAB. Agora imagina a situação a Argentina, com o trafego aéreo livre!

Marcelo Andrade

Mesmo com a situação deles , eles utilizam radares de construção própria junto com importados e aviões Tucano. Mas a faixa de fronteira é bem menor!

Rinaldo Nery

Argentina quase nem tem radar. Eu vôo pra lá.

Marcelo Andrade

Parabnes a FAB e seus pilotos. Parabens a PF!!!

Nilo

A Lei do Abate tem que ser alterada, para que o piloto tenha segurança juridica – e o abate se necessário, seja feito em resposta a altura da transgressão:
https://www.youtube.com/watch?v=Nuxk4q15PQc

Rinaldo Nery

Já foi feito, faz tempo.

Wagner

Enquanto tiver medico, advogado, politico, juiz, artista, apresentador de televisão e gente rica esbaldando o nariz no pó, trafico nunca vai acabar.

Defensor da liberdade

E o que você sugere então? Executá-los em Gulags como fazia a URSS e a China, e agora as Filipinas? Acabe amanhã com as cervejarias, alambiques, etc, e verá novos Al Capones largarem a maconha e o ópio para traficar bebidas, como nos EUA nos anos 20.

Nilo

“Enquanto tiver medico, advogado, politico, juiz, artista, apresentador de televisão e gente rica esbaldando o nariz no pó, trafico nunca vai acabar.”
É uma falsa premissa que não serve para nada.
Talvez queira dizer, quem sabe, se acabar com médico, advogado, político, juiz, artista, apresentador de tv e gente rica, o tráfico acabe. rsrsrsr.

Last edited 27 dias atrás by Nilo
Flanker

Ninguém falou em acabar com os viciados….eles precisam, sim, é ser responsabilizados, assim como os traficantes, pelo que fazem. Se tu é pego com alguns gramas de cocaína e alguns baseados, não acontece nada. …..mas, como dizia capitão Nascimento “São vocês (usuários) que financiam essa porr@!”……o resto é consequência.

Defensor da liberdade

Os usuários financiam por que não tem outra fonte que não o tráfico, graças à proibição pelo governo. Ninguém ouvia falar da Bayer trocando tiros por aí por causa da heroína. E olhe que se usava heroína nos anos 20 igual doce, largamente utilizada em consultórios médicos.

Wagner

Outro caso de dificuldade cognitiva. Leia a resposta acima, serve para você e estou com preguiça de escrever.

Wagner

Apenas constatei que só há tráfico porque há uma demanda (enorme) para tal. E como eu sou um defensor da liberdade eu sugiro a discriminalização, regulamentação e taxação dos produtos. Usa quem quer, gera imposto, e assume as consequencias pelos seus atos. Assim como é com o álcool e nicotina, duas drogas legais mas nem por isso beneficas ao usuario e a sociedade.

Last edited 23 dias atrás by Wagner
Bruno Vinícius Campestrini

Correção: o tráfico nunca vai acabar. Existem formas de reduzir, mas acabar infelizmente não têm como, é um negócio lucrativo demais para isso.

Wagner

Exato

Leonardo M.

O dia que a FAB derrubar aviões igual em países sérios esses voos vão diminuir em uns 99%

Defensor da liberdade

Vai aumentar, quanto maior o risco maior o prêmio.

Wagner

Quais paises serios tem abatido avioes do tráfico?

Nilo

2018- FAB abate aeronave com drogas na fronteira – Operação Ostium – A-29 da FAB – não tinha plano de voo, estava com uma matrícula falsa.
https://www.youtube.com/watch?v=Mr7Hi1mwxuU&t=4s

Rinaldo Nery

Já abatemos.

Nilo

👍

Funcionário da Petrobras

Leonardo.
Como falaram acima, não vou reescrever pra não ser repetitivo, e embora tenha lei que permita, derrubar uma aeronave pode acarretar em diversos riscos e consequências.
O dedo do caçador deve coçar no manche, mas eles não podem fazer muito mais além de disparos de advertência no horizonte.

Last edited 23 dias atrás by Funcionário da Petrobras
Rinaldo Nery

Podem, e fazem.

Reportagens especiais

Saab Press Trip 2019 – parte 2

Entrega do primeiro Gripen E brasileiro Por Guilherme Poggio Linköping é uma cidade pequena para os padrões brasileiros (possui cerca de...
- Advertisement -
- Advertisement -