Home Aviação de Ataque SIMULAÇÃO: Rafales da Índia versus J-20 da China

SIMULAÇÃO: Rafales da Índia versus J-20 da China

5454
88

Índia e China continuam com tendo problemas na fronteira, desta vez acusando-se mutuamente de disparar tiros de advertência para o alto ao longo de sua disputada fronteira com o Himalaia.

No mês passado a China deslocou dois caças furtivos J-20 para uma base próxima da fronteira indiana.

Ontem (10.09), a Índia incorporou os cinco primeiros caças Rafale à sua Força Aérea.

Qual seria o resultado de um combate aéreo entre os novos caças Rafale da Índia e os J-20 stealth da China?

Softwares de simulação e análise como o Command Modern Operations podem nos ajudar a encontrar respostas.

Assista ao vídeo a seguir:

Subscribe
Notify of
guest
88 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcelo Silveira 75
Marcelo Silveira 75
2 meses atrás

Surpreso pela letalidade do Rafale.
Deu trabalho o delta francês.
Pra um vetor de 4°+, até que se saiu bem frente ao J-20 .

O J-20 não fez mais que a obrigação, pra um caça de 5° geração, se é que tem essa qualidade toda.

Más pra cenário de América do Sul, seria interessante simular, Gripen-E vs Rafale!

Last edited 2 meses atrás by Marcelo Silveira 75
Rogério Loureiro Dhierio
Rogério Loureiro Dhierio
Reply to  Marcelo Silveira 75
2 meses atrás

Putz foi o que pensei. Talvez a lavada dos Rafales em cima dos bicudos não se repita com o F-39.

filipe
filipe
Reply to  Marcelo Silveira 75
2 meses atrás

O Rafale é superior ao Gripen, a unica desvantagem dele é ser caro… A hora de voo é muito cara, do resto o Rafale esta na Gama dos caças mais avançados da actualidade.

OSEIAS
OSEIAS
Reply to  filipe
2 meses atrás

Gripen nem operacional está, isso mostra o quão novo é seus sistemas e você crava uma dessas.

Lucianno
Lucianno
Reply to  filipe
2 meses atrás

A hora de vôo do Gripen E vai ser próxima a do Rafale.
E parem com aquela fake news de hora de vôo do gripadinho de U$ 4000. Tem que ser muito lesado para acreditar nisso. Isso não existe. Tem uma reportagem paga pela SAAB onde um fanfarrão escreve isso mas é mentira. Desafio alguém postar algum usuário de exportação do Gripen confirmado isso.

Ulisses
Ulisses
Reply to  Marcelo Silveira 75
2 meses atrás

Olá Marcelo. O que ocorre é que como o GRIPEN E é muito novo, sua suite de guerra eletrônica e performance de radar e aviônica em geral ainda não estão atualizadas no simulador. Tipo, o rafale f3r tem tudo lá e o GRIPEN tem um ECM advanced genérico do simulador. Ainda não tem o AREXIS com seus receptores de nitreto de gálio por exemplo. Então quando vc vai simular o resultado é a favor do Rafale mas não é representativo devido às razões acima. Só quando os dados estiverem atualizados dá pra fazer uma simulação melhor. Pra quem interessar dá… Read more »

Lucianno
Lucianno
Reply to  Marcelo Silveira 75
2 meses atrás

Tudo chute. O J20 solta pecinha e não faz frente ao Rafale no mundo real. Só é bom no video game.
Não tem Rafale e nem vai ter na pobreza da América do Sul. Por aqui somente caças baratos de segunda linha.

Helio
Helio
2 meses atrás

Precisava de uma análise mais específica, e com informações que não estão disponíveis.
Mais parabéns pelo trabalho, o site cada dia evolui mais!!!

Last edited 2 meses atrás by Helio
DanielJr
DanielJr
Reply to  Helio
2 meses atrás

Como farão análise com informações que não estão disponíveis? Vão chutar dados?

Alexandre Cardoso
Alexandre Cardoso
Reply to  DanielJr
2 meses atrás

Se está no simulador, a princípio há informações disponíveis.

DanielJr
DanielJr
Reply to  Alexandre Cardoso
2 meses atrás

Sim, há informações disponíveis, mas não deve ser todas. Eu entendi que o Helio quis uma análise com esses dados e outros que não estão disponíveis, provavelmente dados secretos. Aí eu não vejo como.

Wagner
Wagner
Reply to  DanielJr
2 meses atrás

Também penso assim. É óbvio que há inúmeros dados de performance e eletrônica que são mantidos a sete chaves. Simuladores como esse são bons para entretenimento apenas.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  DanielJr
2 meses atrás

Isso. E confiando na propaganda de quem gastou bilhões em desenvolvimento ou compra, com comprometimento geopolitico, sem falar em quem quer vender.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
2 meses atrás

Um 5° geração sempre será superior a um 4° geração. Por mais inferior que seja a sua furtividade em comparação aos mais furtivos ele não deixa de ser furtivo ao radar que é a base dos caças de 4° geração para busca, pontaria e ataque aos alvos á distância.

rodrigo
rodrigo
Reply to  Cristiano de Aquino Campos
2 meses atrás

O Rafale leva vantagem no seu sistema eletrônico, radar, armamento e principalmente seus poderosos motores que e o maior ponto fraco dos chineses…

Rodrigo M
Rodrigo M
Reply to  rodrigo
2 meses atrás

Interessante sua afirmação que o Rafale “leva vantagem” nos sistemas eletrônicos e radar..
Informações seguras ou achismo mesmo?
Quanto aos motores, o caça francês tem atualmente uma das piores relações peso-potência entre os 4.5G.
Já rendeu muita matéria, pesquise..
Teoricamente, o único item que temos o beneficio da duvida é armamento.

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Rodrigo M
2 meses atrás

Rodrigo, relação potência / peso do Rafale esta entre os melhores da geração dele, não pior.
É melhor que F-16, Gripen E, Super Hornet, Su-30, F-15E, etc. Só fica atrás do Eurofighter, Su-35 e MiG-35.

O motor do J-20 é fraco para o tamanho e peso do caça. Não fornece empuxo suficiente para supercruise.

Existem dúvidas sobre a igualdade dos sensores chineses em relação aos ocidentais sim.
Porque o Paquistão foi atrás de sensores italianos?

Evgeniy (RF).
Evgeniy (RF).
Reply to  Luís Henrique
2 meses atrás

If you look closely at the J-20, you will notice that it is most likely not at all intended for flight at cruising supersonic speed.

Rodrigo M
Rodrigo M
Reply to  Luís Henrique
2 meses atrás

Como eu disse, isso já foi discutido e rediscutido a exaustão em vários fóruns etc.. Bem como aqui mesmo no Poder Aéreo.
Acompanho o assunto a pelo menos uns 20 anos.
É só pesquisar.
Também gosto do Rafale, acho muito bonito etc e tal..
Mas isso não muda o fato que atualmente sua relação peso-potência é BAIXA sim em relação a outros 4G. Abaixo de 1:1
Segue um link aleatório entre milhares que você pode encontrar na net:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Taxa_empuxo-peso

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Rodrigo M
2 meses atrás

Caro Rodrigo, este link compara alhos com bugalhos. Coloca a versão M do Rafale que é a mais pesada devido à todo reforço estrutural para operar embarcado em navios aeródromos, coloca o Rafale com 100% do tanque de combustível e o Su-30 com 53% do tanque.

Outros sites colocarão o peso máximo da descolagem, o que também coloca o Rafale em desvantagem porque ele possui muita capacidade de carga, sendo capaz de levar quase 150% do seu peso.

Análise a potência com o peso vazio do caça. Vera que o Rafale esta entre os melhores neste quesito.

Flanker
Flanker
Reply to  Luís Henrique
2 meses atrás

Mas, com peso vazio tb não adianta.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  rodrigo
2 meses atrás

Como disse e você confirmou. O principal trunfo de um caça de 4° geração e a sua eletrônica, os seus radares e suas armas de longo alcance que são guiadas por radar. Só que os caças de 5° geração são projetados e feitos para aparecerem o minimo possivel no radar.
Por isso, um 4°geração sempre vai ser inferior a um 5° geração.

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Cristiano de Aquino Campos
2 meses atrás

Ocorre que o Rafale não é 4a é 4,5 ou 4a Plus. E o J-20 atual não é 100% 5a geração. Talvez um 4,9 rss. O J-20 ainda carece capacidade supercruise, algo que o Rafale possui. A experiência chinesa em caças furtivos é recente, sendo o J-20 justamente o primeiro, então é provável que esteja atrás dos EUA em furtividade. E em avionicos, radares, guerra eletrônica, etc a China deve ter avançado muito nos últimos anos, pois era um país defasado nessas áreas, importando caças soviéticos e russos. Ainda não sabemos se eles conseguiram atingir o mesmo nível dos americanos… Read more »

FighterBR
FighterBR
Reply to  Luís Henrique
2 meses atrás

Rafale não tem supercruise.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  FighterBR
2 meses atrás

E verdade. Boa observação.

Lucianno
Lucianno
Reply to  Cristiano de Aquino Campos
2 meses atrás

Inprecionante o nível de ignorância. Um escreve uma bobagem e outro assina embaixo.

Leo Rezende
Leo Rezende
Reply to  Lucianno
2 meses atrás

É.Realmente,impressionante…

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Lucianno
2 meses atrás

Não e bobagem se você estuda e se informa em mais de um lugar sobre uma informaçâo. O Rafale não tem supercruise ainda. Dos caças de 4° geração plus, os únicos que tem tal capacidade confirmada são, Eurofighter Typhoon( última versão), SU-35, gripen ng, e o Rafale está previsto ter essa capacidade quando receber os novos M-88.
Temos que lembrar entretando, que a capacidade de supercruise só e vantajoso no aumento do tempo de vôo e alcance em velocidade super-sônica baixa.
A velicidade máxima super-sônica, que é a usada em missões de interceptação, continuam a usar o pós-combustor.

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  FighterBR
2 meses atrás

Acredito que tem sim. Não existe confirmação oficial do fabricante, mas muitas fontes alegam Mach 1.2 com 4 mísseis.
O Eurofighter na avaliação Suíça de 2009 saiu que atingiu Mach 1.4

Ocorre que nem todos fabricantes utilizam o termo, pois para mim o supercruise é muito mais para marketing e fãs do que uma capacidade realmente buscada pelas forças aéreas.
Principalmente esses supercruise marginais como o do Rafale e do Gripen.

Não vejo muita vantagem voar 10% ou 20% mais rápido e com isso Reduzir seu alcance e raio de ação em 400%, 500% ou talvez até 800%.

Flanker
Flanker
Reply to  Luís Henrique
2 meses atrás

O alcance seria reduzido nessas magnitudes que vc colocou se o Cruzeiro fosse realizado com PC, o que não é o caso do supercruise.

Lucianno
Lucianno
Reply to  Luís Henrique
2 meses atrás

O Rafale tem supercruise com Mach 1,4 .

Flanker
Flanker
Reply to  Lucianno
2 meses atrás

Qual a fonte?

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Luís Henrique
2 meses atrás

Exato. Nós de 5° geração, o supercruise e vantajoso pois todo o armamento e transportado internemente, portanto sem arrastro aerodinâmico.
Mesmo assim, tense uma perda de alcance em realção ao vôo sub-sônico e uma perda menor do que em velocidade máxima com pós-combustão.

Lucianno
Lucianno
Reply to  FighterBR
2 meses atrás

Lógico que tem. Pesquise antes de escrever bobagem.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Luís Henrique
2 meses atrás

A experiência Chinesa pode ser recente, por isso usaram de espionagem para pular etapas. Já os Franceses, não tem nenhuma experiência ou no minímo a mesma experiência da China só que não construiram um 5° geração.

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Cristiano de Aquino Campos
2 meses atrás

Mesma experiência que a China?

A França constrói caças avançados e exporta para outras nações há décadas.
Os caças franceses sempre tiveram bons resultados em conflitos.

São famosos por serem caras mas letais e possuirem sensores e EW entre as melhores do mundo.

Lucianno
Lucianno
Reply to  Cristiano de Aquino Campos
2 meses atrás

Quanta bobagem. Vai estudar filho, não doe, estudar faz bem.

Leo Rezende
Leo Rezende
Reply to  Lucianno
2 meses atrás

É verdade,quanta bobagem,,,E concordo com você,estudar não dói!

Argos
Argos
Reply to  Luís Henrique
1 mês atrás

Engraçado vc desmerecer o j20 por ser o primeiro caça 5° geração da China. Nunca vi ninguém desmerecer o f22 por ser o primeiro caça americano de 5g…

Pablo
Pablo
Reply to  Cristiano de Aquino Campos
2 meses atrás

“Um 5° geração sempre será superior a um 4° geração.”
é mesmo??
https://www.aereo.jor.br/2019/09/02/video-dogfight-entre-rafale-e-f-22-raptor/

Luiz Konfidera
Luiz Konfidera
Reply to  Pablo
2 meses atrás

Meu filho, no combate visual, Stelth não leva vantagem! Leva vantagem a aeronave mais ágil.
No combate além do alcance visual, stealth sempre vai levar vantagem, desde que tenha mísseis BVR descentes.

Pablo
Pablo
Reply to  Luiz Konfidera
2 meses atrás

bom, mamãe, acho que a senhora precisa de uma boa interpretação de texto!!!
foi dito que um avião de 5 geração SEMPRE será superior ao de 4 geração, o vídeo mostrou o contrário, ou seja, NEM SEMPRE o de 5 sera superior ao de 4.
Simples ou quer que desenhe???

Last edited 2 meses atrás by Pablo
Rodrigo M
Rodrigo M
Reply to  Pablo
2 meses atrás

Pablo, de qual vídeo você está falando?
Porque nesse da matéria a vantagem dos J-20 foi muito ampla em todas as simulações.
Superioridade não significa necessariamente ganhar 100% das situações, mas a maioria.
Talvez quem precise rever a interpretação de texto seja você..

Pablo
Pablo
Reply to  Rodrigo M
2 meses atrás

Bom, vou tentar mais uma vez!!! O Cristiano falou que SEMPRE o caça de 5 geração será superior ao de 4 geração (por isso eu coloquei entre aspas, já que é a fala dele), eu postei um vídeo de um de caça de 4 geração vencendo um caça de 5 geração (era um Rafale x F-22, porem poderia ser qualquer caça de 5 geração) ou seja, NEM SEMPRE um caça de 5 geração será superior ao de 4 geração, e o vídeo mostra e comprova isso. Acho que tu também precisa de uma interpretação de texto!! se o comentário fosse… Read more »

Last edited 2 meses atrás by Pablo
Rodrigo M
Rodrigo M
Reply to  Pablo
2 meses atrás

AH Meu Deussssss…..

O famigerado vídeo de um EXERCÍCIO no qual SUPOSTAMENTE um Rafale teria enquadrado um F-22…

Não sei se você é novo aqui no P.A mas isso na época rendeu milhões de toneladas de comentários.. Chegou a Saturar..

Mas para poupar seu tempo e o meu, vamos lá:
Seus argumentos agora foram fortes e me convenceram.
Realmente o Rafale pode vencer qualquer caça de 5°G.

Sem mais, de minha parte, discussão encerrada.
Abraço.

Pablo
Pablo
Reply to  Rodrigo M
2 meses atrás

acho que o novato aqui não é eu.

DSC
DSC
Reply to  Pablo
2 meses atrás

Pablo, Comparando apenas e simplesmente máquina contra máquina, sim, um 5G é sempre superior a um 4G. Um único video de HUD com uma única suposta “kill” (que na verdade não contou) obtida contra um F-22 em BFM não significa que Rafale é superior a F-22 no dogfight. Um F-4 Phantom já conseguiu uma “kill” sobre um Rafale em pelo menos uma ocasião… http://suptg.thisisnotatrueending.com/archive/29469246/images/1389581456461.jpg Isso significa que F-4 > Rafale? Óbvio que não. Depois disso, (depois desses combates BFM Rafale x F-22 no ATLC 2009) até os franceses reconheceram a superioridade do F-22: http://www.f-16.net/forum/download/file.php?id=22251&sid=1ac19c5d8d50b623fa635a8e3effd45a&mode=view Tradução do Google: “… Em pelo… Read more »

Pablo
Pablo
Reply to  DSC
2 meses atrás

o vídeo mostrou que nem SEMPRE o de 5 geração é superior ao de 4 geração.
Lógico que comparando maquina x maquina o de 5 geração é superior no geral, mas isso não quer dizer que o de 5 geração SEMPRE será superior como foi dito e como eu repeti a fala entre aspas.
Outra simulação foi feita aqui no canal, F-5BR x Rafale, essa mesma simulação o F-5 conseguiu abater o Rafale, isso significa que o Rafale é inferior ao F-5 também?? lógico que não.
Simples!

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Pablo
2 meses atrás

Sim. Já que são gerações planejadas ao inverso. Um e projetado para usar a eletrônica e os radares para enfrentar um adversário enquanto, o outro foi projetado para não ser detectado pelos radares, logo…..

Pablo
Pablo
Reply to  Cristiano de Aquino Campos
2 meses atrás

Logo, como tu falou, nem sempre o de 5 geração será superior ao de 4 geração.

Marcelo Bardo
Marcelo Bardo
2 meses atrás

Sugestão: Gripen E da FAB vs F-16 block 50 da FACH.

Silvano
Silvano
Reply to  Marcelo Bardo
2 meses atrás

Tem que mandar buscar os AMRAAM primeiro, estocados no Arizona.

RPiletti
RPiletti
Reply to  Silvano
2 meses atrás

Se formos pela tua linha, precisaremos aguardar o navio chegar com o primeiro Gripen…

Pablo Astorga
Pablo Astorga
Reply to  RPiletti
2 meses atrás

La diferencia es que el Gripen es el Gripen … y el F-16 FACh es solo un luchador obsoleto en comparación con el Gripen E.

Marcelo Mendonça
Marcelo Mendonça
Reply to  Silvano
2 meses atrás

Silvano, recentemente e FACH fez uma Elephant walk com seus F-16 com AIM-120 nas asas, apareceu aqui mesmo no PA.

https://www.aereo.jor.br/2020/09/04/forca-aerea-do-chile-exibe-seus-f-16-com-misseis-aim-120-amraam/

FighterBR
FighterBR
Reply to  Silvano
2 meses atrás

Esse negócio de AMRAAM estocado nos EUA é conversa da internet. Tem que ser besta pra acreditar nisso, sendo que os chilenos já mostraram seus mísseis nos F-16.

sub urbano
sub urbano
2 meses atrás

Aí é briga de cachorro grande. Essas simulações são muito interessantes. A tatica poderia ser recepcionar o inimigo com os J-20 em combate BVR, logo após ao aproximar em distância que poderia ser detectado o J-20 evade deixando o combate para os J-10 que estariam na mesma formação.

Teropode
Reply to  sub urbano
2 meses atrás

O Rafale está bem equipado para neutralizar as ameaças BVR , no entanto somos livres para sonhar , o fator humano continua sendo importante , se os caras derrubaram um F16 moderno com um Mig 21 , com o Rafale o J20 e J10 não terão chance.

Luís Henrique
Luís Henrique
2 meses atrás

Muito legal as análises, da para termos uma ideia das capacidades dos caças. Claro que não da para ter certeza, já que a China dificilmente passará todos os segredos (pontos fortes e Fracos) do J-20 para os desenvolvedores do simulador e a França, Dassault, Thales, etc também não passarão todos os segredos do Rafale. Outra coisa, as forças aéreas sabendo dos seus pontos fortes e fracos, treinam táticas, que é difícil replicar nos simuladores. O Galante até utilizou uma tática de enviar 2 caças de um lado e 2 de outro, mas existem muito mais coisas. Até o angulo de… Read more »

Rodrigo M
Rodrigo M
Reply to  Luís Henrique
2 meses atrás

Muito bacana… Eu só não quero ser esse piloto do Rafale que vai a frente. ahaha

Luís Henrique
Luís Henrique
2 meses atrás

Outra sugestão boa seria J-20 vs F-35A.
Já que a China está em guerra fria com os EUA.

Rogério Loureiro Dhierio
Rogério Loureiro Dhierio
Reply to  Luís Henrique
2 meses atrás

Boa pedida.

PEDRO HENRIQUE PEREIRA SOARES
PEDRO HENRIQUE PEREIRA SOARES
2 meses atrás

Ótima matéria! Poderia simular um ataque chinês contra uma base de Taiwan? Caso seja possível é claro.

Last edited 2 meses atrás by PEDRO HENRIQUE PEREIRA SOARES
Gabriel BR
Gabriel BR
2 meses atrás

O Gap tecnológico entre 4° e 5° geração no que tange a furtividade é enorme , mesmo quando se trata de um caça como o Rafale. Os caças furtivos sempre vão conseguir detectar e atacar primeiro.

Carlos Roberto Correa
Carlos Roberto Correa
Reply to  Gabriel BR
2 meses atrás

Serão aplicados a nova patente do processo de pintura permitindo furtividade e consequente uma nova classificação de geração pela FAB.

FighterBR
FighterBR
Reply to  Carlos Roberto Correa
2 meses atrás

Que?

OSEIAS
OSEIAS
Reply to  FighterBR
2 meses atrás

O que o Carlos menciona é sobre a carta patente que a FAB recebeu sobre um tinta que diminui o RCS absorvendo as ondas eletromagnéticas tornando a aeronave mais furtiva. Lembrando que a furtividade tem em conjunto o designer do avião junto com materiais absorvedores das ondas eletromagnéticas. Mas eu sempre tive essa duvida, a FAB terá permissão da SAAB para pintar os Gripens com ela?
segue link sobre a tinta

https://www.fab.mil.br/noticias/mostra/24923/TECNOLOGIA%20%E2%80%93%20Aeron%C3%A1utica%20recebe%20carta%20patente%20de%20processo%20de%20pintura%20para%20furtividade%20de%20avi%C3%B5es

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
2 meses atrás

Estou aqui a imaginar a felicidade do KINGS!!!! Rezo para que o maduro não compre os j20…Pensando nisso, que tal Gripen x j20? Será que irão se sair melhor que os caças franceses?

OSEIAS
OSEIAS
Reply to  Saldanha da Gama
2 meses atrás

Quando o LinkBR estiver operacional, acho que até os F5 darão mais trabalho aos inimigos. Pois poderemos utilizar os E-99 para detectar o inimigo e os misseis lançados podem ser guiados pelo link através dos poderosos radares do E99. Isso dará uma enorme vantagem a FAB no teatro BVR, imagine com os Gripens. Abraço

JSilva
JSilva
Reply to  OSEIAS
2 meses atrás

Entendi o que você quis dizer, mas pra guiá-lo de fato, é necessário que o míssil também tenha comunicação por link, e o Meteor não está previsto para o F-5. O que poderia ser feito é o F-5 usar, por meio de link, o radar do E-99 pra LANÇAR, depois disso um míssil “dispare e esqueça” vai calcular o ponto futuro e quando chegar nesse ponto vai ligar seu radar para procurar o alvo onde ele deveria estar, se o alvo, por algum motivo mudar seu curso, o míssil pode não encontrá-lo. Se o míssil tiver um link ele pode… Read more »

OSEIAS
OSEIAS
Reply to  JSilva
2 meses atrás

Isso mesmo, mas nem deveríamos nos preocupar com F5, pois essa tecnologia será embarcada nos Gripens, esses sim serão nossa ponta de lança.

JSilva
JSilva
Reply to  OSEIAS
2 meses atrás

Exato, em breve ponta de lança e tomara que também seja a espinha dorsal, com pelo menos mais um lote.

André Nobre
André Nobre
2 meses atrás

O mais incrível de tudo é que esse simulador é escrito na linguagem LUA…que surgiu na PUC do Rio ….

Andre
Andre
2 meses atrás

Muito legal essa simulação. Ficou claro a vantagem de caças de gerações mais avançadas. Na prática, isso ficou muito claro na guerra Irã x Iraque quando os f14 deram uma surra nos mig 25.

Isso mostra que o su35 não teria chances contra o f35, nem contra o j20.

E tem gente que acha que furtividade é tecnologia obsoleta.

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
2 meses atrás

Se o Rafale se deu mal, quero nem imaginar aquela banheira dos F-16 taiwaneses.

A sorte de Taiwan é os EUA, e olhe lá.

MFB
MFB
2 meses atrás

Estaria tudo certo se o j-20 fosse furtivo, mas não é.

Frank fonseca
Frank fonseca
2 meses atrás

A doutrina de emprego além de demais fatores variantes em um cenário hipotético de combate entre ambas as aeronaves raramente são levados em consideração,antes de haver um combate ar-ar as defesas anti-aereas entram em cena,além claro da atuação das aeronaves de alerta antecipado que podem mudar muito o equilíbrio de poder

Jacinto
Jacinto
2 meses atrás

Galante,
Eu acho que varios leitores são jogadores também. Não seria possivel voce vender o cenário e criar um tipo competição entre os leitores? Alem da diversão e da integração entre os participantes, se tornaria tb uma fonte de renda.
Abs.

Tico
2 meses atrás

Não seria mais inteligente se os indianos adquirissem os F-35? Baseado nessa simulação aí, mesmo com os Rafales, os indianos seriam derrotados, e ficariam sem poder prover a superioridade aérea, e sem superioridade aérea, ela não tem como defender sua infantaria em terra, além de não serem capazes de proteger sua infraestrutura, sendo assim deveriam reconsiderar um segundo lote de Rafales e adquirir uma quantidade razoável de F-35, mesmo que adquiram mais Rafales eles deveriam comprar os F-35. Muitos vão dizer que será um pesadelo logístico mais um tipo de caça diferente para a IAF, mas pesadelo mesmo seria vê… Read more »

Last edited 2 meses atrás by Tico
Lucianno
Lucianno
Reply to  Tico
2 meses atrás

Ninguém sabe a real capacidade do J20. É tudo chute. Pessoalmente eu acredito que é uma porcaria superestimado pelos sites caça likes.
Acredito que a Índia vai comprar o F-35 sim, além de lotes adicionais do Rafale.

RENAN
RENAN
2 meses atrás

Ótima matéria, não se pode menosprezar armamentos chinês pois mesmo sendo inferior aos similares americanos, são letais aos caças 4+

GFC_RJ
GFC_RJ
2 meses atrás

Tenhos umas dúvidas nesse cenário proposto.

1 – Mesmo que não participe diretamente do combate, mas a aeronave AEW indiana consegue ao menos localizar os J-20 antes que estes estejam prontos a atacar?

2 – O Rafale possui a suíte EW Spectra. No cenário do Gripen E vs SU-30, o Gripen utilizou as contra-medidas eletrônicas que influenciou bastante no combate. Os Rafale neste caso não fizeram o mesmo. Os Rafale não puderam lançar mão do expediente?

Last edited 2 meses atrás by GFC_RJ
bjj
bjj
Reply to  GFC_RJ
2 meses atrás

GFC No caso da força aérea indiana, o AEW deles só pode ser a versão indiana do nosso R-99 ou o Beriev A-50. Se a versão deles do R-99 tiver o um desempenho semelhante ao Ereye (não o Ereye ER), o alcance para um alvo do tamanho de um caça (5m²) deve ficar na casa dos 350 km. Considerando o RCS frontal do J-20 no simulador, tido como 0,3m², este deveria ser detectado à uns 180 km de distância. Se o AEW for o Beriev A-50, equipado com o radar EL/W-2090, a distância de detecção deve ser maior principalmente por… Read more »

Lucianno
Lucianno
2 meses atrás

Grécia confirmou a compra de 18 Rafales novos de fábrica. Não tem doação de usados. Daqui uma semana a notícia sai por aqui.

Filipe
Filipe
2 meses atrás

A grecia anunciou hoje 12/09 a compra de 18 rafale e a croacia talves faça o mesmo

Filipe
Filipe
2 meses atrás

A grecia anunciou a compra de 18 rafale se calhar à croacia vai fazer o mesmo?

Cicero
Cicero
2 meses atrás

Muito boa a proposta de de colocar o CMO para balizar as discussões no site. O formato melhorou muito o nível dos comentários, pois as discussões fisiológicas e ideológicas acabam naturalmente não tendo espaço.
No post anterior (https://www.aereo.jor.br/2020/09/11/a-furtividade-do-caca-chines-j-20-mighty-dragon/) até Hitler (um velho referencial de alguns comentaristas) apareceu novamente.
Gostaria muito de ver uma simulação envolvendo aquele caso de 2009, onde a embaixada brasileira de Honduras foi invadida e quais seriam os meios que poderíamos usar para resgaste.
Parabéns ao site por conseguir trazer um pouco de sanidade aos comentários.

Renato
Renato
2 meses atrás

Nada substitui a criatividade humana.
Imaginem o Brasil passar a construir uma aeronave tão ou mais STEALTH que os F-22?
Impossível, eu acho que não.
O que dizer de um DRONE STEALTH supersônico?
Brasil já vem desenvolvendo motores supersonico já algun tempo no ITA.
Hoje que caça conseguiria.detectar uma aeronave do tamanho de um drone STEALTH com.velocidade hipersonica?
Errata: onde le- se supersonico, leia-se HIPERSONICO.

Last edited 2 meses atrás by Renato