domingo, agosto 1, 2021

Gripen para o Brasil

Chamariz BriteCloud será integrado ao Eurofighter Typhoon

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

A Força Aérea Real do Reino Unido (RAF) está introduzindo o chamariz ativo Leonardo BriteCloud (EAD) em sua frota Eurofighter Typhoon FGR4, revelou um contrato do Ministério da Defesa (MoD).

Isso segue a introdução, no ano passado, do dispositivo de contramedidas de radiofrequência (RF) BriteCloud de 55 mm de diâmetro no Tornado GR4 para atender a um requisito de capacidade urgente (UCR).

Desenvolvido pelo braço britânico da Leonardo Electronics, o BriteCloud é um jammer de memória de rádio digital descartável de segunda geração (DFRM) projetado para fornecer a aeronaves a jato rápidas com proteção ‘end game’ eficaz contra ameaças de mísseis guiados por RF e/ou radares de rastreamento.

Com o tamanho de uma lata de refrigerante, o BriteCloud usa um módulo de interferência de radiofrequência (RF) miniaturizado para atrair mísseis guiados por radar.

O BriteCloud é uma tecnologia inovadora, com a Leonardo sendo atualmente o único fornecedor de tecnologia de chamariz ativo descartável DRFM (Digital Radio Frequency Memory) em todo o mundo.

Visão explodida do BriteCloud mostrando seus componentes
Visão explodida do BriteCloud mostrando seus componentes

BriteCloud
BriteCloud sendo lançado do caça Gripen NG

- Advertisement -

14 Comments

Subscribe
Notify of
guest
14 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
luciano

esses sistemas virão nos nossos gripens ?

BILL27

nao

luciano

você sabe me responder se foi comprado aqueles pods de jammers?

Alex Nogueira

Conforme o link que postei, o sistema de defesa é totalmente integrado na aeronave, pode ser adquirido na versão pod, mas o Gripen E/F já contenpla tudo na eletrônica embarcada.

luciano

ok muito obrigado pelo informação

BILL27

A suite EW do Gripen ja vem integrado na aeronave .A FAB podera ate compar este sistema da LEonardo ,mas isso não vira no pacote que a FAB adquiriu

Manuel Flávio

Pôxa quanta certeza assim…
São despistadores que são colocados nos lançadores de chaffs, com a mesma dimensão sendo que a SAAB o havia selecionado como opção para o GripenNG, vide link:
http://www.defesanet.com.br/gripenbrazil/noticia/21596/FINMECCANICA-anuncia-contratos-para-o-Sistema-IFF-dos-Gripen-NG-Brasileiros-e-Suecos/

Alex Nogueira

Até onde eu recordo, nossos Gripens vão ter sim um ótimo sistema de defesa EW integrado.

Arexis – https://saab.com/air/electronic-warfare/ew-systems-for-fighters/arexis/

Acredito que esse sistema (Arexis) já englobe todo o necessário para a proteção, no caso do Britecloud, creio ser um sistema pensado mais para aeronaves que tem como missão ataques em profundidade e que estejam sujeitas a serem engajadas por densas camadas de defesa antiaérea, ao meu ver é um grande bônus.

Rui chapéu

Isso vai nos pilones de armas ou vai em algum outro lugar, tipo os Flares?

Alex Nogueira

Acho que pode ser instalado tanto na fuselagem quanto nos pilones (no caso do Gripen, os 4 pilones subalares possuem espaço para acomodar sistemas de defesa).

Jacinto

Segundo o site da leonardo, o britecloud usa o dispersador padrão de chaff/flare:
“BriteCloud is designed to be dispensed from standard chaff/flare dispensers and therefore requires minimal platform integration”

Alex Nogueira

Muito obrigado pela informação!

CRSOV

Será que os modernos mísseis não tem contra medidas adequadas contra esses chamarizes ?? Pode um moderno míssil guiado por radar ter um outro tipo de guiagem terminal tipo infra vermelho ou por TV para justamente distinguir os alvos falsos dos alvos verdadeiros ?? Existe algum míssil de longo alcance ou até de curto alcance que mantenha contato via data link para que o mesmo sofra alguma correção de rota ou informações mais atualizadas do alvo que se pretende abater ??

JPC3

“””Existe algum míssil de longo alcance ou até de curto alcance que mantenha contato via data link para que o mesmo sofra alguma correção de rota ou informações mais atualizadas do alvo que se pretende abater ??”””

Sim existe, muitos tem essa capacidade.

Últimas Notícias

Aeronave P-3AM Orion completa 10 anos de incorporação à FAB

A data marcou a modernização da Aviação de Patrulha, pois o modelo possibilitou a detecção, localização, identificação e, até...
- Advertisement -
- Advertisement -