Home Aviação Militar Pentágono admite que China ultrapassa EUA em algumas tecnologias

Pentágono admite que China ultrapassa EUA em algumas tecnologias

6902
48
Concepção do bombardeiro chinês H-20 escoltado por dois caças J-20
Concepção do bombardeiro stealth chinês H-20 escoltado por dois caças J-20
  • A Agência de Inteligência de Defesa dos EUA diz que as regras chinesas que forçam parceiros comerciais estrangeiros a divulgar segredos técnicos levaram a grandes avanços militares na China.
  • Os avanços “permitirão que a China imponha sua vontade na região”, diz o relatório

A China está à beira de colocar em campo alguns dos sistemas de armas mais avançados do mundo – e em alguns casos já superou todos os rivais, incluindo os EUA, segundo uma avaliação do Pentágono divulgada na terça-feira.

Um relatório não confidencial da Agência de Inteligência da Defesa disse que Pequim fez enormes avanços militares nos últimos anos, graças em parte às leis domésticas que forçam os parceiros estrangeiros a divulgar segredos técnicos em troca do acesso ao vasto mercado da China.

“O resultado dessa abordagem multifacetada para a aquisição de tecnologia é um PLA (Exército de Libertação Popular) prestes a colocar em campo alguns dos sistemas de armas mais modernos do mundo”, afirma o relatório, intitulado “Poder militar da China”.

“Em algumas áreas, já lidera o mundo.”

O crescente poder militar da China significa que ela tem capacidades avançadas no ar, no mar, no espaço e no ciberespaço que “permitirão à China impor sua vontade na região”, observa o relatório.

Pequim disse que não hesitará em usar a força se Taiwan declarar independência formalmente, ou no caso de intervenção externa – inclusive dos Estados Unidos, o aliado não oficial mais poderoso da ilha.

Falando aos repórteres do Pentágono, um alto funcionário da inteligência de defesa disse estar preocupado que as forças armadas da China estejam avançadas o suficiente para que os generais do PLA se sintam confiantes de que podem invadir Taiwan.

“A maior preocupação é que, à medida que muitas dessas tecnologias amadureçam [a China] chegará a um ponto em que internamente suas decisões decidirão que usar a força militar para um conflito regional é algo mais iminente”, disse o funcionário em condição de anonimato.

Taiwan é uma ilha autônoma e tem sua própria moeda, bandeira e governo, mas não é reconhecida como um estado independente pelas Nações Unidas.

Ainda assim, observou o oficial, a China não lutou em uma guerra por 40 anos e sua estrutura massiva de comando militar e conjunto carece de experiência em conflitos do mundo real.

“Vai levar um tempo para que o PLA possa trabalhar esses serviços militares conjuntamente, para poder trabalhar nesses teatros conjuntos e ser capaz de lidar com uma operação grande e complexa”, disse a autoridade.

O relatório de inteligência disse que a China está desenvolvendo novos bombardeiros furtivos de médio e longo alcance capazes de atingir alvos regionais e globais.

Esses aviões provavelmente atingirão a capacidade operacional inicial por volta de 2025, observa o relatório.

O funcionário acrescentou que a China mantém grande parte do seu desenvolvimento militar através da realização de pesquisas em complexos subterrâneos, longe dos olhares indiscretos dos satélites.

Outras concepções artísticas do futuro bombardeiro stealth chinês H-20

FONTE: South China Morning Post/Agence France-Presse

48
Deixe um comentário

avatar
20 Comment threads
28 Thread replies
1 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
37 Comment authors
erickPaulo NevesOráculochentukhmd Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Antoniokings
Visitante
Antoniokings

E o pior, para os americanos, é que isso é apenas o início da escalada chinesa.
Não vejo como ser interrompida.

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

Eu mostro para você: se chama dinheiro. O investimento na área militar é diretamente atrelado à economia, em qualquer país. Se a economia chinesa recuar, o dinheiro para torrar em armas também míngua. Vide os EUA.

O movimento para taxar importação de produtos chineses nos EUA, é só um exemplo do que o Ocidente pode fazer para frear o expansionismo chinês, de quebra inda fomenta a indústria local.

Hélio
Visitante
Hélio

Até parece, como o “ocidente” espera ter a capacidade industrial chinesa? Com sua população decrescente? Com seus custos maiores? Quem vai assumir os custos disso? Os países ocidentais quebrados? A Dívida americana já é de 110% do PIB. A tal guerra comercial serve para o público interno americano, é assim que a política de lá joga, os chineses já são donos de boa parte das empresas ocidentais, é muito mais fácil os chineses quebrarem os EUA simplesmente vendendo os títulos da dívida ou retirando o capital investido de lá, do que os EUA quebrar a China aumentando os custos das… Read more »

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Só para termos de comparação, as exportações chinesas cresceram 10% em 2018 para astronômicos US$ 2,48 trilhões.
Ou seja, só o crescimento do ano foi maior que todas as exportações brasileiras no período.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Cem entre cem economistas/analistas/estrategistas afirmam que o poder econômico/militar está se deslocando para o Oriente.
Daí, pode-se afirmar, com certeza absoluta, que a China está muitíssimo bem situada neste cenário.

Alexandre Garcia
Visitante
Alexandre Garcia

Concordo plenamente.

Luís Henrique
Visitante
Luís Henrique

Em alguns segundos surgirão mensagens dos preconceituosos que tratam o tema como se fosse time de futebol.

E eles falarão que não passa de mentira com o único objetivo de assegurar mais dinheiro para as indústrias bélicas americanas.

Filipe L. Constante
Visitante
Filipe L. Constante

“E eles falarão que não passa de mentira com o único objetivo de assegurar mais dinheiro para as indústrias bélicas americanas.” Não creio que seja mentira, mas também não há como afirmar completamente que isso é real. Na minha opinião, a China sim está fazendo o possível para superar os EUA. De qualquer maneira, não deixa de ser um excelente estímulo para a indústria bélica não só dos EUA, mas também da Rússia que não vai querer ficar para trás. Ainda acredito que atualmente, apesar da grande força do exército chinês, não está ainda a altura nem mesmo do exército… Read more »

William Munny
Visitante
William Munny

Os americanos de verdade estão de fato bem preocupados com a China, ao contrário dos tupiniquins de ego americano, que vivem a desdenhar dos chineses! Quem será que tem maior relevância? kkkkk

Hélio
Visitante
Hélio

Você é americano?

Andre
Visitante
Andre

você tem um exemplo de um único participante deste fórum que desdenhou dos chineses?

apenas um??

Hélio
Visitante
Hélio

Sério? Sério mesmo que você vai se fazer de cego a esse ponto? Se você não viu, recomendo que leia pelo menos 3 matérias.

Rene Dos Reis
Visitante
Rene Dos Reis

positivei , cara sou tupiniquim e te confesso estou muito preocupado só não ve quem não quer.

WVJ
Visitante
WVJ

O gol é não subestimar a capacidade dos outros por ideologia.

marcelo kiyo
Visitante
marcelo kiyo

Deixa os chinas . A Alemanha tinha o melhor caça, o melhor submarino , o mais preparado exército e os melhores engenheiros antes da 2ª guerra mundial , mas ficou sem matéria prima e tinha um comandante estúpido. Quem garante que a China vai fazer bom uso disso ?

Rafael Coimbra
Visitante
Rafael Coimbra

E ver os EUA chamarem de “perigosos e poderosos” seus concorrentes é normal e sempre aconteceu, como é que ele iriam arrecadar financiamento para novas armas etc.. se ficassem garganteando ser invencíveis? … parece que nunca os EUA enalteceram seus concorrentes… parem de doidera… a China tem que comer muito mas muito feijão para se igualar ou superar o poder militar em larga escala que o EUA tem hoje!

Joao
Visitante
Joao

Exatamente Rafael.

Daniel Nascimento
Visitante
Daniel Nascimento

Penso da mesma forma, só pra dar 1 exemplo, a China agora que começou a construir seu terceiro porta aviões, EUA já tem 10 PAs nucleares, pra ficar só nesse exemplo..

Daniel
Visitante
Daniel

A China não precisa construir dez PAs para se igualar aos EUA, precisa apenas manter um crescimento econômico estável por mais um par de décadas assumindo de vez o papel de locomotiva do mundo. Dessa maneira a grana gerada pelo mundo que hoje flui natruralmente para os EUA refluirá para ela. Os paises satélites que giram em torno da América abandonarão suas orbitas para girar em torno de um novo centro de poder pois a força que os atrai hoje em dia deixou de ser a ideologia mas sim o dinheiro. Assim como aconteceu com a URRS as verbas militares… Read more »

teropode
Visitante

A urss morreu com o próprio vômito, seus conhecimentos científicos eram otimizados para uso militar , já os EUA e a China usam estes conhecimentos para capitalizar o estado , desenvolvendo uma imensa quantidade de produtos para consumo civil , por isso que não podemos achar que ambos terão um fim melancólico como a mãe urss.

Francisco AMX
Visitante
Francisco AMX

sendo que o que está pronto, nem operacional pleno está… e, mesmo depois dos 3 “kusnetsovs” prontos, eles, juntos, não serão superior à um único Nimitz…

Jeff
Visitante
Jeff

O que definiu a derrocada da Alemanha foi a última opção que você citou, o comandante estúpido. Não fosse isso, uma boa parte do mundo seria hoje uma única nação Nazista, inclusive o Brasil.

tukhmd
Visitante
tukhmd

Errado. Erros de estratégia por comandantes estúpidos ocorreram de todos os lados. Normal. Basta lembrar a derrota humilhante da França ou o início da campanha americana no norte da África. Para não citar o caos operativo que era a URSS no campo militar no momento da operação Barbarrosa. A Alemanha perdeu a guerra por enfrentar praticamente sozinha as duas maiores potências industriais do mundo, com capacidade de repor as perdas em material bélico e humano maior do que o país conseguiria destruir.

rodrigo
Visitante
rodrigo

Isto parece tatica do departamento de defesa, para conseguir mais verba botando medo nos contribuintes americanos.

J-20
Visitante
J-20

O que é completamente contrário do modus operanti das grandes mídias de material militar para leigos, como é o caso do The National Interest, que tendem a diminuir e ridicularizar os equipamentos dos inimigos, provocando uma sensação de relaxamento no povo americano. Dá até nervoso vendo a grande mídia e as forças armadas americanas fazendo essas brigas. Quanto mais dividido eles estiverem, mais conflito interno tiverem, melhor para os outros. Mas se tem uma coisa que os americanos estão tendo é realmente medo. Se não tivessem, eles não estariam fazendo toda semana um artigo tentando inferiorizar ou aumentar, por exemplo,… Read more »

Gabriel
Visitante
Gabriel

Mais uns anos e a China pode “chegar” na Rússia.

Agora, “chegar” nos EUA ainda vai um longo tempo.

Aguardo como a China irá se sair em um conflito real, mesmo de baixa intensidade, pois até o momento é só na teoria.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Não vai existir conflito de baixa intensidade contra um País de 1,4 bilhão de habitantes.
Nunca aposte nisso.

Oráculo
Visitante
Oráculo

Eu acho que em menos de 10 anos eles vão invadir Taiwan.

Os comunistas até hoje não engoliram a fuga do Exército Nacionalista Chinês para ilha de Taiwan, aonde ficou protegido, desde então, pelos Americanos.

Quando o Dragão começar a cuspir fogo, o primeiro alvo serão seus velhos inimigos…

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

Eu tenho o dito documento. Baixei hoje, são 140 paginas de um estudo sobre a modernização das forças militares chinesas, seus prós e seus contras. “PREFACE In September 1981, Secretary of Defense Caspar Weinberger asked the Defense Intelligence Agency to produce an unclassified overview of the Soviet Union’s military strength. The purpose was to provide America’s leaders, the national security community, and the public a comprehensive and accurate view of the threat. The result: the first edition of Soviet Military Power. DIA produced over 250,000 copies, and it soon became an annual publication that was translated into eight languages and… Read more »

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe
kevinbuenuu
Visitante

Obrigado pelo documento, ja baixei, e já aproveito para dar uma treinada na leitura inglesa, que não é das melhores rsrs. E se souber de mais, divulgue na triologia, vlw.

Claudio Moreno
Visitante
Claudio Moreno

Putz o tal HMS vai ter (se é que já não teve) um ataque de “pelancas”, para alguns tipos de público esta classe de notícia tem que ser dada aos poucos. Não que tenha eu paixão ou predileção por China, Rússia ou EUA, pois sou Brasileiro e meu País para mim sempre virá em primeiro lugar. A minha preocupação é saber se nossos governantes saberão conduzir a nação de uma maneira que saibamos aproveitar o melhor de cada uma destas potências. Chega de ser explorados por Inglaterra, EUA, Rússia, China até a Ucrânia garfou nossa grana. (isto sem mencionar a… Read more »

Hélio
Visitante
Hélio

Qual vai ser a desculpa dos americanistas? Vão dizer que a CIA está mentindo?

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

Mas não foi a CIA que liberou o documento. então…

Ricardo Bigliazzi
Visitante
Ricardo Bigliazzi

O site Chines pude checar, agora vou checar o site da CIA, deve estar na manchete…

EBS75
Visitante
EBS75

Pior que a escalada chinesa, é ver os EUA atolados na lama, patinando sem sair do lugar…

Billy
Visitante
Billy

Acionar!

Paulo Costa
Visitante
Paulo Costa

Minha duvida e se a noticia e verídica ou só propaganda enganosa chinesa mesmo, igual ao do china in box kkkk

Mas se por acaso o Pentágono publicou algo assim, com certeza foi pra incutir Medo nos congressistas americanos e conseguir muito mas muito mais dinheiro …

As Forças Armadas Americana são perfeitos sugadores de dinheiro do contribuinte e quanto mais tem mais quer kkk

teropode
Visitante

nunca tive problemas com a China um Box , aliás o ganho de peso foi o único problema .

Rene Dos Reis
Visitante
Rene Dos Reis

Uma coisa e quase que certa , se não for de forma pacifica o rompimento desse cerco e aproveitando para testar tudo que possuem tende a ser por Taiwan mesmo.

CiceroPavei
Visitante
CiceroPavei

A China já se transformou numa potência militar e econômica e não tem mais volta ao atraso, Agora se segure os Estados Unidos para não cair no fracasso e não ter condições de manter financeiramente sua máquina de guerra

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

Bom sabemos que eles estão indo bem no desenvolvimento da rail gun, fora isso o que mais? radares? não me venha com porcaria de radar quantico que não serve pra nada ainda, motores estão tentando chegar ao nível ocidental? veículos de combate?

Sebastian
Visitante
Sebastian

Colocando um terrorzinho psicológico para que o contribuinte americano contribua ainda mais com a área militar. Ótima jogada.

Borgonha
Visitante
Borgonha

Educação é o produto do meio.

teropode
Visitante

A sei ! superiores em sopa de barbatanas e cozido de vitelo de pangolim , acabou de sair uma publicação sobre China espionar Americanos e Russos ,

chen
Visitante
chen

que pais não espiona ninguem??? os EUA é o pais que mais espiona o mundo e possui o maior centro de espionagem global o echelon conhecido como os 5 olhos. Os russos espionam, a europa espiona mas o problema é a china fazer isso. Sei. deviam devolver a tecnologia roubada dos alemães que ajudou na construção desse caça e dos misseis e programa espacial, russos , programa espacial e outros e dos ingleses que deram em troca da entrada dos EUA na 2 guerra. Me diz quando foi que os EUA desenvolveram essas tecnologias próprias do zero. não tem a… Read more »

Paulo Neves
Visitante
Paulo Neves

Há alguns anos saiu um relatório de inteligência que dizia que depois dos chineses quem mais espionava nos EUA eram os israelenses. E os russos, nesta época estavam em plena bagunça pós-queda da URSS, senão seriam os segundos. Imagino como será o ranking hoje! Este negócio de China invadir Taiwan é delírio. Sim, são inimigos. Mas as empresas importantes de Taiwan estão todas profundamente fincadas na China. Como as de outros países, por sinal. Parecido com a relação da Alemanha com o “território” onde está a Polônia: Tentaram duas vezes na marra e não deu. Viram que era mais fácil… Read more »

erick
Visitante
erick

Vocês se esquecem da história até 1850 a China foi por mais dois mil anos a maior economia do mundo dando um imenso prejuízo a balança comercial de todas as potencias do mundo de Roma até os estados modernos. Só com a guerra do opio com a invasão do seu território por uma coalizão de potencias europeias que isso mudou com ela tendo sido explorada por acordos comerciais abusivos com validade até 1970 quando esses acordos perderam a validade erá claro que ela voltaria a ser a maior potencia do mundo. Vou passar varias fontes históricas que comprovam essa explanação:IMPÉRIO… Read more »