Gripen D recebido pela Hungria em 1-7-2016 - foto 2 Min Def Hungria

 

Em nota divulgada em 1º de julho, o Ministério da Defesa da Hungria divulgou imagens da chegada, na manhã daquele dia, de caça Saab Gripen JAS 39 D proveniente da Suécia. O modelo biposto, ostentando os símbolos da Força Aérea da Hungria e a matrícula 44, pousou às 11h15 na Base Aérea de Kecskemét, onde operam os caças Gripen do Esquadrão “Puma” da 59ª Ala Tática (Szentgyörgyi Dezső).

A aeronave substitui um jato Gripen D que foi extensamente danificado em maio do ano passado em pouso na Base Aérea de Caslav, na República Tcheca, durante o exercício Lion Effort. A nota do ministério destacou o papel fundamental do modelo biposto do caça no treinamento tático dos pilotos.

Gripen D recebido pela Hungria em 1-7-2016 - foto Min Def HungriaReparos em Gripen C acidentado – Também foi informado que os reparos num caça Gripen C (monoposto) danificado em junho de 2015 durante pouso forçado de barriga em Kecskemét estão em estágio avançado. A previsão é que a aeronave volte ao serviço no próximo trimestre.

Leasing – A Hungria adquiriu seus caças Gripen (14 unidades, 2 do tipo biposto D e 12 do modelo monoposto C) em 2001, em acordo de aquisição por leasing feito em 2001 e modificado em 2003, com entregas entre 2006 e 2007 e início de operação na Força Aérea Húngara no final de 2008.

O acordo foi feito entre os governos da Hungria e da Suécia, com a fabricante Saab atuando como uma subcontratada. Em janeiro de 2012, o contrato de leasing previsto para expirar em 2016 foi estendido por 10 anos, passando a valer até 2026.

caças Gripen da Hungria - foto Saab

FOTOS: Ministério da Defesa da Hungria e Saab (esta última em caráter ilustrativo)

VEJA TAMBÉM:

Subscribe
Notify of
guest
12 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
galeao
galeao
4 anos atrás

Nunao estes já estão com software atualizado ms20?

sds
GC

Gustavo
Gustavo
4 anos atrás

Por isso temos que dar valor aos nossos pilotos! Maquinas podem ser substituidas, vidas não! Falando nisso, bela maquina heim?

Rommelqe
Rommelqe
4 anos atrás

Prezado Nunão, pode ser utilizada operação de leasing para a obtenção de Gripens C/D no Brasil? Pergunto, mesmo sabendo que foi realizada operação deste tipo para incorporação do 767, porque este ultimo pode ser até considerado um ” avião civil”.
Aproveito para agradecer, a vc e ao Nery, as informações a respeito dos mikes.
Abs

camargoer"
4 anos atrás

Olá Rommelqe, Pedindo licença ao Nunão, mas não acredito que a FAB irá buscar Gripes C/D. Fazendo uma conta rápida, os Gripens E da FAB estarão operando em 3 ou 4 anos. Para negociar, treinar e iniciar a operção de Gripens C/D seria de 2 a 3 anos… não faz sentido. Imagino que a FAB tenha um cronograma de horas para os F5M que cobrirá bem as suas necessidades, isso sem falar na modernização dos 40 e tantos AMX. Alíás, se a FAB necessitar repor algum F5M ela ainda tem algumas células jordanianas estocadas. Acho que a janela para leasing… Read more »

Trovão Azul
Trovão Azul
4 anos atrás

Já pensou?! se a Fab substituísse o F-5M pelo um Gripen D , para adiantar os treinamentos aqui no Brasil também?! Se tivesse uns trocadilhos sobrado .Essa séria a hora .😃😃😃😃😃😃

Nonato
Nonato
4 anos atrás

Senhores. Desculpem-me, até porque gosto acerca do visual de aviões tem sua subjetividade, e, muitas vezes depende do ângulo e da qualidade da foto.
Mas esses gripen da foto são feios, hein.
Vejam esse canopi horrível. Aberto piorou.
Fazem-me lembrar o F5.
Bem que a SAAB poderia aliar a funcionalidade ao design. Igual montadoras dão um facelift em carros.
Dá uma melhorada numa quina aqui, coloca um canto mais arredondado, muda um material ou outro, coloca uns faróis quadrados para chamar atenção…

E.Silva
E.Silva
4 anos atrás

O que a FAB poderia adiantar era o treinamento dos pilotos através de simuladores de Gripen C/D. Acho que este mês saiu no DOU um extrato de inexigibilidade para treinamento de 16 pilotos na Suécia em combate BVR, me parece que este é o melhor caminho.

Rommelqe
Rommelqe
4 anos atrás

Prezado Camargoer”, Na minha opinião 4dos Gripens D seriam incorporados imediatamente, alterando apenas alguns itens requeridos para poder fazer comunicações basicas; logicamente terão que ser removidos , por questões afeitas à OTAN, varios componentes classificados. Imagino que isso poderia ser realizado em tres meses, uma vez que alguns sistemas, por exemplo, de armamentos seriam apenas desabilitados porque fariam parte do pacote NG. Dois instrutores qualificados a FAB ja possui e, acredito, que varios outros pilotos poderiam realizar um treinamento basico intensivo e poderiam estar operacionais em tempo relativamente curto. Enquanto isso, outros quatro pilotos seriam treinados na Suecia, utilizando os… Read more »

Rommelqe
Rommelqe
4 anos atrás

Prezados,
A beleza é algo muito sutil e ate certo ponto requer que seja encontrada a função a que foi destinada o equipamento.
Quem olha para o modulo lunar do programa Apolo vai achar que aquilo não tinha belas inhas aerodinâmicas. Pois é, não tinha mesmo!
Que tal uma Ferrari na lua?
E.silva, concordo que os simuladores são praticamente indispensaveis. Mas, se vcs me permitem uma brincadeira politicamente inadequada, é como marcar um encontro por telefone com a namorada. Melhor marcar e ir encontrar ao vivo. Até por uma questão de estética funcional…rsrsrsrs

Rommelqe
Rommelqe
4 anos atrás

Prezado Camargoer”, Pensando que o primeiro E estara sendo entregue em 2020 e que o primeiro F-BR la por 2022 (ritmo KC-390), acho que, infelizmente, em funçào da nossa conjuntura, uns oito Gripen D podem estar realmente operacionais em pelo menos quatro anos antes de compulsoriamente termos que aposentar definitivamente os F-5F. A transição de A-29 para gripen C seria ate mais dificil do que para o Gripen E, claro. Mas com os Gripens que tenham sido objeto de leasing (com opção de renovação e sem necessariamente custos de manutenção em coroas suecas, como os hungaros e checos tem que… Read more »

sergio ribamar ferreira
sergio ribamar ferreira
4 anos atrás

Sr. Rommelqe seus comentários são pertinentes( não desfazendo do Sr. Camargoer).creio que os oito ou mesmo esquadrão C ou D modernizados(sem Leasing) já nos ajudariam e muito até a chegada suposta entrega do Gripen NG( tenho sempre dúvidas quanto a data da entrega). mas se ainda nem conseguimos modernizar os AMX em tempo. Será que os suecos serão tão generosos em negociar preços de compra. Perdão caso errei em algo ,porém Sr. Camargoer está certo, nossa realidade orçamentária para a FAB só está no papel para 2017, quanto mais 2018. Desculpe novamente e se possível explique-me? Só para lembrar os… Read more »