domingo, junho 13, 2021

Gripen para o Brasil

KC-390: BAE System amplia parceria com a Força Aérea Brasileira

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

KC-390 em pista semipreparada - ilustração Embraer

A BAE Systems divulgou nota na terça-feira, 19 de novembro, sobre a assinatura de um contrato de cooperação industrial com a Força Aérea Brasileira (FAB), como parte do acordo de fornecimento do sistema de controle de voo e das alavancas laterais de comando ativas do KC-390, avião de transporte que está sendo fabricado pela Embraer. É o primeiro contrato deste tipo, concluído como parte do programa KC-390.

Segundo o Dr. Ehtisham Siddiqui, vice-presidente e gerente geral da área de Soluções Aeronáuticas Comerciais da BAE Systems. o acordo “tem como objetivo gerar novas oportunidades para a indústria aeroespacial do país. Serão prestados serviços de manutenção e treinamento em desenvolvimento de software, bem como reparos e modernizações do sistema de controle de voo da aeronave, a serem executados no Brasil. Também propusemos a execução de alguns trabalhos de montagem final, no país, para os produtos do KC-390”.

O brigadeiro do ar José Augusto Crepaldi Affonso, presidente da Comissão Coordenadora do Programa de Aeronave e Combate (COPAC), da FAB, que coordena o programa KC-390, afirmou: “O Programa KC-390 abre uma grande oportunidade para a evolução da indústria aeroespacial brasileira. Temos o prazer de constatar que a BAE Systems assumiu compromissos estratégicos junto a nossos esforços. A empresa será uma parceira importante no fornecimento de soluções tecnológicas ao Brasil, apoiando o desenvolvimento e a futura operação da frota de aviões KC-390”.

KC-390 reabastecendo jatos A-1 - imagem Embraer

O KC-390 é um avião a jato de transporte com a capacidade para ser reabastecido em voo e ser usado no abastecimento de outras aeronaves, tanto em voo como em terra. A BAE Systems fornecerá os componentes eletrônicos, viabilizando um controle do tipo 100% fly-by-wire, além das alavancas laterais de comando ativas – o que há de mais moderno em tecnologia de inceptor -, que permitem aos pilotos um melhor desempenho para pilotar e manobrar a aeronave por meio de indicações táteis.

“Temos o compromisso de trabalhar estreitamente com clientes brasileiros e com a indústria local”, explicou Jim Reid, gerente-geral da BAE Systems no Brasil. “Este contrato é mais uma comprovação de nossa intenção, assim como foi com entrega final dos navios-patrulha oceânicos à Marinha do Brasil, e com nossa parceria com o Exército Brasileiro na modernização de sua frota de veículos M113”. Desde 1998, a partir de seu escritório em Brasília, a BAE Systems tem dado suporte às Forças Armadas Brasileiras, na área de canhões navais, radares e veículos blindados.

FONTE: BAE Systems (divulgação G&A comunicação)

IMAGENS: Embraer

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

4 Comments

Subscribe
Notify of
guest
4 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Guilherme Poggio

O KC-390 abrirá uma interessante oportunidade para os pilotos de transporte da FAB.

Eles, assim como os pilotos de caça, terão que ser treinados na arte de acertar a cesta.

Galeão Cumbica

Será que seria mto caro pra fazer este ponto de reabastecimento retractil?

sds
GC

Marcos

E uma opção para lança?

Marcos

Há (ou houve) alguma aeronave desse porte para reabastecimento por cesto?

Reportagens especiais

Os AMX da FAB no Red Flag 98-3

Os AMX (A-1) brasileiros também mostraram sua capacidade no Exercício Red Flag, em Nellis nos EUA. Em agosto de 1998,...
- Advertisement -
- Advertisement -