terça-feira, janeiro 18, 2022

Gripen para o Brasil

EUA deporta filipino por tentar contrabandear peças de F-5 para o Irã

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

IRIAF_Northrop_F-5E_Tiger_II_Talebzadeh - via Wikimedia commons

Partes de outras aeronaves, como F-4 e C-130, também seriam compradas para essa exportação ilegal, conforme investigação

Autoridades da Imigração dos Estados Unidos deportaram um cidadão filipino por seu papel numa tentativa de exportação ilegal de partes de aeronaves para o Irã. A informação foi dada na quarta-feira, 26 de junho, pela porta-voz do serviço de Imigração, Virginia Kice.

Segundo a porta-voz, o filipino Alfredo Guerrero Esparito, de 41 anos de idade, conspirou para a compra de partes de aeronaves F-5, F-4, C-130, entre outras, destinadas ao Irã.

Islamic Republic of Iran Air Force (IRIAF)  F-4 Phantom II

A conspiração foi descoberta por uma investigação sigilosa em depósito aeronáutico da Flórida (Southward Aviation Supplies). O homem foi preso em janeiro de 2012 e passou 18 meses cumprindo sentença em prisão federal.

A demanda por peças dessas aeronaves no Irã existe porque a Força Aérea daquele país possui diversos aviões de origem americana, comprados ou transferidos a partir dos Estados Unidos quando os países eram aliados, antes da Revolução Islâmica de 1979, quando as relações diplomáticas cessaram.  Há embargos para prevenir que o Irã consiga peças para essas aeronaves de forma legal.

F_5_Iran

FONTE: Associated Press, via Mercury News (tradução e edição do Poder Aéreo a partir de original em inglês)

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

19 Comments

Subscribe
Notify of
guest
19 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Wagner

A IRIAF não estava fazendo sozinha a manutenção de seus caças ??

Santana Denis

Agora esta explicado como o Iran mantem esses caças “voando” até hoje, um pouco menos de mérito para os mecânicos de la, certo?

ci_pin_ha

Acho que isso coloca as estórias de caça de 5ª geração e outras armas a mais em xeque

Yluss

Aliás, faz tempo que cessou aquela sequência de anúncios dos Iranianos sobre suas moderníssimas armas de última geração, não?

Ou eles viram que ninguém levou a sério ou o malandro que foi responsável por aquela campanha de marketing perdeu a verba publicitária! 😀

Sds

Vader

Ora, mas se o Irão tem caça de 5a geração por que ele precisa contrabandear peças de F-5? 🙂

Baschera

Ao contrário pessoal….. imaginem a FAB sem suprimentos para os F-5 Forevis, nadinha de peças e partes dos C-130, dos KC-137… todos dos mesmos anos 70 ??? Quantos estariam voando hoje ??

Quantos motores e turbinas teríamos funcionando ??

Aposto que eles tem mais equipamentos antigos do que nós, (considerando as dificuldades)…. e em melhor estado.

A nossa claudicante e errática politica de defesa é maior inimigo do que a “simples” falta de peças e partes. Vontade politica faz milagre, claro que alguns bilhões também….. como é o caso do Irã.

Sds.

Baschera

Querem um outro exemplo ??

A FAB foi forçada a aposentar os Mirage III, mesmo as células tendo apenas a metade do ciclo de vida esperado, por total obsolescência dos seus equipamentos e sensores, mesmo tendo acesso ao fabricante….

O que a FAB não tem acesso é a verbas dignas de uma força aérea…. o que naturalmente a IRIAF têm !

Sds.

DrCockroach

Mudando de pato p/ ganso… mas ainda falando de Iran e manutencao. O SIGAR (http://www.sigar.mil/pdf/audits/2013-05-27-audit-13-13.pdf) emitiu um relatorio esta semana criticando a compra de 30 helis russos Mi-17 p/ o Afeganistao. Tb criticou, eh verdade, a compra de 18 PC-12 da Sierra Nevada (que nao serao cancelados). O ST ficou de fora do relatorio. A justificativa do relatorio, que vcs encontram no link acima, eh de que o governo Afegao nao tem capacidade de manter ou operar os helis. A justificativa p/ aquisicao dos helis russos pelo governo americano eh que os helis servem bem nas condicoes locais e, em… Read more »

Wagner

DrCockroach

Excelente sua observação final. Mas fico por aqui pq é off topic.

🙂

Nick

Iran “fabrica” caça de “5ª geração” tão stealth que não aparece em nenhum radar, iRST, etc. 🙂

[]’s

Soldat

Eu não entendo uma coisa?

O Ira tem como aliados e amigos a Russia e a China então porque não compram caças da Russia e da China?.

Eles tem petróleo que não acaba, é só trocarem pelos Caças.Russos ou Chineses por exemplo esses caças que os chineses querem empurra para Argentina.

Caça FC-1 Xiaolong.

Marcos

É por isso que não querem equipamento americano por aqui, para evitar embargos quando a Grande Revolução chegar em terras Tupiniquins.

E, off topic, pois o assunto deveria ser tratado lá no Forte, mas colocando meu comentário a respeito, nada mais comentarei. Aos editores… “sorry”!!!

– Depois de duas semanas de protesto Brasil afora, o resultado real é que, feitas as simulações, lideram uma suposta disputa eleitoral: a Governanta, o Apedeuta e a Jungle Girl.

Blind Man's Bluff

Ninguem pode legalmente vender certos equipamentos militares ao Iran, devido ao embargo da ONU. Não sei ao certo quais são os equipamentos que estão nessa lista, mas seguramente entram aviões de caça avançados. Sobre o Afeganistão, os americanos estão saindo de la em clima de derrota. Depois de mais de 1 decada de guerra e trilhões gastos, todos sabem que o governo fantoche afegão irá desabar assim que a ISAF deixe o país. Os americanos, nem seu aliados expoentes tecnologicos, querem arriscar vender suas tecnologias aos afegãos e correr o risco de que estas caiam, na sequencia dos fatos, em… Read more »

Soyuz

Eu nunca gostei muito dos aspectos de engenharia associados à manutenção, sempre atuei com projetos e via a manutenção como algo distante da minha realidade. De uns anos para cá com algumas experiências profissionais mais recentes passei a entender melhor a visão de profissionais de manutenção e respeitar mais seus pontos de vista. A questão dos caças do Irã podem ser explicados utilizando uma analogia bem simples. Você provavelmente deve ter um automóvel na garagem e também da manutenção a ele. Esta pequena coletoria ambulantes, digo, automóvel brasileiro pode ter seus componentes classificados em três níveis; Itens consumíveis: São aqueles… Read more »

Vader

Soyuz disse:
30 de junho de 2013 às 14:37

Excelente comentário prezada.

DrCockroach

Por falar em Mi-17 (seria este??), olhem que coisa maluca a quantidade de laser beams que este heli recebeu nos protestos em Cairo contra o Presidente Mursi:

http://www.theverge.com/2013/7/1/4482370/egypt-protests-cairo-laser-pointer-helicopter-mohammed-morsi-resignation

Well, se nao caiu o heli, talvez eles podem ter parado em algum clube/hotel e feito uma tremenda festa, com muita musica e caipirinha, pelo menos p/ os Cristaos Copts do Egito (10% da pop.), pois o heli pareceu uma alegoria tipo “pool party”.

🙂

[]s!

DrCockroach

Mais uma materia, com uma bela foto (evidentemente excluindo o enorme risco) aqui:

http://mashable.com/2013/07/01/egypt-protestors-laser-pointers/

Os laser sao usados contra a policia (aparentemente funciona p/ impressionar), mas entao um heli passou por cima do protesto, dando bobeira, … 🙂

Felizmente ninguem se machucou, mas que foi muito estranho foi, diria, esoterico, com permissao aos deuses egipcios…

[]s!

indioinformatico

E bom lembrar que há 2 anos foi achado numa zona franca (“Florida” )uruguaia, um motor J-85 de F-5, roubado da Malasyan Air Force, já presos lá os cúmplices locais. A “justiça” uruguaia nem chamou o dono da dita Zona Franca a declarar- casualmente e dono da rádio onde o presidente fala diá por meio- ou aquelas pessoas que trouxeram o motor desde a Argentina. Nem sequer colocaram o motor sob a responsabilidade, legalmente estabelecida, da Força Aérea Uruguaia, e sim da Policía, devolvendo em sigila para Malasya, sem achar culpados. Este juiz hoje é Procurador Geral da República

Últimas Notícias

Chile quer comprar aeronaves britânicas E-3D Sentry ‘AWACS’ aposentadas

Uma fonte disse ao UK Defense Journal que o Chile está procurando comprar “mais de uma” aeronave E-3D aposentada...
- Advertisement -
- Advertisement -