quarta-feira, outubro 20, 2021

Gripen para o Brasil

Oferta de transferência de tecnologia dos EUA ameaça Gripen no Brasil

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Segundo o The Local, site de notícias suecas em inglês, a companhia sueca de defesa Saab teve mais um revés na sua proposta de vender caças Gripen ao Brasil. O revés seria consequência do anúncio oficial, por parte de  uma autoridade dos Estados Unidos, de que foi oferecida ao país uma “significativa transferência de tecnologia”, vinculada à compra de caças dos EUA.

A transferência de tecnologia militar é um fator chave para o Brasil, em sua escolha entre o sueco Gripen NG da Saab, o francês Rafale da Dassault ou o norte-americano F-18 Super Hornet da Boeing, em um contrato estimado entre 4 e 7 bilhões de dólares.

“Eu diria que a transferência de tecnologia, na magnitude que estamos oferecendo, deixaria o Brasil emparelhado com nossos parceiros próximos”, disse Frank Mora, subsecretário para assuntos do Hemisfério Ocidental, para um comitê legislativo. Mora respondeu com um “isso é correto” quando perguntado se o Brasil não deveria ter dúvidas sobre esse compromisso com a transferência de tecnologia.

O contrato é para 36 caças, mas há possibilidade de adquirir muitos mais no futuro. A concorrência pelo contrato tem se arrastado por anos, com a Presidente Dilma Rousseff herdando-a de seu predecessor Luiz Inácio Lula da Silva, que declarou sua preferência pelos caças franceses.

Arturo Valenzuela, também da secretaria de estado dos EUA para assuntos do Hemisfério Ocidental, disse durante a audiência de quinta-feira que “nós sempre levantamos esse tema” em conversas entre o Brasil e os Estados Unidos. O Presidente dos EUA, Barack Obama, tem visita agendada ao Brasil no final de março, como parte de uma viagem que inclui visitas ao Chile e El Salvador. Em abril de 2010, o Brasil e os EUA assinaram um acordo de cooperação militar.

Vazamentos de mensagens diplomáticas publicadas recentemente (dezembro de 2010) pelo WikiLeaks, citadas pelo jornal Aftonbladet, reportaram que a Suécia foi enganada tanto pelos EUA quanto pela Noruega, a respeito do interesse do vizinho da Suécia em assinar um acordo de vários bilhões de coroas para comprar os caças Gripen. A Noruega acabou decidindo-se por comprar o caça norte-americano F-35 Joint Strike Fighter (caça de ataque conjunto), em um acordo estimado em 55 bilhões de coroas (7,9 bilhões de dólares).

De acordo com o Aftonbladet, os Estados Unidos  “jogaram uma chave de fendas nas engrenagens do acordo do Gripen” ao parar com a exportação de componentes de radar  fabricados nos EUA, para uso no avião sueco.

FONTE: The Local, com informações da AFP

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

22 Comments

Subscribe
Notify of
guest
22 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Clésio Luiz

Eu posso estar enganado, mas a transferência mais importante seria aquela referente a aerodinâmica e estrutura da aeronave. Agregar sistemas de terceiros (eletrônicos e hidráulicos) a Embraer já sabe fazer a muito tempo. E esse tipo de transferência não me parece ser algo que a Saab e a Dassault precisem pedir favor aos americanos para transferir.

Rodrigo

Está enganado.

LATINO

Caramba vamos torcer para que titio Obama leve assinado esse contrato para a boeing .
Esses americanos sabem realmente como ganhar essas grandes concorrençias .

Vamos de vespão e nem pensar em jacão .

sds

ZE

Bem, uma coisa é certa: A tecnologia PEDIDA pela FAB (NÃO podemos esquecer que é ELA a CLIENTE do F-X2) PODE e SERÁ repassada pelos 3 concorrentes. Se assim NÃO fosse, eles NÃO estariam no Short List ! Vou dar o bom e velho exemplo do Sukhoi: NÃO se propôs a TRANSFERIR TECNOLOGIA REQUERIDA PELA FAB ! Resumo da ópera: Pulou fora do F-X2. Neste quesito de Transferência de Tecnologia (QUE É O ÚNICO QUE EXISTE), os 3 estão EMPATADOS. O que confunde a maioria, foi a Dassault ter inventado aquela BOBAGEM de Transferência Irrestrita de Tecnologia do “100% FRANCÊS… Read more »

Rodrigo

Não é bem assim não.

ZE

Off Topic junto com uma perguntinha no final da matéria: “Militares ocupam a segunda maior cidade da Líbia para evitar novos protestos: O Exército foi mobilizado nesta sexta-feira (18) nas ruas de Benghazi, segunda maior cidade da Líbia, localizada a cerca de mil quilômetros da capital Trípoli, para assumir o controle da região e evitar novos protestos. Durante a madrugada, milhares de pessoas protestaram contra a morte de manifestantes pelas forças de segurança. Segundo uma fonte oficial declarou à agência de notícias Reuters, em Benghazi os confrontos durante a noite ocorreram na região da ponte Giuliana. “Tudo agora está sob… Read more »

Vader

A proposta sueca é boa e honesta, mas inclui riscos, como todo projeto.

Rodrigo

Também não é bem assim.

Se fosse esta maravilha toda já teria desencalhado faz tempo.

Observador

Senhores,

Olhem que os EUA ainda nem usaram o que pode ser o seu maior trunfo: as contrapartidas comerciais.

Estas contrapartidas comerciais, que nem a França e muito menos a Suécia tem condições de cobrir, são a única forma de bancar o custo político da compra dos caças em tempo de contenção de despesas.

Ou seja, o Rafale está descartado; o Gripen corre por fora; o franco favorito é o SH.

É, se formos comprar alguma coisa pelo FX-2, tem tudo para ser o vespão.

ZE

Partes da entrevista com Fernando Arbache, presidente da Arbache Consultoria, doutor em Inteligência de Mercado pelo ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica) e professor da FGV (Fundação Getúlio Vargas): eBand – Seguindo essa forma de seleção, qual deveria ser escolhido? Arbache – Fiz uma análise profunda dos três caças e concordo em número gênero e grau com a Força Aérea. Eu escolheria o primeiro, o Gripen, que é o caça que mais se adequa às necessidades brasileiras em termos de política, estratégia, sofisticação de armamentos, e principalmente, de custo. Há uma série de benefícios que podemos ganhar com a utilização do… Read more »

lprsilva_

ZE disse: 18 de fevereiro de 2011 às 12:46 Entrevista muito esclarecedora e concordo com o entrevistado. Só tem um(ns) porém(ns). Ele está falando de forma idealista e não realista. Não está considerando o fator político/econômico/histórico de forma real. Ex: Nosso políticos são preocupados com defesa? Temos verba para defesa para bancar projetos de tecnologia no tempo em que precisamos? (No caso do FX é pra ontem. Não temos comida no rancho! Muitas vezes nem o mínimo temos. Nosso lançador de satélites?) Nosso histórico de manter linha de produção/demanda para as nossas empresas do setor do certo é bom? (… Read more »

lprsilva_

Errata.

…”Nosso histórico de manter linha de produção/demanda para as nossas empresas do setor é bom?…”
.

Vader

lprsilva_ disse:
18 de fevereiro de 2011 às 13:20

Para o NG temos que ter muuuuuuita vontade para a coisa andar, e analisando bem, não temos. Embora eu ainda ache ele o melhor pacote, não nos cabe.”

Infelizmente é a dura realidade.

Rodrigo

O cara pode fazer uma análise de profundidade abissal, que não serve de nada se ele não leu a proposta oficial.

No fim a única alternativa viável apesar do Marinho, do Jobim e de quem mais aparecer é a que será escolhida.

Wagner

Olha, nessa altura do campeonato, se fizéssemos engenharia reversa nos F 5 igual ao Irâ já seria um grande salto a frente…

lprsilva_

…infelizmente com s… e “Embora eu ainda ache ele o pacote ideal, não nos cabe.”… ô coisa…rs.

lprsilva_

Rodrigo disse:
18 de fevereiro de 2011 às 13:36

Ainda bem que o Lula não tá mais lá em cima, senão a alternativa inviável é que seria escolhida, rsrs. E dane-se as contas!! Afinal o povo paga..rsrs..

Rodrigo

Wagner disse:
18 de fevereiro de 2011 às 13:39

Por mim isto já seria feito, mas há pelo menos uns 20 anos atrás.

Nick

No momento o SH está na frente, com o Gripen NG como o plano alternativo. O Rafale não está morto, ainda. Sobre a idéia do Wagner, existiu uma solução naquela época : F-20 TigerShark .

Se a lenda for verdadeira, teríamos produzido um excelente caça de baixo custo, mas com grande desempenho. E com algumas atualizações, teria sido muito mais efetivo que os F-5 EM…

No momento o SH de prateleira parece ser a melhor solução. Podemos pensar no FS2020(estudo sueco de um 5ªGeração) para complementar os SuperBugs no futuro.

[]’s

ZE

Off topic du jour: “Empresa cria avião-espião com aparência de beija-flor: Uma empresa americana que desenvolve produtos aeronáuticos para o Pentágono apresentou nesta semana um avião-espião que cabe no bolso e que tem a aparência e o voo semelhantes aos de um beija-flor. O protótipo, que custou cerca de US$ 4 milhões (aproximadamente R$ 6,6 milhões) e foi desenvolvido ao longo de cinco anos, pode voar por até 11 horas e carrega uma câmera capaz de espionar posições inimigas durante conflitos militares. O dispositivo, batizado de Nano Hummingbird (Nano Colibri) voa batendo as asas como um pássaro de carne e… Read more »

Renato Oliveira

Caramba, Zé, nem fechamos o FX2 e vc vem fazer inveja rsrs

On-topic, o azarão virou favorito. Acho que vamos de Vespão, e fico totalmente sussa com isso. Aliás, das 4 opções (1 aeronave de cada tipo ou mix hi-lo SH + NG), não indo de Jaca, estamos bem rsrs.

ZE

——————————–NOTÍCIA IMPORTANTE—————————— Há alguns dias eu postei isso: “Já escrevi aqui e volto a repetir “ad nauseam”: Se a Dilma for esperta, na MELHOR das hipóteses, só dará a luz verde no 2º semestre desse ano. Eu disse na melhor das hipóteses, pois é muito LÓGICO que ela só escolha o vencedor do F-X2 em 2012 Como esses contratos demoram uns 8-12 meses para serem confeccionados, então teríamos o ano de 2013 como o ano em que o contrato seria assinado. A razão é simples: As contas públicas seriam colocadas EM ORDEM. Além do que… Como JUSTIFICAR perante a opinião… Read more »

Últimas Notícias

FAB realiza enlaces de dados entre aeronaves usando o LINK-BR2 pela primeira vez

Os voos foram realizados durante a execução da Operação Íris, como foi denominada a segunda fase de ensaios de...
- Advertisement -
- Advertisement -