Home Indústria Aeroespacial Boeing recebe o primeiro F-16 para converter em drone

Boeing recebe o primeiro F-16 para converter em drone

233
27

F-16 para conversão em QF-16 - foto Boeing

A Boeing informou o recebimento do primeiro F-16 descarregado para conversão em drone QF-16. Apesar da aeronave ter sido entregue na unidade da Boeing de Jacksonville (EUA) em 22 de abril, o informe a respeito só foi publicado nesta quinta-feira, 27 de maio.

O contrato de 69,7 milhões de dólares (aproximadamente 127,7 milhões de reais) para a primeira fase do programa QF-16 foi concedido à Boeing, pela USAF (Força Aérea dos EUA), em 8 de março. A empresa é líder do projeto que inclui parceiros como a BAE Systems.

Nesta primeira fase, de desenvolvimento, deverão ser recebidos seis F-16. Após as modificações para a configuração QF-16, estes servirão como protótipos para os testes de engenharia e avaliação, antes da fase de produção em baixa escala. Um total de 126 conversões para QF-16 deverá ter início em 2014, substituindo os atuais QF-4 (conversões do Phantom F-4) de modo a proporcionar uma melhor performance como alvos aéreos, em testes de novas armas e táticas.

FONTE / FOTO: Boeing

VEJA TAMBÉM:

27 COMMENTS

  1. Malditos! Eles fazem isso só pra nos deixar pra baixo…
    O pior é que dá certo…

    T.T

    Vamos entregar o Nelsom Jobim para a Boeing fazer drones.
    HEHEHEHEHEEHEHHE

  2. Tenho uma idéia.

    Trocamos os Mirage e os F-5 pelos F-16 que eles vão transformar. Que tal?

    Hehehehehe… Brincadeira… Esses F-16 devem estar no osso…

  3. Muito mais útil para a USAF do que ficar armazenado no meio do deserto.
    Quem pode, pode, quem não pode devia aprender….

  4. Enquanto uns podem fritar seus F16 usados, aqui fica-se reformando velharia.

    Será que os franceses podem fritar seus Mirage 2000 antigos ?

    Tá certo que os mísseis franceses são ruins e eles irão durar muito.

    kkkkkkkkkkkkk

  5. O nosso país é um factóide, fingimos tudo, estamos sempre no caminho certo e nunca chegamos a lugar nenhum. se nos EUA F-16 vira drome é porque eles são inteligentes e sabem trabalhar o mercado, sabem se impor. Enquanto isso ficamos sonhando com pak-fa, rafale, F-18, e outros. pelo jeito antes de 2050 poderemos ter um caça de quarta ou quinta geração mas aí eles já estarão na sétima ou oitava. mas que fica bem no desfile fica, até o F-103 fazia um belo barulho para os ouvidos dos leigos. a FAB vai virar fraqueza aérea brasileira. sinto muito mas não aguento mais…

  6. Invincible disse:
    28 de maio de 2010 às 18:37

    Pior é que o amigo Invincible tem razão. Esses F-16 devem estar no osso do osso. Adquiri-los ia ser uma baita dor de cabeça em termos de manutenção. Por mais que se pudesse modernizar a aviônica, a célula em si deve estar MUITO desgastada.

    Se não me falha a memória, já foi oferecido uma vez uns F-16A/B para a FAB com um “precinho camarada”, mas estavam muito detonados.

  7. muito triste exelentes aéronaves…mas penso mais nos pobres pilotos que agora vão ficar desenpregados e sem poder realizar seus sonhos!..aff trocar seres humanos(pilotos) por maquinas(drones) isso nunca vai dar certo..NUNCA!!!!

  8. bbc_poa, mas a FAB não comprou P-3 no osso? tão até com problema de fadiga séria nas asas….

    Tem muito avião no deserto americano que foi colocado lá por obsolência tb!… mantivemos voando F-5 durante 40 anos! e ainda modernizamos os bichinhos… rsrsrss – e vai ter modernização pior… a dos A-1!
    Acho um F-16A, modernizado, melhor em todos os sentidos do que o A-1….

  9. Marcelo Tadeu disse:
    28 de maio de 2010 às 18:22
    Se eu sou contribuinte americano ia ficar p… da vida

    Por quê? Porque na hora em que eles precisam atirar, acertam? Tu acha que em Israel não se faz isso? Tu acha que na Rússia também não existem(existiram) MiG´s e Sukhois “Q”? É melhor ver um fabuloso avião terminando sua carreira assim, instruíndo e melhorando o aprendizado dos novos guerreiros, do que ve-los apodrecendo num pedestal ao relento!
    Museu? só precisa de umas pouquíssimas unidades.
    E aqui no brasil? Vamos marcar passo mais uma vez. Vejam o que aconteceu com os F-5B!!!! Estão apodrecendo em algur lugar, mesmo tendo sido vendidos por meio de leilão…
    O QF-16 representa um ganho altamente qualitativo sobre o QF-4! Abater uns 10 Mirages IIIEQ elevariam a capacidade operacional das FFAA tupiniquins…

  10. Alguém já assistiu um programa do Discovery sobre os QF´s? No início mostram uma equipe de técnicos no deserto selecionando os F-4 que estivessem em “condições de serem reformados” para servir de QF-4…praticamente todas as aeronaves estavam usadas até o osso!!! O norte americano não sofre com essa paranóia de não poder usar o equipamento! No livro do Gen. Patton(A Guerra que Eu Vi) ele diz:”…o americano é um péssimo soldado, mas um ótimo operador de máquinas…”
    Comprar equipamento norte americano usado é um péssimo negócio..e a FAB sabe muito bem disso…

  11. Giordani,

    Concordo em parte, tb acho melhor ser drone do que ir para o deserto e virar lata de cerveja…

    Mas se vc for ao MUSAL, aqui no RJ verá um exemplar do Mirage III, Xavante e F-5B.

    E Francisco AMX, se vc não gosta do A-1, por que tem esse nome?

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here