terça-feira, junho 15, 2021

Gripen para o Brasil

Sindicato acusa Embraer de reservar bônus milionário a diretores. Empresa nega e se justifica

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região, acusou a Embraer de ter reservado bônus de R$ 50 milhões a um grupo de 25 diretores, à semelhança do que fez a seguradora americana AIG.

Segundo ele, “Não tem crise econômica na Embraer, a Justiça sabe disso e manteve os postos de trabalho (provisoriamente, por meio de uma liminar). Na última quarta-feira, o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de Campinas manteve as demissões.

“Estamos achando isso tudo uma farra”, continuou o dirigente. “Hoje, essa empresa serve para dar dinheiro para banqueiro e para gerência, que vai receber bônus de R$ 50 milhões.”

Embraer rebate acusações

A Embraer, em noto divulgada neste Sábado, negou o pagamento do bônus e afirmou que o patamar indicado pelos sindicalistas diz respeito ao “valor limite definido pelos acionistas para dispêndio com seus administradores no período de maio de 2008 a abril de 2009”.

A empresa informou ainda que os R$ 50 milhões não são bônus, mas uma reserva para pagamento dos honorários dos conselheiros de administração e de seus encargos trabalhistas. A verba também serve, diz a Embraer, para garantir os honorários dos diretores, participação deles nos lucros da empresa e despesas com assistência médica, planos de aposentadoria complementar e encargos trabalhistas sobre as indenizações e verbas rescisórias de ex-administradores (veja nota abaixo).

“É absolutamente inverídica a informação de que diretores e conselheiros da Administração da Embraer receberam R$ 50 milhões de bônus da empresa”, diz a nota, acrescentando que a participação nos lucros, a assistência médica e o plano de aposentadoria complementar não são benefícios exclusivos dos administradores, mas de todos os empregados.

COMUNICADO

São José dos Campos, 21 de março de 2009

Em face das declarações por parte do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região, dando conta de suposto pagamento de bônus a integrantes da Diretoria e do Conselho de Administração da Embraer, totalizando R$ 50 milhões, a Empresa vem a público esclarecer que:

• Como todas as empresas brasileiras com ações listadas na Bolsa de Valores de São Paulo, a Embraer informa, anualmente, o valor limite a ser despendido com sua Administração – Conselho de Administração e Diretoria.

• Essa informação é pública e resulta da decisão exclusiva e soberana dos acionistas da Empresa, em Assembléia Geral Ordinária, conforme estabelecem a legislação e as regras que regulam as empresas de capital aberto no país.

• O valor limite definido pelos acionistas da Embraer para dispêndio com seus administradores no período de maio de 2008 a abril de 2009 foi de R$ 50 milhões. Esse valor foi estabelecido em Assembléia Geral Ordinária ocorrida em abril de 2008.

• Esse limite compreende todas as despesas com i) honorários dos conselheiros de administração; ii) encargos trabalhistas sobre os honorários dos conselheiros de administração; iii) honorários dos diretores; iv) encargos trabalhistas sobre os honorários dos diretores; v) participação dos diretores nos lucros da Empresa; vi) encargos trabalhistas sobre a participação dos diretores nos lucros da Empresa; vii) despesas com assistência médica dos conselheiros de administração; viii) despesas com assistência médica dos diretores; ix) despesas com o plano de aposentadoria complementar dos diretores; x) indenizações e verbas rescisórias de x-administradores; xi) encargos trabalhistas sobre as indenizações e verbas rescisórias de ex-administradores.

• Os valores efetivamente gastos com todas as despesas acima descritas serão informados publicamente nos demonstrativos financeiros e contábeis da Empresa relativos ao exercício de 2009, e serão mandatoriamente inferiores ao limite aprovado

É absolutamente inverídica a informação de que Diretores e Conselheiros da Administração da Embraer receberam R$ 50 milhões de bônus da Empresa.

Importa ainda ressaltar que a participação nos lucros, a assistência médica e o plano de aposentadoria complementar não são benefícios exclusivos dos administradores da Empresa, mas sim de todos os empregados da Embraer, sem exceção.

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
JMRC

Oque é que o sindicato tem haver com bonificações pagas aos executivos? o que é que o TRT tem haver com isso? O Brasil precisa mais da Embraer e não o contrario. Os principais clientes da Embraer (quase todos) estão fora do Brasil. A Embraer é uma sociedade empresaria que visa o lucro, e não uma fundação beneficiente. Sinto muito pelos que serão demitidos, mas essa discursão é ridícula. Se a Embraer quiser demitir, ela vai demitir e ponto. Isso que está acontecendo é tão ridiculo quanto a Justiça do Trabalho te impedir de mandar sua empregada embora e falar… Read more »

Tailhooker

Sindicatos + imprensa. Tira qualquer um do sério. O clima não anda bom na Embraer. Essa lenha que o sindicato está tentando colocar na fogueira está afentado incluise o desempenho daqueles que ficaram.
Uma boa encomenda cairia muito bem para acalmar os ânimos. O problemas é que ela não vem.
Nesse momento delicado, espero que o Governo não influencie a Embraer a fazer negócios que envolvam parcerias com os argentinos, o que não seria bom.
Com los hermanos, somente venda “à vista” e basta.

RLobo

“Se quiser demitir ela vai demitir e pronto” Quanta insensibilidade! Porque antes de demitir a empresa não corta custo com seus diretores? O que está acontecendo é uma vergonha! A Embraer sempre tratou a FAB e o governo brasileiro não como parceiros mas como subalternos dos seus interesses. Demitem + de 4000 pais de familia e isto depois de conseguir uma generosa linha de credito do BNDES (para quem não sabe o BNDES opera essencialmente com dinheiro do FAT que é um fundo de amparo ao trabalhador) isto significa que aqueles que foram demitidos contribuiram para esta linha de credito.… Read more »

Hornet

Chama o Obama!!! E rápido. Ao menos nos EUA uma coisa dessas não acontece impunemente (caso seja verdade que a Embraer tenha dado bônus aos seus diretores ao mesmo tempo em que demite funcionários e pede verba pública para cobrir seus buracos). Basta ver o caso da AIG. Nos EUA a população protesta na rua, o presidente do país não deixa isso acontecer (corta o repasse de verbas públicas se for necessário), o Congresso pede explicações aos empresários, o sindicato reclama (como o daqui, a única parte que está igual)…enfim… O Obama sabe que nenhuma empresa tem o direito de… Read more »

Mauricio R.

“Demitem + de 4000 pais de familia e isto depois de conseguir uma generosa linha de credito do BNDES…”

Mas e os 30% de quebra nas encomendas??? Por acaso o sindicato tem como resolver isto???

Palpitar é fácil.

“A Embraer sempre tratou a FAB e o governo brasileiro não como parceiros mas como subalternos dos seus interesses.”

Concordo em genero e grau.

JMRC

RLobo Não se trata de insensibilidade, e sim de realidade (Capital x Trabalho). Lemento muito pelas familias, e espero que ninguém seja demitido. Só disse na mensagem acima que a justiça não pode impedir uma empresa de demitir. O que esta acontecendo nestas audiências na Justiça do Trabalho são um mero teatro para mostrar para os Trabalhadores (petistas) que o governo esta tentando alguma coisa. Senhores visito este blog por que eu gosto muito de aviação militar (desde pequeno). Não sou militar, não sou engenheiro, enfim, não sou do ramo. Sou advogado e posso lhes garantir de que o Poder… Read more »

Hornet

Caro JMRC, não concordo. Acho que quem armou este circo todo foi a própria diretoria da Embraer. O que levou a Embraer ao TRT foi o fato de a empresa ter feito as demissões sem negociação prévia com o sindicato e com o governo (negociar os termos da demissão). Não há lei no país que proíba as demissões, entretanto, na medida em que a Embraer usa e abusa do dinheiro público a questão torna-se uma questão pública também, e o Ministério Público fez o que tinha que fazer: convocou a diretoria da empresa para pedir explicações sobre as demissões. E… Read more »

RJ

É isso aí! Redução de jornada sem redução de salário! e reintegração de todos os demitidos, senão a gente faz campanha pela reestatização!!! Parece que quem tá fazendo coisas para eleitor ver é o sindicato, pois tinha eleição do sindicato logo após o dia da demissão. E negociar com esse sindicato é impossível. Os caras vem sempre com a mesma ladaínha “Redução de jornada sem redução de salário!”. Independente da situação da firma ou do que se queira discutir, o discurso é sempre o mesmo. E no que isso ajudaria a EMBRAER a enfrentar a crise? Se eles soubessem pelo… Read more »

Abrivio

NOTÍCIA REQUENTADA 18/03/2009 – 20h07 TRT mantém demissões da Embraer, mas concede indenizações Da Agência Brasil São Paulo – O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de Campinas decidiu nesta quarta-feira manter as 4.200 demissões na Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer) O pedido de liminar que suspenderia as demissões foi apresentado pelos sindicatos, mas não foi aceito. No entanto, o TRT decidiu que a empresa deverá pagar a cada funcionário demitido uma indenização no valor de dois salários de aviso prévio, com limite de R$ 7.000, além de oferecer assistência médica por um ano. Essa proposta já havia sido feita pela… Read more »

Abrivio

Hornet, Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa, a frase é ridícula mas na falta de uma melhor. Uma coisa é cobrir buraco de quem fez m., outra é dar liquidez porque o crédito sumiu do mercado. O governo americano está dando dinheiro a AIG para cobrir a lambança que os executivos da AIG fizeram, por isso é injusto que recebam bônus por fazerem serviço porco. O governo brasileiro tem interesse em programas desenvolvidos pela Embraer, o dinheiro liberado é contraprestação de serviços feitos ou a serem feitos. Linha de crédito o governo está abrindo para qualquer… Read more »

Abrivio

Hornet, A Embraer usa e abusa do dinheiro público? Vamos ver: – participação do BNDS e do Previ no capital da empresa. Realmente, há dinheiro público aqui, porém tb há direito a voto na assembléia geral, aquela que aprovou os 50 milhões para custos com administração. Por que o governo aprovou e agora por pressão da mídia quer reclamar? A Embraer é conhecida distribuidora de dividendos e o governo pegou o $$$$ dele sem queixa. – compra de aeronaves e modernização O governo é péssimo pagador, inicia o serviço, a empresa compromete capital, e do nada os pagamentos começam a… Read more »

Hornet

caro Abrivio, o termo que usei é um termo apenas. E ele quer dizer o seguinte: a Embraer não vive sem o BNDES, sem o apoio do Estado (seja por meio de finaciamentos, compra direta ou outro tipo de apoio, como por exemplo o investimento público na pesquisa tecnológica feita no CTA ou na própria Embraer, de forma direta, e finaciada pela FAPESP, Finep, CNPq etc.)…o que não quer dizer que eu ache isso errado. A empresa não pode ver o Estado do Brasil como um cliente. O Estado é um parceiro…cliente é outra coisa. Portanto não tem essa de… Read more »

Hornet

Apenas uma correção, sobre o finaciamento de 700 milhões do BNDES: ele não saiu ainda, o Presidente do Banco, Luciano Coutinho, está estudando esta possibilidade…e ele seria para a Embraer poder vender seus aviões para a Argentina. O BNDES quer averiguar primeiro se a Argentina teria como pagar isso depois, pois, como sabemos, a transação funciona mais ou menos assim: a Argentina compra os aviões, o BNDES paga para a Embraer, e depois o comprador (Argentina, no caso) fica devendo para o BNDES. Enfim, linhas de créditos para exportação. Coisa corriqueira no mundo da aviação internacional, mas sem a qual,… Read more »

Hornet

achei a notícia do banco da França, em português, para quem se interessar: 22/03/2009 – 14h34 Sob pressão, diretores de banco francês abrem mão de bônus Publicidade da Folha Online Os diretores do banco francês Société Générale renunciaram completamente a receber bônus em forma de opções sobre ações (stock options) diante da polêmica provocada pelas bonificações e da intensa pressão do governo. “Para acabar com toda polêmica, decidimos renunciar ao benefício da atribuição destas stock options e informamos ao conselho de administração”, afirmaram em nota os quatro principais executivos do banco. Os diretores haviam aceitado provisoriamente na sexta-feira passada (20)… Read more »

Hornet

pra gente ver como somos bonzinhos e compreensivos, no caso da AIG, teve até quem pedisse a cabeça (literalmente) dos diretores da empresa. Será que eram os radicais do sindicato de São José dos Campos fazendo teatro também, nos EUA? Pode ser, né? Nunca se sabe… 19/03/2009 – 16h08 Câmara dos EUA aprova imposto de 90% sobre bônus de empresas que receberam ajuda da Folha Online Atualizado às 16h27. A Casa dos Representantes (Câmara dos Deputados) dos EUA aprovou nesta quinta-feira uma lei para taxar em 90% os pagamentos de bônus feitos por empresas que receberam ajuda do governo para… Read more »

andre de poa

Faltou administração correta para este momento dificil. Para os grande players do mundo o marketing das noticias são muito importantes para demonstrar vigor e estabilidade. Ninguem quer comprar algo valioso de alguem que vá quebrar ou não ter condições de dar boa assistencia futura. Então existiria alternativas as 4k demissões, pulverizar ao logo dos meses, PDV, redução de parte dos salários de todos em troca de garantia de emprego, redução de jornada,etc.. Isso me lembra o case da fabrica Azaleia aqui no sul que mandou o aviso de demissão geral na vespera do natal. Se não me engano o dirigente… Read more »

Abrivio

Hornet, Vc está misturando operações que não tem nada haver. Uma coisa é financiamento, uma coisa é compra de ações que não tem mais valor no mercado, outra coisa é empréstimo, outra é contraprestação de compra ou prestação de serviço… Novamente, leia o primeiro post, o caso da AIG não tem nada em comum com a Embraer. Os diretores da AIG fizeram besteira. A AIG garantiu títulos podres subprime, colocou dinheiro bom em hipotecas de alto risco. Logo, administraram mal, quem administra mal merece prêmio? É por isso que os americanos estão bravos, dar dinheiro do contribuinte para quem não… Read more »

camberiu

Nao confundam as coisas. Os Bancos foram RESGATADOS DA FALENCIA pelo governo, recebendo CENTENAS DE BILHOES de dolares de injecao direta de capital. Isso e’ uma coisa.

A Embraer e’ uma empresa PRIVADA que seguiu a risca a legislacao para demitir os sues funcionarios. A legislacao foi seguinda, assunto encerrado. Bonus nao tem nada a ver com a hsitoria. Sendo seguida a legislacao, a Embraer pode contratar e demitir quando quiser, pelo motivo que desejar, e estamos conversados.

Abrivio

Hornet, Vamos lá, onde está o favor? “financiamentos” O BNDES financia todos os grandes exportadores brasileiros. Só a Embraer tem interferência política. A crise internacional é de crédito, se as exportações pararem, o Brasil vai “falir”. “compra direta ou outro tipo de apoio” As compras do governo brasileiro são ínfimas, no total são menos de 5%. É mau pagador, contrata e depois para receber… Por isso, os super tucanos e F-5m atrasaram vários anos, muitos anos. “como por exemplo o investimento público na pesquisa tecnológica” Isso se chama parceria. A Embraer não recebe nada de graça, o túnel de vento,… Read more »

Abrivio

Faço minhas as palavras do André de Poa.

A questão deveria ter sido administrada de outra forma, faltou tato. Porém, o corte ocorreria de qualquer forma.

As vendas devem voltar ao normal só em 2011.

Não dá para manter 4.000 funcionários por dois anos inativos.

Hornet

Abrivio, meu amigo, agora vc está falando o que eu sempre falei: “A questão deveria ter sido administrada de outra forma, faltou tato.” A empresa queimou o filme à toa. Ou por má administração (não no sentido do lucro, má administração no sentido de não se importar com os parceiros mais imediatos: governo e sociedade brasileira) ou por outro motivo que não sabemos ainda, mas nenhum motivo muito justo. É este o ponto. A Embraer alegou crise para demitir: mas está dando lucro. Com as demissões, o que a Embraer conseguiu (além de quemar o filme e se desvalorizar) foi… Read more »

Hornet

caro Abrivio, o termo que usei é um termo apenas. E ele quer dizer o seguinte: a Embraer não vive sem o BNDES, sem o apoio do Estado (seja por meio de finaciamentos, compra direta ou outro tipo de apoio, como por exemplo o investimento público na pesquisa tecnológica feita no CTA ou na própria Embraer, de forma direta, e finaciada pela FAPESP, Finep, CNPq etc.)…o que não quer dizer que eu ache isso errado. A empresa não pode ver o Estado do Brasil como um cliente. O Estado é um parceiro…cliente é outra coisa. Portanto não tem essa de… Read more »

JMRC

Oque é que o sindicato tem haver com bonificações pagas aos executivos? o que é que o TRT tem haver com isso? O Brasil precisa mais da Embraer e não o contrario. Os principais clientes da Embraer (quase todos) estão fora do Brasil. A Embraer é uma sociedade empresaria que visa o lucro, e não uma fundação beneficiente. Sinto muito pelos que serão demitidos, mas essa discursão é ridícula. Se a Embraer quiser demitir, ela vai demitir e ponto. Isso que está acontecendo é tão ridiculo quanto a Justiça do Trabalho te impedir de mandar sua empregada embora e falar… Read more »

Tailhooker

Sindicatos + imprensa. Tira qualquer um do sério. O clima não anda bom na Embraer. Essa lenha que o sindicato está tentando colocar na fogueira está afentado incluise o desempenho daqueles que ficaram.
Uma boa encomenda cairia muito bem para acalmar os ânimos. O problemas é que ela não vem.
Nesse momento delicado, espero que o Governo não influencie a Embraer a fazer negócios que envolvam parcerias com os argentinos, o que não seria bom.
Com los hermanos, somente venda “à vista” e basta.

RLobo

“Se quiser demitir ela vai demitir e pronto” Quanta insensibilidade! Porque antes de demitir a empresa não corta custo com seus diretores? O que está acontecendo é uma vergonha! A Embraer sempre tratou a FAB e o governo brasileiro não como parceiros mas como subalternos dos seus interesses. Demitem + de 4000 pais de familia e isto depois de conseguir uma generosa linha de credito do BNDES (para quem não sabe o BNDES opera essencialmente com dinheiro do FAT que é um fundo de amparo ao trabalhador) isto significa que aqueles que foram demitidos contribuiram para esta linha de credito.… Read more »

Hornet

Chama o Obama!!! E rápido. Ao menos nos EUA uma coisa dessas não acontece impunemente (caso seja verdade que a Embraer tenha dado bônus aos seus diretores ao mesmo tempo em que demite funcionários e pede verba pública para cobrir seus buracos). Basta ver o caso da AIG. Nos EUA a população protesta na rua, o presidente do país não deixa isso acontecer (corta o repasse de verbas públicas se for necessário), o Congresso pede explicações aos empresários, o sindicato reclama (como o daqui, a única parte que está igual)…enfim… O Obama sabe que nenhuma empresa tem o direito de… Read more »

Mauricio R.

“Demitem + de 4000 pais de familia e isto depois de conseguir uma generosa linha de credito do BNDES…”

Mas e os 30% de quebra nas encomendas??? Por acaso o sindicato tem como resolver isto???

Palpitar é fácil.

“A Embraer sempre tratou a FAB e o governo brasileiro não como parceiros mas como subalternos dos seus interesses.”

Concordo em genero e grau.

JMRC

RLobo Não se trata de insensibilidade, e sim de realidade (Capital x Trabalho). Lemento muito pelas familias, e espero que ninguém seja demitido. Só disse na mensagem acima que a justiça não pode impedir uma empresa de demitir. O que esta acontecendo nestas audiências na Justiça do Trabalho são um mero teatro para mostrar para os Trabalhadores (petistas) que o governo esta tentando alguma coisa. Senhores visito este blog por que eu gosto muito de aviação militar (desde pequeno). Não sou militar, não sou engenheiro, enfim, não sou do ramo. Sou advogado e posso lhes garantir de que o Poder… Read more »

Hornet

Caro JMRC, não concordo. Acho que quem armou este circo todo foi a própria diretoria da Embraer. O que levou a Embraer ao TRT foi o fato de a empresa ter feito as demissões sem negociação prévia com o sindicato e com o governo (negociar os termos da demissão). Não há lei no país que proíba as demissões, entretanto, na medida em que a Embraer usa e abusa do dinheiro público a questão torna-se uma questão pública também, e o Ministério Público fez o que tinha que fazer: convocou a diretoria da empresa para pedir explicações sobre as demissões. E… Read more »

RJ

É isso aí! Redução de jornada sem redução de salário! e reintegração de todos os demitidos, senão a gente faz campanha pela reestatização!!! Parece que quem tá fazendo coisas para eleitor ver é o sindicato, pois tinha eleição do sindicato logo após o dia da demissão. E negociar com esse sindicato é impossível. Os caras vem sempre com a mesma ladaínha “Redução de jornada sem redução de salário!”. Independente da situação da firma ou do que se queira discutir, o discurso é sempre o mesmo. E no que isso ajudaria a EMBRAER a enfrentar a crise? Se eles soubessem pelo… Read more »

Abrivio

NOTÍCIA REQUENTADA 18/03/2009 – 20h07 TRT mantém demissões da Embraer, mas concede indenizações Da Agência Brasil São Paulo – O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de Campinas decidiu nesta quarta-feira manter as 4.200 demissões na Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer) O pedido de liminar que suspenderia as demissões foi apresentado pelos sindicatos, mas não foi aceito. No entanto, o TRT decidiu que a empresa deverá pagar a cada funcionário demitido uma indenização no valor de dois salários de aviso prévio, com limite de R$ 7.000, além de oferecer assistência médica por um ano. Essa proposta já havia sido feita pela… Read more »

Abrivio

Hornet, Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa, a frase é ridícula mas na falta de uma melhor. Uma coisa é cobrir buraco de quem fez m., outra é dar liquidez porque o crédito sumiu do mercado. O governo americano está dando dinheiro a AIG para cobrir a lambança que os executivos da AIG fizeram, por isso é injusto que recebam bônus por fazerem serviço porco. O governo brasileiro tem interesse em programas desenvolvidos pela Embraer, o dinheiro liberado é contraprestação de serviços feitos ou a serem feitos. Linha de crédito o governo está abrindo para qualquer… Read more »

Abrivio

Hornet, A Embraer usa e abusa do dinheiro público? Vamos ver: – participação do BNDS e do Previ no capital da empresa. Realmente, há dinheiro público aqui, porém tb há direito a voto na assembléia geral, aquela que aprovou os 50 milhões para custos com administração. Por que o governo aprovou e agora por pressão da mídia quer reclamar? A Embraer é conhecida distribuidora de dividendos e o governo pegou o $$$$ dele sem queixa. – compra de aeronaves e modernização O governo é péssimo pagador, inicia o serviço, a empresa compromete capital, e do nada os pagamentos começam a… Read more »

Hornet

Apenas uma correção, sobre o finaciamento de 700 milhões do BNDES: ele não saiu ainda, o Presidente do Banco, Luciano Coutinho, está estudando esta possibilidade…e ele seria para a Embraer poder vender seus aviões para a Argentina. O BNDES quer averiguar primeiro se a Argentina teria como pagar isso depois, pois, como sabemos, a transação funciona mais ou menos assim: a Argentina compra os aviões, o BNDES paga para a Embraer, e depois o comprador (Argentina, no caso) fica devendo para o BNDES. Enfim, linhas de créditos para exportação. Coisa corriqueira no mundo da aviação internacional, mas sem a qual,… Read more »

Hornet

achei a notícia do banco da França, em português, para quem se interessar: 22/03/2009 – 14h34 Sob pressão, diretores de banco francês abrem mão de bônus Publicidade da Folha Online Os diretores do banco francês Société Générale renunciaram completamente a receber bônus em forma de opções sobre ações (stock options) diante da polêmica provocada pelas bonificações e da intensa pressão do governo. “Para acabar com toda polêmica, decidimos renunciar ao benefício da atribuição destas stock options e informamos ao conselho de administração”, afirmaram em nota os quatro principais executivos do banco. Os diretores haviam aceitado provisoriamente na sexta-feira passada (20)… Read more »

Hornet

pra gente ver como somos bonzinhos e compreensivos, no caso da AIG, teve até quem pedisse a cabeça (literalmente) dos diretores da empresa. Será que eram os radicais do sindicato de São José dos Campos fazendo teatro também, nos EUA? Pode ser, né? Nunca se sabe… 19/03/2009 – 16h08 Câmara dos EUA aprova imposto de 90% sobre bônus de empresas que receberam ajuda da Folha Online Atualizado às 16h27. A Casa dos Representantes (Câmara dos Deputados) dos EUA aprovou nesta quinta-feira uma lei para taxar em 90% os pagamentos de bônus feitos por empresas que receberam ajuda do governo para… Read more »

andre de poa

Faltou administração correta para este momento dificil. Para os grande players do mundo o marketing das noticias são muito importantes para demonstrar vigor e estabilidade. Ninguem quer comprar algo valioso de alguem que vá quebrar ou não ter condições de dar boa assistencia futura. Então existiria alternativas as 4k demissões, pulverizar ao logo dos meses, PDV, redução de parte dos salários de todos em troca de garantia de emprego, redução de jornada,etc.. Isso me lembra o case da fabrica Azaleia aqui no sul que mandou o aviso de demissão geral na vespera do natal. Se não me engano o dirigente… Read more »

Abrivio

Hornet, Vc está misturando operações que não tem nada haver. Uma coisa é financiamento, uma coisa é compra de ações que não tem mais valor no mercado, outra coisa é empréstimo, outra é contraprestação de compra ou prestação de serviço… Novamente, leia o primeiro post, o caso da AIG não tem nada em comum com a Embraer. Os diretores da AIG fizeram besteira. A AIG garantiu títulos podres subprime, colocou dinheiro bom em hipotecas de alto risco. Logo, administraram mal, quem administra mal merece prêmio? É por isso que os americanos estão bravos, dar dinheiro do contribuinte para quem não… Read more »

camberiu

Nao confundam as coisas. Os Bancos foram RESGATADOS DA FALENCIA pelo governo, recebendo CENTENAS DE BILHOES de dolares de injecao direta de capital. Isso e’ uma coisa.

A Embraer e’ uma empresa PRIVADA que seguiu a risca a legislacao para demitir os sues funcionarios. A legislacao foi seguinda, assunto encerrado. Bonus nao tem nada a ver com a hsitoria. Sendo seguida a legislacao, a Embraer pode contratar e demitir quando quiser, pelo motivo que desejar, e estamos conversados.

Abrivio

Hornet, Vamos lá, onde está o favor? “financiamentos” O BNDES financia todos os grandes exportadores brasileiros. Só a Embraer tem interferência política. A crise internacional é de crédito, se as exportações pararem, o Brasil vai “falir”. “compra direta ou outro tipo de apoio” As compras do governo brasileiro são ínfimas, no total são menos de 5%. É mau pagador, contrata e depois para receber… Por isso, os super tucanos e F-5m atrasaram vários anos, muitos anos. “como por exemplo o investimento público na pesquisa tecnológica” Isso se chama parceria. A Embraer não recebe nada de graça, o túnel de vento,… Read more »

Abrivio

Faço minhas as palavras do André de Poa.

A questão deveria ter sido administrada de outra forma, faltou tato. Porém, o corte ocorreria de qualquer forma.

As vendas devem voltar ao normal só em 2011.

Não dá para manter 4.000 funcionários por dois anos inativos.

Hornet

Abrivio, meu amigo, agora vc está falando o que eu sempre falei: “A questão deveria ter sido administrada de outra forma, faltou tato.” A empresa queimou o filme à toa. Ou por má administração (não no sentido do lucro, má administração no sentido de não se importar com os parceiros mais imediatos: governo e sociedade brasileira) ou por outro motivo que não sabemos ainda, mas nenhum motivo muito justo. É este o ponto. A Embraer alegou crise para demitir: mas está dando lucro. Com as demissões, o que a Embraer conseguiu (além de quemar o filme e se desvalorizar) foi… Read more »

Reportagens especiais

Mectron lança livro dos seus primeiros 20 anos e revela detalhes de seus programas

Alexandre Galante A Mectron apresentou com exclusividade ao Poder Aéreo/Forças de Defesa na terça-feira (10.12.13), em São José dos Campos-SP,...
- Advertisement -
- Advertisement -