Home Sistemas de Armas Boeing e Kongsberg testam instalação do ‘Joint Strike Missile’ no Super Hornet

Boeing e Kongsberg testam instalação do ‘Joint Strike Missile’ no Super Hornet

206
8

Joint Strike Missile em Super Hornet - foto Boeing

No início do mês, a Boeing informou que foi completada recentemente  a checagem da instalação do míssil JSM (Joint Strike Missile) num caça F/A-18 Super Hornet (foto acima). A checagem, realizada junto com a empresa norueguesa Kongsberg Defense Systems, que projetou e fabrica o míssil, foi realizada com sucesso nas instalações da Boeing em St. Louis, nos Estados Unidos.

Com esses teste, foi dado mais um passo para a compatibilidade do JSM com o Super Hornet, que será mais uma opção ar-solo em potencial para clientes do caça, tanto nos EUA quanto em outros países . O JSM é uma arma de longo alcance com características de furtividade, para lançamento de fora do raio das defesas inimigas, capaz de engajar alvos em terra e no mar. No início do ano que vem, a Boeing e a Kongsberg planejam realizar testes de túnel de vento num Super Hornet Block II.

FONTE / FOTO: Boeing (tradução e edição do Poder Aéreo a partir de original em inglês)

VEJA TAMBÉM:

8
Deixe um comentário

avatar
7 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
5 Comment authors
Roberto BozzojoseboscojrFernando "Nunão" De MartiniGaleão CumbicaMarcos Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Marcos
Visitante
Member
Marcos

Esse avião ainda vai render!

E Brasil mais uma vez, perdendo o bonde!

Galeão Cumbica
Visitante
Galeão Cumbica

Marcos,

mas pela logica os norugas deveriam ta testando este missil com a LM e não com a Boeing, vc nao acha?

sds
GC

Marcos
Visitante
Member
Marcos

“O JSM é uma arma de longo alcance com características de furtividade, PARA LANÇAMENTO DE FORA DO RAIO DAS DEFESAS INIMIGAS, capaz de engajar alvos em terra e no mar”…

… portanto útil para o F-18.

Marcos
Visitante
Member
Marcos

Nunão

Acho que a pergunta do Galeão foi no sentido de que se o míssil é furtivo, seria óbvio que instalasse em um avião furtivo.

joseboscojr
Visitante
Active Member
joseboscojr

Pouco provável que a USN adquira o JSM já que tem o SLAM-ER, do mesmo segmento. Marcão, Na verdade um caça furtivo não precisa tanto de um míssil de longo alcance se pode chegar a menos de 80 km de distância do alvo sem ser detectado. As bombas planadoras (SDB, JSOW, JDAM-ER, etc) já fazem o serviço a um décimo do custo. Já o alcance de algumas armas turbopropulsadas (JSM, SLAM-ER, JASSM, Spear, etc) é tão grande que até um semi-furtivo como o Super Hornet se torna indetectável. Sem falar que independente do caça ser ou não stealth, ele lança… Read more »

Roberto Bozzo
Visitante
Member
Roberto Bozzo
Marcos
Visitante
Member
Marcos

Bosco

Foi o que coloquei lá atrás:

“O JSM é uma arma de longo alcance com características de furtividade, PARA LANÇAMENTO DE FORA DO RAIO DAS DEFESAS INIMIGAS, capaz de engajar alvos em terra e no mar”…

… portanto útil para o F-18.