quarta-feira, novembro 30, 2022

Gripen para o Brasil

Austrália substituirá C-130J pela nova frota Super Hercules

Destaques

Guilherme Poggio
Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

A Real Força Aérea Real Australiana (RAAF) substituirá e expandirá sua frota existente de transportes táticos Lockheed Martin C-130J Super Hercules por novos C-130J.

“A Defesa identificou que a nova aeronave C-130J representa a única opção que atende a todos os requisitos de capacidade da Austrália e garante a capacidade de mobilidade aérea média da Defesa sem introduzir riscos substanciais de custo, cronograma e capacidade”, diz o Departamento de Defesa (DoD).

“Como resultado, as novas aeronaves C-130J serão a única opção que a Defesa progredirá para aprovação do Governo sob o Projeto AIR 7404 Fase 1 em 2023.”

O DoD afirma que a decisão de obter novos C-130Js reflete a experiência com aquisições anteriores de defesa, bem como a experiência da RAAF com o tipo. Ele afirma que optar por novos C-130Js reduz o risco e é acessível, ao mesmo tempo em que atende aos requisitos.

Acrescenta que considerou outros tipos de aeronaves antes de decidir sobre o C-130J.

“Os méritos relativos de cada tipo de aeronave foram avaliados em relação aos requisitos de capacidade da Austrália”, acrescenta o DoD.

Os dados da frota Cirium mostram que a RAAF opera 12 C-130J com idade média de 23 anos. Antes de operar o C-130J, o serviço tinha experiência com variantes legadas do C-130 – os modelos A, E e H.

“A Lockheed Martin congratula-se com a declaração do Departamento de Defesa da Austrália de que busca substituir e expandir sua atual frota de mobilidade aérea média de 12 aeronaves C-130J Super Hercules por novos aviões de transporte aéreo C-130J Super Hercules”, diz Warren McDonald, executivo-chefe da Lockheed Martinho Austrália.

“Desde que se tornou o primeiro operador global do Hercules em 1958, o cumprimento desta nova aquisição fornecerá à Força Aérea Real Australiana uma das frotas C-130J mais modernas e avançadas do mundo com um histórico comprovado de versatilidade e confiabilidade. .”

FONTE: FlightGlobal

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

28 Comments

Subscribe
Notify of
guest

28 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Cristiano Salles (Taubaté-SP)

Área comercial da Embraer têm que ser mais agressiva, igual a Saab foi agressiva na venda dos Gripens…

Abraço a todos…

Fiquem com DEUS…>>>

Jadson S. Cabral

Na Austrália não adianta. São capachos dos americanos e britânicos. Essa de dizer que o C130J é o único que atende as necessidades da Austrália? Ah, quem acredita nisso?

Rafael

“Capacho”.

Ranking Pisa 2018: Matemática= Austrália 30º, Brasil 71º. Ciências= Austrália 16º, Brasil 65º. LEITURA= Austrália 17º, Brasil 58º.

Ps: agora precisamos ver se há denúncias de fraudes por parte de professores, coordenadores e diretores australianos durante as provas de avaliação de seus alunos.

oswaldo

Essa sua informacao sobre qualidade de educacao nao muda o fato de os Australianos serem capachos dos EUA, pois eles sao mesmo…

EduardoSP

“… C-130J representa a única opção que atende a todos os requisitos de capacidade da Austrália e garante a capacidade de mobilidade aérea média da Defesa sem introduzir riscos substanciais de custo, cronograma e capacidade“.

Santamariense

Capachos…..com qualidade de vida muuuuito melhor que a nossa! Os equipamentos militares deles estão anos-luz à frente dos nossos! Capachos….

Jadson S. Cabral

Não muda o fato de serem capachos. Com capachos, entende-se: só compram material militar de empresas americanas/britânicas

Nativo

Não são capachos, mas são primos anglo-saxões e protestantes. Logo tem muito amor envolvido.

Heitor

Eu queria ser “capacho” tbm, aliás, quem disse que o Embraer é melhor que um avião comprovado em combate inúmeras vezes? Santa prepotência

Jadson S. Cabral

Quem disse? Todo mundo exceto os loucos, os cegos e os baba ovos.

Gustavo

vale dizer que eles têm um mega preconceito com brasileiros por lá.

Helio Eduardo

Não seria demais supor que essa compra está na esteira do AUKUS?

Santamariense

Sério? E essa “agressividade” da SAAB resultou em que, até agora??

Antunes 1980

Austrália vai fechar 100% das suas compras militares com os Estados Unidos, devido a questão dos submarinos.
Nem adianta a Embraer ir lá tentar ….

737-800RJ

Ninguém duvida das capacidades do C-130, que está há décadas mostrando seu valor em dezenas de forças aéreas. É um clássico!
Mas o peso maior pra escolha não foi a parte técnica, né?
Claro que questão geopolítica SEMPRE pesa em compras militares de grande porte, mas essa compra já estava decidida há muito tempo.

Matheus

Os australianos estão com medo de escolher algo novo e ter a mesma decepção que foi com os Tiger e NH-90. De certa forma estão certos, mas vão ter mais do mesmo. Vão ver de longe outros países operarem aeronaves mais modernas e capazes (C-390, A-400M). Eu acho que as chances reais da Embraer é na Coréia do Sul. Torcendo!

Last edited 27 dias atrás by Matheus
Bruno Palma

Eles não precisam de aviões com mais capacidade que os C-130J, já têm os C-17A para esse trabalho.

Clésio Luiz

Pra ser sincero, teve eles tiveram problemas com todo fornecedor em um passado recente. O 737 AWACS deles? Atrasado e com custos altos.

Aquilo tudo me parece mais problemas na parte administrativa do que qualquer coisa.

Fabio Araujo

Pelo que eu andei lendo, o processo ainda não esta definido, quem faz a compra é o Ministério da Defesa, o Departamento de Defesa deve fazer uma lista das aeronaves e a licitação quem faz é o ministério, normalmente o DOD manda uma lista de possíveis fornecedores dessa vez o DOD mandou só uma opção, o que não é usual, resta saber se o MD vai aceitar essa quebra de protocolo ou se vai consultar outros fornecedores!

glasquis7

E vai sobrar Hercules no mercado… Os Australianos e os de UK

Santamariense

Exato….atrapalhando mais ainda as vendas do KC-390. Quando a Embraer decidiu investir nesse projeto, seus técnicos devem ter levado em conta estas possibilidades e variantes. Pelo menos, eu espero que sim. Em todo caso, a vida do avião brasileiro está, e continuará, bem complicada.

Jose Dasilva

Uai, mas o KC-390 não veio para tirar o Hercules do mercado?

Heli

O Hercules C130J é uma excelente aeronave e conta, assim como todo o complexo industrial americano, com o apoio do jogo politico da Casa Branca pra suas vendes. Não deve ser nada fácil concorrer com isso.

Wilson Look

Não. O KC-390 veio para substituir os C-130 da FAB.

Na questão do mercado, a EMBRAER estudou e viu que haveria uma demanda por aeronaves nessa categoria e que teria condições de ocupar uma parcela dessa demanda. O objetivo nunca foi tirar o Hércules do mercado.

Rafael Oliveira

Não. Não veio. A Embraer sempre soube que o KC-390 iria competir com o C-130.
A meta, ousada por sinal, era abocanhar 40% das vendas de aeronaves dessa categoria nas próximas décadas.

F-39 Gripen

Nenhuma surpresa, Canguru Capacho Anglo-saxão.

glasquis7

Argumento bom o seu. Se eles são capacho o que sobra pra América Latina?

Santamariense

Pois é! Se os australianos tivessem comprado meia dúzia do KC-390, nenhum dos que os chamou de capachos, teria usado esse adjetivo. Esqueceriam disso rapidinho.

Últimas Notícias

Caça Gripen E recebe o Certificado de Tipo Militar

A obtenção de um certificado de tipo militar para um avião de caça é algo único. Um marco que...
Parceiro

LAAD 2023

- Advertisement -
- Advertisement -