sábado, maio 28, 2022

Gripen para o Brasil

Chile quer comprar aeronaves britânicas E-3D Sentry ‘AWACS’ aposentadas

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Uma fonte disse ao UK Defense Journal que o Chile está procurando comprar “mais de uma” aeronave E-3D aposentada da Grã-Bretanha.

Uma das aeronaves já foi vendida para os Estados Unidos, para ser usada como um treinador dedicado, apoiando sua frota de comunicações aéreas e postos de comando E-6B Mercury.

O Reino Unido originalmente operou sete aeromaves do tipo. Em dezembro de 2020, apenas três permaneciam em serviço depois que um foi retirado de serviço em 2009 para ser usado como sobressalente, dois foram retirados em março de 2019 e outro retirado em janeiro de 2020.

A variante E-3D possui motores CFM56 e algumas modificações britânicas e foi designada Sentry AEW.1 no serviço da RAF. As modificações incluíram a adição de uma sonda de reabastecimento ao lado do receptáculo AAR da lança existente, pods ESM nas pontas das asas, uma capacidade de vigilância marítima aprimorada, oferecendo “processamento de varredura e varredura marítima”, além de rádios JTIDS e Havequick 2.

A frota de aeronaves de alerta aéreo antecipado E-3 Sentry da RAF foi aposentada em setembro com sua substituição, o E-7 Wedgetail, previsto para entrar em serviço em 2023. O Reino Unido contará até lá com a Força Aérea de Alerta e Controle Aéreo da OTAN para preencher a lacuna.

- Advertisement -

277 Comments

Subscribe
Notify of
guest
277 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Leandro Costa

É algo que realmente falta à Força Aérea Chilena. Mas eu tentaria emplacar algo Brasileiro para eles. Não sei exatamente quais seriam as diferenças entre os radares e sensoriamente de um E-3D comparado com um E-99M, mas acredito que poderíamos oferecer algo atraente aos Chilenos.

Bruno

Leandro, compartilho da sua opinião. Ainda acredito num custo menor de tudo com os E-99M.

Leandro Costa

Bruno, acho até que sairia mais caro e mais demorado comprar um ou mais E-99, só que seria mais barato de manter e operar, sem contar que poderiam operar por muito mais anos do que um E-3D já acima da metade da vida útil. O que eu não sei comparar ainda são as capacidades estimadas de cada uma dessas plataformas. Talvez o E-99M tenha uma área de cobertura menor, com menor capacidade, mas que sendo uma aeronave menor e mais moderna, poderia ter uma disponibilidade maior, efetivamente estando mais presente, etc. e em um custo operacional menor. Pode valer bem… Read more »

Bruno

Opa. Exatamente.
Poderia ser até um pouco mais caro mesmo no preço final de compra, mas a manutenção, inclusive dos equipamentos a bordo, e operação devem ser bem mais baratas. Ainda levariam células novas ou, na pior das hipóteses, usadas com boas horas de voo. Acredito que essa modernização para o padrão M colocou o E99 em um nível bem elevado.

Alexandre

Exato Bruno, com a modernização dos nossos E 99, eles passaram a ter um alcance de detecção de 750km, o que não é pouco, fora que tem todas as tecnologias de ELINT e COMINT, rádios criptografados e podem se comunicar com meios aéreos, navais, terrestres e satélites.
O problema para o Chile é o custo de aquisição de um E 99 novo, e sem nenhum desconto dado pela rainha, rsrsrs.
E 99 novo não é para qualquer um!

Rinaldo Nery

416NM? Não.

glasquis7

Cel, não adianta discutir com baixa autoestima. O indivíduo só inventa mentiras sobre o Chile e as suas capacidades.

Diferente do Senhor que, conhece a FACh de perto e tem conhecimento embasado para falar.

Elias

Provavelmente virá com um valor bem acessível,,, mas para proform ( em modelo padrão ) aí é o x da questão….

glasquis7

Na verdade, não tenho maiores informações sobre esta intenção de compra. Nem sei de onde veio a informação.

Alexandre

É por isso que fala tantas bobagens sobre as forças chilenas, hoje, um dia depois de vc dizer que não sabe de onde veio essa informação, a informação foi confirmada!

Alexandre

Estava demorando, bom, como sempre faço, mostro as fontes!
https://forcaaerea.com.br/voa-o-e-99m/

Alexandre

Olá Coronel, estou replicando dados que foram mostrados em revistas especializadas aqui do Brasil.
https://forcaaerea.com.br/voa-o-e-99m/
Abraços cordiais!

Adriano Madureira

Bruno, oque não falta no mundo são aeronaves Embraer usadas, seminovas e até novas com pouco tempo de uso…

Hellen

A Embraer fechou um contrato de US$ 250 milhões em 2008 para fornecer os três jatos à Índia

Teropode

Bobagem , o Chile quer um sistema de alerta de grande capacidade e não um sistema mediano , isto inclui autonomia de operação , conforto para a tripulação e uma plataforma testada a décadas , fora isto tudo , já vem funcionando e por se tratar de um descarte britânico ela será de baixo custo aquisição , o E 99 se resume ao Brasil , fora a Índia seremos o único operador , aliás o E 3 tá num nível muito acima , com espaço de sobra para ser Tunado ! E é quase de grátis , tudo para desagradar… Read more »

Palpiteiro

Esqueceu de que os E99 operam também no México e na Grécia.

Jadson S. Cabral

Esqueceu não. É só o mix de viralatismo com puxaquismo subindo a cabeça.
Se o E-99 serve muito bem para o Brasil, eu queria saber porque não serviria para o Chile, que é uma tripa de terra.

glasquis7

Serve sim, mas precisaria de um número maior de aeronaves e é claro, sairia muito mais caro.

Alexandre

Vc se baseou em que para falar isso?
É muita bobagem numa pessoa só!

Neto

É esse tipo de oportunidade que o Brasil costuma perder. . 1. Possui na indústria um vetor que pode ser – e já foi – vendido para países parceiros e neutros. . 2. Uma continua evolução desse tipo de projeto possibilita a revenda e a oferta de suporte por uma indústria nacional. . . Acaso o país propusesse a adição de novos jatos, talvez com a sonda de abastecimento, na FAB, células excedentes podem ser ofertadas a países parceiros. É assim com tucanos, super tucanos, f5s etc. Se temos o know How o estado pode ser mais ativo nesse sentido.… Read more »

Matheus

Embraer não fabrica mais o Legacy, não?
Alem do mais aquela ideia do novo E-99 na plataforma do E2 deu em nada, hoje em dia em termos de guerra eletronica só podemos oferecer o P-600.

Jadson S. Cabral

Não precisa fabricar mais. O que mais tem aí no mercado é lecacy baratinho ainda com muitas horas de voo. É só dar um tapa e instalar todos os sistemas novos.

Alexandre

De fato, os nossos E 99 e R99, com a última modernização que estão passando, são mais modernos e tem um custo de operação muito mais baixo. Mas tudo depende da negociação que os Ingleses estão oferecendo. Todos sabemos que é do interesse dos Ingleses, manter a Argentina sob pressão na sua fronteira oeste. Então, se esses aviões forem oferecidos ao Chile a preço de banana e ainda com uma ajudinha na manutenção por um período de tempo, pode sim, ser uma boa oportunidade. Mesmo sendo aviões com 50 anos de idade e que já tenham recebido peças canibalizadas de… Read more »

Rinaldo Nery

A vantagem do E-3D é o seu tamanho, o que permite a operação de 14 consoles de controle. E, o seu sistema elétrico (superior ao E-99), permite um alcance radar, hoje, ligeiramente maior que o E-99M. E a cobertura 360°, que não é critério crítico. Como já postei INÚMERAS vezes, se vc não sabe de onde o inimigo vem, está no lugar errado! Devia ter ficado no solo.

Thiago A.

Sim e a capacidade de processamento dos computadores são as mesmas ? A velocidade de detecção e atualização de um radar AESA é a mesma de um pulse- doppler ?

Rinaldo Nery

AESA é melhor e resistente a jamming. Processanento mais veloz.

Jadson S. Cabral

Claro que não.

Alexandre

Sem contar na capacidade de guerra eletrônica, que num radar AESA é muito superior que num radar pulso doopler.
Quanto a geração de energia ele está certo, mas creio que o radar do E 99 trabalha bem com menos energia, porque o alcance do radar do E99 é superior ao do E3 sentry!

Luís Henrique

Caro Rinaldo,
Mas em muitos sites é citado o alcance do radar do E3D como sendo de cerca de 400 km. Semelhante ao alcance dos nossos E-99 antes da modernização.
Agora com a modernização para E-99M foi revelado que o alcance de detecção aumentou para cerca de 730 km.
Mesmo sem uma modernização o E3D possui alcance radar ligeiramente superior aos 730 km dos nossos E-99M?

Alexandre

Vários sites confirmam o alcance de 730km e tem outros que falam em 1080km a depender do alvo e da altura de voo do E 99. Numa entrevista com o Brigadeiro do Ar Márcio Bruno Bonotto no site defesaaereanaval(DAN) se afirma os 1080km de alcance! “O radar do E-99 tem atualmente uma cobertura de mais de 540 quilômetros. Com a modernização desse equipamento, sua capacidade de alcance pode dobrar, ultrapassando os 1.080 km. “Isso pode variar conforme a altitude e o perfil do alvo. Se o radar detecta um avião de caça, o que vemos é uma imagem pequena”, afirmou… Read more »

Rinaldo Nery

Eu e Bonotto somos amigos (ele é da turma de baixo). Cursamos ECEMAR juntos em 2005. Hj ele é Vice Diretor do DECEA (VICEA).

Alexandre

Muito bom Coronel, então entenda, minha afirmação está baseada em várias publicações e relatos como esse que eu citei do seu amigo de farda. Seria bom o Senhor nos dar mais informações, agradeço desde já.

Thiago A.
Rinaldo Nery

Não sei te precisar, mas devem estar próximos.

Leandro Costa

Obrigado pela resposta, Coronel. E parabéns pelo aniversário do Grupo. Fizeram e fazem um belo trabalho!

Foxtrot

Se esqueceu de maior alcance devido a maior capacidade de combustível, maior tempo de operação, devido a capacidade de maior tripulação a bordo, minimizando a fadiga das esquipes etc etc.

AMX

Não sei se ainda estão em operação, mas o Chile já tinha essa capacidade ainda antes do Brasil, que era justamente um Boeing 707 com um grande radar no nariz, adaptado pela IAI. Tinha também outra célula com equipamentos dedicados à guerra e reconhecimento eletrônicos. Levavam os nomes de Halcón e/ou Cóndor, não sei exatamente qual era qual.

glasquis7

Em operação e recentemente modernizado localmente. Voará no mínimo, até 2030 sem problemas.
Continua sendo uma plataforma de grandes capacidades na região.

Alexandre

Vc dizia isso das fragatas classe L, que estavam em excelente estado, e eu dizia que estavam em péssimas condições e com mísseis vencidos. O resultado todos nós já sabemos e eu estava certo. As duas já foram pro saco, não são usadas nem para patrulha marítima!
E os SM1, que vc tb dizia estarem operacionais, não foram aproveitados em nenhum outro meio da Arch.
Vamos aguardar para ver até quando o condor vai voar!

Leandro Costa

AMX, sim, estou ciente disso. O problema que vejo não é nem no recheio eletrônico da aeronave, que como o glasquis colocou, foi recentemente modernizado. Meu caso é que se esse boato (porque não passa de um boato) de que o Chile estaria interessado no(s) E-3D, é porque eles estariam enxergando uma lacuna de capacidade que poderia ser suprida pelos E-3. Ao mesmo tempo, atualmente, o Chile conta com apenas uma aeronave AEW&CC (glasquis, me corrija se eu estiver errado nessa conta), e eu acredito (opinião minha) de que o Chile, com as capacidades que tem, deveria pensar em adquirir… Read more »

glasquis7

Vc está certo, embora seja uma aeronave de grandes capacidade, o Chile conta com apenas um AEW&CC. É bom ter presente que estas aeronaves inglesas, tem um radar AN/APY-2 e o equipamento original da versão Sentry AEW.MK1. Os motores CFM 56-2 le dão uma autonomia de até 18 horas de voo. TALVEZ, o interesse nestas aeronaves se deve a que a USAF conta com 31 delas na sua frota e todas elas E-3G Block 40/45 e se encontram em estudo os possíveis substitutos o que jogaria no mercado um grande excedente de sobressalentes e peças para reposição quando forem retirados… Read more »

Carlos Crispim

O E3-Sentry não se compara ao E99, a cobertura do primeiro é muito maior, tem capacidade de varrer 360graus pois o radar é rotativo, a tripulação é maior, fica mais tempo no ar, e a eletrônica embarcada é avançada, é um monstro, quem tem um E3 Sentry está bem servido de alarme aéreo antecipado. O E-99 tem suas limitações intrísecas ao tamanho da aeronave (pequena), tem poucos tripulantes, permance menos tempo no TO, não varre 360 graus…enfim…é bem mais modesto, porém, bastante útil, melhor do que não ter nada.

Thiago A.

Carlos, os E-3 da RAF estão desfasados em todos os sentidos, afirmar o contrário é bobagem. O conceito de radome rotativo é totalmente superado e redundante diante dos avanços da tecnologia atual. Os britânicos estimaram que para alcançar o patamar dos seus pares na USAF e Armee de l’aire deveriam gastar mais de 2 bilhões de libras em atualizações. O radar das aeronaves em questão são de varredura mecanicamente com limitações em sua capacidade detecção pois é muito lento quando comparado aos sistemas mais modernos equipados com AESA. O tamanho das aeronaves E-99 permite um ganho em custo de manutenção… Read more »

Alexandre

Falou tudo!

Andrey

Se o radar ,estilo prato, é tão bom e mais eficiente do que o transversal,pq os ingleses irão operar o EA7 wedgtail?

Jadson S. Cabral

Primeiro, como o próprio coronel Nery já falou aqui, cobertura de 360º não é tão crucial assim. Segundo, esses radares mecânicos já estão bem obsoletos se comparados com radares AESA, como o do E-99. Terceiro, o Chile tem um território muito pequeno, eles com certeza não precisam tanto do alcance a mais que o E-3 supostamente teria sobre o E-99. Se o o E-99 serve muito bem para o Brasil, serviria perfeitamente para o Chile tbm. A questão é só dinheiro mesmo. Mas seria muito mais inteligente para eles se comprassem o E-99.

Camargoer

Olá Leandro. O Chile só deveria comprar velhos 707 para servir de peças para o “condor”. O Chile atrás de 707 e os brasileiros atrás de Sherpa.

Palpiteiro

A capacidade e custo de se manter estes sistemas antigos operando não deve ser pequeno. A isso se inclui o custo da hora de voo do próprio avião com esse 4 motores. Soluções do tipo E-99M me parece ser mais fáceis de se manter.

nirvanerox

en motor entiendo que comparte mismo motor con los 3 KC 135 que tiene la FACH

Alexandre

Acho que não são os mesmos motores do KC135, mas mesmo que fosse, um avião com 4 motores tem um custo alto de hora voo!

Antonio Neto

Não são os mesmos motores. Os kc135 chilenos utilizam os motores das séries iniciais do Boeing 707. Imagino que compartilhem basicamente só a estrutura com o E3-Sentry.

Flanker

Os KC-135 chilenos utilizam os motores JT-3D/TF-33, enquanto os E-3D em questão utilizam os CFM56.

Jadson S. Cabral

De fato, avião quadrimotor em 2022 é loucura, sobretudo motores antigos, com baixa razão de bypass. Só ver qual a tendência dos fabricantes e das cias aéreas

Palpiteiro

Com um território estreito, conceitualmente estes aviões teriam que operar predominantemente sobre o mar?

Marcos Silva

Com essa cobertura radar,poderão vigiar até sa base aérea de Campo Grande! KKKKKK

AMX

kkkkk boa!

Plinio Jr

Estes Sentrys cairiam bem para a FA chilena, mas diferente da aquisição do EC-707 Condor onde eles adquiriram somente 01 unidade, seria interessante ao menos a aquisição de 02 unidades caso optem em comprar estes Sentry

Alexandre

Principalmente quando se trata de 707 com 50 anos de uso, devem ser verdadeiras rainhas de hangar. Existem alguns problemas de se ter apenas uma unidade. 1)Quem tem um, não tem nenhum. 2)Num conflito, os radares em terra são os primeiros alvos destruídos para cegar o inimigo. No caso chileno, que tem em média 150km de largura, isso é muito fácil de fazer. Então teria que manter seu único AEW indefinidamente no ar, o que é impossível! 3) Hoje, todos nós sabemos, as operações em pacote são a melhor maneira de vc vencer um adversárionum combate aéreo. Com apenas um… Read more »

Rinaldo Nery

Radar de Abertura Sintética?

glasquis7

Cel. Não discuta com a sabedoria da baixa autoestima. O senhor, por mais argumentos que apresente, sempre sairá derrotado, como Israel na guerra dos 6 dias KKK

O senhor não conhece os novos RADARES DE ABERTURA SINTETITA???

KKK

Alexandre

Falou a Alice, aquela do País das maravilhas!
E por falar em alcance, como anda o radar AESA dos caças F16 do Chile, vc em 2017 disse que tinham sido instalados!
Qual alcance que eles tem?

Alexandre

Corretor Rinaldo, rsrsrs , corretor de vez em quando troca as palavras
Nessa vc tem razão, mas com relação ao alcance de 730km o senhor parece que está errado. Tem matéria com o Brigadeiro Bonotto falando em 1080km de alcance!
“O radar do E-99 tem atualmente uma cobertura de mais de 540 quilômetros. Com a modernização desse equipamento, sua capacidade de alcance pode dobrar, ultrapassando os 1.080 km. “Isso pode variar conforme a altitude e o perfil do alvo. Se o radar detecta um avião de caça, o que vemos é uma imagem pequena”, afirmou o Brig Bonotto.”

Rinaldo Nery

Desculpa, Alexandre. Não sei o alxance extao mas estou em co tato c os Guardiões TODOS OS DIAS pelo nosso grupo de Wathsapp.

Alexandre

Tranquilo Coronel, quando tiver mais notícias sobre o tema, compartilhe conosco, sua opinião é muito importante pro debate!

Flanker

Corretor? Qual o termo que tu queria usar e que o “corretor ” acabou trocando?

Alexandre

Eu queria citar a cidade onde vc nasceu, no caso PELOTAS!

pedro

Bom, apenas um é o mesmo que nenhum! Ter dois deles nao seria algo barato mas se tem $$, senta o pau! País com Forças Armadas serias são assim, fazem otimas compras de oportunidade e nao precisam ficar torrando bilhoes $$$ em inuteis “transferencia de tecnologia” apenas para sustentar empresas parasitas onde seus diretores são militares ja aposantados.

Thiago A.

Qual seria o país sério em questão? Se informou pelo menos o básico sobre a realidade do país em questão ? Aconselho se informe antes, tenho certeza que os nossos militares vão parecer ladrões de galinha em comparação com os aposentados da realidade que você acha ” séria”.

nirvanerox

y cual seria el problema que tiene Chile?

Thiago A.

No hablo tu idioma !

Flanker

Conhece o google translator?

Thiago A.

Conheço sim Flanker, porque não perguntas para ele ? Se e quando eu quiser ler ou traduzir algo será uma minha escolha e não uma imposição de quem chega e exige que eu o entenda . Esse aqui é o aéreo.jor.BR ou o Razon y Fuerza ? Um mínimo de esforço, um mínimo de educação. Sempre que participo de um blog procuro me adaptar, mostro um mínimo de esforço para que me entendam, no obstante os erros e limitações do meu conhecimento.

Flanker

Pra mim, é grosseria tua……

Alexandre

Problema nenhum, por isso teu governo está mudando a Constituição chilena através de uma assembléia constituinte, isso em função dos grandes protestos onde se incendiaram cerca de 50 estações do metrô, redes de departamento e fechamento do aeroporto.
Depois disso, um Presidente de extrema esquerda, que liderava os quebra- quebra estudantis desde 2011 foi eleito!

André Macedo

Isso tudo depois do Chile seguir à risca o modelo liberaloide que vinha desde Pinochet. Deu certo? Claro que não, mas foram pras ruas protestar e o resultado veio agora.

Nascimento

Não deu certo pq tem protesto? Então EUA, França, Itália, Reino Unido e Hong Kong se tornaram países subdesenvolvidos devido a protestos e insatisfação popular? É sério isso produção? O Chile é um país modelo pro restante da América Latina, seus militares deixaram um país estável e próspero pros civis, diferente de outros que deixaram hiperinflação altíssima e milhões de estatais. Não obstante o fato de que o general Pinochet utilizou seus poderes de ditador para implementar grandes reformas pró-livre mercado, Chile teve reduções drástica de pobreza e miséria durante sua ditadura. Inclusive os índices de criminalidade abaixaram drasticamente, além… Read more »

Andrey

O resultado veio agora e a conta vira depois,pobre Chile.
Mas não existe extrema esquerda no Chile,mesmo elegendo um.

glasquis7

Doe tanto a minha baixa autoestima. KKKKKKK

Flanker

E daí? Vocês adoram criticar as FFAA do Chile. Deve ser porque eles tem equipamentos melhores que os nossos em várias áreas. E isso com um orçamento várias vezes menor que o nosso. O resto é conversa fiada e torcida, misturadas com ressentimento por parte de vocês. Na realidade, o Chile faz muito com
o orçamento disponivel e levam a defesa deles à serio.

Last edited 4 meses atrás by Flanker
Alexandre

Depois da lapada que vc levou do Thiago sobre o uso de tradutor, vc devia enfiar sua opinião num saco.
Eu critico as FAAs chilenas com fontes , não é essa sua defesa absurda e sem conhecimento da realidade chilena.
E depois vem falar que defende o Brasil e reclamou quando o chamei de chileno!
Patético!

Flanker

Lapada? O cara foi grosso e mal educado com outro comentarista, de forma gratuita, e tu acha isso bacana…….ora, vê se cresce! Quanto ao resto, se pra ti “defender” significa tentar desqualificar o outro, mostra que tu realmente não sabe de nada. Eu vejo os problemas, que na minha opinião, são muitos nas nossas FFAA. Já vocês, preferem tapar o sol com peneira.

Alexandre

Comentário editado. Debata sem agredir o interlocutor. Se persistir na agressão, será bloqueado. Entenda que não é minha praia debater que gente que não gosta do Brasil, não tem conhecimento sobre armas e fala que o chile tem equipamentos melhores que o Brasil. Estou procurando no chile equipamentos melhores que os ASTROS 2020, Guaranis, Kc 390, Gripen, AMX, Tamandarés, 4 scorpenes, aviões E 99 e R 99 , LMV Iveco 4×4, M 109 A5+, Helicópteros H 225M, Sea hawk, Mi 35, Panther, PH Atlantico, satelites SCBR, Amazonia e geoestacionário. Ainda não encontrei! E não me venha com meia duzia de… Read more »

Pronoia

El problema que tiene Chile és que no hay un solo pais en que pueda confiar en ninguna de sus frontreras. Porque seria?

Flanker

Pra ti ver……e mesmo assim, eles tem caças de 4a geração com mísseis BVR mais capazes que os nossos há muitos anos, Carros de Combate melhores que os nossos, fragatas maiores e mais capazes que as nossas……e isso não é comparação super trunfo e nem é para uma improvável guerra entre nós e eles…é só para mostrar que, mesmo com as aludidas irregularidades, eles ainda fazem muito pela defesa deles.

Thiago A.

Porque você se dói ? A minha foi apenas uma resposta, quem fez a afirmação genérica e infeliz foi o colega deixando entender que esse tipo de comportamento só existe aqui. Quanto aos equipamentos que você menciona foram frutos de uma fase, uma fase onde os militares tiveram grande influência e autonomia no país. Podiam colocar as mãos no prato e pegar o que queriam sem nenhuma supervisão ou controle. Não dependiam de aprovação do congresso para receber os recursos. Aconselho você pesquisar sobre a lei do cobre e como funcionava, como os militares aparelharam tudo certinho. Com a alta… Read more »

Thiago A.

“chegou a ser o país que mais gastava em defesa, tanto por capita quanto pela porcentagem do PIB”
#obviamente da região.

Last edited 4 meses atrás by Thiago A.
Flanker

Cara, eu não me doo com nada! Se o Chile tem problemas, e tem mesmo, graves e em todos os setores, eles também tem equipamentos muito bons em várias áreas. Quem se dói, parece ser tu, que seguidamente fala sobre os problemas de administração e corrupção no Chile. Eu não tô nem aí se o Chile tá bem ou mal…se tem corrupção ou não. E, em questão de problemas administrativos e corrupção, temos de sobra. Esses me interessam, piis atrapalham o pais todo, inclusive as FFAA.

glasquis7

“Quando a grama do vizinho for mais verde, tem que queimar ela.”

É o lema de alguns por estas bandas.

Não adianta argumentar com quem não tem argumentos.

Alexandre

Grama verde não queima mané, se está queimando é porque a grama está seca e é de baixa qualidade!

Alexandre

Misseis BVR limitados pelo alcance radar dos F16, que no caso dos MLu não passa de 70km para um caça de 3 de rcs! Carros de combate que não podem fazer um tiro em movimento? Fragatas compradas por 30 milhões e sem armas? O chile gastou cerca de 300 milhões de dólares nos leopards 2a e nos marder, quanto nós estamos gastando nos cerca de 1500 gauranis? Chile gastou cerca de 1 bilhão de dólares nas suas ultimas 10 fragatas, duas já fora de operação! O Brasil está gastando cerca de 1,6 bilhões em 4 fragatas novas! Chile gastou 1… Read more »

Reinaldo Deprera

O E3-D tem mais autonomia e alcance de detecção de alvos. Mas o E99-M tem mais qualidade em tudo.
Existem muitas diferenças entre uma plataforma de radar fixa como o Erieye e a do E3-D. Em tempos de baixo RCS e mísseis de cruzeiro, o Erieye leva vantagem sobre o E3-D.

O problema é que o Chile, devido a sua geografia, precisa manter o “olho” no norte/nordeste do país, o que na prática, para um país tão estreito, fica mais fácil de se fazer com uma plataforma de radar 360.

Last edited 4 meses atrás by Reinaldo Deprera
Thiago A.

Sim, mas a tecnologia avançou muito e é possível fazer essa cobertura sem necessidade da rotação
fisica do radar, apenas dirigindo o feixe eletronicamente. Não sei no caso dos nossos se depois da modernização houve um upgrade nesses sentido mas o Erieye da força aérea grega e o EL/W-2085 israelense permitem tranquilamente essa cobertura 360 sem pontos cegos. Eles poderiam com uma solução israelense que é até superior. O EL/W-2085 é uma verdadeira jóia.

Rinaldo Nery

O da Grécia NUNCA possuiu essa capacidade.

Thiago A.

Eu me baseio sobre as informações que tenho acesso, se você afirma que a informação não procede tudo bem . Existem matérias inclusive aqui na trilogia ( de autoria do Sérgio Santana) que afirmam exatamente isso :
“Curiosamente, requerimentos específicos da OTAN resultaram não apenas em operadores a bordo como nos modelos já mencionados, mas também em uma pequena ampliação da capacidade de varredura dos radares Erieye instalados nos quatro EMB-145H operados pela Força Aérea da Grécia, que possuem 360 graus de cobertura, devido a progressivos avanços no processamento dos sinais da antena”

Rinaldo Nery

É o MESMO Erieye nosso.

Flanker

É só vocé olhar o desenho da antena do Erieye. Mesmo com o máximo de ampliação da área do feixe, uma área diretamente à frente e uma área diretamente atrás da antena, não possuem cobertura. Isso não é impeditivo da capacidade e funcionalidade do Erieye, como o Nery falou mais de uma vez. Mas, apenas digo que 360⁰, em uma antena como a do Erieye, não é possivel.

Thiago A.

Até onde sei, a cobertura é 150° para cada lado, frente e rê pode-se até detectar algo mas não rastrear. Isso foi o que eu entendi.

Alexandre

Parabéns Thiago, concordo com suas afirmações, me parece que está havendo uma grande confusão de informações causada pelas afirmações do Coronel Rinaldo. Longe de mim querer ser o dono da verdade, mas são muitas matérias em diversos sites e revistas que afirmam exatamente o contrário do que ele diz.
Acabei de postar uma entrevista com um Brigadeiro do ar da FAB que contradiz o que o Rinaldo fala!
Seria interessante ele mostrar as fontes dele para melhorar o debate.

glasquis7

Longe de mim querer ser o dono da verdade,”

Falando alguma verdade já tava de bom tamanho KKKK

Rinaldo Nery

A fonte sou eu, instrutor de E-99 e ex Operações e cmt do Esquadrão. E visitei a fábrica do ERIEYE em Gothenburg, em 2008. Eu conheço a avião desde qdo estava na linha de produção.

Alexandre

Seria bom o Sr chegar numa posição única sobre o alcance desse radar após a modernização, porque uma hora vc diz que não é 730km, outra hora diz que não sabe exatamente. Aí fica difícil!

Jadson S. Cabral

Aí você quer que um militar, ex operador do sistema, ex-comandante do esquadrão e profundo conhecedor do sistema te diga qual é o alcance exato do radar da aeronave…? Não quer o manual também não? Aproveita e pede todas as faixas de frequências em que opera o radar

Rinaldo Nery

Não chega a 416NM, infelizmente. Ponto final.

Alexandre

Ponto final para vc!
Eu fico com a opinião das matérias de revistas especializas e a declaração de um Brigadeiro.
E o alcance do radar dos E 99 está situado entre 730 km e 1080km conforme a opinião de um Brigadeiro do ar!

Rinaldo Nery

Esse Brigadeiro nunca voou num E-99. Acredite em duendes, então.

Flanker

E tu acha que alguém, seja o Nery, seja o comandante atual, seja o fabricante, vai te dizer o alcance real do principal sensor daquela que talvez seja a aeronave mais estratégica do país? Ora, por favor…

Alexandre

Não é necessário dar o alcance preciso e nem o RCS para esse alcance, muito menos as capacidades que são estratégicas. Mas um alcance razoável e próximo da realidade é dito sim, em vários meios.
Mas se ele não quiser falar, tudo bem, é um direito dele!

Neto

Gente, podemos discordar de muitas coisas do Nery, mas convenhamos que ele é Doutor Honoris Causa quando o assunto é o Guardião, E-99, A29 e outras coisas correlatas na FAB na qual participou.
.
Aqui a gente é tudo entusiasta, com suas exceções óbvio, ele participou do processo. E, lembrem-se, tem coisa que ele sabe e que ele não pode/deve falar, e tudo bem.
.
Então o contraponto dele, nestas questões, tem peso maior.

Alexandre

Uma hora o doutor “Honoris Causa” diz que uma coisa, outra hora ele diz que não lembra. Aí é difícil.

glasquis 7

a Cesar o que é de Cesar!

Reconhecer o valor da experiência de quem esteve lá é um fundamento básico.

Alexandre

Hoje está na reserva, será que sabe mais que um Brigadeiro que também está lá?

Rinaldo Nery

Rapaz, vc é teimoso! Quer ter a palavra final.

Carlos Campos

Com a mudança dos nossos radares, temos um dos melhores AWACS do mundo, não sei quanto aos israelense mas o Erieye novo é muito pontente

Thiago A.

Sem dúvidas, o meu ponto era sobre o a cobertura de 360 graus. Apenas.

Silvano

Praetor-600-AEW seria o ideal, anos luz desse sistema caro e provavelmente obsoleto. Risco para a tripulação, é um 707. Se os ingleses já o canibalizam, então estão no bico do corvo. O E99 está sendo modernizado, com alcance radar divulgado de mais de 700 Km. ERJ 145 pouco voado e fabricado no país, fácil de manter, além de atualizado. Mas o ideal neste momento seria o Praetor-600-AEW, fina flor da tecnologia, atualíssimo, pequeno, compacto, barato e eficaz. Corre por aí que a Colômbia estaria interessada em alguns F16 da Noruega, não é nada, não é nada, tem uns 40 anos… Read more »

Alexandre

Amigo Silvano, vc falou tudo, a modernização da FAB, EB e MB, com a maioria dos seus principais vetores comprados novos e com as melhores tecnologias e armas, está deixando os nossos vizinhos anos luz no atraso.
Essa política de comprar coisa velha com alguma tecnologia atual não se sustenta mais quando comparado aos investimentos feitos pelo Brasil.
Mas para eles serve bem, afinal, Argentina e Bolívia estão no chão em termos militares e o Perú está ficando para trás também.

Alexandre

Tive esse debate com alguém em outra matéria e tenho toda convicção no que falo. O Brasil realiza compras de oportunidade sim, mas a grande maioria dos nossos meios foram comprados novos, é só olhar os últimos 50 anos. Diferente do Chile que faz exatamente o contrário, vive comprando coisas velhas e eventualmente compra algo novo. Nos últimos 30 anos as 3 forças armadas do chile só comprou como meios efetivos de combate 10 caças F 16, uns 20 ST, 3 C 295 e 2 submarinos novos, se não me falha a memória. É uma piada! Então a lacração não… Read more »

glasquis7

Essa mentira se que é verdade. KKK

Doe né?

KKK

Alexandre

Mentira? 500 guaranis 04 SLM ASTROS 2020 30 piranha 3C 29 Clanfs 32 Iveco 4×4 80 bandeirante patrulha 99 tucanos 98 super tucanos 6 fragatas niteroi 3 corvetas inhauma 1 corveta barroso 5 submarinos t 209 4 submarinos scorpenes 1 submarino nuclear 4 fragatas tamandaré 50 helicópteros h 225M 12 helicópteros MI 35 20 helicópteros black hawk 34 helicópteros panther 06 helicópteros sea hawk 12 helicópteros super lynx 55 caças AMX 36 caças Gripen E/F 40 caças F 5 20 caças mirage 3 15 aviões C 295 07 aviões KC 390 Isso só de memória, tudo comprado novo, e alguns… Read more »

glasquis 7

Uma meia verdade divulgada segundo a sua conveniência Continua sendo mentira.

Alexandre

Se existe meia verdade em meu comentário é porque eu não citei os xavantes, e os T 25, então vc acrescenta nessa lista algo em torno de mais 260/280 aviões novos!
Então completa o copo.
Mas fale das grandes aquisições de armas novas feitas pelo chile, ou ficou constrangido diante da qualidade e quantidade das FAAs Brasileiras?

Flanker

80 Bandeirante patrulha? 99 Tucanos? 98 Super Tucanos?

Alexandre

Estou colocando de memória, no caso dos bandeirantes e/ou bandeirulha parece que foram 88 unidades, mas com certeza esses numeros são bem próximos. E não citei os xavantes, acho que era esse nome, que foram treinadores a reação comprados da Itália e montados aqui, foram cerca de 180/200 unidades, e tem também os treinadores T 25, mas que tb podem receber bombas, foram cerca de 80/100 unidades, todos novos!
Surpreso Flanker?

Rinaldo Nery

118 Xavantes

Rinaldo Nery

O Praetor é pequeno pra controlar pacotes. Poucas consoles e poucos rádios. Modernizamos o E-99 pra suprir essas deficiências.

Welington S.

Qual aeronave de tamanho maior, da EMBRAER, poderá, futuramente, ser a nova aeronave AEW da FAB? Existe essa possibilidade?

Rinaldo Nery

E-195E2. Minha sugestão.

Rafael Costa

Com o E-99M a FAB hoje tem a melhor aeronave A&W da América Latina, superando o único outro avião no continente designado para esta missão, que é o Condor. Caso esta compra se realize, o Chile passaria a ter a aeronave A&W mais capaz do continente ? Faço esta pergunta aos colegas do blog que estejam melhor informados, pois desconheço as capacidades do radar da aeronave E-3D.

Grande abraço a todos !!

Alexandre

Amigo, para o chile ter uma capacidade AEW-C maior que o Brasil, não basta apenas comprar um ou dois AEW E3 da Inglaterra.
Lembre-se que o Brasil tem 5 aviões AEW-C e mais 3 R99 , tudo isso com capacidade de comunicação via satélite geoestacionário com qualquer meio aéreo, naval e terrestre das nossas 3 forças.
Essa capacidade conquistada pelo Brasil custa muito dinheiro e não é fácil de fazer!

Last edited 4 meses atrás by Alexandre
rui mendes

O vosso radar de AWACS, é Made in Sweden, não é tecnologia própria, como alguns aqui querem fazer querer, e o E3D Sentry Britânico está já um pouco desfasado, porque os British não fizeram os 2 últimos updates, porque sabiam que iriam comprar outro sistema AWACS, mas os E3 AWACS Norte-Americanos e Franceses estão atualissímos e tanto os E3 USA, UK e Franceses são um B707 mas basta olhar para os motores dos B707 dos E3 AWACS para ver que nada tem a ver com um dito B707 normal, assim como os USA e Franceses têm sistemas totalmente digitais.

Matheus

Que importa daonde o radar vem?
O que importa é que a nossa capacidade não tem igual no continente, quiça em todo o hemisfério sul.

Sensato

Também não tem em alguns países europeus. Em alguns, além dos radares, não se produzem aviões que carreguem radares…

Flanker

A Austrália não possui o E-7 Wedgetail?

Alexandre

Me diga em qual comentário que eu fiz, que faz referência ao radar do E 99 ser Brasileiro? Mas estamos dando os primeiros passos com radar AESA, já está operacional o M 200 , quem sabe a próxima geração de AEW do Brasil não vem com um radar AESA made in Brazil? O E3D britãnico está muito defasado em relação aos E 99 do Brasil, começando pelo radar que é um pulso doopler contra um AESA do E 99. O alcance do radar do E3D é de 650km contra os 750km do radar modernizado do E 99. Imagine a grande… Read more »

Carlos Campos

Nosso é um AESA de GaN, o estado da arte em radar. É sueco sim, é mais potente contra alvos furtivos e mais difícil de ser enganado com sistemas EW que esse esse britânico que está defasado. Os EUA já mudaram boa parte deles

Welington S.

O radar não ser brasileiro não significa absolutamente NADA! Países de primeiro mundo, sempre que oportuno, vai se utilizar da tecnologia de outro país para integrar a sua força. Preciso citar os EUA, por exemplo?

Marcos

O Sentry utiliza o AN/APY-2 que é um radar Pulse-Doppler, um radar suscetível a EW (jamming) e suas ondas são mais fáceis de detectar por sistemas RWR. O alcance instrumental é de cerca de 650 km.

O EL/M-2075 do Condor é superior. Os chilenos estão trocando 6 por 3. A única vantagem do Sentry é em relação a autonomia.

São aviões obsoletos equipados motores antigos e caros p/ manter e operar.

Thiago A.

Perfeito. Caso o interesse se concretize será um retrocesso inexplicável. Tantas soluções no mercado e vão nessa trajetória infeliz. Isso é rasgar dinheiro.

O caminho natural e ideal é o EL/W-2085.

Last edited 4 meses atrás by Thiago A.
Marcos

Não tem nada de inexplicável. O Chile não tem dinheiro para comprar um avião novo e moderno. Eles vão agarrar a melhor oportunidade. A RAF vai transferir esses dois aviões por um custo simbólico. O mesmo aconteceu com as fragatas classe Adelaide (Austrália)

Thiago A.

Não concordo, no caso da Adelaide se manteve a capacidade e houve até um pequeno ganho( SM-2 ).
No caso do Sentry eles estariam retrocedendo tecnologicamente e comprometendo a capacidade operacional com uma aeronave cujo custo e condições de manutenção são no mínimo questionáveis. Pode-se sacrificar algo( dificuldade e custos maiores N) em troca de um vantagem, mas aqui não existem ganhos.
Normalmente se anda para frente e não para trás.
Quanto ao não ter dinheiro, imagino você tenha razão, depois da abolição da lei do cobre a situação deve ser mais complicada.

Camargoer

Caro Marcos. O Chile pagou US$100 mlhoes pelas fragatas, incluindo o treinamento das equipes e outros gastos. Nada simbolico.

Marcos

Chile pagou 45 milhões por cada fragata, valor bastante simbólico.

glasquis7

Não se sabe o quanto foi desenvolsado pelas Adelaide. Elas foram oferecidas à Grécia por 400 Milhões e a Grecia declinou por não ter condições de compr5ar. Aí o Chile comprou numa transação governo a governo que inclui por contrato, sigilo absoluto sobre os valores pagos.

Um médio de prensa Australiano publicou críticas dizendo que as fragatas saíram por 70 milhões acusando o governo australiano de estar dando de graça as embarcações recentemente modernizadas mas, isso realmente não procede.

Nunca foi divulgado o valor da operação.

Camargoer.

Olá Glasquis. De fato, o valor divulgado foi de US$ 45 milhões por cada navio. Além disso, também foi divulgado outras despesas com o treinamento dos navios e outros providências. Não sei se o Chile precisou adquirir munição ou contratar uma revisão dos navios. Como disse, a gente pode assumir algo em torno de US$ 100 milhões, praticamente o valor de um NaPaOc novo e bem equipado.

glasquis7

Nada. São tantas mentiras que até saiu que eram de graça. Se perguntar pro alexandre ele vai dizer que a Austrália pagou pros chilenos levarem as fragatas.

https://www.cooperativa.cl/noticias/pais/ff-aa-y-de-orden/armada/armada-de-australia-vendio-dos-buques-de-guerra-a-chile/2020-04-24/005555.html

Tudo especulação e mentira. Não foi divulgado o valor de venta. Apenas se sabe que elas foram oferecidas a Grécia e a Polónia por U$D 180 milhões totalmente desarmadas.

https://www.naval.com.br/blog/2019/02/21/armada-do-chile-interessada-nas-fragatas-classe-adelaide/

Aí aparecem os alexandre da vida loucos por postar asneiras dizendo que custaram 70 milhões.
Vai entender.

glasquis7

Estas fragatas foram compradas para manter a capacidade de Defesa Antiaérea de Zona, Coisa que nenhum outro país da região tem. https://www.infodefensa.com/texto-diario/mostrar/3323888/australia-finaliza-proceso-entrega-fragatas-clase-adelaide-armada-chile Aqui pode ver como elas estão “desarmadas.” https://www.infodefensa.com/texto-diario/mostrar/3127120/armada-chile-incorporara-fragatas-antiaereas-clase-adelaide Os valores pagos para treinamento foram de U$D 3,6 / 3,7 milhões e não tem nada a ver com o custo das fragatas pois isso foi reservado depois. De onde a criatura tira esse valor de 10 milhões au não imagino. KKK Deve ser ódio retido. Aqui em portugues: https://www.naval.com.br/blog/2020/01/14/fragatas-ohp-australianas-prontas-para-transferencia-ao-chile/ Tem sempre alguém que vé a grama do vizinho mais verde, mas também tem quem fáz de tudo pra queimar… Read more »

glasquis7

Como vc mesmo pode comprovar nos comentários. Uns dizem que foi 100, outros 45, outros 70, e um que diz que foram 30 KKK

Isso por que a Grécia queria elas por 200 Milhões desarmadas.

Tudo serve pra mentir quando vc quer desdenhar dos outros.

Só mentiras.

Alexandre

Foram 70 milhões de dólares Camargo, esse valor foi amplamente divulgado na idia chilena e australiana, mas o custo final das fragatas foi de 60 milhões, porque 10 milhões foi para treinamento da equipe na Austrália. Então cada fragata custou apenas 30 milhões de dólares. O Marcos tem razão em parte, uma vez que essas fragatas vieram totalmente desarmadas, ficando pro chile a responsabilidade de comprar os mísseis. Quando o chile puder armar essas fragatas adquadamente, teremos o valor real do gasto.

Reinaldo Deprera

O EL/M-2075 do Condor é superior. Os chilenos estão trocando 6 por 3. A única vantagem do Sentry é em relação a autonomia.

  • O Sentry faz cobertura radar 360
  • O Sentry britânico deve ter um radar bem mais moderno do que o Condor chileno
Thiago A.

Não, não é.

Reinaldo Deprera

Eu sei que não é, foi feita uma citação mas a formatação de estilo css do site não está formatando a tag html blockquote que é quem faz a referência semântica à citação do comentário do Marcos: “O EL/M-2075 do Condor é superior. Os chilenos estão trocando 6 por 3. A única vantagem do Sentry é em relação a autonomia.” Em seguida, fiz meu comentário: O Sentry faz cobertura radar 360O Sentry britânico deve ter um radar bem mais moderno do que o Condor chileno Sugestão de css para corrigir a formatação de estilo: blockquote { position: relative; } blockquote:before… Read more »

Last edited 4 meses atrás by Reinaldo Deprera
glasquis7

O EB-707 Cóndor possui três radares de antena fixa (AESA) que lhe dão una cobertura de 270 graus.
Capacidade IFF, ESM/ELINT com cobertura de 360° e CSM/COMINT capaz de detectar sinais dentro de frequências UHF, VHF y HF, emitidas desde terra, mar y aire.

Estes quatro subsistemas são operados por uns de dês tripulantes.

Estas capacidades juntas, tornam o Condor uma aeronave de capacidades únicas na região.

Eu não conheço as capacidades dos AWACs da FAB como pra fazer um comparativo.

Flanker

Os motores do E-3D são bem mais modernos que os motores do Condor chileno.

Palpatine

O Chile tem caças de quarta geração há mais de uma década, opera tanques Leopard 2A4, conta com os meios de superfície mais modernos da América do Sul, enquanto o Brasil que é de longe o maior e mais rico país da América do Sul está planejando modernizar o Leopard 1A5 e nem começou a construção das 4 Tamandaré, não consigo entender como isso é possível, e olha que na ultima década varias vezes o Brasil apareceu entre os 10 que mais gastam com defesa.

Silvano

Chile fabrica o que?

Nascimento

E a Austrália fabrica o que? E a Indonésia? E o Qatar? Os chilenos continuam tendo meios superiores aos nossos em várias áreas! Isso é um fato.

Se tivéssemos feito compras de prateleira poderíamos ter FAs muito mais bem equipadas do que temos atualmente…

Last edited 4 meses atrás by Nascimento
Silvano

Me responda uma coisa, se o Brasil, numa hipótese que nunca vá acontecer, atacar qualquer país sul americano usando os mísseis de cruzeiro Avibras, eles vão se defender de que forma?

Como disse um general, lançado de mais de 1.000 Km, ele faz o gol, ou seja, CEP do tamanho de uma trave de futebol.

Entende que nossas FFAA pensam no estratégico, e as demais no curto prazo e nada mais.

Nascimento

Nem o MTC-300 de 300km de alcance está operacional, quiçá uma variante de 1.000km de alcance, e mesmo se ficar, o que isso muda no que eu disse? Parabéns ao Brasil pela sua capacidade dissuasiva, isso de nada tem haver com os TOTs bilionários que pagamos, nem com a possibilidade de ter muitos mais meios a disposição, mas com verdadeiro desenvolvimento de tecnologia nacional. Ademais é curioso como quando falamos de algum problema de gestão, principalmente do alto gasto que temos e dos poucos resultados em relação a outros agentes internacionais, imediatamente vem as comparações com os países da América… Read more »

Saldanha da Gama

Bom dia Nascimento, Sobre os Tots bilionários, é algo que me preocupa há anos…. Será mesmo que iremos usá-los futuramente na construção de caças, de fragatas, de submarinos convecionais e do subnuc? O 2o lote do gripen nem se fala mais. O Brasil vira e mexe contigencia despesas militares e será que jogaremos estes bilhões na lata de lixo? Sou a favor dos tots, contanto que não desperdicem e usem-no, mesmo se a escala de produção for baixa, é segurança nacional… Abraços

glasquis7

se o Brasil, numa hipótese que nunca vá acontecer, atacar qualquer país sul americano usando os mísseis de cruzeiro Avibras, eles vão se defender de que forma?”

Com as plataformas Patriot da Argentina, Uruguai, Paraguai, Chile, e as S 500 da Bolívia, Perú e Venezuela.

ALEX TIAGO

Com as plataformas Patriot da Argentina, Uruguai, Paraguai, Chile, e as S 500 da Bolívia, Perú e Venezuela. qual desses paises tem Patriot??? caramba meu entendo que vc defenda seu pais e eu defendo o meu mas por favor não divulgue inverdades como se fosse sobre qualquer pais, aqui no Brasil temos liberdade de expressão liberdade de opinião mas falar mentiras como se fosse verdades não vale a pena. Quanto ao Brasil atacar qualquer pais na minha opiniao nem poderia ser cogitado pelo bem estar de todos. Em relação a essa possivel compra do chile parabens muito bom e quanto… Read more »

Flanker

Meu caro Alex, eu “desconfio”, “só desconfio”, que ele foi irônico….

Tutu

Tanto a Austrália como a indonésia tem programas industriais bem mais robustos que o Chile, ao meu ver exemplos de transferência de tecnologia.

Nascimento

Transferência de tecnologia =/= fabricar nacionalmente. Pagar caro pra montar kits CKD’s de produtos estrangeiro é uma coisa, desenvolver o próprio é outra meu caro, eu não vejo o nosso país indo pra esse ramo. A Helibras monta kits CKD’s da Airbus Helicopter. Tira as peças principais de um container, monta, pinta e entrega. A Helibras funciona pelo Lobby da bancada mineira no Congresso e no Senado. Lobby esse atrelado a um financiamento do BNDES. Você acha mesmo que se a Bell, a Thales, … E outros fabricantes de helicópteros tivessem essa facilidades o Esquilo teria vendido tanto? Ou mesmo… Read more »

Andrey

A questão das 50 vc sabe que foi no tempo do desgoverno que entubou as FAs pq na época havia a “mega parceria” ideológica com o governo francés por isso o preço absurdo pago.
O Caracal não é ruim ,mas o preço foi algo criminoso que ficou por isso mesmo.

Palpatine

Não conheço profundamente a indústria bélica chilena, mas até onde sei, eles produzem sistemas de saturação de área SLM Famae, embarcações como o AP-41 aquiles, algumas armas pequenas como a famae saf, não podemos nos esquecer da aeronave leve de treinamento Enarer T-35, também produzem o VBTP Piranha sob licença, não é lá grande coisa, mas considerando que na ultima década o Brasil teve um PIB cerca de 10 vezes maior que o do Chile, eu diria que eles estão indo bem.

Alexandre

Amigo, suas informações estão distorcidas, esses foguetes de 70mm do SLM chileno não são nada demais, muitos países já fabricam, e aqui no Brasil já se fabrica desde a década de 70 se não me falha a memória. O VBTP piranha que vc fala é a 1 versão, muito obsoleta, e foram fabricados sob licença no chile. O Enaer T35 foi apenas montado no chile através de kits . As últimas unidades tiveram alguma participação chilena sob licença. Esse pouco desenvolvimento industrial do chile se deu nas últimas 4 décadas, e não nos últimos 10 anos. Não existe nenhuma comparação… Read more »

Palpatine

Como podem estar distorcidas?, você perguntou oque eles fabricam e eu respondi, em nenhum momento eu disse que são equipamentos super avançados, ou que foram produzidos 100% no Chile, lembrando que não tenho conhecimento profundo sobre a capacidade industrial chilena, mas diria que pelo seu orçamento minúsculo até que estão indo bem pro cenário da américa do sul

glasquis7

Não discuta, apenas acene e sorria!

Tem traumas no indivíduo que são difíceis de superar.

Alexandre

Primeiro vc fala de projetos do chile que não são chilenos, são licenças, e depois vc quer comparar com um lapso temporal de 10 anos no Brasil.
Então vc distorce as coisas, se quer comparar desenvolvimento próprio de um País, tem usar o mesmo critério com o outro.
E o lapso temporal tem que ser igual, porque nos últimos 10 anos, o chile não fabricou basicamente NADA de relevante!
Por isso o chileno Glasqui fala tanto em baixa auto estima, deve estar há muito tempo(+ de 10 anos) se tratando disso e virou uma fixação!

Palpatine

Você perguntou oque eles fabricam e eu respondi, se são equipamentos projetados no Chile já é outra historia, em relação ao período de tempo só mencionei ele porque pelo que investimos nos últimos anos deveríamos ter equipamentos muito melhores e em maior quantidade.

glasquis 7

Vc está certo mas, perde seu tempo discutindo com quem tem um ódio doentio pelo Chile.

glasquis7

Não é grande coisa mas, é fabricação direta das FA’s do Chile.

Thiago A.

Só uma pequena observação, o SLM FAMAE não existe é mito. Não passa de um protótipo mostrado em um EXPO.

Alexandre

Bem lembrado Thiago, será que ele já aceitou isso? ou ainda quer prevalecer nesse debate sem mostrar uma única fonte?

glasquis7

Chile fabrica o que? O Exercito do Chile fabrica: M26 (Granada de mano). 120-FAMAE (Mortero). 60-FAMAE (Mortero). 395 MOWAG Piranha (265 6×6 + 139 8x8D) Pistola FAMAE FN-750 calibre 9mm Parabellum. Pistola FAMAE Vulcano calibre 9mm Fusil Galil ACE calibre 5,56mm. Fusil SIG SG 556 calibre 5,56mm. Fusil SIG SG 552 calibre 5,56mm. Fusil SIG SG 551 calibre 5,56mm. Fusil SIG SG 550 FAMAE (partes y piezas, como el sistema de gases del SIG-556). Fusil SIG SG 540 FAMAE – calibre 5,56mm. Fusil SG 543-1 – calibre 5,56. Fusil SIG SG 542 y 542-1 FAMAE – calibre 7,62mm. Fusil SIG SG 510-4 FAMAE – calibre 7,62mm. Subfusil MT-40 FAMAE – calibre 9mm Parabellum. Subfusil SAF 200 FAMAE – calibre 9mm… Read more »

Alexandre

E continuam comprando armas do Brasil? como así condorito?
Exijo una explicacion!

Alexandre

Amigo, esse é um dos mitos do chile que insiste em se perpetuar. Veja a situação dos leopardos 2A4 do chile em 2015 e a gambiarra que eles fizeram para tentar acertar um tiro em movimento. Veja em um site que é pró chile. https://www.infodefensa.com/texto-diario/mostrar/3135508/famae-mejora-leopard-2a4-chile-disparen-movimiento Essa gambiarra não funcionou e hoje todos os blindados do chile estão em petição de miséria, pois não tem nem rádios de comunicação em condições de uso, obsolescência tecnológica e logística e ainda(depois da gambiarra de 2015) sem controle de fogo. Estou falando dos Leopards 2a4, dos M 109 e dos Marder 1A3, ou seja,… Read more »

nirvanerox

me parece amigo que no conoce el español y lo que dicen las notas, no hay nada de obsolecencia, es mas, justamente hay videos de actuaciones de las brigadas acorazadas en accion en el norte este 2021

Alexandre

O artigo está em espanhol, mas o site infodefensa tem a versão em Português também, e a tradução é exatamente a que todos nós Brasileiros fizemos.
Afinal, Português e Espanhol é bem parecido!

glasquis7

Mentira e baixa autoestima não tem tratamento.

KKK

Alexandre

O site infodefensa é mentiroso e está sofrendo de baixa autoestima?
Mas não é esse site que vc sempre usa para levantar as capacidades chilenas? kkkkk
Parece que sua fonte só não é boa quando fala a verdade sobre as forças chilenas!

glasquis 7

O site infodefensa é mentiroso e está sofrendo de baixa autoestima?”

Não isso de mentira e baixa autoestima fica com vc. assim como o like do montenegro que vc colocou pra se auto afirmar.

Baixa autoestima é triste.

Palpatine

O Brasil chegou a gastar mais que a Itália diversas vezes na ultima década, nosso país não deveria estar contente com carros de combate que já estavam defasados no final da guerra fria, investimos como potencia europeia e temos forças robustas apenas para o cenário da américa latina, o Brasil é responsável por cerca de 50% dos gastos militares da américa do sul, países com investimento semelhante estão com equipamento em quantidade e qualidade muito maior que a nossa.

Alexandre

De onde vc tirou essa informação que o Brasil gastou diversas vezes mais que a Itália na última década, quando o orçamento militar da Italia gira em torno de 37 bilhões de dólares?
Na verdade amigo, o Brasil é o sétimo que mais gasta em proporção do PIB em toda a América do Sul, se não me falha a memória gastamos 1,5 % do PIB ao ano e ficamos atrás da Venezuela, Colombia Uruguai, Equador e chile em gastos em porcentagem do PIB!

Palpatine

Apesar de gastar relativamente pouco em relação ao PIB, devemos lembrar que nossa economia é extremamente superior, mesmo que nossos vizinhos investissem 3% do PIB ainda estariam muito atrás do nosso investimento, segue os links que demonstram que o Brasil já gastou mais que a Itália
https://www.bbc.com/portuguese/noticias/2013/04/130426_gastomilitar_brasil_lk
https://valor.globo.com/brasil/noticia/2015/04/13/brasil-sobe-no-ranking-dos-gastos-militares-e-supera-ita