sábado, maio 28, 2022

Gripen para o Brasil

Chile compra três aeronaves Boeing E-3D Sentry do Reino Unido

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Notícia do Janes assinada pelo renomado jornalista argentino Santiago Rivas, informa que a Força Aérea do Chile (FACh) comprou três aeronaves Boeing E-3D Sentry Mk 1 (AEW1) de alerta aéreo antecipado da Força Aérea Real do Reino Unido (RAF) por um valor não divulgado, segundo fontes da FACh. Uma das aeronaves será usada para peças de reposição.

Os E-3D adquiridos vão assumir a missão desempenhada pelo único Boeing 707-385C da FACh que foi modificado em Israel para missões AEW, denominado IAI Phalcon em Israel e Cóndor no Chile. O 707 Cóndor está próximo do fim de sua vida operacional, pois foi construído em 1965 e adquirido pela FACh em 1990.

A RAF aposentou o último de seus E-3D em 2021, quando a FACh iniciou negociações para comprar três unidades. Uma fonte disse ao Janes que tripulações e técnicos foram enviados ao Reino Unido no final de 2021 para inspecionar a aeronave e criar cursos de treinamento sobre sua operação. Os E-3Ds podem voar para o Chile este ano, acrescentou a fonte.

Os E-3Ds selecionados pela FACh são registrados ZH 101 (c/n 24109/993), ZH 103 (c/n 24111/1004) e ZH 106 (c/n 24114/1011), disse a fonte ao Janes.

- Advertisement -

296 Comments

Subscribe
Notify of
guest
296 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Jadson S. Cabral

Já vi chileno dizendo em comentários no YouTube que os E/R-99 são obsoletos kkkkkkkkkkkk ai ai, esses latinos… não podem ter uma felicidadezinha sequer que já vão correndo destilar toda a sua soberba sobre os vizinhos… comem sardinha e arrotam caviar.

glasquis7

Me passa os links onde esses chilenos falam isso que eu vou lá pra abaixar a bola deles.

Jadson Cabral

Vídeo no canal ara202

glasquis7

Manda o link. ou vc não tem?

Tutu

O ara 202 é Argentino.

Roberto

esse ara202 fala que os pucara e A-4 argentinos são de primeira linha kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

glasquis 7

E aí, não tem link mesmo?

Prometheus
glasquis7

Obrigado!

Alejandro Perez

ARA 202 é argentino.

Matheus

Complexo do inferioridade é tão grande que a pessoa fica se doendo porque outros falam abobrinha na internet.
É igual o pessoal que ta xingando o presidente(não que ele não mereça) por estar viajando ao Suriname a negócios, chamando o vizinho de irrelevante e país m*rda enquanto o molusco vai a Europa.

glasquis 7

Mas é de suma importância o Brasil manter relações com o Suriname. Ambos países compartilham uma importante fronteira. A política com vizinhos é primordial pra qualquer país.

Marco Aurélio mohr

Presidente? Estamos em falta…vamos aguardar o proximo…

glasquis7

“Já vi chileno dizendo em comentários no YouTube que os E/R-99 são obsoletos kkkkkkkkkkkk ai ai, esses latinos…” Cara, deu uma revisada no link postado por Prometheus e não encontrei nada do que vc postou. Aliás apenas um comentário diz que estes serão superiores aos brasileiros mas é o comentário do Carlos… Um Brasileiro que postou o seguinte: “Carlos Parabéns ao Chile com o Sentry 2 terá uma capacidade, de controle a seu espaço aéreo com eficácia, e obterá uma superioridade de detecção acima do Brasil com nossos E99 e R99 com 789km, temos um novo peso e que a… Read more »

1.jpg
Alejandro Perez

Obs… Brasileiros tbm sao latinos.
Calma jovem….

Tenho entendido que o Chile esteve interessado no R99, mas o valor unitário fez que a FACH fosse pelos SENTRY.
Igualmente, os E3 sao máquinas fabulosas, e os Chilenos tem muita experiencia em manter avioes desse porte por meio da ENAER.

glasquis 7

 Brasileiros tbm sao latinos…”

Nunca disse o contrário.

Tenho entendido que o Chile esteve interessado no R99, …”

O Chile se interessa por tudo tipo de armamentos mas só compra o que seu orçamento permite. O R99 foi oferecido ao Chile mas a um custo proibitivo pra seu orçamento.

Igualmente, os E3 sao máquinas fabulosas, e os Chilenos tem muita experiencia em manter avioes desse porte por meio da ENAER.”

Sem dívidas, manterão as capacidades de alerta antecipada da FACh.

glasquis 7

É sucata, estão caindo aos pedaços, os radares vão ficar na Inglaterra, vao vir sem motor, vai ter que pedir autorização pra voar….

Que comece o Show!!!

KKKKKKKK

glasquis 7

“Vão ser rainhas de hangar”

Tinha esquecido dessa

KKK

Rafael Costa

Tenho que concordar com os colegas do blog que é sucata, mas não deixa de ser um ganho “operacional” para a FACh. Para dizer que “os radares vão ficar na Inglaterra, vao vir sem motor, vai ter que pedir autorização pra voar….”, vou esperar o filme começar na FACh para opinar kkkkk

glasquis 7

Vou esperar junto.
KKK

Agressor's

Hoje as potências hegemônicas entubam as repúblicas de bananas com suas sucatas ou materiais de refugo e ainda fazem elas pagarem superfaturadamente por isso…Por mais “seminovos” que sejam, já veem com um grau altíssimo de obsolescência e desgaste material/estrutural… Na prática pagam para livrar os países vendedores de armas velhas que de outra forma, eles teriam que desembolsar um bom dinheiro, para se livrar delas…

glasquis7

repúblicas de bananas”

Por sorte o Chile não produz bananas de nenhum tipo.

Rodrigo Martins Ferreira

Mas a grande potência n é a China ?

Não vejo ninguém comprando material chinês, nem entubado.

Rodrigo Martins Ferreira

Produzindo grande parte para consumo interno, porque na lista ai que você mostrou tem estado dentro do Brasil que é mais importante que um país deste todo….

Nonato

Sim.
Vendem para si próprios.

Carlos Campos

na verdade é um erro, deviam ir com SAAB/BOMBARDIER ou EMBRAER/IAI

glasquis 7

Dinheiro amigo, essas plataformas que vc menciona tem custos proibitivos para uma Força Aérea que trabalha com um orçamento anual de pouco mais de U$D 600 Mi.

O Chile se ajusta a sua realidade e compra o melhor que pode dentro das oportunidades existentes no mercado.

É uma equação simples e até hoje tem dado certo ao ponto de ter suas forças muito bem equipadas pro padrão regional.

Camargoer

Olá Carlos. Uma decisão ousada teria sido construir um consórcio Chile, Brasil, Índia e quem mais tivesse interesse para desenvolver um avião de alerta antecipado usando um radar sueco e um avião da Embraer… Mas de onde menos se espera é de lá que nada sai.. riso.

Jadson Cabral

Ou ainda, imagina um consórcio dentre países da América do Sul para criar uma frota de vigilância do espaço aéreo do continente, quase nos mesmos moldes da otan… mas aí já seria querer de mais

Leandro Costa

Não houve uma tratativa desse nível de especificidade, mas houve conversas com vias de criação de um conselho de segurança Sul-Americano, porém as diferenças entre os países são muitas, desconfianças muitas e a coisa não foi para a frente. Uma lástima, infelizmente.

Camargoer.

Olá Leandro. Lembro que Bolsonaro não foi na posse do presidente da Argentina e disse que não irá no Chile. Um inépto.

Leandro Costa

Chamando o nosso atual Presidente de inépto? Que coisa feia, Camargoer! Os inéptos ficaram ofendidos heheheeh

Mas a bem da verdade, quando tivermos uma política externa respeitável pelo menos, seja com quem for, eu vou comemorar. Mas não tenho muitas esperanças.

Elias

Discordo mais uma vez de você ….infelizmente você está cego
Da realidade

Rodrigo Martins Ferreira

Esta divisão de tratar adversários como inimigos, quem começou foram vocês…

O nosso PR é apenas o efeito disto.

Leandro Costa

Só discordo do ‘vocês’. Fora isso concordo. O atual Presidente foi eleito por causa do(s) anterior(es) e essa maluquice que o nove dedos começou de ‘nós versus eles’ que ajudou à rachar o país.

Nilton L Junior

Acompanho o relator no entanto ressalto que processo precisa de tempo e empenho dos países envolvidos, nesse sentido a tese teria de ser construída de acordo com a realidade socioeconômica de cada país, até a formulação do conceito e objetivos.

Leandro Costa

Concordo. Acho impossível fugir do contexto de cada país na região.

Camargoer.

Olá Jadon. Concordo. Neste momento, o mais simples seria fazer um esquadrão de transporte conjunto, compartilhando os custos de manutenção e as horas de vôo, algo parecido ao que os europeus estão fazendo.

Leandro Costa

Eu acho que poderíamos tornar essa idéia mais palatável para os mais céticos. Poderia ser um esquadrão de transporte especializado no desdobramento de equipes e equipamentos de resgate prontos para atuar em pouco tempo dentro do cenário Sul-Americano. Obviamente os países dividiriam os custos, contribuindo da forma que fosse mais adequada à cada país. Seria uma baita propaganda de integração regional ver um esquadrão desses sendo acionado durante algum desastre natural da qual país nenhum está à salvo. A FAB/EB/MB já ajudaram outros países em situação semelhante inúmeras vezes, mas concentrar os esforços seria bastante positivo.

glasquis 7

As necessidades de resgate de cada pais na região são muito diferentes assim como as capacidades de suportar as catástrofes também.
Existe o Cruz del Sur entre Chile e Argentina e já convidaram o Brasil pra se juntar mas, se as coisas não se acertarem na Patagônia, sucumbirá logo.

O único que poderia criar isso seria uma ameaça geral e comum.

Salim

Frota combate incêndio, transporte/logística humanitário,’ desastres naturais….. Seria um bom começo.

glasquis 7

Já existe mas, as tragédias seguem um padrão. De pouco serviria ao Brasil uma unidade USAR avançada como a que o Chile desenvolveu para resposta ante terremotos de grande magnitude, assim como as capacidades que o Brasil desenvolveu pra resgates em deslizamentos raramente seriam usadas no cone sul.

popeye mineiro

A BoçalBurrada está ti negativando direto.

Carlos Campos

vejo parcerias com o Chile melhor do que com a Argentina, quanto a India eles estão investindo pesado em radares e já tem seus primeiros radares de GaAs e GaN, então talvez comprassem um embraer e colocassem o radar deles, aliás o NETRA já usa radar local.

Rodrigo Martins Ferreira

Já perceberam que a turma da left adora “decisões ousadas”, consórcios, centenas de reuniões, workshops, rios de dinheiro gasto e no fim sem resultado satisfatório.

A turma mais pragmática não ousa com o dinheiro alheio, somente adquire o que pode comprar e operar e os resultados positivos virão com o tempo sem alardes e arroubos de nacionalismo sem sentido.

Silvano

Fizeram um “negoción.” Por supuesto.

glasquis7

Com certeza. E se considerarmos a rapidez com que foi feito o negocio, deve ser muito conveniente pro Chile.

Camargoer

Olá Glasquis. Fico surpreso que você esteja contente com está aquisição, Eu fico indignado toda vez que as forças armadas brasileiras anunciam a aquisição de Sherpas, M113… Continuo indignado com a FAB cancelando a compra de KC390 novos e anunciando a compra de A330 usados .. fico irritado cada vez que leio colegas defendendo compras de velhas fragatas e criticando as FCT… Sei lá.

Leandro Costa

Oi Camargoer, espero que esteja bem por aí. Eu fiquei feliz pelos Chilenos. Ganharam um salto de capacidade (e disponibilidade) com essa aquisição. Acho que o timing não era bom para a sua sugestão nesse momento. Acabamos de coçar em operação os E-99M e sem o interesse da FAB em uma nova aeronave para a função, poderia ser um tiro de festim. Porém, os E-3D já estão bem voados e eventualmente, em alguns anos, tanto FAB quanto FACh terão que procurar substitutos, e de cabeça imagino que mais ou menos na mesma época. Será a hora ideal para propor uma… Read more »

glasquis7

Mas com estes o Chile amplia as suas capacidades a um custo possível. Além disso, estão operativos na USAF o que demonstra a confiabilidade do vetor embora, os da USAF estejam modernizados.

Não é o que se quer, é o que se pode. Vamos de Gol pago pra não ir de Mercedes com prestações atrasadas.

Helio Eduardo

Ultimamente tenho discordado de algumas de suas posições, mas tenho que admitir que sua manifestação “Não é o que se quer, é o que se pode. Vamos de Gol pago pra não ir de Mercedes com prestações atrasadas.” definiu tudo.
Melhor estar mais ou menos preparado, mas com o pé no chão, do que sonhar com esquadras e esquadrilhas no padrão EUA/China e nunca ter nada razoável.
Até porque, nesse caso, o Chile “troca” um único Condor de 1965 por três E3 mais recentes.

glasquis 7

Não há problema nenhum em discordar meu amigo. Nada é mais enriquecedor do que um intenso debate para ampliar os horizontes. Se todos pensássemos igual, seria algo muito monótono e sem perspectivas.

Salim

Dois um e para tirar pecas. Parece nossos P3A, sempre terá restrições de vôo. Os Chilenos ficam brabu, mais comentários são pra Chile comprar algo novo, durável e 100% operacional. Vai entender.

Camargoer.

Olá Glasquis. Eu acho estas comparações entre equipamentos militares de alta complexidade com o mercado de automóveis inadequadas e inapropriadas. Tem gente que escreve que helicóptero é kombi, tem gente que compara um Rafale com um 208. Só falta agora comparar E3 com ford fiesta (è bom, confiável mas tem que ir no desmanche para encontrar peça). Estou muito a vontade para criticar esta aquisição do Chile porque sou crítico dos modo como as forças armadas brasileiras são perdulárias. Acho que a polêmica dos Sherpa mostrou claramente a incompetência de parte do alto oficialato brasileiro. A crise com a Embraer… Read more »

glasquis7

Mas neste caso não é comparação, é figura de linguagem.

Elias

Mas o A330 são necessários, poderia ser o p8 Poseidon, mas a que custo? Nesse caso eu concordo com a compra ….

Elias

A330 mrtt para REVO estratégico, remoção , transporte de tropas a serviço da onu, e transporte aeromedico não precisa de avião novos e caros…

Jadson Cabral

Vocês ainda estão discutindo MRTT? Achei que havia subido no telhado

Camargoer.

Olá Jadson. O orçamento de 2022 tem previsão de gastos para a aquisição dos dois A330.

Camargoer.

Caro Elias. Neste momento, os A330 são um erro. Considerando que a FAB decidiu reduzir o contratado de aquisição do KC390 para priorizar o F39, não faz sentido empenhar R$ 500 milhões para comprar aviões usados para uma tarefa que pode ser feito pelos KC390 (revo) ou aviões comerciais contratados (transporte de longa distância). Já li todo tipo de justificativa para estes dois A330. Nada me convenceu desta compra neste momento

Jadson Cabral

Caro Camargoer, embora eu ache muito necessário a a FAB ter essa capacidade de REVO estratégica e fosse amar ter pelo menos 2 MRTT por aqui agora, tenho que concordar com você que esse não é o momento financeiro mais ideal. Se não fosse pela redução das encomendas do KC-390 eu continuaria apoiando com todas as forças. No entanto, se eles vierem mesmo (o que eu a essa altura eu já duvido) eu não vou reclamar.

Flanker

Já foram escritas centenas dexcomemtwrioscapontamdo a diferença de capacidades, funcionalidades e usos entre um KC-390 e um A330MRTT ou KC-767.

Flanker

De comentários apontando*

Helio Eduardo

Olá Camargoer.
Eu penso, em relação ao Brasil, como você. Na base de tudo tínhamos que ter uma política de aquisições de longo prazo, que permitisse planejamento idem. Como não temos, não se justifica, para mim, o dinheiro gasto em ToT.

Nilo

Uma aquisição burra do Ministério da Defesa, com esse dinheiro poderia adquirir mais alguns KC 390 dando prioridade a indústria nacional, em caso de necessidade excepcional de transporte que o KC não venha a atender poderia alugar.

Camargoer.

Olá Nilo. Exatamente. O problema nada tem a ver com o equipamento. O A330 é um excelente avião. Contudo, em um contexto no qual a FAB reduz a aquisição de novos KC390, fabricados no Brasil, para comprar dois A330 usados para cumprir uma missão eventual, não faz sentido. Uma coisa seria a FAB reprogramar as aquisições para comprar um segundo lote de F39, outra coisa é deixar de comprar KC390 novos para comprar A330 usados.

Elias

Discordo , como você mesmo disse há muitos argumentos para mim convencem , o governo fará o certo se comprar 330 , o kc390 não exerce mesma função e existe uma lacuna ( falta ) no que este avião pode realizar . O governo não falou vai deixar de comprar o kc390 apenas questão de prioridades que há muito não foi resolvido quando da desativação do 707 . Este governo assim como você quer mencionar ( não a fab para vc ) para mim está fazendo o certo

Sequim

Seria interessante a realização de algum exercício conjunto entre Brasil e Chile.

glasquis7

O Chile está preparando um exercício pra este ano

Rinaldo Nery

Já participamos de algumas SALITRE lá.

Rogério Loureiro Dhierio

Que venha a próxima Cruzex.

glasquis7

Sempre vem

Leandro Costa

Os consoles serão estocados nos EUA e o Chile terá que pedir autorização para usá-los hehehehehe

glasquis 7

por um valor não divulgado”

Isso é importante lembrar, depois vai ter quem diga que custou 30 reais KKK…

Filipe Prestes

3 kg de cobre, dois bonbons e uma garrafa de pisco barato.

glasquis 7

Pode ser mas, o pisco deixa comigo que eu faço um Sour pra vc e debatemos enquanto bebemos!

Elias

Tem questão de velhos aliados na guerra das Malvinas , talvez seja uma ajuda (uma dissuasão) contra vizinhos inoportunos

Elias

Aliás como as peças de xadrez são movimentadas no jogo do poder mundial , por exemplo a saída e acertos de biden com o Afeganistão, seria uma frente por demais onerosa com a iminente invasão russa na Ucrânia e de bonde a China contra Taipei, ocidente não aguentaria tantas frentes de batalha

Luís Henrique

Se eu não me engano os EUA compraram 1 por U$ 15 mi.

glasquis 7

Compraram um para treinamento mas não sei ao certo o valor. Se for 15 K Fico feliz pois, será um custo baixo pro Chile expandir as capacidades de alerta antecipado.

RPiletti

R$29,99…

glasquis 7

Tudo isso!!!!

Marcos

Não tinha 3 E-3 operacionais na RAF, apenas 2. O terceiro foi canibalizado.

glasquis 7

Então compraram só um pois EEUU comprou o outro.

Beto

O Chile comprou 03, onde 01 será canibalizado.

GUPPY

Parabéns à Força Aérea do Chile. Teve interesse pelos aviões e não perdeu tempo! Glaquis, não tem show não. Os aviões representam uma melhora substancial para a defesa aérea do seu país.

Carlos Crispim

Mesmo antigos estão anos-luz á frente de qualquer país da américa do sul, falando em termos de alcance, teto operacional, cobertura 360 graus, datalinks, etc. São aeronavaes para países grandes, excelente compra.

Marcos

O radar do E-99M é muito mais moderno, não tem comparação.

Funcionário da Petrobras

É aquela velha história.
O povo acha que tudo de origem americana, que aparece em filme de Hollywood, é melhor.

glasquis 7

Sem querer entrar em detalhes pois é um campo que eu não domino, precisaria ver se o radar é o único fator preponderante ou se, na estimação de valores bélicos de uma plataforma, também entram em consideração outros fatores como, Tamanho, espaço, quantidade de operadores, quantidade de controladoras e consoles, alcance da aeronave, autonomia de voo, etc.

Tal vez no conjunto, existam vantagens a serem consideradas.

A6MZero

Realmente os E99M são mais modernos, mas nada impede que os chilenos realizem uma modernização nos vetores…

Uma modernização nessas aeronaves podem torná-las excepcionais no teatro Sul-americano, comparáveis aos E-99 e com a vantagem do maior espaço interno para tribulação e equipamentos.

Nilo

Se compraram pela oportunidade do preço baixo, porque iriam gastar em modernização?
Fora de propósito.

glasquis7

Tal vez por que mesmo com modernização sairiam mais baratos que novos?

Nilo

Modernização barata?
Vão trocar então os faróis de pouso por LED.
Congratulações 7.

glasquis 7

Obrigado! Mas me dá o dato que vc tem para ter tanta certeza de que vão trocar os faróis de pouso.

Ou é só dor de cotovelos?

Nilo

Não 7 rsrsrs porque essa inveja no final leva e acaba imitando o invejado.

glasquis7

Verdade KKK…

A6MZero

Fora de propósito pq? no sentido técnico? no sentido econômico?

Em 2019 a própria Enaer fez uma atualização e leve modernização do Condor tanto na parte estrutural quanto nos softwares e sistemas do alerta antecipado, apesar de não ser uma modernização profunda demonstra a capacidade de ser feita nesses novos vetores pela FACh…

Nilo

Modernização da FAch de 2019 foi na revisão dos trens de pouso é dessa modernização que vc fala que foi feito no EC707C Condor, isso para para um equipamento que já está no final da vida.

glasquis7

Me mada os links para ver essa modernização que vc fala pois eu não tenho.

glasquis7

Obrigado!

Helio Eduardo

Não esqueça autonomia e maior tempo na estação!

Thiago A.

Sim, nada impede, só o dinheiro que falta. Imagina, não conseguiram
modernizar os próprios caças mas irão modernizar um aeronave com 4 motores de trinta anos cuja última atualização na eletrônica foi feita 20 anos atrás. Só monarquia árabe que nada no petróleo .

Gabriel

Kkkkk

A bebedeira foi Grande, antes da postagem…

Kkkkk

Jadson S. Cabral

Anos-luz??? Alcance? Datalinks? Você nem sabe do que tá falando kkkkkk

Rafael Costa

Que comece a competição nos comentários de quem faz a melhor piada sobre o tema. O Carlos para mim é o melhor até o momento kkkkkk

Felipe Morais

Ele ganhou meu voto tbm!

Carlos Campos

cobertura de radar velho e ultrapassado, datalink por sí só não o coloca como o melhor, afinal a SAAB tem reputação em guerra em rede e é a parceira da EMBRAER no E99, ganha em alcance e só.

Carlos Campos

para enfrentar a Argentina e a Bolívia tá de bom tamanho

Rogério Loureiro Dhierio

E o Peru.

Nilo

Qual o alcance desses.radares para ganhar dos E99 modernizados?
Comentário lido em outro site especializado: Se mantiverem o radar AN/APY-2, o alcance de detecção é de aproximadamente 520 quilômetros. Saudações.

Responder

Last edited 4 meses atrás by Nilo
Carlos Campos

não ganha em nada, essa é a questão, o E99 tem alcanece de mais 650Km para alguns alvos e é mais potente,

Alejandro Perez

Disculpe, mas o Sentry é superior em tudo ao R99. Além do mais, usam dois radares totalmente diferentes, e de alcances diferenciados.

Carlos Crispim

Pois é, eu tb falei isso, mas os cucarachos daqui acham que não, pessoal q não sabe pesquisar ou não sabem ler, pra eles tudo do Brasil é o mais moderno “Do Mundo”, fazer o quê, né, quando encararem a realidade vão sentar no chão e chorar feito meninos…

Thiago A.

Tu falasse e falasse besteira sujeito. Ja já teu ego de chester inflado vai afirmar que o radar dos vossos F-16 é melhor que o Raven rsrs …. me pergunto por que vocês queriam gastar dinheiro para modernizalos com modernos radares AESA.

Thiago A.

Argumentos e fontes você aqui tem de sobra , então apresente os seus…

Carlos Campos

diz aí então, como e pq, unica vantagem é o tempo que permanece no ar e só.

leonidas

Eles poderiam ter procurado a Embraer para adquirir um equipamento novo e moderno, mas a gente sabe que no mundo real o que conta não é isso e sim influência politica de nações sobre outras nações. O que só demonstra que inexiste esse papo de irmandade sul sul. O que é algo obvio mas que inacreditavelmente sobra pessoas inclusive em ditos analistas internacionais que acreditam nessa sandice. Um dia desses estava vendo um podcast com um analista chamado Oliver Stuenkel, em determinado momento ele é questionado sobre qual o ganho do Brasil em ter aberto a mão e assinado o… Read more »

Jadson S. Cabral

Não adianta. Essas três aeronaves devem ter saído provavelmente por um valor menor que um único E-99 novo com pacote logístico de manutenção e tudo. Agora, no futuro a conta chega e pra quem não faz planejamento de longo prazo ela costuma chegar mais pesada.

Teropode

Bobagem , o Condor fabricado em 1963 ,comprado em 1990 , voa e bem até hoje , nada que uma boa manutenção não possa garantir e ainda podem receber melhoras com equipamentos novos , vergonha foi o gigantão que sofre de lapsos crônicos de memória , ele deixou apodrecer 20 caças AMX com menos de 16 anos de uso , pura falta de interesse e profissionalismo geral , aqui estes 2 ED iriam voar no máximo 5 anos, os jenios e hikinhos iriam se enrolar para manter , este bestialismo é latente na população , basta ver a turma que… Read more »

Jadson Cabral

Voa até hoje mas a que custo, com qual disponibilidade e com qual ganho??? Você precisa me apresentar esses dados ora provar seu argumento. Ao contrário disso é só mais um viralata que acha que tudo estrangeiro é excelente e tudo aqui é ruim.
Se fossemos nos no lugar dos chilenos eu tenho certeza que você estaria os elogiando por terem aeronaves nacionais capazes e em quantidade, enquanto nós estaríamos operando velharia doada pelo imperialismo para impedir o desenvolvimento da nossa indústria e blá blá blá. Não adianta, eu conheco o seu tipo.

Last edited 4 meses atrás by Jadson Cabral
glasquis7

Voa até hoje mas a que custo, com qual disponibilidade e com qual ganho???”

Sem querer entrar em discussões de comparativos, vc poderia dizer ao certo qual a disponibilidade do Condor?

É fácil fazer conjecturas.

O Chile comprou esses aviões por que é o que está disponível no mercado e cabe no seu bolso.

Jadson Cabral

Não posso. Não faço nem ideia. Por isso não faço essas afirmações como o amigo logo acima.

Thiago A.

“Se fossemos nos no lugar dos chilenos eu tenho certeza que você estaria os elogiando por terem aeronaves nacionais capazes e em quantidade, enquanto nós estaríamos operando velharia doada pelo imperialismo para impedir o desenvolvimento da nossa indústria e blá blá blá. Não adianta, eu conheco o seu tipo.” A MAIS PURA VERDADE !!! Iriam chover comentários desse tipo . Eu me lembro de chileno falando os OPV ( um OPV caramba cujo a maior obrigação é garantir presença ) da MB são obsoletos e pessoal dando corda. Com os H225M da MB mesma coisa, era um “dinossauro” e pessoal… Read more »

glasquis 7

Foi oferecido mas, o Chile não compra o que quer, compra o que pode e o que lhe convêm dentro da sua linha logística e acho que estas aeronaves se encaixam melhor para as atuais condições do Chile.

RENAN

Para. Benz !
Eu apoio

FERNANDO

Olha, o Chile está de parabens.
Não sei se foi ontem ou hoje, li que o Chile estava a fim de comprar e agora já leio que comprou.

Filipe Prestes

Esses 707 devem beber mais AVGAS que um Lada velho, não? Porém, á cabo e á rabo, é uma boa compra por parte da FACh sobretudo quando são duas unidades operativas. Quem tinha apenas um (Condor) não tinha nenhum afinal.

RENAN

Se você não tem dinheiro para comprar um carro zero km por 90 mil
Você irá ao mercado de usados
E sabe que o carrinho de 9 mil te causará gasto de manutenção e operação.
Paciência é o que da para comprar.

Não será sempre que estará disponível mas ao menos saberá que pode contar com ele para suas necessidades diárias.
Um dia quando poder compra um melhorzinho.

Parabéns ao Chile.

Carlos Crispim

Essas aeronaves estão longe de serem carrinhos usados de 9 mil, estão mais para um Audi A8 usado. A Inglaterra está vendendo porque não tem mais condições financeiras para manter, estão com outras prioridades dispendiosas, e longe de serem obsoletas e ultrapassadas, para o nível América do Sul não tem outro avião de alerta antecipado de maior capacidade que estes. Para enfrentar Mirages velhos, Forévis e Sukhois despedaçados, logo que levantarem vôo já estarão nas telas do E-3 Sentry.

Last edited 4 meses atrás by Carlos Crispim
Jadson S. Cabral

O que você quer dizer com maior capacidade? Porque se for alcance radar, guerra eletrônica e robustez os E-99 são superiores.

Flanker

Sem entrar no mérito da discussão de vocês, mas o alcance/autonomia do E-3 é bem maior que do E-99. Espaço para maior número de consoles/operadores também é bem maior no E-3. O alcance do radar é algo classificado, principalmente em aeronaves tão estratégicas (tanto uma como a outra). E em qual sentido o termo “robustez” foi usado por ti?

Jadson Cabral

Robustez no sentido de ser mais resistente a guerra eletrônica e ter mais capacidade para tal.
No caso do alcance, sim. É uma vantagem indiscutível. Mas o número maior de consoles eu não sei é uma vantagem. A mim esse dado só diz que o sistema da aeronave é antigo e precisa de mais gente pra operar. Eu tenho certeza que o radar do E-99 consegue acompanhar muito mais alvos usando menos consoles.

Thiago A.

Esse também é o meu ponto Jadson , o maior número de consoles não é necessariamente uma vantagem, os computadores dos E-99 já eram mais modernos e agora após a atualização possuem uma capacidade de processamento e elaboração superior . O radar AESA do mesmo jeito é muito mais rápido na varredura , pode mudar frequência e direcionar o feixe sem demoras . Aquele radome rotativo é algo superado.

Quanto as aeronaves e suas dimensões e performance. Claro no alcance e “persistência ” o E3 tem suas vantagens, mas também suas belas desvantagens como relatei no outro post

A6MZero

A vantagem de maior numero de consoles e espaço interno é permitir manter a aeronave em patrulha por mais tempo permitindo rotação da tripulação, outra vantagem desse vetor é sua sonda para reabastecimento permitindo manter o engajamento e patrulha. Claro que os consoles e equipamentos do E-99M são mais modernos e a miniaturização dos componentes permite maior eficiência em menor espaço, mas na realidade chilena o maior espaço pode ser desejável e até mesmo vantajoso. Também possui um vantagem especialmente desejada pelos chilenos que é a de vigilância marítima, algo que as forças chilenas necessitam afinal seus P3 já estão… Read more »

glasquis7

Os P3 Chilenos acabam de ter as suas assas trocadas. Se estima que poderão voar até 2050

glasquis 7
Thiago A.

Sim, a prioridade da RAF é ter algo deste século que não esteja desfasado, por isso no lugar de gastar 2 bilhões de libras na atualização desse dinossauro irão aguardar o E-7A Wedgetail.

Boeing_737-7ES_Wedgetail,_Australia_-_Royal_Australian_Air_Force_(RAAF)_JP7120522.jpg
Jadson S. Cabral

Avião bimotor moderno e eficiente

Elias

2 bilhões de libras??? O loco meu

Thiago A.

Pois é Elias , só uns trocados.

Thiago A.

Qual a taxa de atualização dos radares do Sentry? Quanto tempo ele demora para atualizar e acompanhar a posição das aeronaves na tela? Rsrs responde vai

Jefferson Ferreira

Sou mais um volvo usado doq um gol zero…

Carlos Gallani

Ou você não ama seu dinheiro ou nunca teve um importado usado!

Jadson Cabral

Deixa kkkkkkkkk no primeiro problema tá vendendo as cuecas pra pagar a manutenção

Helio Eduardo

Depende da marca, depende do tipo, de pende do uso. Depende. Palavrinha danada essa….. Na vida, generalizações não são uma boa coisa, em defesa menos ainda….. Do meu ponto de vista, e basedao no que li aqui, ou o Chile gastava mais do que tinha num vetor novo, um E-99 quem sabe, ou partia para a trinca de usados da RAF, que podem estar defasados mas não haverão de estar caindo aos pedaços. Do lado da RAF entendo a opção: não quiseram gastar 2 bilhões para reformar os E3, vou decidiram gastar mais (deve ser mais, não?) e comprar vetores… Read more »

Last edited 4 meses atrás by Helio Eduardo
Carlos Crispim

Pois é, vale lembrar que durante um tempo a Inglaterra terá que usar AWACS da OTAN, já imaginaram? Uma potência usando aviões dos outros? Mas tudo isso foi pesado, todos sabem que a grã-bretanha não é mais a mesma financeiramente, não tem mais a marinha mais poderosa de outrora, os tempos são outros, estão partindo para uma opção mais barata de manter. Independente disso, o E-3 Sentry é outro avião, é um avião estratégico, as capacidades dele superam em tudo o R99, não tem comparação, é antigo? Sim, mas é como comparar um F-14 relativamente atualizado com um F-5 modernizado… Read more »

Thiago A.

“F-14 relativamente atualizado com um F-5 “modernizado”
Eita que ele não aceita que a FACH comprou uma sucata de 30 anos da RAF cuja última modernização é de 20 anos atrás, que para garantir uma disponibilidade e prontidão decente vai suar sete camisas e pedir arrego no final. Kkkk
O comparativo certo seria um F-14 vs Gripen F-39… aí que doi, abre a garrafa e afoga tuas mágoas

glasquis 7

vai suar sete camisas e pedir arrego no final. Kkkk”
Como doe a grama do vizinho né? depois vc me acusa de denegrir o Brasil.
Deveria ler seus próprios comentários antes de acusar o outros.

O Chile sua as sete camisas sem chorar e nunca pediu arrego. Pode perguntar pros argentinos, peruanos e bolivianos.

Thiago A.

“Carlos Crispim
Carlos Crispim
Visitante

Pois é, eu tb falei isso, mas os cucarachos daqui acham que não, pessoal q não sabe pesquisar ou não sabem ler, pra eles tudo do Brasil é o mais moderno “Do Mundo”, fazer o quê, né, quando encararem a realidade vão sentar no chão e chorar feito ”

1Não espere flores e palavras cordiais se os seus punhos carregam pedras!

2Não, eu perguntaria para os BRITÂNICOS. É na porta deles que vocês vão bater, sempre e inevitavelmente.

RENAN

Concordo

LucianoSR71

Não quero entrar em guerrinha entre brasileiros e chilenos, mas tem uma questão me me vem a mente: se a Inglaterra preferiu passar mais de 3 anos sem operar nenhuma aeronave do tipo até receber as novas ( E-7 Wedgetail ) é porque provavelmente tinha sérios inconvenientes de disponibilidade e/ou alto custo de operação/manutenção. De qualquer forma, boa sorte ao Chile.

glasquis 7

No campo da especulação tudo pode.

Se a Inglaterra tinha sérios inconvenientes de disponibilidade e/ou alto custo de operação/manutenção, o Chile também os teria vc não acha?

Acredito que os oficiais chilenos não seriam tão bobos como para comprar o que não podem operar.

O Chile compra o que pode e embora não pareça, a FACh tem um dos mais altos índices de operabilidade da região. Além disso, se fossem assim, tão desvantajosos, os Chilenos não “correriam” pra comprar né?

Jadson Cabral

Nós costumávamos achar isso da MB tbm. Aí foram lá e compraram o Forch…

Helio Eduardo

Aprenderam e aí compraram o HMS Ocean…..

glasquis7

E depois foram lá e compraram o Atlântico.

Em questão de compra de usados, sempre tem o fator risco e assim como se acerta, às vezes se erra. O ideal é errar o menos possível.

Thiago A.

Boa sorte mesmo rsrsrs

Guacamole

Não, eles precisam liberar orçamento para comprar novos.
Fizeram a mesma coisa quando venderam aquele porta-helicopteros para o Brasil para poder pagar pelo Queen Elizabeth.
Lá os comandantes usam o dinheiro onde precisa.

Rafael Costa

Boa sorte mesmo, espero que os operadores dos aviões tenham tomado vacina antitetânica rsrs

Camargoer

Olá Luciano. Excelente observação.

LucianoSR71

Camargoer, olá amigo. Como destaquei é só um pensamento, longe de mim querer saber mais que os envolvidos diretamente no caso. Abs.

Leandro Costa

Luciano, eu acho que a Inglaterra pode se dar esse luxo porque está no guarda chuvas da OTAN. Não há no horizonte algum tipo de ação purame te inglesa em que eles necessitem de uma aeronave desse tipo. Foram sensatos em aposentá-las agora com o substituto já à vista porque não agregaria nada além de gastos no momento, sabendo que provavelmente se precisarem de AEW, estarão agindo como parte de uma coalizão. Pelo menos é como eu vejo a coisa.

LucianoSR71

Amigo nessa eu tenho que lhe rebater, por esse seu raciocínio do ‘guarda chuvas’ da OTAN eles não precisariam nem comprar novos E-7 Wedgetail e em última análise poderiam retirar de operação outros tantos vetores. AEW é vital p/ qualquer país sério e mesmo que vc voe em aeronaves de outros países ( seria possível p/ todos? e não só tripulantes compõem uma unidade tão especializada ) seu pessoal não terá a mesma proficiência que teria uma unidade operadora em seu próprio país. Não consigo acreditar que seja essa a justificativa de uma medida tão radical. Bem isso é o… Read more »

Leandro Costa

Eu compartilho da sua opinião, Luciano heehehhe. O que eu escrevi é o que eu acho que os ingleses fizeram. Podem até ter feito parceria com algum outro país (EUA, talvez), mas se fosse por mim, eu Leandro? Fico com a sua lógica.

Teropode

Bobagem , eles simplesmente os estocaram por conveniência , economizaram com manutenção e pessoal , os gastos seriam normais dentro de uma rotina de operacao , optaram para esperar os clientes , e os Chilenos não sao otários ….

LucianoSR71

Esclarecimento: meu “boa sorte ao Chile” não tem nenhuma dose de ironia – parece que alguns estão c/ essa ideia – foi no sentido de desejar ao país irmão e c/ o qual temos grandes laços de amizade ( já trabalhei e fui vizinho de vários chilenos, desses todos, excelentes pessoas, apenas um foi filho d… rs ) e quero que seja feliz na sua escolha, ok?

Atirador 33

O Chile tem que aproveitar enquanto o nova constituição está em fase de elaboração, hoje uma parte das exportações do cobre são destinadas as forças armadas, com a nova constituinte e com um governo de esquerda, boa parte desses recursos devem sair do orçamento das forças.

glasquis7

Essa ley já foi derogada há tempos e está paulatinamente migrando pra um orçamento plurianual que permita o reaparelhamento da força.

Entenda que o s Chilenos tem uma visão da guerra e uma percepção sobre as ameaças, diferentes das que se tem no Brasil. É um erro julgar outro povo, seguindo as diretrizes que margeiam o seu.

Thiago A.

A revogação da lei è gradual, ainda tem alguns anos( 12 anos no total, se não estou errado). A cada ano vai reduzindo a porcentagem sobre os lucros da CODELCO.

Marcos10

Chile compra três aeronaves de grande porte. Brasil não consegue comprar duas.

Mars

A diferença é que o Chile compra usadas e o Brasil quer comprar novas. O ponto é explicar para o o último se ele tem ou não condições de comprar novas. rs
Nota: Interpretei que as duas aeronaves as quais você se refere, são os dois Voyager KC 3 da Royal Air Force, né.

Rafael Costa

Apaga que ainda da tempo !

Jadson S. Cabral

Não consegue ou não quer? Por que o Brasil compraria essas aeronaves mesmo?

Yuri Dogkove

Parabéns para a melhor Força Aérea da América Latina!

Last edited 4 meses atrás by Yuri Dogkove
Marcos

Ok, Glasquis7.

glasquis 7

Até a entrada em operação dos Gripen a FACh será, se não a melhor, uma das melhores.

Jadson S. Cabral

Pra ser melhor que a FAB tem que ter caças em quantidade e disponibilidade suficientes, tem que ter capacidade de inteligência e vigilância maiores que as nossas, tem que ter integração de sistemas e doutrina no mínimo comparadas as nossas, tem que ter capacidade de transporte e mobilização superiores as nossas e tem que ter pilotos melhores que os nossos. Não basta ter F-16 antigo não.

Last edited 4 meses atrás by Jadson S. Cabral
glasquis7

Bom, já que vc entrou nesse “voo” “ tem que ter caças em quantidade e disponibilidade suficientes,” O Chile conta com uma frota de: 12 F5 TIII, 36 F16 MLU atualizados a Tape 4, 10 F16 Block 50/52 modernizados. Conta com capacidade BVR de até 120 KM com um estoque de AIM 120 acima das 100 unidades. Conta com +/- 30 unidades do A 36 Toqui e 24 A 29 para CAS/COIN “tem que ter capacidade de inteligência e vigilância maiores que as nossas,” Não vejo o por que tem que ser maiores se o Chile tem uma área consideravelmente… Read more »

Jadson Cabral

Achei bons pontos e bem colocados. Porém, ainda acho nossas capacidades ligeiramente superiores. Você subestima a necessidade de uma frota de transporte robusta pelo fato do Chile ter um território miito menor que o Brasileiro, essa seria justamente uma das maiores vantagens suas. O Brasil teria capacidade de levar a guerra até o Chile, transportando no logística, mas o Chile não teria a mesma capacidade de trazer a guerra até aqui. Como anda a capacidade de REVO de vocês? Eu também não desfaço da força aérea chilena, nem do seu povo nem nada. Os respeito muito, assim como respeito todo… Read more »

Red Pill - 红色药丸

Brasil ou Chile vão “levar a guerra” um ao outro violando mil km Argentina adentro ? Ou Vão contornar a Terra do Fogo ?

Carlos Campos

sim, afinal a Argentina nem tem FA

Red Pill - 红色药丸

Acrescentou muito ao debate

glasquis7

Como anda a capacidade de REVO de vocês?”

Bem servidas

“O Brasil teria capacidade de levar a guerra até o Chile, transportando no logística, mas o Chile não teria a mesma capacidade de trazer a guerra até aqui.”

O Brasil teria que passar pela defesa Antiaérea do Chile.

Como anda a defesa antiaérea do Brasil?

Como pode ver, temos vantagens e desvantagens de parte a parte.

Carlos Crispim

Concordo plenamente. E a Marinha tb.

Carlos Crispim

Aliás, falando nisso, o Brasil se destaca em maquetes e dioramas, só do subnuc brasileiro tem um montão de maquetes, é lindo nas maquetes, um dia, quem sabe, vai virar realidade…esperemos mais 60 anos…

Thiago A.

Teu país até as maquetes precisa importar kkkkkk

Last edited 4 meses atrás by Thiago A.
glasquis 7

De onde vc é?

Hellen

O Chile ta certo,comprou esses aviões barato pra usar por mais 10 anos e depois decidir em comprar aviões mais modernos novos ou usados !!!!!

glasquis 7

Acho que seu se estenderá por mais do que isso. O Chile deverá aproveitar a baixa das unidades da USAF para modernizar e estender a vida útil dessas aeronaves

glasquis 7