quarta-feira, maio 5, 2021

Gripen para o Brasil

Saab entrega sua proposta final à Finlândia

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

A Saab, com forte apoio do governo sueco, apresentou sua proposta final (BAFO, do inglês Best and Final Offer) à agência de defesa finlandesa para o Programa HX. A proposta compreende 64 caças Gripen E e um extenso pacote de armas, bem como duas aeronaves GlobalEye Airborne Early Warning & Control (AEW&C). Em janeiro de 2021, o cliente solicitou o envio de uma BAFO para substituir as aeronaves F/A-18 C/D Hornet da frota atual

A solução proposta apresenta a mais recente tecnologia para um dinâmico e desafiador cenário operacional. O Gripen foi construído para derrotar as ameaças da região e responde muito bem aos requisitos do cliente. Além disso, o caça é projetado para operar em estradas em um clima rigoroso e para permitir uma fácil manutenção por mecânicos conscritos. A oferta ainda inclui algumas das armas mais avançadas, como o Meteor para alvos aéreos de média e longa distância, o IRIS-T para alvos aéreos de curta distância, SPEAR para alvos terrestres de média distância e o KEPD350/Taurus para ataque de longo alcance em missões contra alvos terrestres.

O GlobalEye oferece recursos de sensor adicionais exclusivos – para operações conjuntas com o Gripen, além de fornecer benefícios para todas as forças de defesa finlandesa, oferecendo um efeito combinado poderoso. Como um ativo estratégico, a GlobalEye atenderá todo o espectro operacional, fornecendo informações vitais para a Finlândia.

“Com as excelentes capacidades e disponibilidade do Gripen, a Finlândia pode renovar sua frota de caças sem comprometer o número de aeronaves. Graças a um custo de ciclo de vida verdadeiramente competitivo, as Forças de Defesa Finlandesa serão capazes de permanecer dentro das metas orçamentárias e até mesmo garantir uma margem para outras capacidades vitais de defesa nos próximos anos”, disse Micael Johansson, Presidente e CEO da Saab.

GlobalEye AEW&C
GlobalEye AEW&C

“Já com o GlobalEye, oferecemos recursos adicionais significativos de sensores que fornecerão informações estratégicas e em tempo real ao Gripen e a todas as forças de defesa combinadas. Estamos felizes em incluir o GlobalEye como a plataforma AEW&C mais avançada do mundo”, continua Johansson.

A proposta também inclui equipamento e serviços associados necessários à operação do sistema, feito por meio de um amplo programa de cooperação industrial, cujo objetivo é construir capacidades de segurança de abastecimento na Finlândia. Isso inclui a transferência para a indústria local de recursos de manutenção, reparo e revisão e produção de peças, bem como montagem final de motores e aeronaves. A Saab também estabelecerá um Centro de Sistemas para Gripen e GlobalEye no país, para garantir operações independentes e crescimento contínuo dos sistemas até 2060.

De acordo com o planejamento do cliente, a decisão deve ser anunciada no final de 2021.

A Finlândia é um mercado importante para a Saab. A empresa possui uma longa história no país e está em constante expansão de suas atividades, estabelecendo parcerias com a indústria e o meio acadêmico locais. Recentemente, a Saab iniciou uma extensa cooperação de pesquisa com a Aalto University, estabeleceu um Centro de Tecnologia em Tampere, onde emprega mais de 50 engenheiros, e tem ampla cooperação com o Centro de Pesquisa Técnica VTT e várias empresas de defesa finlandesas.

Sobre a Saab

A Saab atende o mercado global com produtos, serviços e soluções de ponta nas áreas de defesa militar e segurança civil. A Saab possui operações e funcionários em todos os continentes. Graças a suas ideias inovadoras, colaborativas e pragmáticas, a Saab desenvolve, adota e aprimora novas tecnologias para atender às necessidades, em constante mudança, de seus clientes.

DIVULGAÇÃO: Saab / Publicis Consultants

- Advertisement -

84 Comments

Subscribe
Notify of
guest
84 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Robsonmkt

A Finlândia é a melhor chance da Saab, provavelmente a única nas atuais concorrências em andamento. Mas ainda estou cabreiro com o resultado da avaliação in loco quando seus sistemas estavam longe de estarem maduros.

Camargoer

Ola Rob. Eu também torço para a SAAB vencer. A concorrência é muito parecida ao FX2, Rafale, F18, Eurofighter, F35 e F39E. São três grupos. No primeiro é o F35. No segundo os bimotores Rafafe, F18 e Eurofighter. No terceiro o F39E. Vai depender muito do que a Finlândia colocar como requisito. A FAB escolheu o F39 em função do custo de operação e da oportunidade de desenvolver o F39D. Não me parece que a Finlândia tenha interesse neste desenvolvimento. Portanto, o diferencial do F39E será o financiamento e o custo operacional. Eu acredito que a Finlandia não terá interesse… Read more »

Spitfire

Concordo com sua análise amigo…e também estou na torcida pela SAAB!!!

Marcelo

O Brasil está ajudando no desenvolvimento do Gripen F não D. Para mim, os diferenciais da proposta da Saab são o custo de aquisição e operação, ambos menores do que os do F-35 e os 2 Global Eyes. O custo menor de aquisição permite adquirir mais caças e substituir os F-18 em 1 para 1. Se escolherem o F-35 terão que adquirir menos unidades, o que somado aos problemas que tem apresentado, pode se traduzir em uma prontidão muito baixa para a Força Aérea Finlandesa. Vamos ver se as vantagens em ser stealth justificam o preço mais alto. Em minha… Read more »

Last edited 5 dias atrás by Marcelo
Camargoer

Olá Marceo. Mais uma vez voce tem razão. Obrigado pela correção.

Robsonmkt

Pensando em um contexto de defesa do espaço aéreo, o conjunto Gripen + GlobalEye + Meteor faz mais sentido do que SH + EA-18G + AIM-120. Também faz mais sentido do que F-35 + AIM120.
As investidas russas no espaço aéreo finlandês podem empurrá-los tanto para o F-35 quanto para o Gripen, lembrando que a Suécia chegou a oferecer operações conjuntas de patrulha aérea entre outras ações.

Joao Moita Jr

Posso verificar baseado em contatos meus que a Finlândia já engavetou o F-35, em pró do produto sueco.

Antonio Palhares

O avião da SAAB é mais adequado para a Finlândia. Preço mais baixo, custo operacional menor. Capacidade de operar em rodovias. Recursos eletrônicos com alta capacidade situacional e informações para operar. Agora tem o dedo forte do Tio Sam, para pressionar em defesa dos seus produtos.

Spitfire

Olá amigo!!! O projeto ainda tem um enorme potencial de evolução, mas é um excelente sistema de combate…imagina como representado na foto atuando junto com aeronaves radar, como no nosso caso os R99…quando maduro certamente irá impor muito respeito, aliás, já está pondo respeito…

Filipe Prestes

Quando será divulgado o resultado?

Dod

Que pintura maneira essa do Gripen.

Jefferson Henrique

Apesar do Gripen ser um ótimo candidato, acredito que o mais inteligente para a Finlândia seria o Super Hornet, dada a estrutura já existente dos Hornets.

Camargoer

Olá Jefferson. Creio que apenas aparentemente exista uma integração de cadeia logística entre os F18C que estão sendo retirados de serviço e os F18E que foram oferecidos. Eu lembro de um gap assim quanto da FAB aposentou o MIrageIII e comprou o MIrage5.

Marcelo

A FAB nunca operou o Mirage 5, que era bem semelhante ao Mirage III. Ela operou o Mirage 2000 que não tinha nada a ver com o Mirage III, só a aparência geral.

Camargoer

Olá Marcelo Voce tem razão. Escrevi Mirage5 ao invés de Mirage2000. Obrigado pela correção.

Robsonmkt

Na verdade, não há qualquer ponto de contato do ponto de vista logístico ou de manutenção. São dois aviões completamente diferentes em tudo, que compartilham unicamente o conceito do design.

carcara_br

Só digo uma coisa pros finlandeses: O Gripen pode até não ser stealth, mas esta vindo um drone da embraer ai que vai cobrir esse gap e eles poderiam até participar de um futuro projeto.

Luiz Trindade

Mas rapaz… Queria saber e conhecer esse Brasil que dá certo que tantos pregam que tem hoje olha…

carcara_br

Nós brasileiros vamos tentando levar o quanto podemos, apesar desse (des)governo.

Luís Henrique

Claro. Temos um péssimo sistema educacional há décadas. Um péssimo sistema de saúde há décadas, todos os índices de pais de 5o mundo. Mas a culpa é do governo atual que conseguiu estragar o Brasil em 2 anos. O Brasil era tão maravilhoso nos governos anteriores. Que saudades que tenho do mensalão, do petrolão e de tantas outras roubalheiras. Que saudades quando a Globo ganhava R$ 5 Bi por ano do governo federal e todos os artistas eram mais felizes com milhões no bolso da lei rouanet. Eu achava isso tudo certo e ótimo. Ai veio esse desgoverno e acabou… Read more »

Paulo Sollo

True mode on:
Sim já existiam inúmeros problemas, e desde que este país foi fundado, diga-se, mas as coisas que a necropolítica do Calígula da casa de vidro e seus terraplanistas olavetes estão fazendo são de um nível incompetência e de desprezo para com a população jamais ocorridos antes.
Estão a espancar um país moribundo que luta para sobreviver.

Camargoer

Olá Paulo. Pois é. Durante o império, a população brasileira era da ordem de 10 milhões, sendo 16% de escravos. O analfabetismo era de 83%. Em 1920, o analfabetismo caiu para 70%, ainda assim um absurdo. Em 2019 o analfabetismo caiu para 6,6%.(cerca de 11 milhões de pessoas, ou a população do Brasil durante o segundo império). O Edmar Bacha cunhou o conceito de Belínidia na década de 70, que dizia que o Brasil consistia de dois países, um com níveis de Belgica e outro de Índia. Infelizmente, os últimos 4 anos (incluo Temer) ocorreu um desmonte das políticas socias… Read more »

Luiz Trindade

Como disse numa postagem anterior Camargoer, a ânsia de status quo do governo anterior era tanta que não se viu quem elegeu para estragar esse país. Em 2022 com muita sorte e responsabilidade dos brasileiros que esse governo ainda não conseguiu matar vai eleger outro governante e espero que seja responsável com o povo e com a máquina pública pois vai encontrar um estrago maior que esse encontrou quando assumiu.

Camargoer

Olá Luiz. Quem teve a mínima curiosidade de olhar o histórico de cada candidato, suas ideias e ações, ao longo dos anos antes de 2018 deve ter feito uma escolha consciente naquela eleição. Há um ditado que diz “de onde menos se espera, é de lá que nada sai”.

Roberto

A pontuação do Brasil no PISA de 2018 é no mínimo vergonhosa, reflexo do sistema educacional dos últimos 20 anos, falho tanto com o aluno como com o professor. Nosso país ficou em 57º colocado em Leitura, 70º em Matemática e 65º em Ciências entre os países e regiões participantes da avaliação. Apenas 2% dos alunos brasileiros alcançaram os maiores níveis de proficiência em pelo menos uma das três disciplinas avaliadas e 43% dos estudantes tiveram escores em níveis muito baixos de aprendizado nas 3 disciplinas avaliadas. Um outro dado que chamou a atenção é que cresceu a diferença de… Read more »

Camargoer

Caro Roberto. Como mostrei, os problemas com a educação fundamental no Brasil remonta ao império. Ao contrário de outros países que conseguiram eliminar o analfabetismo já no início do SecXX, o Brasil precisou da CF88 para conseguir atingir a meta de 100% das crianças nas escola. Certa vez, escutei do Zuenir Ventura (que se mudou de MG para o Rio de Janeiro) que seus amigos do ensino médio se tornaram presidentes de grandes empresas, ministros, diplomatas, jornalistas… não porque a escola fosse boa (e era muito boa) mas porque era a única escola de ensino médio (pública). Se aqueles alunos… Read more »

Camargoer

Olá Roberto. Você pode fazer duas análises. Comparar os dados do do Brasil com outros países ou comparar a série histórica do Brasil. O país vinha melhorando a sua pontuação ano após ano, mas com uma apresentando uma queda em 2018. Seria interessante ver os resultados que serão publicados sobre 2021.

pisa.jpeg
Elias

Este gráfico é até 2015, não 2018

Elias

De qualquer forma deve cair mesmo pois nada foi mudado existe um bloqueio para que não haja uma reforma na educação no Brasil. O que está aí ainda é os projetos de educação daqueles governos passados…

Adilson

Não sou da área – nem militar nem acadêmico – mas penso que estamos num ponto de inflexão: a CF88 corrigiu ao longo desses últimos anos boa parte da falta de recursos a Educação – até mesmo investimentos questionáveis dos governos anteriores em ensino superior de qualidade duvidosa – construíram bases para a melhoria. Hoje vejo mais necessidade de valorizar financeiramente o profissional de educação com base na meritocracia (mas de verdade – não só um faz de conta), o problema é que as instituições formadoras acadêmicas são dominadas pela esquerda que transmitem muito mais a visão ao indivíduo de… Read more »

Luís Henrique

Políticas sociais não teve redução. Colocaram até 13o no bolsa família.
Expectativa de vida caiu no mundo todo devido ao coronavirus

Antonio Palhares

E pensar que no começo do século vinte a Argentina tinha quase zero por cento de analfabetos. Somente por uma fatalidade. Dessas que que dessem do além. Que um país poder conviver com tão elevados níveis de ignorantes.

Camargoer

Olá Palhares. Quanto o Brasil proclamou a república, 80% da população era analfabeta. No mesmo período, nos EUA, 80% da população era alfabetizada. Um dado interessante dos EUA, é que neste período, 70% da população negra era analfabeta. Uma vez escrevi que o Brasil é o que os EUA seriam se os confederados tivessem ganhado a guerra da secessão. No Brasil, as escolaridade nas regiões mais pobres é em média 3 anos a menos que nas regiões mais ricas. Apenas para comparação, o salário médio de quem tem nível médio é de R$ 2,5. Quem tem nível superior é de… Read more »

carcara_br

Basta dizer que a proposta pra saúde do atual governo é voucher, e pra educação é desvinculação do orçamento misturado com uma dose de fundamentalismo. Em relação as roubalheiras descobrimos níveis novos de irresponsabilidade com a coisa pública que são ainda mais prejudiciais e danosas, mas vou ficando por aqui porque algum apoiador do homem da casa de vidro pode ficar mais exaltado e essa galera já é perigosa desarmada.

Camargoer

Caro Carcará. Ainda bem que o país tem o SUS. Se fosse um sistema de voucher, o combate á pandemia teria sido muito pior. Aliás, nem nos EUA o sistema privado de saúde foi capaz de enfrentar a pandemia. Em relação ao ensino superior, 90% da pesquisa ocorre nas universidades públicas. Da 10 melhores universidades brasileiras, 10 são públicas.

Roberto

Detalhe essa roubalheira do atual governo? compare caso exista, com as roubalheiras dos governos passados, nos ultimos 20 ou 30 anos.

Last edited 5 dias atrás by Roberto
Paulo Sollo

Já viste a nova bomba que explodiu hoje, capa de uma revista?
Documentos com investigações da PF aportam uma ligação “unha e carne” entre o passador de boiada do Min. do Meio Ambiente com as famílias dos maiores grileiros, desmatadores e contrabandistas de madeira ilegal da Amazônia.

Tem até vídeo do cara em frente a pilhas de toras de dizendo que “tá tudo legal” numa fazenda onde foi feita apreensão recorde de 200 mil m² de madeira ilegal.

Camargoer

Caro Luis. Até a década de 50, 50% dos adultos brasileiros eram analfabetos. Somente nos anos 2000 foi possível ter 100% das crianças (7~14 anos) na escola. Na década de 40/50, era preciso viajar para as capitais (algumas apenas) para fazer o ensino médio pois a maioria dos municípios tinham apenas escolas de ensino fundamenta (chamado primário e depois primeiro grau). Portanto, por séculos, a educação teve caráter excludente. Este cenário foi modificado com a CF88 e ainda está em construção. O SUS também foi implementado com a CF88. Antes dela, o sistema público de saúde atendia pelo INAMPS apenas… Read more »

Luís Henrique

A educação despendeu nas últimas 3 décadas. Pode ter sido ampliada, porém a qualidade piorou muito. Pegue uma pessoa com mais de 60 anos e ensino médio completo e compare com os que se formam hoje em dia. Existem milhares de pessoas cursando faculdade que não sabem escrever, nem interpretar texto. Não vai ser o Bolsonaro, nem outro, que conseguirá transformar o Brasil em 4 anos, muito menos em 2. Mas os que acreditam em tudo que aparece no jornal Nacional ou em midias como Quantoé, Estadão, Folha, uol, etc. Passam a crer que tudo é culpa do governo federal.… Read more »

Luiz Trindade

O problema todo é que a ânsia de tirar o status quo do governo anterior era tanta que não se viu quem se elegeu! O país vive numa eterna procura de salvador da pátria ao invés de eleger quem realmente trabalha ao invés de brigar e exaltar o AI5.

igortepe

Está no lugar errado! Vá assistir a live do BoçalNaro ou então ganhe um sanduíche de Cloroquina no chiqueirinho em frente ao palácio do Planalto, é grite Minto, Minto, Minto.

Pablo

Ou tu tem dois anos ou tu vive confinado sem contato com o mundo.
O Brasil não começou com o atual governo.

Camargoer

Caro Pablo. O Brasil não começou nos atual governo.. mas corre o risco de acabar com ele.

Roberto

Para quem defende ditaduras como Venezuela, Cuba, Coreia do Norte….. seu comentário mostra que o atual governo vai no caminho certo.

Camargoer

Olá Roberto. A democracia moderna se caracteriza pelo respeito ao estado de direito, respeito á soberania popular e respeito aos direitos humanos. Há quem diga que um quarto elemento deve ser incorporado, que seria o respeito ao meio ambiente. Infelizmente, o Brasil fracassou (ás vezes parcialmente e ás vezes completamente) em sustentar ao menos os três principais elementos, muito em função de posições adotadas pelo atual governo.

Adilson

Acho estranho você falar de que democracia moderna está baseada na soberania popular se claramente você se opõe a escolha popular atual… Eu assim como muitos brasileiros votei com orgulho no projeto de governo do PT desde 89 quando me tornei eleitor, mas parei de votar já na sucessão de Lulla por ver claramente que o projeto de governo que eu acreditei se tornou um projeto de poder a qualquer preço. Não é isso que quero ao meu país, por isso ajudei a eleger o atual governo – não por crer na sua qualificação, mas porque ele representava a ruptura… Read more »

camargoer

Caro Adilson. O voto é secreto. O meu voto, o seu voto. A escolha de cada um em cada eleição é irrelevante para o debate político. Por outro lado, apenas em democracias é possível criticar as ações de um governo. Regimes autocráticos só permitem elogios. O respeito á soberania popular é um dos fundamentos da democracia. A manifestação popular ocorre nas eleições e também durante todo o mandato por meio dos representantes eleitos, das manifestações, das organizações populares, da imprensa livre. É preciso lembrar que a soberania popular é exercida nos três níveis (federal, estadual e municipal) e nos poderes… Read more »

Carlos Campos

Pq tu tem medo de assumir que vota na esquerda? o voto é secreto, mas a pessoa não é obrigada a manter o segredo, sabemos em quem vc não votou, e quem vc votou no segundo turno. não precisa ter vergonha ou medo do seu voto, suas opiniões são livres.

Camargoer

Caro Carlos. É irrelevante em quem eu votei ou em quem você votou. O voto secreto é uma das mais importante conquistas da democracia, algo que só foi ocorreu no Brasil em 1932. Até então, o “coronel” olhava os votos de cada para ter certeza que seu “curral” garantiria sua vitória. As opiniões são livres, mas o voto é secreto.

Roberto

Porque você não fala a verdade, que votou no Haddad?
Você escreve um texto enorme, e não responde.

Roberto

O Brasil está fracassando devido aos absurdos cometidos pelo STF, e dando poderes a governadores e prefeitos, onde parte destes não respeitam o estado de direito, a soberania popular e os direitos humanos.
Mais uma vez você politiza, e tenta culpar o atual governo.

Miguel Brandão

O mundo todo fracassou quanto ao meio ambiente. Isto não explica nem justifica as ações brasileiras. O avanço sobre a Amazônia deve ser barrado porque racionalmente não é econômico. O aumento de produtividade dos pastos e das áreas com produção agrícola permitirá um aumento da produção com custos menores. O aumento da produção a partir de novas áreas aumentará a produção com um custo maior, só servirá como pressão para baixar os preços das comodities. Só quem vai ganhar são os grileiros com a valorização das terras, que é o grande negócio do agronegócio O povoamento da Amazônia deve ocorrer… Read more »

Matheus

Há sim coisas que dão certo, mas dá mais IBOPE só mostrar desgraça.

Thom

Sabe. Vocês que odeiam o atual governo fala dele demais dele.
“Fale mal de me, mas falem”.

Camargoer

Caro Thom. O debate pode ser dividido em três tipos. O primeiro tipo seria o debate ideológico feito sobre ideias. Neste caso, citamos livros, teses, autores… o segundo seria o debate eleitoral, feito sobre propostas e planos de governo apresentados por partidos políticos durante a campanha… o terceiro tipo de debate seria o político, focado nas ações de governo…. portanto é natural e necessário debater o governo vigente porque ele é (veja só) o governo vigente. Nos EUA, eles usam a expressão “administraçao” ao invés de “governo”. No Brasil usamos a palavra “governo” tanto para se referir à estrutura do… Read more »

JT8D

Um tanto inapropriado este tipo de assunto numa matéria sobre o Gripen. Independentemente dos méritos dos argumentos de cada lado, esse debate é totalmente alheio aos propósitos do blog. Mas, na polarização política em que vivemos, os militantes de lado a lado não perdem uma oportunidade sequer de tentar empurrar suas verdades goela abaixo das pessoas. Lamentável

Last edited 4 dias atrás by JT8D
Thom

Exatamente. Esse é o ponto é que eu me referia.
Quando começa esse assunto vai longe.

camargoer

Olá JT8D. Concordo com você e até peço desculpas. Contudo, quando discordo de algum comentário acabo caindo na armadilha de expressar o contraponto, apresentando fatos e argumentos. Acredito que o debate franco e respeitoso pode saudável. Um abração.

JT8D

Eu é que peço desculpas se meu comentário pareceu agressivo, mas esse blog é um lugar onde a gente pode ficar a salvo de discussões políticas infindáveis e notícias tristes sobre a pandemia. Espero que você entenda o meu incômodo com esses off topics. Abs

Camargoer

Olá JT8D. Sou eu quem agradece o alerta.

Luiz Trindade

Claro que tem muitos pontos a serem considerados mas considerando a geopolítica atual e na minha vã e total ignorância dos quesitos dessa concorrência o Gripen é de longe a melhor opção para Finlândia. Tá do lado da Suécia por esta dentro da Europa, é um caça muito capaz apesar de ter como pontos fracos ser monomotor (apesar de ser o GE F104) e não ter sido ainda batizado em combate como o F-18 e Rafale já foram!

DSC

F-35 e Eurofighter Typhoon também já foram desdobrados várias vezes e participaram em várias missões de combate (no OM principalmente).

JT8D

O motor do Gripen E/F é o GE F414.
E onde mesmo que o Rafale foi “batizado em combate”?

Jacinto

Libia.

Jacinto

e Siria, pelo o que me lembro.

JT8D

O Gripen também operou na Líbia,

rui mendes

Líbia, Afeganistão, Síria, Mali e RCA.

JT8D

Ser “batizado em combate” em conflitos assimétricos sem enfrentar nenhuma oposição aérea tem algum valor? Até o Super Tucano joga bomba na cabeça de guerrilheiro de sandália no Afeganistão.
Os últimos aviões ocidentais que foram batizados em combate pra valer, em conflitos de alta intensidade e com oposição aérea, foram o Mirage III nas guerras de Israel contra os árabes e o Harrier na guerra das Malvinas. O resto é propaganda de fabricante

Last edited 4 dias atrás by JT8D
Mk48

Qual seria o melhor para a Finlandia (ou qualquer outro país)?.
.
Resposta : DEPENDE.
.
O Melhor tecnicamente não é o melhor politicamente. DEPENDE de um equlibrio entre esses dois fatores!

Ednardo Sombra

Essa é de longe a melhor opção para os finlandeses, o principal nessa proposta é fortalecer um parceiro que tem um inimigo em comum…

Emerson

Vai de Super Hornet.

Nilton L Junior

Proposta de venda casada, também sou da opinião que a Filandia deveria migrar para Gripen que é uma arenonave com desenvolvimento amadurecido.

JT8D

Eu já acho que os agradecimentos da Saab vão para os americanos da Lockheed Martin, pelo mercado criado para o F-16, que será herdado pelo Gripen E/F

DSC

Lol Não. Isso não irá acontecer. Pelo menos, não compartilho dessa sua confiança e otimismo em relação ao futuro de vendas do Gripen E/F. É só ver o que tem acontecido nos últimos anos… Países que simplesmente procuram um caça que seja barato de comprar e manter, tem decidido adquirir F-16V Block 70/72 (Eslováquia e Bulgária), ou FA-50 (Filipinas e Iraque), ou JF-17 (Myanmar e Nigéria) por exemplo. E os países que já operam caças F-16 desde à muitos anos, tem estado substituindo/irão substituir esses F-16 por caças F-35 (USAF, Países Baixos, Dinamarca, Noruega, etc)… Ou então tem vindo atualizando/irão… Read more »

Last edited 4 dias atrás by DSC
JT8D

Sim, a influência política americana é muito forte. Mas o F-16 é o principal competidor do Gripen, e não o Tejas, o FA-50 ou o JF-17. É só ver as concorrências em que o Gripen tem participado. No Brasil, na Suiça, no Canadá, na Finlandia, o Gripen tem competido com caças como o Super Hornet, F-35, Rafale, etc. Em nenhuma dessas concorrências estavam FA-50, JF-17 ou Tejas. Aliás nem o F-16 estava. É óbvio que o Gripen E/F não vai disputar mercado com LIFT. Isso é só uma provocação do Roberto, que não gosta do Gripen por que é fan… Read more »

Last edited 4 dias atrás by JT8D
DSC

JT8D, O JF-17, o Tejas, e mesmo o FA-50, NÃO são LIFTs. São caças leves multifunção. São aeronaves que (nas versões que estão hoje operacionais) estão na mesma categoria/classe do Gripen C/D em deslocamento e capacidades, e em novas/futuras versões em desenvolvimento estarão na mesma categoria/classe do Gripen E/F e F-16 Block 70/72, ou pelo menos muito próximo disso. E sim, eu sei que o F-16 é o maior rival do Gripen, e que o Gripen E/F só tem participado em concorrências em que também participam sempre pelo menos alguns dos melhores caças atuais… Mas é basicamente por isso que… Read more »

Last edited 3 dias atrás by DSC
JT8D

Você pode estar certo. Ou não. Vamos aguardar …

Up The Irons

O Roberto é fã do F-16 e tem implicância com o Gripen… Pense no Gripen E como um F-16 versão sueca, só que com RCS menor, capacidade supercruise e sistema de guerra eletrônica de última geração. Fica mais fácil de engolir!

FABIO FERREIRA FERNANDES

GlobalEye é superior ao nosso E99?

Antunes 1980

Chances enormes para o F-35.
Além da lógica pender para a escolha de um caça de 5° geração. A mão pesada do Tio Sam vai contar bastante nesta escolha.

camargoer

Caro Antunes. Os EUA ofereceram dois modelos, o F35 e o F18. O F16 está fora porque o interesse da Lockheed e do governo dos EUA é vender o F35. Eu tenho dúvidas se o F35 seria a melhor opção para a Finlândia. Como escrevi, são três grupos. 1. o F35. 2. O bimoores (Rafale, Eurofigher, F18), e 3. F39. Creio que as maiores chances estejam com o segundo grupo, particularmente entre o Rafale e o F18. Acho que o F35 não seria adequado para o contexto da Finlândia, mas haveria alguma chance para o F39 por quem torço.

Gabriel BR

Muito Top !
As Filipinas também estão de olho

Marcelo M

A preocupação da Finlândia deve ser a defesa aérea no ambiente ar ar. Não penso que devem estar pensando nas imensas capacidades de penetração e ataque ao solo do F35. Isso, e não apenas o baixo custo de operação, deve ser um fator favorável à SAAB? O Gripen tem algumas vantagens frente ao F35 na missão de interceptação, como a permanência em mach 1+? Além de ter menos bugs… inclusive bugs relacionados a frio extremo. Coisa bem comum na Finlândia. https://www.defensenews.com/air/2020/04/24/the-pentagon-will-have-to-live-with-limits-on-f-35s-supersonic-flights/

Reportagens especiais

Procura-se os ‘guerreiros da internet’

Em 1997, Alexandre Galante e Sydney Rodrigues criaram o primeiro esquadrão virtual brasileiro no simulador de voo WarBirds, que...
- Advertisement -
- Advertisement -