quarta-feira, setembro 22, 2021

Gripen para o Brasil

Lockheed Martin fornecerá mísseis AGM-88 à Força Aérea de Taiwan

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

O Departamento de Defesa dos EUA anunciou o contrato, uma modificação de uma concessão anterior, para o programa Peace Phoenix Rising 2 (PPR2) da Força Aérea de Taiwan, também conhecida como Força Aérea da República da China (ROCAF).

A Lockheed Martin Aeronautics Corp. recebeu uma modificação de contrato de US$ 138 milhões para o desenvolvimento e aplicação de recursos para o Sistema Automático de Prevenção de Colisão com o Solo e Míssil Antirradiação de Alta Velocidade AGM-88; melhorias na maturidade do software de radar; uma atualização do Sistema de Aquisição de Dados; e Identificação Avançada de Amigo ou Inimigo para a frota Block 20 do Programa de Retrofit dos F-16 de Taiwan, anunciou o Departamento de Defesa.

De acordo com os termos do contrato, o trabalho será executado em Fort Worth, Texas; e Taiwan, com previsão de conclusão em 30 de setembro de 2022.

Também observou que esta modificação envolve 100% de Vendas Militares Estrangeiras (FMS) e é o resultado de uma aquisição de fonte única. Os fundos do FMS no valor de US$ 67.620.000 estão sendo obrigados no momento da concessão.

O Míssil Antirradiação de Alta Velocidade AGM-88 (HARM) é um míssil ar-solo de médio alcance projetado para atingir as defesas aéreas inimigas. O míssil pode atacar alvos de Defesa Aérea Integrada (IAD) realocáveis ​​e outros alvos equipados com capacidade de desligamento.

O AGM-88 pode detectar, atacar e destruir um alvo com o mínimo de intervenção da tripulação. O sistema de orientação proporcional que analisa as emissões do radar inimigo tem uma antena fixa e uma cabeça de busca no nariz do míssil. Um motor foguete de propelente sólido, sem fumaça, impulsiona o míssil.

- Advertisement -

43 Comments

Subscribe
Notify of
guest
43 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Nilton L Junior

Baita aquisição, poderiam vender também F-15-18 e 35.

Antoniokings

Isso é interessante.
Analistas militares argumentam qual o motivo de Taiwan investir em aviões em vez de defesa anti-aérea, sabendo que suas bases e aparelhos serão rapidamente destruídos.
O artigo salienta que Taiwan tem uma das forças aéreas mais obsoletas dessas regiões com possíveis conflitos.

Renato

Kings..
Tem gente que tem absoluta certeza que o Tio Sam vai declarar guerra a China para salvar Taiwan.. (Aquela ilhota que eles sequer reconhecem como país.)
Afinal, eles não defenderam a Ucrânia da Rússia??
Vai vendo… Ahahaha

antoniokings

Verdade!

Leonardo Bastos

Taiwan precisa de sistemas de defesa antiaérea pra ontem…

Jacinto

Eles têm Patriots que compraram dos EUA e produzem localmente o Sky Bow (que é baseado no Patriot).

Leonardo Bastos

Eles precisam do THAAD…

Thiago A.
M.@.K

Interessante…

Jacinto

O problema é que, para fazer uma analogia com futebol, você pode ter um ótimo goleiro, mas se o ataque do time adversário fica chutando em direção ao gol, uma hora a bola entra. O que Taiwan precisa são sistema moveis de curto/médio alcance que possa aproveitar bem o terreno montanhoso e a vegetação florestal da região central da ilha (na verdade, Taiwan é uma cadeia de montanhas rochosas com algumas planices habitáveis). Como os próprios chineses irão destruir a estrutura aeroportuária taiwanesa, uma invasão só poderá ocorrer vindo pelo mar- ou seja, em barcaças de desembarque. A melhor investimento… Read more »

Victor Filipe

Quem precisa é a gente. eles tem os meios deles.

Thiago A.

Nós com certeza precisamos, mas a situação e urgência não é a mesma. O Brasil não vive o pesadelo de ser ameaçado o tempo todo com um potência gigantesca como a China prometendo fixando a até a data para anexar o país. Eles precisam de uma quantidade relevante de SAMs para evitarem uma ataque massivo de saturação por mísseis balísticos e de cruzeiro. A quantidade de “polvora” chines que pode cair em cima deles é avassaladora.

Renato

“O Brasil não vive o pesadelo de ser ameaçado o tempo todo com um potência gigantesca”

Ah não mesmo né..

O Brazilzilzil vendo sendo ameaçado só por EUA, França, UK.. Só isso..
Viu a última ideia de um sujeito lá do Reino Unido essa semana para ajudar a “salvar” a Amazônia por exemplo?
Taiwan que se explod@.. O problema é deles..

O que eu quero para o Brasil é armamento nuclear.

RudiPY3TO

Nosso Maior inimico é a CORRUPÇÃO.

Welder

Nosso maior amigo serão as nukes.

FABIO MAX MARSCHNER MAYER

A China continental só não retomou Taiwan a força, ainda, porque este é uma fortaleza.

antoniokings

Sim defendida por Mirage 2000, F-16 e F-CK-1 Ching Kuo.
Dá um tempo!

sub urbano

Uma fortaleza da ignorancia e do entreguismo.

Carlos Gonzaga

Não se iluda! A China só não tomou Taiwan por causa das consequências. Fora isso, ela toma ou destrói na hora que quiser. Não qualquer firma de comparação. Os recursos defensivos de Taiwan seriam arrasados na primeira leva.

Bardini

OFF: https://cl.usembassy.gov/es/llegan-a-chile-87-mil-elementos-de-proteccion-personal-para-enfrentar-el-covid/

 Transferencia de Hércules C-130 a la FACH 

El traslado de la donación de Project Hope se efectuó a bordo de uno de los dos Hércules C-130 que están siendo transferidos a Chile este año por la Fuerza Aérea de los Estados Unidos, conforme a las disposiciones establecidas por la Ley de Asistencia al Extranjero de los Estados Unidos.  Esta transferencia cuenta con la autorización del Congreso de los Estados Unidos y es una entrega que se efectúa sin costo para Chile. 

Up The Irons

Fico me perguntando: será que há chance de os Estados Unidos ficarem empurrando C-130 velhos pra potenciais compradores do C-390 de propósito só para emperrar as vendas de uma aeronave evidentemenre superior ou é muita teoria da conspiração da minha parte?

carcara_br

Nada é por acaso, digo, nem interessa se houve intenção ou não o efeito prático é o mesmo.

Bardini

Que é que adianta ser “superior” se, para ter dois desses cargueiros os chilenos teriam de desembolsar mais de 250 milhões de dólares em um pacote de aquisição???

Thiago A.

Nessas condições, só oferecendo de graça. Mas aí tem que lidar com custos de modernização, manutenção mais extensas , redução de disponibilidade e confiabilidade etc

Screenshot_20210428-192613~2.png
Thiago A.

“Los dos C-130 corresponden al modelo H, el de más reciente fabricación de la empresa Lockheed-Martin Aeronautics, los que serán integrados a la flota de la Fuerza Aérea de Chile.”
Um pitada de propaganda, uma dose de ufanismo e de imediato o C-130 H é o ” mas reciente fabricacion de lá empresa” … passou despercebido o coitado do C-130j

Last edited 4 meses atrás by Thiago A.
Up The Irons

Eu até entendi o que você quis dizer e posso concordar que nos falta ímpeto em nossas aquisições de material bélico, mas qual vetor poderíamos usar pra “caçar vagabundos no mato”? Ou deveríamos deixá-los fazendo o que quiserem no mato? O Super Tucano já provou diversas vezes que é a aeronave ideal para essa missão. Para a guerra teremos a aeronave mais capaz do continente, equipada com o que há de mais moderno em sensores e mísseis BVR. Nos falta quantidade, mas quando se tem 80.000 pessoas esperando pagamentos gordinhos no final do mês, fora as outras dezenas de milhares… Read more »

Paulo Sollo

A maior preocupação dos EUA em relação a China retomar Taiwan é que vão perder um cliente rico, que compra na casa das US$ dezenas de bilhões..

Para eles o ideal é que a coisa fique num estado de ameaça permanente, com Taiwan sempre demandando compras e atualizações, “de seus equipamentos”, of course.

Thiago A.

Eles demandam mas nem sempre os EUA liberam…fosse “só” esse o motivo dos EUA, teriam liberado tudo faz tempo.

150421 strategia navale cinese2.jpg
Luiz Silva

Achei que quem produzia o AGM-88 era a Raytheon, isso sim é um míssil antiradiação, e a Nortrop Gruman está desenvolvendo um novo míssil antiradiação furtivo, mais avançado do que o AGM-88 , pena que os EUA não vendem esse tipo de armas para o Brasil

Luiz Trindade

Tem de armar Taiwan até os dentes… Vender caro o máximo possível invasão pela China. Tem de vender o pesadelo da China ver os seus navios pegando fogo e afundando no canal entre a ilha e continente. Só assim eles irão recuar!

carcara_br

Isso ai é só pra gerar dinheiro e bancar a proteção americana, na prática pela distância de Tawian, uma invasão seria iniciada com uma chuva de artilharia, Força Aérea e Marinha seriam desabilitadas em horas quando os navios de desembarque partirem do seus portos a infraestrutura de defesa já estaria em frangalhos.

Thiago A.

Realmente poderia ser útil uma extensa defesa aerea taiwanês para não ser subjugada por essa chuva de artilharia e uma boa frota de submarinos para desacelerar as operações navais.
E ainda não acabou, tem a complexidade da guerra anfíbia , uma operação extremamente complicada onde as forças armadas chinesas carecem
de experiência . Aliás a PLAN e descobriu o mar recentemente. Tradição, doutrina e experiência não se adquire de um dia para outro. A falta de experiência pode cobrar um tributo de sangue maior do que o esperado.

carcara_br

Esquece, quem garante aquilo ali são os americanos e isso custa 2% do PIB de Taiwan. e na falta dos americanos, não, não acredito em invasão, muito mais provável uma rendição e reintegração.

Thiago A.

Eu também sou cético quanto uma operação militar chinesa, não acredito que ocorrerá: extremamente nociva para imagem e propaganda de Pequim, além de desgastante , o eventual envolvimento de Tokyo e Washington poderia levar a consequências e proporções imprevisíveis. Mas no lugar deles eu não pagaria para ver … E o custo é relativo, depende de quanto eles prezam pela propria independência e soberania. Israel gasta quase o 5% do PIB alegremente e tá nem aí.

carcara_br

Sim, 2% é até barato acredito que isso tende a aumentar, a medida que a china vai se fortalecendo, uma hora eles vão acabar preferindo colocar o dinheiro no bolso e gastar com outras coisas.

Luiz Trindade

Eu não acredito numa rendição e reintegração… Se fosse assim já teriam feito. A China esta furiosa porque quer ter Taiwan para limitar a ida dos navios norte-americanos para lá.

Luiz Trindade

E é isso Thiago A. que Taiwan deve vender para os seus inimigos o mais imediato a China. Um tributo de sangue bem grande para o lado chinês.

Luiz Trindade

Pode até ser carcara_br mas ainda sim Taiwan não deve jamais se entregar… Sim… Deve vender caro a invasão. A China tomou Taiwan, Taiwan deveria começar táticas de guerrilha, sabotagem, envenenamento em massa de soldados invasores, etc…

carcara_br

Esta faltando um pouco de noção de proporção…

Luiz Trindade

Eu acho que vc torce para os comunistas dobrarem Taiwan a sua sanha comunista. Eu tenho vergonha de ser compatriota de pessoas que torcem para países democráticos sucumbirem para uma ditadura!

Leandro Costa

Suas comparações hoje estão sendo bastante infelizes, Roberto. O que diabos modernização de aeronave como o Bandeirante e ‘frescura’ de aeronave elétrica, tem a ver com Guerra? Eu explico. Sem logística, seu F-16 ‘Full Pack’ não decola. Logística é o que viabiliza todos esses equipamentos de Guerra e a inovação tecnológica, mesmo aquela voltada para o mercado civil, pode muito bem viabilizar escala, economia e melhorias de engenharia que facilitem novas aplicações de guerra. Guerra aérea não se faz apenas com caças e bombardeiros, mas também a infraestrutura civil é extremamente importante, aeronaves de transporte, logística e suprimentos e desenvolvimentos… Read more »

sub urbano

Joinha pra vc concordo plenamente.

Renato

Moço… Algum garoto de 14 anos hackeou a conta do comentarista Roberto. Não tem outra explicação.

Últimas Notícias

Embraer amplia o Programa Pool com a Cobham, da Austrália

Singapura – 22 de setembro de 2021 - A Embraer anunciou hoje a assinatura de uma extensão e ampliação...
- Advertisement -
- Advertisement -