segunda-feira, julho 26, 2021

Gripen para o Brasil

Força Aérea dos EUA atualizará seus treinadores primários T-6A Texan II

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

A Divisão de Treinadores do Centro de Gerenciamento do Ciclo de Vida da Força Aérea dos EUA está procurando contratados que possam ser capazes e dispostos a desenvolver, entregar e integrar uma substituição de sistema aviônico abrangente para o treinador principal T-6A.

A Força Aérea lançou um rascunho de solicitação de propostas para empreiteiros interessados ​​em desenvolver e entregar um substituto do sistema aviônico para a aeronave T-6A Texan II.

O atual sistema aviônico federado T-6A é composto de componentes analógicos e digitais de primeira geração que têm sido cada vez mais afetados por problemas de obsolescência nos últimos anos, resultando em diminuição da confiabilidade dos componentes, diminuição das taxas de disponibilidade de aeronaves e aumento dos custos de manutenção do ciclo de vida.

Em um aviso, a Força Aérea anunciou que uma substituição abrangente do sistema aviônico está sendo considerada para resolver os problemas de obsolescência e posicionar o T-6A para uma estrutura de sustentação do ciclo de vida dos aviônicos de longo prazo que seja confiável e econômica.

O sistema aviônico de substituição exigiria integração com a configuração do T-6A no momento da instalação e seria capaz de se adaptar às mudanças na configuração do T-6A ao longo do tempo. O objetivo desejado é entender os recursos dos sistemas aviônicos disponíveis que são compatíveis e interoperáveis ​​com o T-6A.

O T-6A é um derivado do Beechcraft PC-9 Mk II que foi fabricado pela Textron Aviation Defense (TAD) e é movido por um único motor turboélice PT-6A-68 Pratt & Whitney. A frota conjunta T-6A da Força Aérea e da Marinha é gerenciada pelo T-6 Program Office em Tinker AFB em coordenação com a Program Management Administration, (PMA) -273 localizada na Naval Air Station Patuxeunt River.

A Força Aérea utiliza o T-6A para conduzir o treinamento primário de pilotos, que inclui a exposição dos pilotos de iniciantes ao ambiente da cabine e táticas básicas associadas à navegação, formação e operação da aeronave. A frota T-6A da Força Aérea opera a partir das Alas de Treinamento do Comando de Educação e Treinamento Aéreo (AETC) localizadas em Columbus AFB, Laughlin AFB, Randolph AFB, Sheppard AFB, Vance AFB e Naval Air Station (NAS) Pensacola. Além disso, a Marinha utiliza o T-6A para conduzir o treinamento de Combat Systems Officer (CSO) na NAS Pensacola ao lado da Força Aérea.

Cockpit atual do T-6A Texan II

- Advertisement -

5 Comments

Subscribe
Notify of
guest
5 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Sergio Cintra

Lendo isso, como estão caminhando com a modernização dos T-27 da AFA? Alguma nota? Não li mais notícias sobre o assunto.
Dependendo da quantidade, mais um negócio para a EDS. Business are business!

Flanker

A modernização dos T-27 da FAB está sendo feita pela empresa Albatross e pela FAB, utilizando as instalações do PAMA-LS. Pelo que sei, a Embraer não está envolvida nessa modernização.

Thiago Roberto Nascimento Santana

Acho que ele quis saber os da Argentina.

Michel

Kkkkkkkkkkkkk já?

Joli Le Chat

Será que a Pilatus tem uma solução para esta modernização? Afinal de contas são os “donos” do projeto…

Últimas Notícias

Rússia está pronta para entregar caças Sukhoi Su-30 a Mianmar

A Rússia está avançando com planos para entregar caças Sukhoi Su-30 ao regime militar cada vez mais isolado de...
- Advertisement -
- Advertisement -