Home Asas Rotativas Leonardo vai fornecer seis helicópteros AW119Kx à Polícia Rodoviária Federal

Leonardo vai fornecer seis helicópteros AW119Kx à Polícia Rodoviária Federal

2316
39

ROMA — A Leonardo anunciou em 30 de novembro que a Polícia Rodoviária Federal (PRF) do Brasil vai colocar em serviço seis helicópteros monomotores AW119Kx. A previsão é que a primeira aeronave seja introduzida no Brasil a partir do próximo ano, com a entrega dos helicópteros restantes para a operadora prevista para ser concluída em meados de 2021.

Os AW119Kxs serão operados pela Divisão de Operações Aéreas (DOA) a partir de suas bases nas cinco Regiões do Brasil para realizar uma série de missões, incluindo transporte, resgate, serviço médico de emergência, combate a incêndios, vigilância e aplicação da lei.

A seleção do AW119Kx pela PRF foi feita após uma avaliação rigorosa das capacidades técnicas para melhor atender às necessidades da agência de aplicação da lei. A entrega desses helicópteros expandirá ainda mais a frota de helicópteros Leonardo usados ​​por operadores de polícia, resgate e serviços públicos em todo o Brasil, que já inclui o tipo monomotor AW119, além dos modelos bimotor leve AW109 e bimotor intermediário AW139.

Os helicópteros terão uma configuração avançada customizada incluindo, entre outros, uma cabine de vidro Garmin G1000NXi, um sistema eletroóptico infravermelho, guincho de resgate, gancho de carga, caçamba para conter incêndios, kit de rapel em ambos os lados para operações de forças especiais, avançado sistemas de comunicação.

Até o momento, existem mais de 190 helicópteros Leonardo de vários tipos operando no Brasil, desempenhando muitas funções, incluindo: transporte corporativo/privado, aplicação da lei, serviços públicos, transporte offshore e aplicações navais. À medida que o sucesso do produto Leonardo cresce ainda mais, a Empresa está empenhada em fortalecer ainda mais o nível existente de serviços localizados com a criação de um novo centro de apoio regional, administrado por Leonardo do Brasil, em Itapevi, a 30 km de São Paulo, cuja inauguração foi celebrada em fevereiro. O novo centro de suporte ampliará os serviços já prestados pela unidade existente com sede em São Paulo.

A Leonardo está empenhada em servir e proteger comunidades em todo o mundo, contribuindo para o seu crescimento sustentável ao liderar as tecnologias da próxima geração. A parceria com governos, organizações privadas e indústrias para obter os melhores recursos de segurança e proteção é a pedra angular do Plano Estratégico Be Tomorrow 2030 da Leonardo.

O helicóptero AW119Kx

O AW119Kx é o melhor helicóptero monomotor da classe atualmente disponível no mercado, apresentando um sistema aviônico de última geração para maior consciência situacional, eficácia da missão e segurança. O AW119Kx possui uma grande cabine com capacidade para acomodar até seis passageiros e redundância de todos os sistemas críticos normalmente disponíveis em aeronaves bimotor, garantindo confiabilidade e segurança excepcionais. O AW119Kx é perfeitamente adequado para desempenhar muitas funções, incluindo EMS, aplicação da lei, serviços públicos, combate a incêndio, transporte de passageiros, treinamento e deveres governamentais/militares.

Mais de 350 helicópteros AW119 foram encomendados por mais de 130 clientes em 40 países. Várias agências de aplicação da lei, agências de serviço público ou forças armadas em todo o mundo escolheram ou já estão usando o AW119 no Brasil, EUA, Chile, México, Equador, Portugal, Finlândia, Letônia, para citar alguns. Uma variante do AW119 foi selecionada pela Marinha dos Estados Unidos em janeiro para treinar a próxima geração de aviadores navais do país.

FONTE: Leonardo

Subscribe
Notify of
guest
39 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Rodrigo
Rodrigo
1 mês atrás

Excelente aquisição…

Gil U
Gil U
1 mês atrás

Não nego que o AW119Kx que seja um excelente helicóptero, mas não seria o caso de priorizar a aquisição de um modelo similar da Helibras? Já que temos uma “montadora” deles no Brasil.

Clésio Luiz
Clésio Luiz
Reply to  Gil U
1 mês atrás

Isso é uma faca de dois gumes. Por um lado se valoriza empregos criados por aqui. Por outra, cria-se um monopólio de uma empresa que no fim das contas não é realmente nacional.

Então no fim das contas é melhor variar de fornecedor, porque hoje ele é seu amigo, amanhã…

Além disso, tem-se comentado em atrair outro fabricante para o Brasil, e a Agusta/Leonardo era uma dessas possibilidades. E para eles se aventurarem por aqui, é necessário ter uma boa frota deles operando e gerando dividendos.

Grozelha Vitaminada Milani
Grozelha Vitaminada Milani
Reply to  Clésio Luiz
1 mês atrás

O que falta acrescentar nas licitações, e verificar os custo de se montar no Brasil. Não temos volumes que justifiquem fabricar, mas montar sim. E caso a empresa mãe matriz não possua condições de execução, dúvido que uma Embraer, Aviabrás, Akaer e etc não tenha interesse e capacidade técnica para realizar. Sou totalmente contra a falta de concorrência e avaliação de outros produtos e fabricantes. Infelizmente temos uma empresa da Airbus Helicópteros (antiga Eurocopter) em Itajubá, que vive das benfeitorias dirigidas de Governos, inclusive com ajuda muito favoravel do BNDES. E o pior, essa filial não consegue travar as compras,… Read more »

Rafael Gustavo de Oliveira
Rafael Gustavo de Oliveira
Reply to  Gil U
1 mês atrás

Nem sempre…quanto mais opcoes no mercado a “montadora” se vê obrigada a investir mais….quem ganha é o cliente final

Rodrigo
Rodrigo
Reply to  Gil U
1 mês atrás

Helibras que cobrar assistência e manutenção bem mais caro que seus concorrentes…o certo era tenta trazer outra fabricante para o Brasil. Veja o exemplo da SSP de Goiás que tem o modelo esquilo e o Augusta 119, o custo de manutenção do esquilo custa até 40% mais…

ERNANI BORGES
ERNANI BORGES
Reply to  Rodrigo
1 mês atrás

Não quero gerar polêmica mas, a Rússia queria fazer uma parceria para produzir seus helis por aqui.

Grozelha Vitaminada Milani
Grozelha Vitaminada Milani
Reply to  ERNANI BORGES
1 mês atrás

Já montaram e fazem a manutenção dos S-2 Sabres da FAB no Brasil.

E também de outros modelos.

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
Reply to  Grozelha Vitaminada Milani
1 mês atrás

Atualize-se ….

Grozelha Vitaminada Milani
Grozelha Vitaminada Milani
Reply to  Carlos Alberto Soares
1 mês atrás

Oi????

Ponha o link da (s) matéria(s) e deixem todos a saber do que está rolando …

Tallguiese
Tallguiese
Reply to  Rodrigo
1 mês atrás

Uma pena o estado de Goiás não ter reposto a aeronave perdida no acidente com a polícia cívil uns anos atrás. Agora temos aqui em Goiânia um esquilo preto bonitão, um Augusta AW-119 na polícia militar. E um AW-119 no corpo de bombeiros.

Caloro
Caloro
Reply to  Rodrigo
1 mês atrás

O Esquilo não custa a sua hora de voo 40% a mais que o Koala. Sugiro pesquisar no Blue Book antes de fazer tal afirmação. Não passe vergonha.

O Koala ganha do Esquilo quando os requisitos são colocados como 8 pax e em alguns opcionais de painel. Só isso.

Leandro
Leandro
Reply to  Gil U
1 mês atrás

Estava escrevendo o mesmo.

Rafael Gustavo de Oliveira
Rafael Gustavo de Oliveira
1 mês atrás

Helibras que se cuide….

Wellington Góes
Wellington Góes
1 mês atrás

Com certeza um ótimo aparelho, mas mostra, mais uma vez, que o Brasil adora perder oportunidades, para depois nos vitimizarmos… A muito eu venho escrevendo sobre a oportunidade de trazermos outra fabricante de asas rotativas para solo nacional… Temos o segundo maior mercado de helicópteros civis no mundo (talvez cai para terceiro ou quarto, por causa China e Índia, obviamente) e uma única indústria montadora do tipo no país, mas brasileiro “ixperto” adora bater no peito para defender a exportação de commodities, nada contra, afinal o país ganha muito dinheiro com isso, mas se temos mercado que sustente, por que… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Wellington Góes
Grozelha Vitaminada Milani
Grozelha Vitaminada Milani
1 mês atrás

Parabéns a PRF. Grande aquisição.

Parabéns pelo processo e seleção feita após uma avaliação rigorosa das capacidades técnicas para melhor atender às necessidades da agência de aplicação da lei.

Precisamos cada vez mais de TRANSPARÊNCIA E LISURA nos processos de aquisição e ouvir o cliente. Evitando assim Lobby e indicação oportunas que não necessariamente preenchem a lacuna e necessidades de que precisa e vai operar.

Juarez
Juarez
Reply to  Grozelha Vitaminada Milani
1 mês atrás

Grozelha, e só o começo. Os dias de fartura da Faz de Conta Copter estão contados….

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
Reply to  Juarez
1 mês atrás

Quantos Caracal exportamos pelo “acordo” ??

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
Reply to  Carlos Alberto Soares
1 mês atrás

A mesma quantidade que “vendemos” para o mercado offshore.

Grozelha Vitaminada Milani
Grozelha Vitaminada Milani
Reply to  Rafael Oliveira
1 mês atrás

Lol = não consigo parar de rir … principalmente dos Deslikes ….

Grozelha Vitaminada Milani
Grozelha Vitaminada Milani
Reply to  Carlos Alberto Soares
1 mês atrás

Lol = não consigo parar de rir … principalmente dos Deslikes ….

Juarez
Juarez
Reply to  Carlos Alberto Soares
1 mês atrás

Zero.

Caloro
Caloro
Reply to  Juarez
1 mês atrás

Independente do H225M, a Helibras aqui como seus produtos são reconhecidos, vide que inclusive policias dos EUA operam em grande quantidade os Esquilos, fora EMS lá com H135/145.

Outro ponto, gostem ou não, apenas a Helibras faz manutenção das mecânicas no Brasil dos Esquilos, Pantera e H225. Isso não pode se perder.

Mas a concorrência sempre é válida.

Grozelha Vitaminada Milani
Grozelha Vitaminada Milani
Reply to  Caloro
1 mês atrás

Kombis … é um fanfarrão defender o lobby de uma filial que não consegue dominar o mercado da América do Sul e Central e que não vende sem as benecies do BNDES.

VAMOS ACORDAR ALICE?

Estamos no País das Propinomaravilhas!

Juarez
Juarez
Reply to  Grozelha Vitaminada Milani
1 mês atrás

Já acordaram, a festa tem data para terminar.

Caloro
Caloro
Reply to  Grozelha Vitaminada Milani
1 mês atrás

Falou besteira. O BNDES não está financiando a muito tempo a venda dos H125 que eram os únicos que podem/poderiam ser vendidos utilizando o crédito BNDES.
Sinceramente, nenhuma concorrente tem uma instalação no Brasil e olha que o mercado aqui é grande, incluindo civil, militar, law enforcament e governamental.

E olha que os preços dos helicópteros são próximos quando falamos de mesma categoria.

Que eu saiba, a Helibras fornece fornece serviços na AL, vide Argentina, Equador, Chile, Paraguai, etc….

Juarez
Juarez
Reply to  Caloro
1 mês atrás

Estranho não e mesmo.
Quando a FAB tentou fazer o TBO dia Makila MK 1 aqui levou um severo não. Tentou fazer na África do Sul, pois custaria algo com 25% a menos que na França, também levou um não.
Tu devesc star te referindo a uma manutenção telepatia cósmica feita aqui.

Caloro
Caloro
Reply to  Juarez
1 mês atrás

Sinceramente vejo que você é leigo no assunto. Desde 2005 todas as revisões do Makila 1A e 1A1 são feitas no Brasil. Outro ponto, antes disso, quem apoiava os motores aqui no Brasil era a Rolls Royce em SBC.

Quanto a manutenção, voce realmente deve achar que fazer uma mecânica não é algo complexo, correto? Pergunte aos outros fabricantes se fazem qualquer coisa de mecânica no Brasil e pergunte a qualquer operador, qualquer um, se eles não ficam satisfeitos de terem um apoio aqui?

Quem é do ramo sabe da importância.

Repito, concorrência é salutar, mas não podemos ficar desmerecendo.

allan victor
allan victor
1 mês atrás

Esses helis são para substituir os que caíram recentemente (ano passado)? O que foram feitos com esses helis sinistrados?

https://g1.globo.com/ba/bahia/noticia/2019/08/20/helicoptero-da-prf-cai-ao-tentar-fazer-pouso-no-sul-da-bahia-e-piloto-fica-ferido.ghtml

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
Reply to  allan victor
1 mês atrás

Seguro, pt ?

M65
M65
1 mês atrás

Este mapa é meramente ilustrativo, porque não existe Rodovia (BR 319) transitavel entre Manaus e o sul do País. Mas, parabenizo a vinda da aeronave para o Amazonas e Roraima.

Luiz Floriano Alves
Reply to  M65
1 mês atrás

Tio Sam compra helis da França. A Cost Guard e policias os usam em grande número. a Italia copiava e agora desenvolve algum projeto, como os Augista-Bell. Não se vislumbra vantagem técnica nesta opção.

Henrique
Henrique
Reply to  M65
1 mês atrás

Fora de SP praticamente inexiste estradas, e no Norte é mais barro que estrada.

Vitor
Vitor
1 mês atrás

Este heli é do mesmo porte dos H-135 comprados pela MB ?

Caloro
Caloro
Reply to  Vitor
1 mês atrás

Não, do H130. Ele é mais leve que o bi-turbina H135.

paulop
paulop
1 mês atrás

Pessoal, algumas colocações. 1 – Fiz um breve levantamento e o AW119 é utilizado pelas forças de segurança de Alagoas, Goiás, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. 2 – A Divisão de Operações Aéreas(DOA) da PRF é uma unidade subordinada á DIREX > Coordenação Geral de Opereções > Coordenação de Operações Especias e de Fronteira > DOA. 3 – A frota atual da DOA/PRF é composta por: 9 helicopteros(5xBell407, 1xBell 412 e 3xEC120) e 2 aviões(1 EMB Sêneca e 1 Cessna Gran Caravan) 4 – As bases operacionais atuais são: Brasilia/DF/Sede, Recife/PE, Campo Grande/MS, Curitiba/PR, Florianópolis/SC, Porto Alegre/RS e… Read more »

Antunes 1980
Antunes 1980
1 mês atrás

Boa notícia! Que cada vez mais nossas forças de segurança estejam mais equipadas para combater o crime organizado que aumenta esponencialmente no país.

Francisco Vieira
Francisco Vieira
1 mês atrás

O Supremo já liberou policial atirar em bandido usando helicóptero?