Home Aviação de Caça Fuzileiro naval dos EUA atinge marca de mil horas de voo em...

Fuzileiro naval dos EUA atinge marca de mil horas de voo em caças F-35B

5018
22

Um oficial do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA acabou de fazer história como primeiro piloto a superar 1.000 horas de voo em caças de pouso e decolagem vertical F-35B Joint Strike Fighter.

O tenente-coronel Brian W. Bann se tornou o primeiro a realizar a façanha enquanto entregava uma nova aeronave ao Marine Aircraft Group 13 na Base de Yuma, Arizona, no mês passado, informaram as autoridades na quarta-feira (29/01).

Bann é piloto de teste de aceitação para todas as três variantes de caça de quinta geração; ele está atualmente designado para a Agência de Gerenciamento de Contratos de Defesa da unidade de produção F-35 da Lockheed Martin em Fort Worth, Texas, de acordo com um comunicado à imprensa.

Em dezembro, a empresa anunciou que entregou 134 jatos em todo o mundo em 2019, o que significa superar sua meta de 131 entregas de caças para o ano.

Bann,acumulou 3.000 horas em vários aviões de combate, incluindo o AV-8B Harrier II e o F-16 Fighting Falcon.

Em agosto, o capitão Anneliese Satz se tornou a primeira piloto F-35 do Corpo de Fuzileiros Navais após concluir o Curso Básico do F-35B de quatro anos de treinamento.

Em 2017, o piloto de teste da Lockheed Martin, David “Doc” Nelson, tornou-se o primeiro piloto a atingir 1.000 horas de voo em um F-35 pertencente ao 461o Esquadrão de Teste de Voo da Edward Air Force Base na Califórnia.

FONTE: Military.com (tradução e adaptação do Poder Aéreo a partir do original eminglês)

Subscribe
Notify of
guest
22 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
JuggerBR
JuggerBR
4 meses atrás

Com ou sem problemas, a orca segue voando… Muitos defeitos, alguns graves outros não, mas não tem volta, será o caça mais numeroso dos EUA.

Sergio
Sergio
Reply to  JuggerBR
4 meses atrás

Um NA T-6 não dá tanto problema assim!!!!!!

Professor
Professor
4 meses atrás

Porque o Tom Cruise não usou F-35 em Top Gun-2? nem para isso ele está apto? kkkk

Corcel
Reply to  Professor
4 meses atrás

Devia perguntar ao diretor do filme.

Kommander
Kommander
Reply to  Corcel
4 meses atrás

O diretor disse que ele é muito inseguro e cara para ser destruído no set de filmagem.
Palavras do acessor do Tom Cruise

ednardo curisco
ednardo curisco
Reply to  Kommander
4 meses atrás

kkkkkkk

Ronaldo
Ronaldo
Reply to  Corcel
4 meses atrás

Kkkkkk

Teropode
Reply to  Corcel
4 meses atrás

Na verdade o filme se passa em 2015 ou 2016 , por isso nao fazia sentido utiluza-lo

Chris
Chris
Reply to  Professor
4 meses atrás

Cara… O Tom Cruise já deveria é agradecer bastante, a autorização para usar e até pilotar um caça da Marinha Americana !

MMerlin
MMerlin
Reply to  Professor
4 meses atrás

Não a toa os tele jornais nacionais priorizam matérias que trazem tragedias, acidentes e casos policiais. Aqui, é o que dá audiência. Brasileiro gosta de falar mal dos outros mas não olha para o próprio umbigo.
Vamos acordar pessoal.

Jmgboston
Jmgboston
Reply to  Professor
4 meses atrás

Por ser um monoplace, professor.

Octávio Lima
Octávio Lima
Reply to  Professor
4 meses atrás

A resposta é relativamente simples. O F-35 ainda não é a espinha dorsal da marinha americana. Os F/A-18 nas versões E/F ainda o são.

Eduardo Henrique
Eduardo Henrique
4 meses atrás

Alguém sabe dizer quanto um piloto de F5 voa por ano na FAB ?

Juvenal
Juvenal
Reply to  Eduardo Henrique
4 meses atrás

Entre 80 a 100 horas

Sérgio Luís
Sérgio Luís
4 meses atrás

E isso seria importante!?!? É o mínimo que se poderia esperar! A aeronave só falta voar sozinha uai!

Flanker
Flanker
Reply to  Sérgio Luís
4 meses atrás

É importante no que se refere ao quantitativo de horas voadas no modelo. Um piloto “comum” tem que voar vários anos para alcançar esse marco. No caso desse piloto, ele é favorecido por realizar os voos de aceitação das variantes A, B e C. Assim, ele voa, obviamente, mais que outros pilotos.

Antoniokings
Antoniokings
4 meses atrás

Tá aí um sujeito corajoso.

Antoniokings
Antoniokings
4 meses atrás

Off topic: Parece que o Governo americano está proibindo a entrega de armas ao Iraque, inclusive mísseis para os F-16s em represália pelo pedido de retirada de suas tropas.
Vai confiando……..

Octávio Lima
Octávio Lima
4 meses atrás

Interessante que um piloto dos Marines tem horas de vôo no F-16. Deve ser por causa da sua posição como attaché junto à Lockheed Martin.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Octávio Lima
4 meses atrás

Ou isso, ou pode ser que ele tenha pilotado algum dos F-16N antes de eles serem retirados da ativa. Não sei exatamente quais as datas em que isso aconteceram, mas pode ser possível. Pode ser piloto de intercâmbio entre os serviços, etc.

Caçador Cometa
Caçador Cometa
4 meses atrás

Quatro anos para formação básica na aeronave? Algo de errado não está certo….. acredito que seja na notícia, que está mal formulada.

Wellington Góes
Wellington Góes
4 meses atrás

E ainda sim nada de FOC. Rsrsrsrs