Home Aviação de Caça VÍDEO: Caças turcos treinam com o sistema S-400 de defesa aérea

VÍDEO: Caças turcos treinam com o sistema S-400 de defesa aérea

4285
40

A província de Ancara na Turquia anunciou que hoje e amanhã caças F-4 e F-16 voarão em altitudes altas e baixas sobre a capital, dentro do escopo do projeto do sistema de defesa aérea (HSS).

A razão do voo dos aviões de combate foi determinada para cobrir atividades únicas e de treinamento do sistema de defesa aérea S-400.

As baterias S-400 em Ankara Kahramankazan, antiga Base Akıncı, estacionada no Comando do Aeroporto de Mürted, varrerão os céus da capital e realizarão seus primeiros testes.

Após os testes, a instalação do sistema será ativada em abril de 2020.

COLABOROU: Rustam Bogaudinov

40
Deixe um comentário

avatar
12 Comment threads
28 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
26 Comment authors
Cristiano GRMunhozChrisCristiano de Aquino CamposJuggerBR Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Defensor da liberdade
Visitante
Defensor da liberdade

Brinque com esses turcos. Bem que poderia ter uma notícia assim com o Brasil, “Gripens da FAB treinam com S-400 do EB.”

Vinicius Momesso
Visitante
Vinicius Momesso

E mais fácil Maduro conseguir um desses oferecendo “papel higiênico” do que o EB cogitar adquirir um ou alguns.

Munhoz
Visitante
Munhoz

Os EUA não vedem um sistema semelhante e não quer que os outros comprem, basta ver as ameaças de sanções sobre a Índia.

Cristiano GR
Visitante
Cristiano GR

Se a Turquia tem capacidade de comprar, o Brasil tem muito mais e mais necessidade também. Mas não para defender Brasília e sim as bases aéreas.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Trump vai pirar.

Vinicius Momesso
Visitante
Vinicius Momesso

O que sistema tem de tão bom que até a Índia quis e o Iran está tentando a todo custo? Se a conseguir Arábia Saudita comprar um, aí o mundo virou de cabeça para baixo literalmente.

Brunow
Visitante

Por falar em Arábia Saudita ela sofreu um grande Ataque hoje dos Houthis, com mísseis balísticos e vários Drones, o militantes reivindicaram mais de 350 mortes nas fileiras da coalizão Árabe..

Tomcat
Visitante
Tomcat

Você não está afalando do ataque de setembro? Porque não encontrei nada sobre isso hoje. Tem o link da matéria?

Brunow
Visitante
Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Pela reportagem, baterias de Patriot foram destruídas.
Vixe!

JuggerBR
Visitante
JuggerBR

Como ‘rebeldes’ trem acesso a misseis balísticos?

Brunow
Visitante

JuggerBR.
Mísseis Scud Soviéticos que antes pertenciam ao exército Iemenita, mas a maioria usado pelos Houthis hoje são mísseis Iranianos..

Rprosa
Visitante
Rprosa

O S-400 e o unio sistema modular que existe, podendo engajar alvos no curto, médio e longo alcance, algo que os demais sistemas não possibilitam , ou seja dependendo da disponibilidade com varias baterias vc pode cobrir todos os aspectos da guerra antiaérea, posto que seus lançadores permitem o uso de uma gama extensa de misseis, este é o diferencial do S-400, pois permite uma economia no preparo treinamento de suas tripulações e operadores.

Chris
Visitante
Chris

Vc percebe que o contrário pode ocorrer, certo ?

Os EUA pegarem informações do S-400 (Embora alegam ja possuir todas).

Antunes 1980
Visitante
Antunes 1980

Os F-4 ainda estão operacionais?
São realmente efetivos em plano século 21?

Augusto L
Visitante
Augusto L

Lançador de misseis.

Brunow
Visitante

Nos últimos anos o F-4 foi um fazedor de viúvas na Força Aérea Turca, os Turcos operam o “Terminator F-4E-2020” atualizado pela IAI Israelense, seria a versão do Phantom mais avançada em operação, apesar dos operadores serem poucos..

Brunow
Visitante

Semana passada após a reunião de Trump e Edorgan, uma autoridade do Departamento de Estado americano disse : “eles( Turcos) precisam destruir ou retornar ou de alguma forma se livrar do S-400”, como resposta hoje os Turcos começaram a testar os S-400.. Trump ofereceu Edorgan acordos comerciais no valor de U$ 100 bilhões e a continuidade do F-35 para a Turquia, caso se livrasse dos S-400, mas o presidente Turco continuou firme com o sistema russo que valeu pouco mais de U$2,4 bilhões.. Isso prova que o problema Turco nunca foi transferência de tecnologia, o problema de Edorgan chama se… Read more »

Kemen
Visitante
Kemen

Existe uma versão de grupos turcos, que a falhada tentativa de golpe que ocorreu (ou inventada) foi patrocinada pelos USA, talvez uma justificativa interna para a limpeza feita em varios níveis politicos e militares, com isso o Erdogan segue a linha de desvinculação com as autoridades norte americanas. Não duvidaria que comprasem também aviões russos.

Vinicius Momesso
Visitante
Vinicius Momesso

As vezes eu até me pergunto o quão aleatório foi o abate do Su-24? Visto o que vemos hoje fica difícil de acreditar nisso.

RENAN
Visitante
RENAN

Pode ser baseado na tentativa de golpe militares interessados em perturbar a ordem e derrubar o Erdogan.
Assim pensaram a Rússia irá vir babando contra a Turquia.

Mas pelo visto o Erdogan foi hábil e convenceu os Russos, e tratou de eliminar aqueles que tramaram o abate do caça russo.
E os que tentaram realizar o golpe.

Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

Até que essa teoria faz sentido… 🤔

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

Bruno’s,

Mentira.

Space Jockey
Visitante
Space Jockey

Eu acredito que eles saiam da Otan daqui a não muito tempo.

Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

Não, a Turquia, por agora, ficará na OTAN, ou, no máximo, sai da OTAN e mantém uma espécie de aliança a parte com a UE.

PRAEFECTUS
Visitante
PRAEFECTUS

Olha se tem um povo que joga duríssimo esses são os turcos. Erdogan viu onde o vento faz a curva para os interesses dele… E fechou com os russos. Do jeito que ele está levando a coisa poderá gravitar entre 4 mundos. O europeu, o norte-americano, o chinês e o russo. Tchanam… xeque mate! Desta forma a turcaiada se mantém firme como player geopolíticamente naquelas paragens. Perceberam que se não fizessem essa guinada andariam a reboque… Não foi a toa que o governo norte americano ofereceu mais de 100 Bi de Trumps em negócios para eles abandonarem a parceria com… Read more »

Space Jockey
Visitante
Space Jockey

Geopolítica, nenhuma grande compra de material de defesa deve ser analisada isoladamente, tudo é geopolítica.

RENAN
Visitante
RENAN

Parabéns a Turquia pela determinação em ser um país soberano
Não é possível aceitar ordens de terceiros para não se defender.
Certamente muitos presidentes do mundo já se dobrará por muito menos.
Ordem se dá ao seu povo. As outras nações você faz acordos geopolíticos.

Parabéns a Turquia e eu achei impressionante como foi rápido a entrega do sistema S400 parabéns aos Russos.

O sonho de ter uma bateria desta por estado brasileiro.
Assim teriamos uma boa cobertura do território.
Logicamente protegidas por outros sistemas de camadas e de ponto.

R22
Visitante
R22

Sim. Parabéns por ser soberana e ser retirada do programa do F-35 custando todo o dinheiro investido e milhares de empregos. Fora isso estará perdendo clientes para seus produtos como seu helicóptero de ataque T-129 e pondo em risco inclusive os seus, já que dependem de autorização dos EUA para a venda. Se continuarem nesse caminho mais sanções poderão vir. E o que vão fazer sendo sua espinha dorsal formada por 232 caças F-16? Espero que tenham um bom estoque de esparadrapo pra remendarem se não tiverem peças de reposição. Eles fazem parte de um grupo e regras devem ser… Read more »

Cristiano de Aquino Campos
Visitante
Cristiano de Aquino Campos

Enpregos se perde e ganha. Quanto a clientes eu não lembro de nenhuma grande compra de pais estrangeiro de material Turco. Ate onde seine tudo voltado para consumo interno. Pelo menos no caso de material militar.

RENAN
Visitante
RENAN

Simplesmente comprem de outro fornecedor ou fábrica o seu próprio avião. O mundo não tem só um comerciante. Mais sustentável é uma economia que vende e compra de 50 , 60 países diferentes, do que um país que compra e vende sempre para 2 ou 3 parceiros. Quando o mundo não ligar para as manipulações dos grandes, estes serão pequenos. Coloca na lista de países com bloqueio Bielorrússia, Burundi, Congo, Coreia do Norte, Cuba, Iêmen, Irã, Líbano, Líbia, Nicarágua, Rússia, Síria, Somália, Sudão, Venezuela, Zimbábue e Balcãs Ocidentais (antes denominados República Federal da Iugoslávia, República Iugoslava da Macedônia, Montenegro e… Read more »

Nilton L Junior
Visitante
Nilton L Junior

Bem vai treinar para que o sistema crie um banco de dados depois disponibiliza para a NATO e para Russia, esses Turcos são bom de negócio.

Alessandro
Visitante
Alessandro

O Brasil é um CONTINENTE, oq é bom para um país do tamanho da Turquia, não quer dizer que será a solução para os problemas do Brasil.

Acho que o Brasil tem que focar em projetos de misseis de médio ao longo alcance primeiro, depois que fizer o dever de casa ae sim poderemos pensar em sistemas AA como esse.

Rprosa
Visitante
Rprosa

Bom para o Brasil na sua visão é Igla, Oerlinkon e Gepard para garantir os céus do quarto maior país do mundo, isso é que é defesa aérea, e ainda podem incluir os Mistral, Simbad e Aspide da MB que não muda muita coisa.

Alessandro
Visitante
Alessandro

Eu acho que vc não leu meu comentário com atenção, leia com mais calma que vc vai entender.

Bispo
Visitante
Bispo

Será que ??? ,,,, Turquia liga para “o suporte técnico” na Rússia: o radar “não esta detectando corretamente o vetor n”… mandaremos o responsável para “calibrar o mesmo” …. e na verdade o “defeito” era justamente para “calibrar o mesmo” para o vetor n.

Davi
Visitante
Davi

Os mísseis nucleares da OTAN alocados na Turquia devem ser retirados de lá urgente.
A coisa toda vai azedar mais ainda e Erdogan não vai devolvê-los.

Rprosa
Visitante
Rprosa

Davi na Turquia não existem misseis nucleares instalados, assim como não existe em pais algum, com exceção da Inglaterra que usa os Tridente em seus submarinos, o que existe na Turquia, Alemanha, Itália e mais alguns países da Otan são cerca de 50 bombas B-61, armazenadas na base aérea de Incirlik, as quais tem uma potência de de 100/150 quilotons, os únicos misseis nucleares instalados em solo europeu eram os Pershing II e foram desativados a muito tempo atrás quando da assinatura do START II. Ressalta-se afirmar que segundo informações russas os lançadores verticais MK 41, da Lockheed Martin, instalados… Read more »

Davi
Visitante
Davi

Excelente explicação. Obrigado

Gabriel BR
Visitante
Gabriel BR

Certos eles!