Home Noticiário Internacional China aprova acordo entre Boeing e Embraer

China aprova acordo entre Boeing e Embraer

2578
37

Aprovação da China ocorreu depois que autoridades da União Europeia adiaram uma decisão sobre o negócio para o próximo ano

O órgão de defesa da concorrência da China aprovou a compra do controle da divisão de aviação comercial da Embraer pela Boeing.

O acordo Boeing-Embraer aparece em uma lista de transações datada de 19 de novembro que descreve transações “aprovadas sem condicionantes” e foi publicada no site do departamento antimonopólio da Administração Estatal de Regulação do Mercado da China.

O documento não informa detalhes e apenas menciona que o caso foi julgado 10 dias antes, em 9 de novembro.

A Boeing, maior fabricante de aviões do mundo, tem buscado concluir a compra de 80% da divisão de aviação comercial da Embraer, em estratégia para melhor competir com a rival europeia Airbus no mercado de jatos com até 150 lugares.

A aprovação da China ocorreu depois que autoridades da União Europeia adiaram uma decisão sobre o negócio para o próximo ano, pedindo para ambas as empresas apresentarem novas documentações.

A expectativa inicial das empresas era que o acordo fosse concluído até o final deste ano.

FONTE: G1/Reuters

Subscribe
Notify of
guest
37 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Matheus
Matheus
10 meses atrás

Não sabia que existia tal orgão?
Tem mais informações sobre?

Renato Avelino
Renato Avelino
10 meses atrás

Parabéns à Boeing pela ótima aquisição. Agora é demitir funcionários, fechar fábricas e levar a produção para onde for mais barato. A China está salivando.

Delfim
Delfim
Reply to  Renato Avelino
10 meses atrás

Ora, Luis Inácio não declarou a China “parceiro comercial” ?

Agora toma.

BR Paraná
BR Paraná
Reply to  Delfim
10 meses atrás

O atual governo também. A china é o maior parceiro comercial do Brasil, não importa quem seja o Presidente.

Delfim
Delfim
Reply to  BR Paraná
10 meses atrás

Não foi por ideologia, e sim por US$ 100 bilhões na mesa.

Brunow
Reply to  Delfim
10 meses atrás

Anteriormente também não foi por “Ideologia” mas pela dezenas de bilhões de superávit na balança comercial..

claudio
claudio
Reply to  Delfim
10 meses atrás

a china é o maior parceiro comercial do brasil e ponto final

TukhMD
TukhMD
Reply to  Renato Avelino
10 meses atrás

Bobagem. Produzir na China para facilitar espionagem industrial dos olhos puxados? Não, é. E a Boeing não teria porque transferir a produção brasileira para os USA, os custos são menores aqui. Capaz de nós passarmos a produzir algumas peças que o seriam na matriz (inclusive, medo declarado dos sindicatos de lá).

Sagaz
Sagaz
Reply to  Renato Avelino
10 meses atrás

Você compra na mercearia do bairro por o dono ser local ou no gigantesco grupo opressor do empresário malvado? É muita lacração e pouca coerência, muita choradeira!

Felipe
Felipe
Reply to  Sagaz
10 meses atrás

No meu caso eu compro no que for mais perto, mesmo pagando mais caro ando menos.

Luiz Brandão
Luiz Brandão
10 meses atrás

A Embraer na China tem o gover6chines como sócia há muitos anos
A Embraer-Harbin na cidade de Harbin tem como sociedade: 51% Embraer e 49% o governo chinês.
Portanto era necessário a aprovação dos demais sócios. Outras empresas do grupo Embraer também vai ter a mesma necessidade.

FernandoEMB
FernandoEMB
Reply to  Luiz Brandão
10 meses atrás

A Sociedade com a HEAI (Harbin Embraer Aircraft Industries) já foi desfeita a vários anos.

Jota Ká
Jota Ká
Reply to  Luiz Brandão
10 meses atrás

A China é um grande mercado para a aviação comercial. Por isso é importante que a compra da Embraer com pela boeing seja aprovada lá. Interessa à Boeing manter o mercado chinês aberto a seus produtos. Só isso. Nada a ver com a antiga linha de montagem da Embraer em Harbin.

Fernando EMB
Fernando EMB
Reply to  Jota Ká
10 meses atrás

Errado. A autorização é necessária em todos os países onde a Embraer mantém operações. E não tem nada a ver com o tamanho do mercado.

Astenolvaldo
Astenolvaldo
10 meses atrás

Eu só não entendo o motivo de tanto eufemismo em relação à esta aquisição. Por que a imprensa nacional (sei que esta notícia é clipping do G1) insiste em chamar isso de “acordo” ou “parceria”? Eu não entro nem no mérito da questão, mas chamem a coisa do que ela é: compra ou aquisição da Embraer pela Boeing.

Matheus
Matheus
Reply to  Astenolvaldo
10 meses atrás

Se entrar em termos técnicos, não foi realmente uma compra.
O Grupo EMBRAER apenas tem uma participação (bem) minoritária em uma terceira empresa.

Melkor
Melkor
Reply to  Matheus
10 meses atrás

A ala de defesa da Embraer pode abrir uma nova ala comercial?
Se a resposta é não, simplesmente é um acordo caracu.

Wardog1
Wardog1
10 meses atrás

Milico p dar golpe militar e se meter na politica e na Justiça e o q mais tem no Brasil

Mas na hora d defender nossa soberania e intrresses…

Nada

Clésio Luiz
Clésio Luiz
Reply to  Wardog1
10 meses atrás

Não foram os mesmos milicos que criaram a Embraer? E não foram os “democratas” que a venderam nos anos 90?

wardog1
wardog1
Reply to  Clésio Luiz
10 meses atrás

Sou Conservador e Ateu

A embraer e fruto do fascismo brasileiro

Jamais deveria ter sido criada

Mas agora, privada, jamais deveria ser permitida a sua venda p um pais q tem o menor interesse no Brasil como produtor d tecnologia

Ato lesa-patria e milico p defender inchaço do estado tem, mas p defender nossos interesses, nao

Marcos10
Marcos10
Reply to  wardog1
10 meses atrás

Pelo visto você é contra tudo.

Fernando "Nunão" De Martini
Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Marcos10
10 meses atrás

Sim, em geral ele é contra hoje o que era a favor ontem e vice-versa. Olhar o histórico de comentários dele ao longo do tempo é quasr tão divertido quanto ver os Trapalhões no canal Viva (com a diferença que os Trapalhões tinham coerência).

RENATO VARGAS
RENATO VARGAS
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
10 meses atrás

kkkkkkk, que rolo.

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  wardog1
10 meses atrás

Trocando em miúdos é um tucaninho

Emerson Gabriel
Emerson Gabriel
Reply to  Clésio Luiz
10 meses atrás

Existe alguma empresa importante do projeto e fabricação de aeronaves militares ou não que seja estatal nos EUA ou na Europa?Não!!! Aliás até na Rússia muitas empresas de armamentos são privadas. impressionante não sair do século XX; estatais foram muito importantes no século passado, mas o contexto a partir dos anos 1990 mudou tudo e hoje mudou mais ainda. Olhem a guerra da Coreia e Vietnã e Golfo, a quantidade de aeronaves lançadas entre 1950 e 1990, todas por empresas privadas. E aí, os milicos dos EUA não pensam no seu país? Eles pensam, porque são treinados para lutar e… Read more »

Beserra(FN)
Beserra(FN)
Reply to  Wardog1
10 meses atrás

Não era essa a criatura contraria a existência do meu glorioso CFN?

Conservador, ateu e lunático. Os comentários deste ser devem ser tratados e limpos com papel higiênico, de preferência um conservador papel rosa, o qual lustra e da acabamento. 😉

wardog1
wardog1
Reply to  Beserra(FN)
10 meses atrás

Beserra

Mudei d ideia

O exército brasileiro e uma instituição c passado nefasto e deve ser extinto, pois sempre sera uma ameaca à democracia brasileira

O cfn deve ser independente da marinha e ser o nosso exército

MCruel
MCruel
Reply to  wardog1
10 meses atrás

Hahaha…conte-me mais sobre esse ponto de vista! Está bem divertido!

Billy
Billy
10 meses atrás

Meio truncada. Como assim a china aprova??

FernandoEMB
FernandoEMB
Reply to  Billy
10 meses atrás

O acordo precisa ser aprovado em todos os países onde a empresa tem filiais e operações.

Jota Ká
Jota Ká
Reply to  Billy
10 meses atrás

Se a Boeing quer se manter no mercado chinês, tem que submeter o negócio boeing-embraer às autoridades chinesas. Simples assim.

Fernando EMB
Fernando EMB
Reply to  Jota Ká
10 meses atrás

Não é isso. O acordo precisa ser aprovado nos países onde Embraer tem operações.

Allan Lemos
Allan Lemos
10 meses atrás

É por essas e outras que jamais seremos um grande país.Lamentável uma das nossas empresas mais importantes ser levada a preço de banana.A burrice do brasileiro não tem limites.

Marcos10
Marcos10
Reply to  Allan Lemos
10 meses atrás

Nunca seremos uma grande nação não é por conta da venda da Embraer, é por conta da ideologia reinante, do excesso de burocracia e de impostos.

Fernando EMB
Fernando EMB
Reply to  Marcos10
10 meses atrás

Marcos 10…. Completando o que bem disse … Por uma cultura do povo de se dar bem não importando os meios, do individualismo reinante por aqui, da lei de Gerson, da corrupção, etc

Mgtow
Mgtow
10 meses atrás

Entreguistas malditos. Toda essa corja que esta terceirizando a soberania brasileira terão contas a acertar no futuro

Meireles
Meireles
10 meses atrás

.