Home Aviação de Ataque Pentágono: produção do caça F-35 em cadência total possivelmente só em 2021

Pentágono: produção do caça F-35 em cadência total possivelmente só em 2021

5211
108
Linha de produção do F-35
Linha de produção do F-35

WASHINGTON – O Departamento de Defesa dos EUA não liberará o jato F-35 para produção de cadência máxima este ano, e pode precisar esperar até janeiro de 2021 para tomar essa decisão, disse na sexta-feira o executivo de aquisições do Pentágono.

O Pentágono pretendia tomar uma decisão de produção de cadência total – também conhecida como Marco C – até o final de 2019. Mas como o Ambiente de Simulação Conjunto continua a enfrentar atrasos em seu próprio desenvolvimento, o Departamento de Defesa terá que adiar esse marco, por 13 meses, disse a subsecretária de Defesa para Aquisição e Manutenção, Ellen Lord, a repórteres durante uma entrevista coletiva.

O Joint Simulation Environment, ou JSE, é necessário para realizar avaliações simuladas do F-35 em vários cenários de alta ameaça.

“Na verdade, assinamos com o JPO (Escritório Conjunto de Programas do F-35) no início desta semana um relatório de desvio de programa que documentava a violação esperada do limite de cronograma na decisão de produção de cadência máxima do marco C de até 13 meses”, afirmou Lord.

Embora o Departamento de Defesa já compre o F-35 em grandes números, a decisão de produção de cadência total é vista como uma grande demonstração de confiança na maturidade do programa. Durante esse período, a cadência de produção anual deve subir rapidamente dos 91 jatos fabricados pela Lockheed Martin em 2018 para mais de 160 em 2023.

Mas antes que Lord assine a decisão de produção, o F-35 deve concluir os testes operacionais, cujos resultados serão validados por Robert Behler, diretor de teste e avaliação operacional do Pentágono.

“Não estamos progredindo tão rapidamente no ambiente de simulação conjunta, integrando o F-35 a ele. É uma parte crítica da IOT&E. Trabalhamos em estreita colaboração com o Dr. Behler e o DOT&E (o escritório do diretor de teste e avaliação operacional). Eles estão fazendo excelentes progressos no campo com o F-35, mas precisamos fazer o trabalho no ambiente de simulação conjunta”, afirmou Lord.

“Decidimos coletivamente que precisamos que o JSE esteja absolutamente correto antes de prosseguirmos, então tomarei algumas decisões sobre quando essa decisão de produção total será tomada em breve”, acrescentou.

Especificamente, o Departamento de Defesa e a contratada principal do F-35, Lockheed Martin, estão atrasados ​​ao integrar o “‘F-35 In-A-Box” – o modelo simulado do F-35 e seus sensores e armas – no JSE, informou Military.com, que deu a notícia do atraso nos testes em setembro.

Antes mesmo do início formal da IOT&E, a comunidade de testes do F-35 havia notado o desafio de manter o cronograma planejado.

O F-35 iniciou os testes operacionais em dezembro de 2018, três meses após a data de início originalmente prevista para setembro. O escritório do programa sustentava que seu objetivo era ver a fase de testes terminada no verão de 2019. No entanto, o diretor da do F-35 da Força Aérea, coronel Varun Puri, documentou preocupações em uma apresentação de setembro de 2018 de que a fase de testes poderia atrasar até setembro de 2019, o que poderia adicionar pressão orçamentária ao programa.

Em comunicado, a Lockheed Martin expressou confiança em sua capacidade de aumentar a produção nos próximos anos.

“Como o secretário Lord afirmou hoje, o F-35 está apresentando um desempenho excepcional para nossos clientes e continuamos aumentando a produção, modernizando a aeronave e melhorando o desempenho de sustentação”, disse a empresa. “Este ano, nossa meta é entregar 131 aeronaves e está em vias de crescer para mais de 140 entregas de aeronaves de produção no próximo ano. Estamos confiantes de que a empresa do F-35 está preparada para a produção com cadência total e pronta para atender à crescente demanda dos clientes. ”

FONTE: Defense News

108
Deixe um comentário

avatar
21 Comment threads
87 Thread replies
1 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
40 Comment authors
Alison Lene100nick-ElãAntoniokingsMarcelo MachadoWVJ Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Luiz Trindade
Visitante
Luiz Trindade

Bem… Esperemos que quando passar pelo JSE (Joint Simulation Environment) definitivamente se produza tanto quanto precise para entregar para o governo dos EUA bem como seus clientes, pois já passou da hora!

ghutoz
Visitante
ghutoz

coisa linda essa linha de produção!!! quem dera trabalhar um tempo ai pra pegar uns macetes rsrsrsrrs

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Está cheia de Iranianos trabalhando lá, resultado:

Yasin e Qaher 313.

Kobauca
Visitante
Kobauca

Pessoal não entende ironia!!! 😂😂😂

Ricardo Bigliazzi
Visitante
Ricardo Bigliazzi

Esse projeto melhora cada vez mais. Mais do que um projeto isso já é uma realidade

Washington Menezes
Visitante
Washington Menezes

Projetos ruins, geram realidades ruins.

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

Washington Menezes,

Pergunta aos sírios e êles vão te dizer que a realidade dêles é bem ruim quando um F-35 aparece por lá e os pega de surpresa com as calças nas mãos.

Alison Lene
Visitante
Alison Lene

so vc e pego de surpresa ajeitando a borboleta…

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

A linha de produção do F-35 é mais limpa do que muitos Hospitais brasileiros…

Jmgboston
Visitante
Jmgboston

(160/12)/4. Ou seja 3 caças por semana e ainda parte de 1 daqui a uns 3 anos. Será que os United States confiariam sua defesa e de aliados a um caça fracassado como os entendidos escreveram aqui muitas vezes?

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

Você não conhece bem a história de produção de equipamento militar deles não é?

Marcelo Machado
Visitante
Marcelo Machado

Eles deram o widowmaker para o aliado mais estratégico na Europa, a Alemanha Ocidental.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Depois 2022, 2023, 2024, 2025….. Deixa pra lá.

Rui Chapéu
Visitante
Rui Chapéu

Eles já tem mais F-35 do que todos os caças de 5 geração (ou stealth) de todos os outros países somados juntos.

Não precisam ter pressa.

Isso que nem se to colocando na conta F-22,B-2,F-117 ……

Sérgio Luís
Visitante
Sérgio Luís

Mas ñ usam então ñ resolve!

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

Kings,

Você está se referindo ao Gripen, não é mesmo?

Porquê os F-35, mesmo em produção lenta já deve têr quase uns trezentos voando.

Alguns dêles passeam pela Síria baixando o porrête.

Dudu
Visitante
Dudu

Tadeu:
Já acharam aquele que caiu no Japão?
E o outro que quebrou o trem de pouso ja tá ok?
Já chegaram todos os pára-raios?
As centenas de erros no software (sim erros,não “ajustes”) já foram solucionados?
Ah,e realmente deve ser difícil baixar o porrete em um país estável,com excelência em defesa,como é a Síria.
Pobre do Gripen,vão testá-lo de maneira séria e criteriosa antes de entregar,e não empurrá-lo nossa güela abaixo antes de estar pronto de verdade.Absurdo !

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

Dudu, Quem esta’ pagando pelo F-35, sou eu outros 330 milhoes de americanos/imigrantes legais, que pagamos impostos. Por acaso interessa ao Brasil ou aos brasileiros, se o F-35 vai ser um sucesso, ou um fracasso? Criticar e’ facil, especialmente quando a pessoa nao entende do assunto. Voce esta’ sugerindo que o pessoal que esta’ por detras da LM, o pessoal do Pentagono, a USAF, USMC e US Navy, sao todos estupidos. Israel deve ser estupido, para colocar sua defesa nas mas do F-35. O Japao tambem deve ser estupido em comprar 140 dessa aeronaves. O F-35 foi na Siria e… Read more »

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Lembrando que o conjunto asas são fabricados em Israel e que os Adir tem brinquedinhos exclusivos.
Shalom Adonai

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Tadeu

Com o colossal deficit público federal americano, fica evidente que apenas os impostos recolhidos junto aos contribuintes americanos estão longe de bancar esses gastos.
Portanto, quanto mais capital eles conseguirem do exterior (através de todos os meios possíveis) será melhor para eles e ruim para o Brasil.

Dudu
Visitante
Dudu

Tadeu: Use sua própria lógica:Se não estás pagando o Gripen,não o critique,principalmente em um debate que não tem nada a ver com ele.Usando tua própria linha de pensamento,pergunto:Por acaso interessa a você se o Gripen vai ser um sucesso ou não? Me parece que ao falar do assunto usas a emoção e não o entendimento,já que preferes ignorar o fato que dentre os críticos do F-35 estão profundos conhecedores do assunto,militares e civis (inclusive congressistas),algo exposto aqui mesmo na trilogia. Com certeza a LM não é estúpida,pois conseguiu armar uma situação em que entregou um grande número de aeronaves ainda… Read more »

JPC3
Visitante
JPC3

A opinião de todos os militares que brigam pelo F-35 não conta. A USAF também dizer várias vezes que não quer F-15 e prefere o F-35 também não conta.

Se só vale a opinião de quem fala mal e argumentos com base em suposições fica difícil.

Dudu
Visitante
Dudu

JPC3:
É claro que a opinião destes militares conta.Esse é o ponto:há opiniões contra e a favor que devem ser levadas em conta,e não as claramente fruto de tietagem.
Não sei em que lugar leste que só vale a opinião de quem fala mal,o que vejo aqui é um debate livre.

JPC3
Visitante
JPC3

Dizer que as equipes sírias são despreparadas não é bem assim. Estão há décadas recebendo treinamento, modernizações, e equipamento russo. Sem contar toda a experiência adquirida e apoio direto da Rússia dentro da Síria.

Não foi um Pantsir destruído, foram três mostrados em vídeo, fora outros. Sendo que todo mundo aqui sabe que as forças de Israel não tem razão nenhuma para filmar ataques e divulgar para a galera de internet ficar debatendo. Até porque nem todos os mísseis tem câmeras.

Dudu
Visitante
Dudu

JPC3: Décadas recebendo treinamento,modernização e equipamento,russo ou norteamericano,ou a pretensa experiência adquirida não é garantia de uma defesa de qualidade.A Arábia Saudita é outra prova disso,tomando revezes a todo momento dos Houtis,inclusive sendo atacada dentro de seu próprio território. Não sei se todo mundo viu o vídeo que eu citei,mas dá uma procuradinha na trilogia que tú achas. Acho que a intenção de Israel é propaganda de seus meios e intimidação,até porque não foi divulgado só pra “galera da internet”,internet essa que é usada também por governos,ministérios,analistas mitares etc.Ah,também por agências de notícias pela tv.Todo tipo de pessoas. Como citei… Read more »

JPC3
Visitante
JPC3

O fato de voarem longe dos russos (que na verdade é totalmente dentro do alcance dos radares deles que enxergam dentro de Israel) já foi explicado diversas vezes. Justamente para não acontecerem mal entendidos e surpresas.

Dudu
Visitante
Dudu

JPC3:
Exato,justamente por isso afirmações do tipo “O F-35 baixa o porrete na Síria”,dando a entender que ele entra e sai do território sem ser detectado não fazem sentido,pois ele só atua por consentimento da rússia,e não por ninguém notar sua presença.

JPC3
Visitante
JPC3

Tem o link dos pilotos dizendo que preferem o F-15?

Até acredito que você tenha lido isso, mas nas fontes que eu achei dizem o contrário.

Dudu
Visitante
Dudu

JPC3:
Não tenho o link agora.Mas tá aí na trilogia.Aliás assuntos envolvendo o F-35 aqui são recorrentes,haja link pra tudo.
Sobre acreditar,repito,esse é o ponto,existem opinões diversas sobre o assunto vindas de conhecedores.Desconsiderar as que não nos são atrativas sem analisá-las friamente é apenas ser tendencioso.

Sérgio Luís
Visitante
Sérgio Luís

Ridículo

JBS
Visitante
JBS

Dudu
Imagine quantos erros devem haver no Su-57, ou Mig-35, ou quantos acidentes que nem sabemos – a diferença é que nas democracias ocidentais, todos ficam sabendo.

Mirade
Visitante
Mirade

Não diga. A impressão é que o que é publicado do F-35 é certamente somente o que foi filtrado e não compromete a imagem do Governo Americano e/ou da Lockeheed pois isso era assim no passado e pode ser que ainda seja o modo usual de dar noticias. Em defesa sigilo é parte do negócio tanto na Rússia como no EUA.

Dudu
Visitante
Dudu

JBS: Concordo.A questão que me motivou é outra:observe a sequência de acontecimentos.O AK fez um comentário maroto(pra variar)sobre o F-35.Daí o Tadeu respondeu.Beleza,estamos aqui pra isso.Mas o ponto é que daí meteu o Gripen no meio!Me diga se isso faz sentido(nem furtivo o Gripen é!). Bem,se é pra se comportar como fã de um caça ou de outro,ficar criticando só pra cornetear,ok,aqui está um gripeiro a postos! Vou além,contando uma pequena história: Sempre curti publicações de aviação militar,desde jovem,mas estava meio de fora deste universo.Faz algum tempo,descobri a trilogia e voltei aos velhos tempos.Porém,eis que me deparei com essa rivalidade… Read more »

JPC3
Visitante
JPC3

Não sei você entende mas a palavra “ajuste” também serve para determinar pequenos defeitos e problemas.

Quanto a defesa aérea Síria modernizada, segundo a mídia russa ela é muito bem treinada e bem equipada.

Talvez tenha que ver onde termina e incompetência dos sírios e onde começas as desculpas dos fãs. Porque dizer que apenas 04 caças de Israel lançam “centenas de mísseis” para saturas as defesas deles é meio difícil de convencer.

Dudu
Visitante
Dudu

JPC :
Suponho que o “você” sou eu.
Bem,creio que “pequenos problemas e ajustes” não são a melhor definição para o que o F-35 apresenta.No meu entendimento são eufemismos.
Do mesmo modo que confiável não seria a melhor definição para a mídia russa,em minha opinião.
Quanto ás “centenas de mísseis” (um pouco exagerado né?) citados,acredito que seriam mísseis lançados em terra e talvez por navios,saturando as defesas da região alvo,e depois disso viriam os caças.

JPC3
Visitante
JPC3

Sendo que em um ano a produção já é maior que a do Su-57 em dez anos. Em 2 anos ultrapassa de novo o total de Su-35 construídos até hoje.

Se comparar com o Mig-35 fica pior ainda, com a produção atual são quase 20 F-35 para cada novo Mig.

Evgeniy (RF).
Visitante
Evgeniy (RF).

Sendo que em um ano a produção já é maior que a do Su-57 em dez anos. Em 2 anos ultrapassa de novo o total de Su-35 construídos até hoje.

Se comparar com o Mig-35 fica pior ainda, com a produção atual são quase 20 F-35 para cada novo Mig.
——–

Antes de escrever algo, você precisa pelo menos descobrir alguma coisa. Especificamente, a produção do Su-57 ainda nem começou.

Rui Chapéu
Visitante
Rui Chapéu

é isso mesmo que ele falou.

O empregado de vcs no Brasil, vulgo Antonio, quis debochar da produção dos americanos.

Sendo que o Su-57 nem produção tem. Se tem é meia dúzia de protótipos voando.

JPC3
Visitante
JPC3

Foi isso, o caça russo que iria entrar em serviço em 2018, depois 2019, pretende ter cerca de 90 unidades depois de 2025 ou 2028 somando os protótipos. E nem sabemos se serão completas com tudo o que prometiam.

Tenho certeza que o Su-57 será um dos melhores caças do mundo, porém, está bem atrás do F-35 nessa corrida para chegar na linha de frente.

Evgeniy (RF).
Visitante
Evgeniy (RF).

JPC3 Foi isso, o caça russo que iria entrar em serviço em 2018, depois 2019, pretende ter cerca de 90 unidades depois de 2025 ou 2028 somando os protótipos. E nem sabemos se serão completas com tudo o que prometiam. Tenho certeza que o Su-57 será um dos melhores caças do mundo, porém, está bem atrás do F-35 nessa corrida para chegar na linha de frente. _ Não há nada sobrenatural no F-35. Os Estados Unidos cometeram um grande erro ao fechar a produção do F-22. Estou falando de algo completamente diferente. Eu digo que essas comparações em termos do… Read more »

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

A Rússia não tem a mínima pressa de colocar o Su-57 em serviço.
Os EUA que correram para produzir o seu e tentar desovar alguma coisa para cobrir os custos estratosféricos.
Daí, os erros que abalaram a credibilidade do produto.
Aliás, essa ‘corrida’ desenfreada causou os mesmos danos irreparáveis no 737-MAX que ninguém mais quer colocar os pés.

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

À Rússia tem pressa, mas o que falta é a tal tecnologia a qual êles não dominam, nem os chineses tão pouco.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Em tempo. Saiu o balanço trimestral da Boeing. Um desastre. Inclusive nas áreas militar e aeroespacial. Como previsto. E os analistas econômicos consideram que vai piorar.

Evgeniy (RF).
Visitante
Evgeniy (RF).

Não, absolutamente não está certo. Se Antonio é meu empregado, então possivelmente sou o dono de toda a trilogia . Você consegue imaginar? Você escreve corretamente que o Su-57 em sua forma atual existe apenas como um protótipo. E a primeira aeronave de pré-produção está em andamento. O programa JSF começou muito antes do que todo o programa PAK-FA. O programa americano começou no auge do poder econômico dos EUA. O programa russo começou após a crise dos anos 90. E, portanto, em princípio, em termos de tempo, não pode corresponder ao americano. A partir daqui, segue a conclusão banal… Read more »

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Aumentar a produção de um produto problemático só multiplica o problema e encarece a solução. Se ela existir, é claro.

JPC3
Visitante
JPC3

Me refiro as notícias de que serão produzidos 76 unidades até 2025 ou 2028.

Evgeniy (RF).
Visitante
Evgeniy (RF).

Até 2028, um contrato para 76 aeronaves deverá ser concluído.
A comparação em termos dos dois programas é incorreta, devido ao fato de o programa americano ter começado no auge do poder econômico dos Estados Unidos. Ao contrário do russo, que começou após a crise dos anos 90. Foi uma crise muito profunda. Muito mais sutil que a depressão maior. Portanto, o tempo e não pode ser comparado. Isto está incorreto.

Andre
Visitante
Andre

Concordo com você Evgeniy, não dá mais para comparar os avanços militares dos EUA com os da Rússia. O f35 deve ser comparado com seu real competidor, o j20. Comparemos os avanços russos com os franceses ou britânicos, aí teremos mais equilíbrio.

O pakfa começou um ano após o programa do f35, mas como você disse, a Rússia estava no fundo do poço, vivendo do passado glorioso da URSS.

Evgeniy (RF).
Visitante
Evgeniy (RF).

Não, você definitivamente discorda de mim. Eu escrevi sobre algo completamente diferente. Acabei de escrever que, com o início do programa PAK-FA, o principal período de crise após o final dos anos 90. Isso é se falamos de uma aeronave de quinta geração. Não há nada sobrenatural para um avião de quinta geração no F-35, exceto o PR. Qual é a realidade do J-20 também é obscura. O próprio J-20 dependerá criticamente das entregas da Rússia. O fato de o J-20 ser o principal concorrente do F-35 é uma invenção da Internet de aviação americana. E muito idiota. Somente a… Read more »

Andre
Visitante
Andre

Como você mesmo disse, o su57 ainda é um protótipo e com muito boa vontade terá menos de 100 unidades daqui uns 10 anos. Uma quantidade inferior aos f35 do Japão e da Coreia. E isso independe da propaganda americana, brasileira, cubana, libanesa ou de qualquer outra. Sobre o j20, a última parte que “depende” em algo da Rússia, o motor, já não depende mais. A China já está a frente da Rússia no desenvolvimento de aviões de combate. Aceite que dói menos. E, novamente, isso independe da qualquer propaganda. Quem em sã consciência acredita que os EUA faria propaganda… Read more »

Evgeniy (RF).
Visitante
Evgeniy (RF).

Andre Como você mesmo disse, o su57 ainda é um protótipo e com muito boa vontade terá menos de 100 unidades daqui uns 10 anos. Uma quantidade inferior aos f35 do Japão e da Coreia. E isso independe da propaganda americana, brasileira, cubana, libanesa ou de qualquer outra. —— Isso não impede que você repita os falsos dogmas da imprensa ocidental. Muito pouco se sabe sobre o verdadeiro motor J-20; todos os aviões voam com os mesmos que foram entregues da Rússia. As características do motor são classificadas, assim como o número possível de peças importadas. Depois de 2028, o… Read more »

Andre
Visitante
Andre

Estamos aqui falando de f35, su57, j20 e vc vem falar de yak 130?? Ta de brincadeira né? Pantsir é bom mesmo. Tem uns vídeos dele sendo utilizados na Síria. Ótimo sistema. O que não me impressiona é o mesmo discurso vazio dos “críticos ao ocidente”. O que raios quer dizer “falsos dogmas da imprensa ocidental”? Belas palavras sem qualquer conteúdo. Não seria hipocrisia você falar que eu não posso saber nada sobre os motores do j20 prq seus dados são classificados e na sequência você falar sobre os motores do j20? Mas já que vc falou da evolução do… Read more »

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Não dá para comparar os avanços militares dos EUA com a Rússia?
Khinzal, SARMAT, S-500, Su-57, S-35, ARMATA, Kornet, os novos subs nucleares e etc. etc. etc. mandam lembrança para vc.

Andre
Visitante
Andre

Meia dúzia de su57, duas dúzias de armata. quantos subs? 4? Alguns sistemas de defesa…tirando os equipos soviéticos não se defendem nem de Israel

teropode
Visitante

Vc já deveria ter se acostumado com estas ” mais” notícias. 😂😂😂😂😂

Nilton L Junior
Visitante
Nilton L Junior

O nome disso é embromations para ganhar mais, isso que esta em desenvolvimento.

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

A linha de produção dos F-35 é de outro planeta.

Fantástica organização e limpêza.

Desculpem o meu entusiasmo.

Eu trabalharia aí, com o maior prazêr.

FERNANDO
Visitante
FERNANDO

Sim verdade, brilhando mesmo.
O pessoal do apoio (Serviços Gerais), é bom mesmo.

Brunow
Visitante

Nesse tempo já irão realocar para ser fabricado em outro lugar as peças que hoje são produzidas na Turquia, dando mais segurança ao projeto JSF..

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

Brunow,

Israel possui mão de obra bem mais qualificada que a Turquia.

Além do mais, os critérios de segurança são uns dos mais exigentes.

teropode
Visitante

Acredito que o real motivo é este , substituir a Turquia na cadeia produtiva. A CS se candidatou.

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

Teropode,

A CS seria uma boa candidata. O problema seria a espionagem.

Defensor da liberdade
Visitante
Defensor da liberdade

Pensei que era mais um problema dessa banheira.

Gabriel Ferraz
Visitante
Gabriel Ferraz

Tenho um amigo que fazia engenharia mecânica na Unicamp , devido a capacidade do mesmo foi chamado para trabalhar na tesla pois anteriormente estiveram em Chicago para uma competicap de carro de corrida onde foram vencedores. Lá ele me contou que até o pessoal da tesla que são extremamente capacitados em termos de robótica ficam abismados com o nível de robótica, eletrônica e inteligência desse vetor. É coisa surreal o projeto desse caça.

teropode
Visitante

A consciência situacional dele dizem ser espantosa, autonomia plena .

tadeu54
Visitante

Por isso mesmo que seu desenvolvimento e implantação é tão complicado, apostaram em muitas tecnologias embrionárias !

Mirade
Visitante
Mirade

Por mais tecnológica que seja construir aviões ainda é praticamente artesanal construido a mão pois é quase todo rebitado e não se compara com um carro onde se faz uso de robots, ainda se faz avião como se fazia praticamente na segunda guerra mundial.

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

Miracle,

Discordo.

teropode
Visitante

O poder naval poderia conseguir uma entrevista com os marujos para esclarecer esta dúvida,.

teropode
Visitante

Tá no lugar errado , a dúvida é sobre a necessidade de se manter aeronaves de asa fixa na MB , inclusive caças, vamu saber sobre doutrina.

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

Se produzindo de pouquinho já tem mais mais caças 5G que a Rússia e China juntas (contando F22), imagina quando tiver a produção em cadência total.

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

Carlos Campos,

Touche’

Fabio Araujo
Visitante
Fabio Araujo

Mas parte destes caças ( F-35 ) são para aliados! Mas se levar em conta que os russos não devem ter nem uma dezena, os chineses devem ter um pouco mais, os EUA podem ter mais que os dois juntos!

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

Fabio se levar em conta os dos aliados aí fica pior ainda para rússia e China, a USAF já tem mais de 250 F35, a USN eu não sei mas já é bastante, os fuzileiros já tem vários também se contar Itália, Japão, UK e outros.

Tio Velho Comuna
Visitante
Tio Velho Comuna

Uai! Será que dá tempo? Logo, logo os alienígenas vão invadir a Terra!

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes
Marcos
Visitante
Marcos

Que show

Sérgio Luís
Visitante
Sérgio Luís

Um gigantesco embuste.
Esperar mais 2 anos?!
Nunca vi isso na história da aviação militar!!
2 anos para uma aeronave com esse custo é uma eternidade!!

JPC3
Visitante
JPC3

Já pensou em ler as matérias antes de comentar?

A produção já é de dezenas de aeronaves por ano, maior que qualquer outro caça no mundo.

Sérgio Luís
Visitante
Sérgio Luís

Jpc3
Esse é o gigantesco problema da maioria dos leitores!
Lêem mas só conseguem entender o que querem que entendam!

Sérgio Luís
Visitante
Sérgio Luís

Pois é!
Tá com nada ñ!

JPC3
Visitante
JPC3

Por que não lê as matérias e os links?

Só critica com informação errada.

Fabio Araujo
Visitante
Fabio Araujo

OFF- Amanhã dia 22 bombardeiros dois TU-160 da Federação Russa vão fazer uma visita na África do Sul, serão escoltados por caças Gripens e Hawks e vão pousar na Base Aérea Waterkloof! Só lembrando que a Africa do Sul faz parte dos BRICS!

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

Fabio Araújo,

Ainda existe BRICS.

Luís Henrique
Visitante
Luís Henrique

O F-35 vende que nem pão quente. Os russos e chineses adoram publicar matérias denegrindo o programa e o caça. Afinal os americanos são os maiores vendedores de armas do planeta e considerado inimigo. Já a Boeing americana, a Airbus europeia, a Dassault francesa e a SAAB sueca são todas empresas de países aliados, porém são concorrentes da Lockheed Martin. E não querem perder mercado, portanto também adoram matérias falando mal do programa e do caça. Como um programa, realmente teve muitos atrasos e aumentos nos custos. Mas hoje em dia o custo já está muito convidativo, sendo mais barato… Read more »

Denis
Visitante
Denis

Desta vez vou quebrar o recorde do Kings, mas lá vai:

Marco C da produção de protótipos. 😛

Sérgio Luís
Visitante
Sérgio Luís

“Possivelmente em 2021”

Sérgio Luís
Visitante
Sérgio Luís

Outra coisa
Com desenrolar da guerra na Síria com os S-300 e S-400 pra todo lado e a fechada de porta na cara que o Putin deu no netanyaho em moscou fica claro que se Israel enviar o F-35 vai ser inexoravelmente abatido sobre a Síria.
Por isso a “desculpa” de atraso no início da produção em série!
Barbas de molho clássica!

Luis Fernando Curvo
Visitante
Luis Fernando Curvo

Desculpe, mas não entendi, Israel alguma vez pediu permissão para alguém para atacar/sobrevoar algum alvo ??? Você pode me mostrar algum link de alguma notícia a este respeito ???

Sérgio Luís
Visitante
Sérgio Luís

Luís Fernando
Estão vendo!?!
Tem que ler fique atento ao que acontece!
É claro que sim!
Pelo amor de Deus

JPC3
Visitante
JPC3

Esse Sérgio só quer tumultuar com informações falsas que não fazem sentido.

Sérgio Luís
Visitante
Sérgio Luís

Jpc3
Relaxa parceiro!
É só uma mera opinião sobre uma aeronave que na minha é um embuste!

WVJ
Visitante
WVJ

Sérgio, vc acha que os S-300/400 derrubariam qualquer nave ou o F-35 é ruim mesmo? Digo, é um projeto sthealt, última geração, porque deu ruim se os EUA possuem experiência na área? Falaria a mesma coisa do F-22?

Sérgio Luís
Visitante
Sérgio Luís

Wvj caro
Veja bem
Na minha opinião a furtividade é uma utopia!
Minha concepção é muito simples pra ñ dizer simplista!
” Tudo que ocupa lugar no espaço emite em algum momento sinal! ” Física pura e aplicada!
Mas a maioria pensa o seguinte:
Essa é a aeronave mais cara , é a mais nova ,mais tecnológica, mais tudo….!!
Portanto deveria ser imune a tudo e a todos!!!
Se fosse assim ela F-35 estaria cag… na cabeça de tudo que é sistema antiaereos na Síria!
Mas a realidade é bem diferente!

JPC3
Visitante
JPC3

Você não tem compreensão nenhuma sobre furtividade ou sobre combate aéreo. Todo mundo já te explicou que 100% invisível não existe.

É só um avião, não tem porque esse mimimi eterno.

WVJ
Visitante
WVJ

Entendi, então F-22, Su-57, J-20, qualquer um está sujeito a ser detectado, a depender do ajuste correto dos radares/sensores. É um posicionamento que faz sentido mas vai de encontro ao fato que vários países estão prestes a investir pesado em naves sthealt. Imagino que haja uma janela de oportunidade no ataque com esse vetor, ou seja, o F-35 teria uma vantagem de partida por ser sthealt, mas mesmo assim, vc acha que um s-400 poderia derrubá-lo. Se for isso mesmo não vale a pena gastar nisso. Melhor investir em drones, mísseis hipersonicos, ou outra coisa.

JPC3
Visitante
JPC3

Não, amigo.

Os comentários dele são apenas má vontade para entender. Pode ver que as críticas sem sentido são contra todos os caças de 5° geração.

Ele não sabe e não quer saber como o mundo real funciona. Não apenas desconhece sobre aviação como também não entendeu o que está está acontecendo na Síria.

Sérgio Luís
Visitante
Sérgio Luís

Jpc3 e Tadeu vamos por atacado contra o chamado efeito manada acima! Eu tenho os fatos sobre o natimorto: – Ele é limitado! -Precisa de escolta! – Já foi chamuscado por S-200 sírio e nunca mais voltou a Síria! -Foi enquadrado por radarzinho passivo na Alemanha! – Quase subsonico, Mach 1.7 limpo! – Ñ tem visão 6 hs, perdeu em dog’s para um F-16 carregado! Vcs só tem o preço extraterrestre dessa aeronave pra vangloriar!?!? Então vcs precisam ler e compreender e parar com essa mesmice puxasaquista de uma aeronave que até agora só provou ser cara e inoperante por… Read more »

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

Limitado no número de alvos que pode abater por missão
Precisa de Escolta? ele é a escolta, lê os textos da USAF que lá tem
Chamuscado por S200? teoria da conspiração, quem se deu mal com S200 foi o F16.
Ele tem visão 360 graças ao seu capacete
Ele derrubou 20 aviões de 4G antes de ser abatido na REDFLAG, números que fariam os 32 f35 da Polonia conseguir derrubar quase toda força aérea Russa em questão de dias.
Israelenses voam até o Iraque e Síria e só sabemos pq eles afirmam depois.
preço do F35A é mesmo que um Rafale

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

Sérgio Luís,

Sua pseudo Física Newtoniana não se aplica a Física de Maxwell (ondas eletromagnéticas).

Portanto, aceita que dói menos.

Stealth é uma tecnologia real, e não uma ficção científica.

Sérgio Luís
Visitante
Sérgio Luís

Ñ mesmo!

Sérgio Luís
Visitante
Sérgio Luís

Rainha de hangar

JPC3
Visitante
JPC3

Não é verdade, já foi usado algumas vezes.

E outros caças como o F-16 continuam os bombardeios. Frear a produção não tem nada a ver poque Israel já recebeu algumas unidades que podem e já foram usadas.

Sérgio Luís
Visitante
Sérgio Luís

Tá chamuscado isso sim!

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

Sergio Luis,

Nao comente o que voce nao sabe.

O F-35 e’ superior ao mesmissimo F-22.

Sérgio Luís
Visitante
Sérgio Luís

Tadeu
Sinceramente eu ñ me preocupo com os seus comentário!
Mas alguns de meus comentários são com base no que é postado aqui neste site!
Fica tranquilo!

Sérgio Luís
Visitante
Sérgio Luís

US Navy Disse!
” F-35 ? ”
Ñ obrigado!
Vamos de F/A XX!

100nick-Elã
Visitante
100nick-Elã

O F-35 é fantástico: ele é o mais belo, tecnológico e caro enfeite de hangar que já foi concebido e dificilmente alguém, no futuro, produzirá algo similar.