Home Espionagem O urso mora ao lado

O urso mora ao lado

14063
102

Aumento das tensões com a Rússia pode ser decisivo para a compra de mais caças Gripen E pela Suécia, mas até o momento não há novidades

“Om krisen eller kriget kommer” (“Se a crise ou a guerra chegarem”, em tradução literal). Esta frase em sueco estava estampada na primeira página de um caderno distribuído pelo governo sueco, em maio do ano passado, para todos os seus cidadãos.

Nas suas 20 páginas, o caderno explica de forma direta como a população deve agir em caso de guerra. Isso inclui ações como o armazenamento de itens básicos, instruções onde encontrar abrigos subterrâneos à prova de ataques aéreos, e de como se manter aquecida no inverno, entre outras.

Esta foi a primeira vez, em mais de cinco décadas, que a população recebeu este tipo de material. A última versão do caderno havia sido editada em 1961, em plena Guerra Fria, com o título “Se a guerra vier”.

Seria isto um exagero do governo sueco? Para responder a esta pergunta com embasamento é recomendável ir à Suécia e ter contato com os seus cidadãos e o seu modo de vida. O que se percebe é uma crescente preocupação dos suecos em relação às reais intenções russas no Báltico.

Se você perguntar para um sueco quando a guerra Fria começou é provável que a resposta seja “em 1951, quando os soviéticos derrubaram um Catalina e um DC-3 da Força Aérea Sueca”. E quando ela acabou? Para muitos isso nunca ocorreu. Apenas ficou adormecida por cerca de 20 anos (década de 1990 e início do Século XXI).

Trecho do caderno distribuído pelo governo sueco informado aos cidadãos do país como proceder no caso de guerra.
Os destroços do DC-3 abatido estão expostos no Museu da Força Aérea Sueca – Foto: Alexandre Galante

Essa fase dormente terminou por volta de 2014, quando a Rússia anexou a Crimeia. Mesmo estando longe da Crimeia as Forças Armadas Suecas têm notado um crescente aumento da atividade militar russa no Báltico desde então. No ano anterior (2013), durante o feriado da Páscoa, dois bombardeiros Tu-22 escoltados por quatro caças Su-27 da Força Aérea Russa realizaram um exercício simulado de ataque à Suécia a menos de 40 km da fronteira. Até aí, nada fora do normal, pois o exercício ocorreu em águas internacionais.

Porém, em setembro de 2014, dois jatos de ataque Su-24 penetraram cerca de um quilômetro dentro do espaço aéreo sueco. O incidente levou o Governo Sueco a fazer um protesto formal junto à Rússia.

Mais recentemente, caças Gripen da Hungria que patrulham o espaço aéreo sobre os países bálticos, num revezamento de forças aéreas da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte) para a defesa aérea da região, presenciaram intensa atividade aérea russa sobre o Báltico: os caças húngaros foram acionados mais de 40 vezes (estes são conhecidos como “acionamento alfa”, quando há uma interceptação real) desde o início de sua missão em maio desde ano.

Gripen húngaro escolta caça Su-30 russo

Diante desse quadro, o Ministério da Defesa e a Força Aérea da Suécia mudaram seus planejamentos de anos atrás. Inicialmente, a ideia era aposentar quase todos os caças Gripen C/D, que somam cerca de 100 aeronaves, conforme fossem substituídos pelos 60 novos Gripen E encomendados. Apenas uma parcela dos jatos C/D seria mantida, equipando unidade de conversão operacional dos pilotos.

Em entrevista aos jornalistas brasileiros em Linköping o ministro da Defesa sueco, Peter Hultqvist, confirmou os planos da Força Aérea Sueca de manter a maior quantidade possível de caças Griepen C/D em serviço, e as duas gerações vão conviver, em atividade, por muitos anos. Ou seja, os 60 exemplares Gripen E já contratados representarão um aumento da qualidade, sem redução significativa na quantidade total de caças em serviço.

Ministro da Defesa sueco, Peter Hultqvist, em entrevista a jornalistas brasileiros durante o Saab Press Trip 2019

Os planos para o futuro podem ir além, com a Suécia adquirindo um novo lote de caças Gripen E, conforme manifestado pelo comandante da Força Aérea, major-general Mats Helgesson no ano passado.

Porém, as autoridades não revelam de forma objetiva, ainda, esses planos. Hultqvist também explicou que não há decisão no momento para a aquisição de um segundo lote. Uma discussão sobre o próximo plano de gastos quinquenal (2021-2025) ocorrerá somente no ano que vem. A depender dos próximos movimentos da Rússia, esta discussão que ocorrerá no Parlamento sueco em 2020 pode tomar outro rumo. No momento as novidades não são tão novas assim.

102
Deixe um comentário

avatar
23 Comment threads
79 Thread replies
1 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
62 Comment authors
Pedro fernandoAlison LeneWagnerNacionalistaJoão Moro Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Evgeniy (RF).
Visitante
Evgeniy (RF).

Eles são engraçados. Trezentos e dez anos se passaram, e ainda é assustador.

smichtt
Visitante
smichtt

O Sr. se refere à “Great Northern War”. O que ainda é assustador?

Evgeniy (RF).
Visitante
Evgeniy (RF).

Claro. Quantos anos se passaram e os suecos ainda são atormentados pelos antigos complexos que nasceram nos campos perto de Poltava.

smichtt
Visitante
smichtt

Agora entendi. Obrigado pela explicação.

Anthony
Visitante
Anthony

Gato escaldado…

Estupido eh, os q não aprendem com o passado!

Wagner
Visitante
Wagner

Também, uma surra dessas…

André Sávio Craveiro Bueno
Visitante
André Sávio Craveiro Bueno

geograficamente , a Suécia está em uma posição bastante desconfortável.

Space jockey
Visitante
Space jockey

A Finlândia pior ainda..

rodrigo
Visitante
rodrigo

Pior que a Finlândia está a Estonia.

Rodrigo M
Visitante
Rodrigo M

Pior que a Estônia está a Ucrânia..

Emerson
Visitante
Emerson

Mais cedo ou mais tarde a Suécia deverá ingressar na Otan.Não há outra saída para eles.

Plinio Carvalho
Visitante
Plinio Carvalho

Duvido que eles façam isso, passaram pelo pior da guerra fria sem fazer isso, não vai ser agora que vão fazer.

Marcelo Machado
Visitante
Marcelo Machado

Os caras se mantiveram neutros na segunda guerra e forneceram praticamente todo o minério de ferro que o Reich precisava para tanques e canhões. Perto disso, manter a neutralidade hoje é fácil.

carcara_br
Visitante
carcara_br

Seria isto um exagero do governo sueco?
Sim, não há a menor perceptiva de conflito na região, mas se o governo quiser amedrontar a população eles que se resolvam, são suecos…

André Sávio Craveiro Bueno
Visitante
André Sávio Craveiro Bueno

Penso que não é exagero, pois é uma área “quente”. Os suecos não estão em posição de esperar acontecer para tomar alguma atitude, são décadas de tensão maior ou menor e isso credencia o governo a tomar medidas que fortaleçam suas forças armadas.

Além das aeronaves derrubadas em 1951, quem se lembra dos submarinos soviéticos que ficavam à espreita, espionando as bases suecas. Houve ao menos um caso em que o sub soviético encalhou!

Rommelqe
Visitante
Rommelqe

Esse sub russo hoje se encontra em exposição em Estocolmo. Pode ser visitado e fica do lado do museu do Waza (antigo naviu que naufragou no primeiro dia em que estava navegaqndo…)

Space jockey
Visitante
Space jockey

Esse foi nosso erro por décadas, pensar que tudo está tranquilo.

carcara_br
Visitante
carcara_br

Já eu penso que nosso erro foi pensar que por estar tranquilo não precisamos de defesa. Espero que não precisemos inventar inimigos para tomar ações que são necessárias a nossa soberania…

Nilton Reis Jr
Visitante
Nilton Reis Jr

Corretíssimo @carcara_br, não há a mínima possibilidade de uma agressão russa. NENHUMA. Não há motivos. Não há meios. Se há países sob esse risco, exagerando, são os países periféricos da ex CCCP. E tudo está tranquilo aqui pela AL. Como semptw foi. Qualquer espirro estaciona um porta aviões yankee e tudo se acalma! Hahahahahahahah

Space Jockey
Visitante
Space Jockey

eu li isso mesmo ?!

Antunes 1980
Visitante
Antunes 1980

Mas aquela menina sueca em seu discurso na ONU, com certeza deve amar a agenda esquerdista, anti capitalista made in Kremlin.
Os suecos estão com um povo capaz de jogar sua própria nação na boca do Urso !

Jeff
Visitante
Jeff

aquela babac@ poderia ir cuidar da vida dela no seu país, deixa que aqui no Brasil nós resolveremos os nosso problemas. E o Macron poderia aproveitar a oportunidade e ir cuidar dos problemas da França, em vez de fazer cortina de fumaça metendo o bedelho onde não é chamado. Os coletes amarelos te esperam.

Nilton Reis Jr
Visitante
Nilton Reis Jr

@Jeff eleger o acéfalo foi um pedido de socorro inconsciente do brazil ao mundo! Ressaltando que a tal pirralha é 134% mais capaz intelectualmente que a família miliciana unida. E TENHO COMO PROVAR!

francisco Farias
Visitante
francisco Farias

Aquela pobre coitada está sendo usada. ela é uma incapaz que sofre de altismo.
Eles deviam ter vergonha de usar descaradamente uma adolescente altista em prol de sua ambições capitalistas. A pobre coitada não sbe nem o que é uma floresta.

Paulo
Visitante
Paulo

Prove, por favor.

Estradeiro
Visitante
Estradeiro

Prova então!

Wagner
Visitante
Wagner

Prove, por favor. E me diga tambem de onde vem o dinheiro para bancar tanto acesso a gente graúda e tanta viagem.

Anthony
Visitante
Anthony

Ridículo…

Alexandre Esteves
Visitante
Alexandre Esteves

Aguardando a prova.

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

Jeff,

Até hoje tenho essa pulga atrás da orelha me dizendo que a França tinha muito a pêrder se o VLS tivesse chegado a ser usado comercialmente.

Tire as suas conclusões.

francisco Farias
Visitante
francisco Farias

Pelos relatos após a explosão do VLS, foram encontrados restos/destroços de equipamentos franceses no mar de Alcãntaras. O que os franceses faziam lá no dia da explosão só eles sabem.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Não foi no dia da explosão. Aparentemente era uma bóia com aparelhagem de ELINT/SIGINT.

Jmgboston
Visitante
Jmgboston

Uai, a teoria da conspiração evoluiu mais ainda? Todo não comentavam que americanos ( sempre eles) tinha sido vistos por la aos montes? Agora ja viram franceses?
Daqui a pouco os chineses vão ser os culpados pela explosão mas jamais os técnicos brasileiros errariam tanto.

Vitor Hugo
Visitante

Ou os marcianos. kkkk

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

Jmgboston, A questão aqui não são os possíveis êrros cometidos pelos brasileiros, e sim o fato de que estavam tôdos juntos no mesmo local (tôrre de montagem) na hora da explosão. Botaram tôdos os ovos em uma mesma cêsta. Se houve sabotagem, eu penso que o Brasil não tinha os recursos técnicos de apurar a verdade. Eu acho que o VLS iria seria um forte concorrente para o lucrativo negócio de lançamento de satélites da base francesa na Guiâna. Alcântara está melhor posicionada e portanto, o custo de lançamento cai considerávelmente. Seria uma pedra no sapato dos franceses. Acidentes acontecem… Read more »

Greyjoy
Visitante
Greyjoy

Levaria muito tempo pro VLS estar no mesmo nível competitivo que outros lançadores

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Pior que não, Greyjoy. O VLS funcionava. Decolou numa boa em outros vôos de teste, mas aquele que explodiu selou o destino do programa para quem estava no poder na época, infelizmente.

Não estava ainda pronto, mas estava caminhando à passos largos.

Greyjoy
Visitante
Greyjoy

O que explodiu era o protótipo ainda, primeiros passos do Brasil nesse sentido. Até chegar a um Ariane da vida (com toda a estrutura por trás para permitir de fato a competição com outros players) ainda demoraria uns bons anos.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Tadeu, o acidente já foi investigado direitinho pela FAB, etc. Quem errou feio foi quem quer que estava responsável pela segurança operacional que fez com que todos estivessem próximos ao foguete quando ele explodiu. Quem errou mais ainda foi o Presidente Lula-lá que simplesmente cortou a verba para o programa depois desse acontecimento. Acho que para ele não pegou bem na imagem, né? O fato é que construíamos bastante coisa daquele foguete aqui, inclusive motores. Essas empresas fecharam ou perderam a expertise, e vamos ter que reinventar a roda, novamente, se quisermos recomeçar o programa e isso vai custar muito… Read more »

Antonio Palhares
Visitante
Antonio Palhares

Tadeu.
Sou obrigado a concordar contigo. Em gênero, numero e grau.

Carlos Gallani
Visitante
Carlos Gallani

Nossa espécie não merece esse planeta, uma miríade de cientistas ultra gabaritados com estudos concretos sobre o aquecimento global e levamos uma menina… as cientistas tem um ibope abissal mas a menina tem todas as manchetes, nosso futuro é sombrio com este tipo de lógica!
Neil deGrasse Tyson diz que os políticos são advogados e homens de negocios e vc não encontra engenheiros e cientistas, isso diz muito.

Paulo
Visitante
Paulo

Isto diz quase tudo.

nonato
Visitante
nonato

O pior inimigo é o interno, usado por potências estrangeiras, que nunca pararam de agir nos bastidores.

JPC3
Visitante
JPC3

Os russos já largaram o anticapitalismo faz tempo e são os mais ameaçados como o discurso da menina porque a economia deles depende muito do petróleo.

Alison Lene
Visitante
Alison Lene

Como vão as coisas minion? a seita ta boa?

Nilton L Junior
Visitante
Nilton L Junior

Opinião meramente achista, as condições históricas não são as mesma da guerra fria no momento atual em que exista o risco real e imediato da Federação Russa “invadir” o território Sueco, porem isso não descarta que os Suecos deixem de cuidar de sua defesa.
É bom mesmo que comprem o Gripen E afinal é matador de Sukhoi, só falta dizer qual versão ele é matador.

Super Tucano
Visitante
Super Tucano

Da que começa com 3 e termina com 5.

BrunowBasillio
Visitante

Matou quantos 35 ?

Nilton L Junior
Visitante
Nilton L Junior

Parece que só se for Su-57 porque é muito avançado para derrubar o 35, mas cinismo a parte, todos que acompanham o tema sabem que um combate envolve muitas variáveis para um cenário real de conflito e um pouco de sorte claro.

francisco Farias
Visitante
francisco Farias

“Matador de sukhoy” essa foi a maior besteira dita pelos suecos.

Humberto
Visitante
Humberto

A Suécia estava tranquila até a anexação da Crimeia pela Rússia em 2014, inclusive este fato, foi uma das alegações (ou estória) para evitar a venda do Gripen C/D para servir como tampão para a FAB, particularmente não acredito muito nesta versão, mas lembro que rolou isto na época. Outras lendas dizem que os Russos sempre estão fuçando as bases da marinha Sueca, inclusive temos o episódio do submarino da antiga URSS que encalhou a poucos quilômetros da maior base da Suécia, inclusive o mesmo, estava armado com torpedos com cabeça de guerra nuclear. Pode ser neura, pode ser uma… Read more »

Ricardo da Silva
Visitante
Ricardo da Silva

Pelo visto term uma galera que acredita em “Globalismo”; “Orvalho de Cavalo” e na “URSAL”! Não me admira que alguem venha falar em Terra Plana. É decepsionante ver como o nível de entendimento sobre geopolitica em sites de defesa.

Felipe
Visitante
Felipe

Muita decepsão mesmo

OTAVIO
Visitante
OTAVIO

kkkk…dezssepiçionante

JT8D
Visitante
JT8D

A coisa tá feia no Brasil. Terraplanistas versus decepsionistas

Wagner
Visitante
Wagner

Que dessepiçaoum hein

Ricardo da Silva
Visitante
Ricardo da Silva

Desculpem-me, se puderem, pelo meu erro no português produzido em uma digitação apressada. Mas o erro na escrita não impossibilita o entendimento da mensagem.

Wagner
Visitante
Wagner

Ok, apenas demonstre os erros de Olavo de Carvalho em relação do assunto em questão. Se puder, o colega pode mandar também material bibliográfico referendando seus argumentos. Cabe a ti o ônus da prova.

Ricardo Da Silva
Visitante
Ricardo Da Silva

Wagner,
Se você o considera, boa sorte e seja feliz! Só espero (para seu próprio bem) que você não saia dando tiro em quem seja de esquerda.

João Moro
Visitante
João Moro

A História está cheia de casos de civilizações que acharam que estava tranquilo e não se preocuparam com sua força militar e foram varridas da face da terra. Vide o caso de Roma. Além disso, só porque um país faz muito tempo que não ataca não significa que vai continuar a fazer nada. No caso da Russia, não dá para confiar num Ex-KGB da URSS que governa por mais de 15 anos e que elimina seus opositores.

Matheus Santiago
Visitante
Matheus Santiago

O caso de Roma não tem nada a ver com o “desleixo” do militarismo. E você abusa muito da retórica de que Putin é esse chefe sem nada a temer, que irá conquistar todos os ex-territórios vassalos do Kremlin.

JT8D
Visitante
JT8D

Você tem esse sangue frio todo porque não é vizinho do Putin

João Moro
Visitante
João Moro

Concordo plenamente.

João Moro
Visitante
João Moro

Matheus Santiago, historiadores já discutiram muito sobre as causas da queda do Império Romano. Dos vários fatores, destaco a subestimação dos seus inimigos, as infindáveis guerras internas entre generais que reduziram muito os contingentes e a falta de contínuo investimento no exército.
Sobre o Putin, dificilmente veremos atitudes absolutistas como vemos em Napoleão, Hitler e dos impérios colonialistas mas certamente ele trabalha para aumentar a influência da Russia sobre outros países e usa táticas dissimuladas e travestidas para conquistar territórios. Vide o caso da Criméia.

Pedro fernando
Visitante
Pedro fernando

Sinceramente, quando leio alguns comentários deixam-me perplexo. O Ocidente apoio à transformação da província Sérvia do Kosovo num estado soberano. Arrancou-se o território à Sérvia e ninguém diz nada, aliás, teve reconhecimento internacional. Já a Crimeia que era território Russo e passou para a Ucranio porque Krustchev, cidadão da Ucrânia que usando a sua qualidade de Secretário Geral do PCUS e presidente da URSS, deu de oferta o território da Crimeia à Ucrânia, segundo ele, seria para simbolizar a União Rússia/Ucrânia. Decorridos vários anos, e num momento conturbado da Ucrânia, após referendo, a Rússia retomou o seu território perdido alguns… Read more »

Batalhão do Aço
Visitante
Batalhão do Aço

Mas , a onça está do lado de cá ….Junto , está nossa maior arma …O Deus de Israel …

Flanker
Visitante
Flanker

Deus, em sua sabedoria, não luta guerras!

Delfim
Visitante
Delfim

Israel assim como seu Deus é para judeus.

Ricardo da Silva
Visitante
Ricardo da Silva

“…e o Reino de Deus lhes será tirado e dado a um povo que produza fruto…”

Paulo
Visitante
Paulo

Mitologia não ganha guerras modernas.

Diego Lima
Visitante

Por que não o Deus Nhanderuvuçú? Essa é a divindade mais próxima da nossa origem.

JT8D
Visitante
JT8D

“Nossa origem” de quem, cara pálida. Meus antepassados eram cristãos na Europa, foi essa a cultura que eu herdei e ainda preservo

Berlim
Visitante
Berlim

Gente como Salvini ou Orban acham que você é um latino ou sudaca e querem que você preserve essa cultura bem longe deles.

JT8D
Visitante
JT8D

Eu não quero nem saber o que eles pensam. Não devo nada a eles

Gustavo
Visitante
Gustavo

Eles vão aproveitar o momento favorável na Suécia para encomendar mais caças? Deveríamos aproveitar o bonde e também encomendar o segundo lote?

Sonhar não custa.

Gabriel BR
Visitante
Gabriel BR

A ameaça é de fato real!
Ao meu ver a Suécia deve seguir apostando na politica de neutralidade, dispor de misseis de longo alcance de fabrico nacional e manter uma força aérea forte.

PAULO CESAR LOPES
Visitante
PAULO CESAR LOPES

Ao meu ver devem se preocupar pq uma invasão russa seria de ponto estratégico muito boa para os russos tomar fábricas de mísseis e caças e navios tudo q a Suécia fábrica e ainda dentro da europa

Glaison
Visitante
Glaison

Fico imaginando os líderes russos e suecos se encontram: (Sue) – Pois é, a economia esta lenta para todo mundo. Bora dar uma agitada? (Rus) – Demorô! Faremos o seguinte: Vou enviar uns Flankers passarem junto a fronteira, daí vocês enviam os seus caças, tiram uma boa foto e divulguem a noticia bem alarmista. (Sue) – Sim. A população ficará com medo e não vão reclamar caso usarmos recursos para comprar aparelhos caríssimos. Ilustraremos de modo que relembrem o fantasma da Guerra Fria. (Rus) – Fechou! E brindam aos futuros negócios. Já disse e repito. A Russia não atacou a… Read more »

Carlos Gallani
Visitante
Carlos Gallani

Me lembrou George Orwell!

JT8D
Visitante
JT8D

O pessoal do leste europeu achou sua estória muito fofa

Vinicius Momesso
Visitante
Vinicius Momesso

Com uma guerra de proporções “globais” se aproximando, se preparar para a mesma é no mínimo “decente”. Errado estará o Brasil em pensar que só por gozar de uma região no qual, é possivel manter-se afastado de qualquer conflito, dispensando preparo militar. Acabou a neutralidade!

Luiz Trindade
Visitante
Luiz Trindade

Se a Suécia quer paz deve se manter alerta o tempo e preparado para o combate.

Denis
Visitante
Denis

Espero que, caso algum dia a Rússia tente invadir a Suécia, o Brasil não pipoque, e seja solidário aos suecos. Além de ser uma questão de hombridade, é também questão de sobrevivência da Saab e, consequentemente, do Gripen. Se o Brasil pipocasse, eu sentiria vergonha de ser brasileiro.

Rodrigo M
Visitante
Rodrigo M

Cuma??
Numa boa… O que, ou como, seria essa “solidariedade”? O Brasil declarar guerra a Rússia para defender a pequena Suécia do outro lado do mundo?? A gente não se garante nem aqui no nosso quintal, e vc quer enfrentar a Rússia lá por causa da SAAB? É isso??

Denis
Visitante
Denis

Quem falou em declarar guerra foi você, brother. Estou alertando para o fato de que, se a Suécia dançar, o Gripen (leia-se a nossa aviação de caça) dança junto. Por solidariedade, entenda abertura de portos, aeroportos e parque industrial, bem como um “protesto” aberto contra a atitude russa, tal como fizemos com a Inglaterra, na Guerra das Malvinas. Captou?

Ricardo
Visitante
Ricardo

É tomar um Nuke em Brasília. Genius!

Denis
Visitante
Denis

Antes de criticar, aprenda a interpretar textos.

JT8D
Visitante
JT8D

O Brasil não poderia fazer nada, além de prestar solidariedade diplomática. Um conflito desses arrastaria as superpotências para uma guerra e só nos restaria torcer para passarmos o mais desapercebidos possível

Denis
Visitante
Denis

É justamente solidariedade diplomática que eu falo. Você sempre vê chifre em cabeça de cavalo nos meus comentários, meu amigo.

JT8D
Visitante
JT8D

Calma colega, afinal estamos concordando

Denis
Visitante
Denis

Kkkkk. Desculpa aí, rapaz. Confundi seu nick com outro cara que comenta aqui, um que tem um “J” e um “3” na sigla.

Fabio Jeffer
Visitante
Fabio Jeffer

Para a Rússia não interessa em nada invadir, atacar, entrar em guerra ou qualquer situação belicosa com a Suécia, isso a isolaria ainda mais o país e sua economia já um tanto sufocada. A Criméia de maioria russa foi bem diferente e ainda trás transtornos aos russos

Sérgio Luís
Visitante
Sérgio Luís

Aparentemente os russos gostam de provocar interceptações da Otan estando desarmados.

Carlos Eduardo
Visitante
Carlos Eduardo

A Suecia esta fazendo o seu dever de casa. Pode ser real ou não o risco, mas entre o certo e o duvidoso, é melhor garantir que não aconteça. E para “garantir”, é melhor gastar e investir do que gastar para refazer depois que tudo ja foi perdido. Esse é o maior erro do brasileiro. Nossa visão deturpada de economia e ganho (falo de todo o povo mesmo) nos faz gastar muito mais reconstruindo/refazendo as coisas, depois de darem errado, doque fazer certo da primeira vez, e ainda achamos que estamos no lucro. Querem um exemplo, veja o setor automotivo.… Read more »

PPrr
Visitante
PPrr

Alguém me explica o que seria “mulsumana ” (Sic).

Augusto L
Visitante
Augusto L

Falta a Suécia um defesa de longo alcance e um capacidade de ataque por mísseis d cruzeiro.
Quanto aos Gripen C/D aposto que vão se tornar drones, a SAAB ja desenvolve essa tecnologia a tempo e já há discussões sobre.
A USAF também vai introduzir tecnologias IA nos cacas em 2025.

Ricardo
Visitante
Ricardo

Rússia é a desculpa perfeita para torrar bilhões em armamento. O que Moscou ganharia invadindo os suecos além de sanções econômicas brutais?! Crimeia, Geórgia e Ucrânia à Rússia tinha apoio das populações dessa área para intervir. Agora quem da Suécia apoiaria uma invasão russa? Claro que não podem ficar desarmados, mas este medo é claramente jogo político.

JT8D
Visitante
JT8D

A questão é que, provável ou não, a hipótese de conflito da Suécia é a Russia. Isso significa que a Suécia tem duas opções racionais: colocar-se minimamente à altura deste possível oponente ou renunciar a ter forças armadas. O meio termo é que seria um desperdício estúpido de recursos

XFF
Visitante
XFF

Rússia não representa nenhuma ameaça para Suécia.O que a Rússia ganharia invadindo a Suécia?
O Tio Sam que fica alimentando a ameaça Russa e assustando seus aliados pra poder vender armas.
Pelo que conheço da geopolítica, Rússia não ameaça nenhum país, há não ser se um certo país for usado para ameaçar eles, como foi a Ucrânia e a Georgia. Aí o tio Putin fica irado mesmo.

Rodrigo Maçolla
Visitante
Rodrigo Maçolla

Fazem bem os Suecos, mais os Russos também sabem que ali o buraco é mais embaixo

Nacionalista
Visitante
Nacionalista

Para ser honesto,odeio comunistas,mais uma coisa temos que reconhecer Nao foi os ursos (Russia) que chegou nas fronteiras da europa,foi a europa que chegou na fronteira da russia,a OTAN se comprometeu em nao se expandir para os paises da esfera de influencia russa,mais depois do colapso da URSS,a OTAN cercou a russia por todos os lados,entao os russos se sentem traidos,o urso esta cercado e irritado,e isso nao e bom. E bom lembrar que a russia sempre foi invadida,desde atila,passando por napoleao ate hitler,se nao fosse a ideologia comunista que degrada a sociedade a russia seria uma superpotencia tecnologica e… Read more »

Wagner
Visitante
Wagner

Povos nórdicos colaboraram com nazistas no passado, mataram milhares ao longo de sua história de expansão e pilhagem, fizeram sua fortuna em cima de saques, mortes e colaboração com genocidas. Agora posam de santos.
E estão procurando encrenca do lado errado.