Home Aviação de Caça Gripens da Hungria são acionados mais de 40 vezes durante a missão...

Gripens da Hungria são acionados mais de 40 vezes durante a missão báltica

12381
95
Gripen húngaro escolta caça Su-30 russo (clique na imagem para ampliar)

Os caças Gripen da Hungria que patrulham o espaço aéreo sobre os estados bálticos foram acionados mais de 40 vezes desde o início de sua missão em maio, disse o comandante da unidade responsável pela missão no dia 13 de agosto.

Durante um dia de mídia realizado no Aeroporto Internacional Siauliai da Lituânia, os combatentes húngaros foram alertados duas vezes em poucas horas.

Desde o início da missão, os Gripens húngaros completaram mais de 370 decolagens e mais de 400 horas de voo, disse o Brigadeiro General Csaba Ugrik.

A missão de patrulha do espaço aéreo envolve, entre outras coisas, a identificação de aeronaves que não apresentaram seus planos de voo, não conseguem permanecer em contato com os controladores de tráfego aéreo competentes ou não operam com transponders. Além disso, eles são encarregados de fornecer apoio a outras forças estacionadas nos países bálticos e reforçar a sensação de segurança dos habitantes locais, acrescentou Ugrik.

As Forças Armadas Húngaras lideram a missão de patrulha do espaço aéreo da OTAN dos países bálticos em parceria com a Espanha e a Grã-Bretanha, disse ele. A OTAN intensificou a sua presença na região desde que a Rússia anexou a Crimeia.

Durante as patrulhas, os Gripens húngaros interceptaram várias aeronaves de carga e reconhecimento, incluindo os aviões AN-24, AN-26, TU-214R, IL-18, IL-38 e IL-76, disse ele. Eles também encontraram bombardeiros e caças russos, incluindo jatos SU-24M, SU-27P, SU-30SM e SU-35S.

Ugrik observou que desde que nenhum dos três estados bálticos possui caças, seu espaço aéreo foi policiado pela OTAN desde que eles se juntaram à aliança em 2004. Os membros da OTAN se revezam no policiamento do espaço aéreo báltico, e a missão atual é a segunda desde 2015, acrescentou.

A Hungria está realizando a missão com 96 militares e quatro caças JAS 39 Gripen, disse Ugrik, acrescentando que durante a missão, os militares também estão participando de exercícios e treinamentos internacionais.

Piloto húngaro corre para seu caça Gripen para mais uma interceptação. Foto: Sándor Ujvári/MTI

FONTE: Hungary Today/COLABOROU: Rustam Bogaudinov

95
Deixe um comentário

avatar
15 Comment threads
80 Thread replies
1 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
43 Comment authors
ANGELOSpace JockeyFlankerBILL27Nilton L Junior Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Antunes 1980
Visitante
Antunes 1980

Em um combate real os gripens antigos seriam capazes de contrapor os SU-30?

Chris
Visitante
Chris

Me pergunto mais… Qto deve ter custado todas essas interceptações…. heheh

Augusto L
Visitante
Augusto L

Mesmo os Su-30SM/SU-27M2 armados com R-77s o Gripen é superior no combate BVR.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Passe essas informações para Índia, antes que finalizem o próximo contrato de compra de Su-30 que está para ser assinado.
Aliás, virá uma compra gigantesca de material russo por parte da Índia, elevando ainda mais a cooperação militar entre os dois gigantes.

Chris
Visitante
Chris

Aquela India que caiu fora do programa do SU-57 alegando que ele não tem nada de furtivo ?

Space Jockey
Visitante
Space Jockey

Aquela Ìndia que está tendo problema com vários materiais russos ?

Alfredo RCS
Visitante
Alfredo RCS

Chris, com certeza o custa da hora de voo dos SU é muito, mas muiiiiito superior aos do gripen.

Felipe
Visitante
Felipe

É pago em Rublo, portanto não dá pra saber.

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

essa última foto que esses “gostosos” :3

Brunow Basillio
Visitante

Neste site faz algumas comparações técnica, mas trocaram o radar..
https://aviatia.net/gripen-vs-su-30mki/

Arariboia
Visitante
Arariboia

Sobre a certeza que o Gripen chamaria fox 2 primeiro… Os BARS- R são muito pouco descritos. Só se fala que eles possuem maior alcance e novos módulos só para os russos. * Por sinal em 2020/21 está para chegar eles equipados com os radares e motores do SU-35S, pacote proposto a Índia também.

JT8D
Visitante
JT8D

Nada que os suecos já não façam há muitos anos …

Rene Dos Reis
Visitante
Rene Dos Reis

Todos os membros da Otan tem esse compromisso? Alemães já estiveram la em missão?

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Sim, os membros da OTAN tem esse compromisso. E sim, os alemães já estiveram por lá inúmeras vezes, sendo que a última vez foi em Agosto do ano passado.

Guilherme
Visitante
Guilherme

Os alemães estavam lá com o que? Me-109, Fw-190 ou Ta-152? … rsrsrsrs. Eles estão desinvestindo tanto nas F.A.s que daqui a pouco voltam a operar essas aeronaves aí … rsrsrsrs. (Aviso: esse post não é sério, é zueira)

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Inicialmente F-4F e posteriormente Typhoons 😛

Rene Dos Reis
Visitante
Rene Dos Reis

Obrigado pelas respostas galera, devido a fatos do passado achei que pudessem não participar ,por vontade própria claro.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Tranquilo. Eu lembro quando tropas alemães foram deslocadas para fora da Alemanha pela primeira vez desde a Segunda Guerra Mundial. Não lembro exatamente onde foi, mas acho que foi em Kosovo. Causou um bom rebuliço na época.

Mauro
Visitante
Mauro

Bizu forte: Hungria vai comprar o KC-390.

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

Enquanto isso, pilotos russos usando a típica delicadeza para afastar caças de outros países da aeronave escoltada:

https://youtu.be/-HAkqvTiwr8

Nilton L Junior
Visitante
Nilton L Junior

Padrão Borisafastovisk

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

Sukhoi Killer

Fligth_Falcon
Visitante
Fligth_Falcon

Nesses deslocamentos e operação fora de sede, quem paga a conta? O país de origem, a OTAN ou o país recebedor do benefício?

Augusto L
Visitante
Augusto L

Ninguém, se você é da OTAN tem obrigação de defender o território da mesma, quem paga é o contribuinte da nação que opera os caças que estão em alerta.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Esses dias (acho até que foi ontem ou ante-ontem), um EF-18 espanhol interceptou o Tu-204 do Ministro da Defesa Russo que estava sendo escoltado por um Su-27, que manobrou para cima do EF-18 para afastá-lo.

O motivo de tantas interceptações é que a aeronave VIP Russa não tem plano de vôo e voa com os transponders desligados toda vez que voa até Kaliningrado, tornando necessária a interceptação até por motivo de segurança de navegação aérea na região.

Rprosa
Visitante
Rprosa

Leandro se voce se atualizar veria que o TU-214 não apenas tinha plano de voo aprovado, como respondeu as chamadas do centro de controle, quem não tinha plano de voo e estava com os transponders desligados eram os caças que escoltavam o TU-214, agora é nítido que o F-18 tenta se aproximar do TU-214 e o SU-27 acelera para impedir a aproximação afastando o F-18, mas como quem come criancinhas são os russos, vai ser difícil assumirem isso.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa
Chris
Visitante
Chris

Reparei que esse ai não fugiu como aquele piloto com um F-15.

Ganhou altitude e deixou o russo viajando (literalmente) na maionese ! Heheh

Rodrigo Maçolla
Visitante
Rodrigo Maçolla

Hehe :), concordo o piloto espanhol foi esperto deu um olé no Su-27 , Virou e subiu deixando o russo continuando a curva em uma situação de combate o Ef-18 apos esta manobra poderia diminuir a velocidade e descer diretor posicionado na cauda do Su-27 ou já descer disparando…. Lógico seria num improvável “dogfight” entre os dois e em uma situação talvez o Su-27 fizesse outra manobra… Mais foi inteligente ao meu ver a reação do Espanhol

V.Silva
Visitante
V.Silva

É que o piloto espanhol tem juizo e sabe medir as consequencias do seu ato.

Nilton L Junior
Visitante
Nilton L Junior

Claro cachorro mordido por cobra tem medo de linguiça, o F-18 vazou e teve juízo para não voltar

Marcos R.
Visitante
Marcos R.

Muito sensato o piloto espanhol, mostrou que poderia ficar em vantagem sem forçar a barra, no lugar dele não sei se eu resistiria a tentação de me posicionar as 18 h do russo.

Chris
Visitante
Chris

O que me chamou a atenção é que o russo foi embora… Parece não ter percebido que o F-18 subiu !

Raphael
Visitante
Raphael

Para os analistas de super trunfo verem que o PILOTO ainda faz uma enorme diferença em situações críticas e de combate

Super Tucano
Visitante
Super Tucano

As manobras não foram tão diferentes assim. A diferença foi a musiquinha em russo para criar um clima cold war e mãe Rússia.

Rprosa
Visitante
Rprosa

então manda um twiter para a porta voz da OTAN Oana Lungescu e pede para ela se retratar: Lungescu fue clara al dar la clave de la misión de los aviones españoles: “El Tu-214 tenía un plan de vuelo válido. Sin embargo, los dos escoltas Su-27 volaron sin un plan de vuelo, sus transpondedores estaban apagados y no se comunicaron con el control de tráfico aéreo“. Además, Lungescu señaló que los aviones rusos volaban “sobre el Mar Báltico cerca del espacio aéreo de la OTAN”, de forma que los cazas españoles fueron alertados, “como es rutina”, para identificar a los… Read more »

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Eu é que me retrato, Rprosa. Você está correto, em parte, porque ela não menciona nada sobre comunicação com o Tu-204, mas sim sobre a falta de resposta dos caças de escolta, que não tinham planos de vôo ou transponders.

Flanker
Visitante
Flanker

O avião russo ter plano de voo era obrigação! O interceptador espanhol ter plano de voo era impossível! Onde você já viu um caça, em missão de interceptação real, ter plano de voo??
E o caça espanhol iria fazer o que? Derrubar o avião russo? Claro que não! Ele , muito provavelmente, se aproximou para fazer reconhecimento visual da aeronave, sua matrícula, etc e para se fazer ver ao piloto do TU. Quanto a aproximações e manobras arriscadas e perigosas em interceptações, os russos fazem isso rotineiramente.

Flanker
Visitante
Flanker

Se os caças de escolta não tinham plano de voo, tb está errado! Deveriam ter….pois faziam voo em local, data e rota pré-estabelecidos. Por que não tinham? Queriam dar uma de espertos?

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

É sério isso? Hehehehehe

Flanker
Visitante
Flanker

A pergunta foi pra mim??

Rprosa
Visitante
Rprosa

Flanker se vc prestar atenção ao texto verá que os caças da OTAN foram acionados em função dos caças russos não terem plano de voo, estarem com os transponders desligados e não reponderem aos chamados da torre de controle, ou seja havia o plano de voo para um TU-214, mas foram detectados pelo controle aéreo 3 aviões, e outra nada mais normal do que testar o tempo de resposta do inimigo, coisa corriqueira, russos fazem, americanos fazem, europeus e chineses também, e muito mi mi mi para pouca coisa, infelizmente esta geração nutela é dose.

Flanker
Visitante
Flanker

Sim…eu entendi. Os Sukhoi estavam voando “incógnitos por assim dizer. O que eu falei, é que desse modo, estavam agindo de forma errada. Estamos em época de paz. Não há porque voar sem transponder ou plano de voo. E para coletar tempos de resposta, ou o que quer que seja dos caças ocidentais, não precisa voar assim. Entendeu o que eu quis dizer? Quanto às interceptações, de ambos os “lados”, elas ocorrem há mais de 60 anos… Se a “geração nutella” foi pra mim, te enganas…daqui uns dias faço 50 anos….e tenho aversão à essas modernidades, politicamente corretas, e outras… Read more »

Gustavo
Visitante
Gustavo

Na primeira foto vi a bandeira da Marinha Russa, não sabia que eles operavam o Su-30. Interessante.

Douglas Rodrigues
Visitante
Douglas Rodrigues

Teremos algo parecido pelas bandas de cá quando a FAB tiver os Gripens NG?
Imagine um SU-30 venezuelano sendo interceptado por um Gripen NG brasileiro…

LBacelar
Visitante
LBacelar

Pra ser interceptado, o SU-30 MKV primeiro precisa voar rs

horatio nelson
Visitante
horatio nelson

pelo q sei os su-30 nunca adentraram no nosso espaço aereo…e se adentrarem os f-5 serão acionados…mais os su-30 da venezuela ja entraram no espaço aereo da colombia e foram interceptados pelos kfir´s

Douglas Rodrigues
Visitante
Douglas Rodrigues

O próprio Aéreo já noticiou uma possível invasão pelos idos de 2016… https://www.aereo.jor.br/2016/10/06/cacas-da-venezuela-podem-ter-invadido-espaco-aereo-brasileiro/

horatio nelson
Visitante
horatio nelson

essa suposta invasão não se confirmou até hoje…

Douglas Rodrigues
Visitante
Douglas Rodrigues

Ninguém descartou que não tivesse ocorrido também, talvez seja algo que apenas o pessoal do mais alto nível da FAB e do MD saibam…

Walfrido Strobel
Visitante
Walfrido Strobel

Estas interceptaçoes ocorrem sobre áreas internacionais entre países ou próximas sobre o mar, não tem como ocorrer entre o Brasil e Venezuela, a não ser que um país invada o outro, aí é um caso mais sério.
Não deve ser confundido com este circo armado pela OTAN em águas internacionais.

Flanker
Visitante
Flanker

Quanto ao circo, tb é armado pelos ruusos….visto que eles tb realizam interceptações de aviões da OTAN.

Super Tucano
Visitante
Super Tucano

Mas isso só acontecerá QUANDO o Brasil tiver os Gripens e SE a Venezuela ainda terá os SU-30.

Bruno Brasileiro
Visitante
Bruno Brasileiro

Já passou da hora do Gripen brasileiro voar

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

já está voando na Suécia

Flanker
Visitante
Flanker

O brasileiro, especificamente, ainda não. O primeiro deve voar nos próximos meses, lá na Suécia.

Éder
Visitante
Éder

Impressionante o quão raro e ver um caça russo com tanque externo de combustível.

Éder
Visitante
Éder

Impressionante o quão raro e ver um caça russo com tanque externo.

Daniel Ricardo Alves
Visitante
Daniel Ricardo Alves

Como é que funciona essas missões de reconhecimento dos russos? Eles entram no espaço aéreo de outros países ou ficam em espaço internacional? Porque se eles entrarem em espaço nacional, eles podem ser escoltados para uma base aérea e apreendidos por algum tempo, certo?

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Geralmente, o que acontece é que as aeronaves voam em espaço aéreo internacional, próximos dos limites nacionais. Russos muitas vezes sem transponder ligados, o que faz com que ocorra o acionamento das aeronaves em alerta. Mesmo em vôos até Kaliningrado, as aeronaves russas passam perto de espaço aéreo dos países bálticos, então a aeronave de alerta vai acompanhá-los tanto como uma forma de informar o controle de tráfego aéreo sobre rotas e velocidades, altitudes, etc., bem como para mostrar para os Russos que a OTAN está ali e pronta para defender o espaço aéreo de seus aliados em caso de… Read more »

Heitor
Visitante
Heitor

Parece que os russos gostam de fazer seus adversários gastarem dinheiro, o que é uma boa tática. Quanto dinheiro vai em cada incursão, cada vez que os caças são acionados. Manter caças no ar e em estado de alerta como na Hungria não deve ser barato…

JT8D
Visitante
JT8D

Bom, eu suponho que o querosene dos caças russos também não é grátis

Marcos R.
Visitante
Marcos R.

E um Su 30 gasta “um pouquinho” mais quite um Grypen…