Home Aviação de Transporte KC-390: Portugal assina contrato para aquisição de cinco aviões

KC-390: Portugal assina contrato para aquisição de cinco aviões

7587
118
Concepção do Embraer KC-390 da Força Aérea Portuguesa

Évora, Portugal, 22 de agosto de 2019 – O Governo de Portugal e a Embraer assinaram hoje, em cerimônia realizada nas instalações da Embraer, em Évora, o contrato para aquisição de cinco aviões de transporte multimissão KC-390, suporte e serviços e simulador de voo, como parte do processo de modernização das capacidades da Força Aérea Portuguesa para apoiar as operações das Forças Armadas de Portugal e aumentar a prontidão em missões de interesse público. As entregas estão programadas para começar em 2023.

O KC-390 foi desenvolvido para estabelecer novos padrões de eficiência e produtividade na sua categoria, apresentando ao mesmo tempo o menor custo do ciclo de vida do mercado. A aeronave cumpre os requisitos da Força Aérea Portuguesa sendo capaz de realizar diversas missões civis, incluindo apoio humanitário, evacuação médica, busca e salvamento e combate a incêndios florestais e acrescenta capacidades superiores de transporte e lançamento de carga e tropas, e reabastecimento em voo.

“Este é o coroamento de um criterioso processo de seleção que nos deixa orgulhosos, representando o ingresso do KC-390 no mercado internacional. O KC-390 atenderá às necessidades operacionais de Portugal, garantindo a capacidade de integração com as nações aliadas pelas próximas décadas”, afirmou Jackson Schneider, Presidente e CEO da Embraer Defesa & Segurança. “Este contrato reforça a parceria industrial entre Portugal e a Embraer, contribuindo para o desenvolvimento da engenharia e da indústria aeronáutica em Portugal”.

Portugal é o maior parceiro internacional do Programa KC-390 e a sua participação no desenvolvimento e na produção da aeronave é reconhecida como tendo tido um impacto económico positivo na geração de empregos, novos investimentos, aumento de exportações e avanços tecnológicos.

O KC-390 recebeu o Certificado de Tipo da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) do Brasil em 2018 e está em plena produção seriada. A entrada em serviço da aeronave está prevista para o terceiro trimestre de 2019 com a Força Aérea Brasileira (FAB) e mais entregas esperadas no decorrer do ano.

Legenda (esquerda para direita): Comandante da Força Aérea Portuguesa, General Joaquim Borrego; Primeiro-ministro de Portugal, António Costa; e Presidente da Embraer Defesa & Segurança, Jackson Schneider, durante cerimônia para assinatura de contrato para aquisição do KC-390, realizada nas instalações da Embraer, em Évora, Portugal, em 22 de agosto de 2019.

Cockpit do Embraer KC-390
Cockpit do Embraer KC-390

Vista em corte do KC-390. Clique na imagem para ampliar
Vista em corte do KC-390. Clique na imagem para ampliar
KC-390 configurado para combate a incêndios

Na sequência de imagens, exemplos de configurações de carga do KC-390:
7 pallets 463L (dois deles sobre a rampa); 3 veículos
Humvee; 1 veículo blindado LAV-25; 1 helicóptero Blackhawk, 
entre outras possíveis

Sobre a Embraer

Empresa aeroespacial global com sede no Brasil, a Embraer completa 50 anos de atuação nos segmentos de Aviação Comercial, Aviação Executiva, Defesa & Segurança, Aviação Agrícola. A Companhia projeta, desenvolve, fabrica e comercializa aeronaves e sistemas, além de fornecer Serviços & Suporte a clientes no pós-venda.

Desde que foi fundada, em 1969, a Embraer já entregou mais de 8 mil aeronaves. Em média, a cada 10 segundos uma aeronave fabricada pela Embraer decola de algum lugar do mundo, transportando anualmente mais de 145 milhões de passageiros.

A Embraer é líder na fabricação de jatos comerciais de até 150 assentos e a principal exportadora de bens de alto valor agregado do Brasil. A empresa mantém unidades industriais, escritórios, centros de serviço e de distribuição de peças, entre outras atividades, nas Américas, África, Ásia e Europa.

DIVULGAÇÃO: Embraer

118
Deixe um comentário

avatar
39 Comment threads
79 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
71 Comment authors
Vitor SilvaCoutinhoCarlos GilGuilherme PoggioCarlos Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Guilherme
Visitante
Guilherme

Bacana demais. Parabéns aos envolvidos.

DOUGLAS TARGINO
Visitante
DOUGLAS TARGINO

Muito bom, quem sabe daqui a uns 10 anos não fazem mais uma compra igual?

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

E ainda tinha gente que duvidava do negócio só por causa de atualização de sistemas nos Hércules Portugueses.

Ricardo Tregeira
Visitante
Ricardo Tregeira

Essa atualização foi feita como manobra de pressão e numa altura em que as negociações estavam tremidas

Helder Lopes
Visitante
Helder Lopes

Essa atualização foi feita porque sem ela os Hércules Portugueses não poderiam voar no espaço aéreo Europeu e porque o KC390 ainda vai demorar alguns anos a ser entregue a Portugal.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Exatamente isso, Helder.

Vitor Silva
Visitante
Vitor Silva

A atualização foi feita porque, os C-130H já tinham restrições de voo no espaço único Europeu. Logo foi necessário instalar sistemas anti colisão, modernização das comunicações e dos sistema de navegação.

Fabio Araujo
Visitante
Fabio Araujo

Brasil e Portugal carregados, carregando Hungria …

luiz antonio
Visitante
luiz antonio

Parabéns a todos da Embraer e para a Cliente-Conceito desse projeto. O momento é estratégico para essa aeronave estabelecer um divisor de águas em sua categoria, portanto senhores de marketing da Embraer, mãos à obra. O produto está aí e já com o segundo cliente, agora na Europa.

luiz antonio
Visitante
luiz antonio

Cliente-Conceito = Força Aérea Brasileira

Hélio
Visitante
Hélio

O que o Kc tem para ser considerado um divisor de águas na categoria?

luiz antonio
Visitante
luiz antonio

Na minha visão, Essa categoria, definida pelas capacidades de carga aliás e características operacionais, sempre foi atendida por turbo-hélices (vide C-130 e suas variações, um sucesso há muitos anos) e agora o KC-390 propõe um novo perfil operacional em um contexto de mercado também diferente, no que se refere a usuários.

Sérgio Luís
Visitante
Sérgio Luís

Pintura em cinza claro muito bela também!

João Moro
Visitante
João Moro

Boa notícia!
Espero que mais países fiquem interessados como a Argentina, a Colômbia, o Chile, a República Tcheca, a Hungria, a Bolívia e que comprem como Portugal. Serão mais divisas para o Brasil, menor custo de manutenção e aquisição, mais empregos, etc.

Gil
Visitante
Gil

Esqueçe a Argentina, eles estão vendendo o almoço pra comprar a janta.

Maus
Visitante
Maus

Argentina estará lascada com qualquer candidato que vença.

fico só observando
Visitante
fico só observando

QUEM agradece e os E.U.A

Coutinho
Visitante
Coutinho

Porque? A Lockheed dona do Hercules é americana e perdeu a chance de efetuar esta venda.

Marcos Andrey
Visitante
Marcos Andrey

Vai sonhando com a Argentina!!!!

João Moro
Visitante
João Moro

Pessoal, o meu comentário está claro que há interesse da Argentina, mas se ela tem condições de comprar é outra questão.
E concordo com vocês que a Argentina não tem condições de adquirir equipamentos militares desta envergadura e até usados.

MFB
Visitante
MFB

Argentina não pode comprar nem cesna atualmente

João Moro
Visitante
João Moro

Rsrsrs

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

Aquela bolacha com a baleia, é o apelido que os pilotos de teste da Embraer estão dando à aeronave? “Baleia” ou “Orca”?

Bruno Correia
Visitante
Bruno Correia

Prefiro “Orca”. A bolacha está linda.

Camargoer
Visitante

“free willy”

Fabrízio
Visitante
Fabrízio

Na bolacha, aparecem tanques subalares. Na versão de produção é possível essa configuração?

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Não são tanques subalares, são representações dos pods que abrigam as mangueiras e cestas de reabastecimento em voo

Fabrízio
Visitante
Fabrízio

Obrigado Nunão!

Denis
Visitante
Denis

Gostaria que fosse “Jubarte”.

Maurício.
Visitante
Maurício.

Um F-5 com uma configuração não muito usual durante testes de reabastecimento com o KC aqui no RS.
https://www.instagram.com/p/B1aIZM8lo0E/?igshid=1g8fg59hkrzmt

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

Extremamente rara config eu diria. Nunca, jamais em 30 anos de hobby eu tinha visto um F-5E da FAB desse jeito. Imediatamente salvo no PC para futuras olhadas.

Aliás, essa foto meio que conclui uma conversa que tive com alguém aqui no PA, não lembro se foi o Bob Santana ou o Poggio, sobre o F-5E poder ou não voar com tal configuração:

comment image

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

A foto foi tirada em 18/08/2019, portanto bastante recente:

https://www.jetphotos.com/photo/9411514

Walfrido Strobel
Visitante
Walfrido Strobel

A Indonésia usava o F-5E com 3 tanques externos em missões de patrulha de fronteira, depois feitas no Hawk mk 209.
. https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcSS8DT4rVkfANzfJckHTy78cHCkZXfP3aoQdX0RhaxlKLzqkKrFhw

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

Achei com resolução maior:

comment image

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

Essa outra com os tanques em voo:

comment image

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz
alexandre
Visitante
alexandre

Pode voar , mas perna bem curta e alijar os tanques em caso de combate, imagine um mosquito carregado ? normalmente, é só um tanque no centerline..

Guilherme Poggio
Editor
Famed Member

Clésio, acho que a discussão foi com o Roberto Santana e não comigo.

Walfrido Strobel
Visitante
Walfrido Strobel

Estranhei a cor do primeiro ministro, quase negro, não sabia que tinha portugueses negros. Imaginei ser de origem de uma ex-colônia africana.
Fui pesquisar e vi que sua família é originária de Goa, uma antiga colonia na Índia.
.comment image

Hcosta
Visitante
Hcosta

Pela mesma lógica, não existem negros brasileiros.

Hélio
Visitante
Hélio

E nem brancos, os nativos brasileiros são indígenas, preto ou branco é imigrante.

Walfrido Strobel
Visitante
Walfrido Strobel

Aqui nós tivemos mão de obra escrava em quantidade, diferente da família do 1 Ministro que é oriunda de ex-colônia. Não é a mesma lógica.
Eu citei acima porque conheço vários portugueses em Curitiba onde nasci e aqui em Salvador onde moro e nenhum é negro, todos brancos com cabelo escuro.

William Duarte
Visitante
William Duarte

Farrokh Bulsara nasceu na Tanzania era branco, Edson Arantes do Nascimento nasceu no Brasil e é negro, já eu também nasci no Brasil e meu apelido quando morava em Brasilia era “Alemão”, Portugal foi uma das maiores potência colonial entre o Séc XVI ao XX, a merda se ele fosse verde, ai seria a prova que Portugal colonizou Marte também. A proposito Farrokh Bulsara é o verdadeiro nome do Freddie Mercury. Rsss

Cinturão de Orion
Visitante
Cinturão de Orion

Do ponto de vista racial, os Indianos, apesar de sua pele caracteristicamente escura, não são “negros”, e sim o resultado da miscigenação das raças “vermelhas” e “amarelas” migratórias, com a dos “indígenas” naturais da Austrália, os Aborígenes.

Antonio Palhares
Visitante
Antonio Palhares

WALFRIDO.
Eu encontrei português chines. O cara era de Macau.

Vitor Silva
Visitante
Vitor Silva

Sim é verdade o PM António Costa é nativo de Goa, mas já está á muito tempo em Portugal, começo a sua carreira politica na JS nos anos 70, Ministro da Administração Interna e da Justiça, Presidente da CM Lisboa, entre outros cargos menores… até chegar a 1º Ministro desde à 4 anos

Mauro
Visitante
Mauro

Grande dia…

Willber Rodrigues
Visitante
Willber Rodrigues

Meus parabens a EMBRAER pela venda, e meus parabens a Portugal e sua Força Aérea por adquirirem uma aeronave de qualidade.
Quem seriam os possíveis compradores futuros?

Maus
Visitante
Maus

US Air Force?

Cinturão de Orion
Visitante
Cinturão de Orion

Vai ser.

Ricardo Bigliazzi
Visitante
Ricardo Bigliazzi

Também acho! Decisão mais do que lógica

MBP77
Visitante
MBP77

Hungria está sendo cortejada.
Vamos ver se dá casamento.
Sds.

Wellington Rossi Kramer
Visitante
Wellington Rossi Kramer

Vendo a foto do cockpit fiquei me perguntando se o manche/joystick do lado esquerdo não confunde a cabeça do piloto? Deixo para os pilotos comentarem.

João Adaime
Visitante
João Adaime

Caro Wellington
Perguntei para meu filho que é comandante do A 320 da Azul e ele disse que não.
Eu sou completamente incapaz de serviços de precisão com a mão esquerda. Sua dúvida também era a minha.
Abraço

Wellington Rossi Kramer
Visitante
Wellington Rossi Kramer

Obrigado pela resposta João Adaime.

Daniel
Visitante
Daniel

Em manches convencionais o piloto também utiliza majoritariamente somente a mão esquerda.

horatio nelson
Visitante
horatio nelson

não sei se estou falando besteira mas seria um bom momento para testar a função de combate a incêndio…só acho.

Hcosta
Visitante
Hcosta

A função de combate a incêndios, apesar de ser tecnicamente possível, é irrelevante. Há outros tipos de aviões, como os anfíbios da Canadair, que são muito mais eficazes em qualquer sentido.

horatio nelson
Visitante
horatio nelson

eu falei testar

Farroupilha
Visitante
Farroupilha

Os canadair scooper são perfeitos para os milhares de rios com boa água doce, ideal para incêndios, que a amazônia possui. É inaceitável que o Brasil não tenha alguns deles já há anos operando pelo país.

João Moro
Visitante
João Moro

Se não tem, é culpa dos governos anteriores que preferiram assaltar os cofres públicos em vez de investir em serviços para a sociedade.

teropode
Visitante

Os M-200 russos são imbatíveis, vamu torcer para que o G7 resolva comprar 4 e nos presentear com eles , se pagarem o IPVA também ai é a glória.

Space jockey
Visitante
Space jockey

Achei feinha a cor deles, muito clara.

Vilha
Visitante
Vilha

A imagem parece estar com muitos efeitos. Acaba que da essa impressão, vamos aguardar mais fotos.

Ironcop
Visitante
Foxtrot
Visitante
Foxtrot

Bacana mesmo.
Parece que será novo sucesso de mercado.
Pena que agora a Boing domina tudo.
Agora que camuflagem horrível essa usada pela FAB.
Será que colocarão todos os KC-390 estacionados em uma base na Amazônia?
Daí o camuflado.
Seria mais interessante um cinza chumbo ou preto mesmo.
Feio de mais a pintura de nosso Aviões viu !

Gabriel BR
Visitante
Gabriel BR

A Hungria pode se juntar em breve ao clube

Cinturão de Orion
Visitante
Cinturão de Orion

Finalmente, o coroamento de toda uma história de visão, crença, trabalho e esperança. São “vidas” – e Famílias – que agora se jubilam e colhem, com orgulho, a satisfação de verem concretizados seus esforços. Parabéns a todos os que participaram da concretização do KC 390.

Papan
Visitante
Papan

Parabéns!!! Cinco de muitos que virão!!!

Gustavo
Visitante
Gustavo

Se a pintura for a mesma da maquete, vai ficar bonito ein!

Pedro
Visitante
Pedro

Pessoal,

Boa tarde. Tentando sair da óptica meramente militar, industrial e entrando na óptica financeira, vejo, vários “analistas” informando que o programa kc-390 é um fiasco, inclusive, não indicam a compra de ações da embraer/boeing em razão do alto custo envolvido no desenvolvimento e tudo o mais que serve de análise para o setor financeiro.

O que vocês acham disto?

GFC_RJ
Visitante
GFC_RJ

Não faz o menor sentido. 1- Com a venda da área comercial para a Boeing, mais de 5BB USD, a estrutura de endividamento do grupo só não vai estar bem estruturada se não quiserem, porque a entrada de caixa vai ser forte. 2- Todo novo produto tem um ciclo de vida e ele vai entrar agora na fase de maturação, que é de onde vai efetivamente faturar… E põe aí por um par de 3 ou 4 décadas, porque o produto é bom. 3- Se contrata um projeto e não somente um avião. Nele está envolvido suporte logístico e manutenção,… Read more »

Leo
Visitante
Leo

Boa tarde a todos, é meu primeiro comentário, venho sempre acompanhando o site e os cometários, muitos deles agregam muito, tenho uma pergunta, qual seria a cor ideal para as aeronaves na FAB e por que? Pode-se separar as cores para cada finalidade da aeronave e região em que ela atua? Por exemplo, cinza para os caças e esta cor verde e azul para o KC atuar na região amazonica?

Agradeço a atenção de todos.

Tomcat4.0
Visitante
Tomcat4.0

Eita bichão bonito já garantiu o garoto propaganda na Otam/EuroÁsia. Parabéns A EDS !!!

Joao Argolo
Visitante
Farroupilha
Visitante
Farroupilha

Desculpe!
Mas eu e muitos outros não damos mais ibope para essa empresa da mídia, que é objetivamente contra a família brasileira.

Felipe
Visitante
Felipe

Pergunta séria: Qual empresa da mídia você recomenda como fonte de informação? Não vale dizer, “este site”, este portal aqui é midia especializada e óbvio não atinge o grande público, das mídias de massa que o povão realmente acessa qual você daria ibope?

p.s.: Às vezes fico com “pena” das grandes redes de mídia, apanham da direita, da esquerda e do centro, todo mundo enxerga que Globo e companhia estão contra eles quando na minha opinião estas empresas não estão contra ninguém, estão sim, como todas as outras empresas de qualquer setor, à favor de fazer dinheiro.

Joao Argolo
Visitante
Joao Argolo

Entendo. Infelizmente não tem quem possa atirar a primeira pedra. Os próprios editores acabam de publicar sobre o Gripen baseado em vídeo do Fantástico. Nesse caso o que vale é a informação. De resto concordo com vc.

Farroupilha
Visitante
Farroupilha

Sim pontualmente há boas coisas. Citaria o muito bom Globo Repórter e o antigo, o primeiro, Sítio do Pica Pau Amarelo.
Mas como já sou velho – na contabilidade geral dessa empresas fica nítido o trabalho negativo contra os bons costumes e contra a família tradicional brasileira ao longo de sua existência. Fora a manipulação pesada do seu noticiário.
O Brasil ganha ou perde com essa empresa? Perde.

Luís Sousa
Visitante
Luís Sousa
Luiz Trindade
Visitante
Luiz Trindade

Bom demais com diz nossos colegas das terras de Minas Gerais… Conseguimos dar um chute no C-130 Hércules. Que essas encomendas sejam primeira de muitas.
Parabéns Embraer.

Rommelqe
Visitante
Rommelqe

Assim que forem divulgados resultados positivos quanto a operar em pistas rústicas vão quintuplicar as vendas.

GFC_RJ
Visitante
GFC_RJ

Cara… Só fazer 1 ano de missões na Antártida, hoje feitas com Hércules, que vai demonstrar muita capacidade do produto.
No verão pousando naquela pista chilena bem complicada e no inverno largando carga a baixíssima altura. Ambas p…a operações complexas.
E o melhor de tudo, viagens e operações de carga e descarga bem mais rápidas do que com o Hércules.
É f…a, sou até suspeito pra falar porque fiquei fã deste avião. Ele tira onda demais!

RENAN
Visitante
RENAN

Um cliente importante
Espero que venha mais 50 novos clientes após este primeiro.
Parabéns ao idealizador do projeto e a todos que o desenvolveram
Parabéns a FAB

Rommelqe
Visitante
Rommelqe

Na funçao anti incendio florestal esse aviao sera imbativel. Estava olhando, no site Cavok, a materia a respeito da contrataçao pela Bolivia de um 747-400 supertanker para combate a incendios na fronteira com o Brasil; esse transporta por volta de 73.000 litros de fluido. Um kc390 vai poder dispersar algo em torno de 19.000 litros, ou diriam, “só” ~ 27% ! Mas em qual pista um 747 assim pode pousar? Perto de alguma fonte de agua? Assim acredito que dois Kc390 facilmente superam o desempenho do 747 , sem dizer que nas horas vagas fazem “um monte de outras coisas”!

teropode
Visitante

Se não convidarem o M-200 a festa perde a graça , ele dispensa pistas e pontos de reabastecimento , deu um show em Portugal e na Colômbia.

Hcosta
Visitante
Hcosta

Os Canadair são muito melhores. Enquanto um desses vai recarregar o Canadair já fez várias descargas, por um custo muito menor e com uma maior eficácia.

Rommelqe
Visitante
Rommelqe

É claro que dois avioes, por exemplo, podem atacar duas distintas frontes voltar à fonte de reabastecimento e retornar ao incendio de forma muita mais agil e rapida do que um 747! Outros concorrentes que venham tambem!

cwb
Visitante
cwb

boa noite!
não li os comentários, desculpa a todos por isso, prometo ler depois!
vou deixar uma pergunta!
quanto custa um avião bombeiro?
o dinheiro das recebido pelas ongs da parte da alemanha e noruega se fosse colocado num fundo não daria para comprar,manter um avião desses?
aguardo a resposta e os likes e dislikes…
abraço a todos

Farroupilha
Visitante
Farroupilha

Se sua preocupação é com a amazônia, o melhor avião bombeiro é o que pode se reabastecer de água sozinho nos milhares de rios da região.
A amazônia é enorme e também teria que se planejar toda uma logística para reabastecimento do combustível da aeronave dependendo do lugar da região do incêndio.
Quem sabe um hidroavião de combate a incêndios seja o mais indicado para a amazônia.
Dica de avião que o Brasil deveria estar operando há anos pela amazônia: Canadair Scooper

Rommelqe
Visitante
Rommelqe

Caro Farroupilha: concordo que o scooper tem tudo a ver com a funçao Mas ainda prefiro ter 6 dos 28 kc390 aptos a serem desdobrados a qualquer momento…. um sccoper , talvezdois, seriam pela funçao restrita muito mais caros. Abs

Douglas Falcão
Visitante
Douglas Falcão

Parafraseando Bolsonaro: “Grande dia!!”… Há que considerarmos, estamos enfrentado uma lenda revigorada, o Super Hercules, que já mostrou capacidades, ainda que “circenses” ao fazer um looping em Farnborough

Antunes 1980
Visitante
Antunes 1980

E a porteira vai se abrindo. Que venham mais e mais pedidos. Parabéns !

Ricardo Bigliazzi
Visitante
Ricardo Bigliazzi

Que legal!!! Muito bom!!! Parabéns a todos!!!!

GUPPY
Visitante
GUPPY

Parabéns a todos os envolvidos com a concretização desse avião. E também à Força Aérea Portuguesa que vai dispor de um moderníssimo KC.

Luiz Floriano Alves
Visitante

Quem está sugerindo combater os incêndios da Amazônia com aeronaves nunca esteve por lá. Sem noção do que são os incêndios florestais da selva. Se considerarmos incêndios verificados em Portugal, Grécia e Espanha, veremos que só acabaram com as chuvas. A carga combustível e as áreas abrangidas, nas nossas florestas estão fora do alcance dos aviões existentes. Precisaríamos de uma logística de grande vulto e uma infraestrutura aeroportuária inexistente. É irrelevante que meia duzia de cargueiros fiquem despejando água condicionada com retardantes nestas imensas paragens..

Farroupilha
Visitante
Farroupilha

Luiz Floriano Alves, mesmo que não fosse o ideal, seria importante no quesito marketing político internacional. A imprensa mundial deveria receber a notícia que implantamos ao menos uma Base Operacional Contra Incêndios Amazônicos, dotada de alguns aviões dedicados. 2 ou 3 Canadair Scooper recolhendo e despejando água produziriam imagens contundentes. O mundo hoje vive muito mais de imagens que palavras.
ACORDA! General Heleno.

rommelqe
Visitante
rommelqe

Luiz ja trabalhei muito e em vários lugares da Amazonia. Sei o que é… mas concordo com suas colocações em termos. É lógico que um incêndio de proporções amazonicas não é extinguivel meramente com o auxílio de aviões. Como vc mesmo disse, o uso das aeronaves bombeiras exige um trabalho de logistica, estratégia e tática adequadas. O que normalmente se faz (ou se deveria fazer) é extinguir em frentes específicas, tentando impedir a progressão para áreas habitadas e/ou mais importantes. Os incêndios californianos e portugueses são exemplos; a idéia é pelo menos mitigar enquanto não chove….Isso também sem considerar que… Read more »

Saldanha da Gama
Visitante
Saldanha da Gama

Quando começar a voar em Portugal, vai vender mais que aquecedor para esquimó

Helio Eduardo
Visitante
Helio Eduardo

Sempre botei uma fé imensa neste projeto, tomara que ele conquiste o espaço que merece.
Sei que a “batalha” por um espaço nesse mercado é cruel demais, mas acredito que pela excelência do projeto o KC390 tenha reais chances de sucesso.

Comanf
Visitante

Com a quantidade de territorios ultra marinhos, mais os de influencia portuguesa, e ainda as operacoes da NATO os senhores redatores estarao ocupadissimos pra nos trazer materias exclusivas!!! 🙂
Ja estou reservando um espaco na minha sala para o poster do KapaCe-390 ( ninguem resolveu ‘batizar’ esse aviao ainda??! ) sobrevoando a Ilha da Madeira 🙂 🙂

Carlos
Visitante
Carlos

como Português e ex-militar da Força Aérea, um terrível negócio. Uma aeronave sem provas dadas, a Embraer só está em Portugal por benefício fiscal na fábrica que instalaram, o avião apenas foi comprado por questão política nada mais.

Guilherme Poggio
Editor
Famed Member

Prezado Carlos, você está correto. Aeronaves militares são adquiriras por questões políticas. Nenhuma Força Aérea sai por aí fazendo licitação de menor preço ou comprando a que “vende mais”. Envolve muitas questões que vão desde a política externa até a política interna.

Carlos
Visitante
Carlos

Exacto, esta infelizmente foi mais uma delas, nós na FAP temos tudo com os C-130 os Americanos até por menos dinheiro que esses 5 modernizavam tudo e ficava operacional, mas então…

luiz antonio
Visitante
luiz antonio

Discordo. Aeronaves só são compradas por questões políticas em governos discutíveis. Nenhum operador (Forças Aéreas neste caso) comprariam “apenas por questões políticas”, pois seriam coniventes com a seriedade dos governos que as sustentam. Não é bem assim. A escolha de uma aeronave é pautada sim por questões políticas, porém sustentadas por critérios técnicos definidos pelo operador que é aquele que vai receber o produto. Se fosse apenas política a FAB operaria Rafale e não Gripen.
Abraços

Carlos
Visitante
Carlos

Aqui não é nem nunca foi assim, quem manda aqui pela CRP é o governo, militares dão parecer mas termina ai, isso é tudo fantasia, A França tanto queria o A400 como o C-130J por causa dos Americanos que pressionaram o Macron, aqui foi Política pura e dura, o que se passa ai no Brasil desconheço, aqui sei.

Carlos Gil
Visitante
Carlos Gil

Independentemente do que venha a ser a carreira do KC-390, a compra deste ou outro avião concorrente seria sempre uma opção política, e num país como Portugal (e na maior parte dos países do mundo) com fundamentos económicos. Portugal é um dos países fornecedores de I&D e componentes deste produto, como tal o sucesso desta aeronave é uma oportunidade de um salto qualitativo para o cluster aeronáutico do país. Temos uma geração de jovens adultos, formados, com potencial para alterar o nosso paradigma económico; se não lhes for possível fazê-lo em Portugal, os melhores irão fazê-lo noutros países. Portugal precisa… Read more »

Carlos
Visitante
Carlos

Questões económicas por um lado, mas mesmo assim, a fábrica em já mandou gente para a rua no fim dos contratos, colocar uma fábrica no meio do Alentejo um pouco longe do mar, só mesmo com benefícios fiscais, questões operacionais totalmente diferente, com os C-130 modernizados que era uma opção discutida em 2010 e nos anos seguintes até 2017, estava em cima da mesa e só nessa opções não faltavam, mas alguém se lembrou de um tal tratado de amizade assinado em 2000, ou Portugal se aliava a alguém de peso ou então deixem se de estar quietos simples, fala… Read more »

rommelqe
Visitante
rommelqe

Prezado Carlos: mas enfim, o fato é que Portugal necessita de vetores com esta morfologia e a opção pelo KC390 está conexa com decisões já tomadas há anos, concordas? Veja que, conforme foi registrado na matéria, um seu colega frisou ter sido movimentado algo em torno de 3.500.000.000, 00 de Euros em volta deste tema, com um retorno muito significativo para Portugal, terra de meu avô. Grande abraço.

Carlos
Visitante
Carlos

A situação é assim, não é que seja mau avião, o que ninguém sabe porque trata se de um protótipo basicamente, por esse valor astronómico é completamente surrealista, a Embraer instalou cá para precisamente “vender” como qualquer empresa fez, este “governo” cá quem nem sequer foi eleito apenas tomou com base em critérios desmesuráveis, quando o anterior chefe da FAP tinha uma proposta bem melhor, mas ficou assim infelizmente, ruim mesmo.

Rommelqe
Visitante
Rommelqe

Prezado Carlos: o montante aplicado refere-se ao custo dos vetores propriamente ditos mais, simplificamente, os custos de manutençao ao longo de toda a vida util , mais outrasparcelas que incluem simulafor de voo, treinamento, varios equipamentos embarcados, etc. Cotejar com os custos de novos C130 requer que sejam homigeneizadis todos os fatores pertinentes.

Carlos
Visitante
Carlos

Continua a ser demasiado, se bem que o A400 era mais caro, mas este como avião novo sem provas dadas, esses simuladores, treinamento, equipamento não chegaria aos 50 milhões de euros, foi inflacionado para compensar custos de investimento, por ess valor eram mais 3-4 aviões.