Home Aviação de Ataque Singapura vai esperar falhas no F-35 serem resolvidas; aquisição só em 2030

Singapura vai esperar falhas no F-35 serem resolvidas; aquisição só em 2030

4885
76
Mockup do F-35 em Singapura

SINGAPURA – Há “um longo caminho” para que falhas técnicas nos jatos F-35 Joint Strike Fighter sejam resolvidas antes de serem entregues a Singapura por volta de 2030 – supondo que a venda seja aprovada, disse o ministro da Defesa Ng Eng Hen.

“Apenas pelo grande número de pedidos que já foram feitos e … terão que ser entregues, as falhas terão que ser resolvidas e serão resolvidas”, disse Ng a repórteres na última sexta-feira (28) em uma entrevista em Murai Camp para marcas o Dia das Forças Armadas de Singapura, que acontece nessa segunda-feira.

A segurança do jato tem sido o centro das atenções depois de um acidente no início deste ano, e relatos de falhas que poderiam arriscar a segurança do piloto e dificultar o sucesso da missão.

Em abril, uma aeronave japonesa F-35A – uma das três variantes do F-35 – caiu no Oceano Pacífico durante uma missão de treinamento, levando o Japão a estacionar sua frota temporariamente.

Separadamente, falhas no jato supostamente incluem aumentos de pressão no cockpit – o compartimento onde fica o piloto – causando dor no ouvido e na face.

O Ministério da Defesa de Singapura (Mindef) – que planeja comprar quatro aviões F-35, com a opção de outros oito – disse na esteira do acidente do avião que garantiria que o F-35 fosse “seguro para operar” antes de adquiri-lo .

Questionado sobre como a Mindef iria acalmar ainda mais as preocupações do público com a segurança do jato, o Dr. Ng disse na sexta-feira: “Estamos em contato com as agências e autoridades para ter uma boa análise.

“Mas, supondo que tenhamos aprovação para os F-35s, você está falando de uma entrega no período de 2030. Então, isso é tempo suficiente para que falhas técnicas sejam resolvidas”.

FONTE: Today Online

Subscribe
Notify of
guest
76 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Cavalo-do-Cão
Cavalo-do-Cão
1 ano atrás

Kkkkk..Vai ter que esperar muuiiitttooo então…. 😀

Washington Menezes
Washington Menezes
Reply to  Cavalo-do-Cão
1 ano atrás

Isto que é confiança, esperar dez anos para resolver os problemas.

Junior
Junior
Reply to  Washington Menezes
1 ano atrás

Amigo não se trata da compra de um carro 1.0, trata-se de um vetor caríssimo que deve servir o país décadas, em nações que levam defesa a sério isso começa a ser discutido com muita antecedência

Denis
Denis
Reply to  Cavalo-do-Cão
1 ano atrás

Vão comprar é NUNCA!

Chris
Chris
Reply to  Cavalo-do-Cão
1 ano atrás

E podem esperar bem tranquilos… Com seus F-16 e F-15 !

Os F-16 de Israel estão atacando ate DAMASCO… E nada de S-300, S-400, etc, intercepta-los !

kevinbuenuu
Reply to  Chris
1 ano atrás

S-400 na Síria? Oohh desinformação hein…

Paulo V S Maffi
Paulo V S Maffi
1 ano atrás

Esperar = Mais F-15 para Cingapura!

Walfrido Strobel
Walfrido Strobel
1 ano atrás

De idiota eles não tem nada, vão segurando a onda com seus F-15, F-16 e F-5 sem pressa.

Walfrido Strobel
Walfrido Strobel
1 ano atrás

Estão bem. 40F-15 e 60 F-16C/D com um território menor que a cidade de São Paulo.
. https://encrypted-tbn2.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcRFa2vLqAR5oskG0kAkB2LNYtLeql_hWgg3jNO05tMdTclBDSiyf3O2aB6XAQ

DomSaf
DomSaf
Reply to  Walfrido Strobel
1 ano atrás

Seriedade maior que Banarnia

Vitor Silva
Vitor Silva
Reply to  DomSaf
1 ano atrás

Heis uma atitude sensata e inteligênte por parte de Singapura. Espero bem que os problemas se resolvem todos até 2030!
Podia-mos apontar mais para 2032-2034, porque penso que em 2040 já não vale mesmo a pena a compra, ai já haverá aviões da 6ºgeração pelo menos para alguns Países.

francisco
francisco
Reply to  DomSaf
1 ano atrás

A republiqueta da cocaiana quer obrigar os outros paises a comprar uma pocaria voadora cheia de defeitos.

Daniel
Daniel
Reply to  Walfrido Strobel
1 ano atrás

Como que conseguem “voar” esta grande quantidade de caças, num território tão reduzido?

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
Reply to  Daniel
1 ano atrás

Decola um de cada vez, quando o outro volta, vai outro, senão congestiona o espaço aéreo!!!!

Daniel
Daniel
Reply to  Marcelo Andrade
1 ano atrás

Em decorrência disso, será que não é exagero ter tudo isto no inventário?
Acredito que uns 20 caças estaria de bom tamanho.

Vitor Silva
Vitor Silva
Reply to  Daniel
1 ano atrás

Não precisam de voar todos ao mesmo tempo. Alguns em manutenção, outros em reserva, outros em treino e outros destacados no estrangeiro, no caso de haver acordos com Países Amigos.

Antoniokings
Antoniokings
1 ano atrás

Melhor esperar sentado para não cansar.

Paulo
Paulo
Reply to  Antoniokings
1 ano atrás

Pior seria se tivesse que esperar pelo SU (kata) 57.

PauloSollo
Reply to  Antoniokings
1 ano atrás

E vão esperar e comprar pois é a única opção real de 5G no mercado e todo mundo quer. SU-57 e J-20, ninguém nem considera.

Chris
Chris
Reply to  Antoniokings
1 ano atrás

Nem precisa comprar…. Estão muito bem com o que possuem !

Os F-16 de Israel estão atacando ate DAMASCO… E como sempre, sem perdas, nada de S-200, S-300 ou S-400 intercepta-los (E dispararam tentando acertar) !

Imagine se fosse com o F-35 !

Israel passeia no céu da Siria… Não é pra menos que todo mundo quer é os caças americanos…

PACRF
PACRF
Reply to  Chris
1 ano atrás

A questão não é “só” equipamento. Dá para comparar um piloto israelense com um operador de mísseis anti-aéreos sírio? É provável que as forças armadas de Israel sejam uma das mais bem treinadas física e intelectualmente do mundo.

Antunes 1980
Antunes 1980
1 ano atrás

Depois talvez não tenha outra oportunidade de adquirir o F-35.
Os Estados Unidos não são assim tão compreensivos.
Abre o olho Singapura.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Antunes 1980
1 ano atrás

Parece que os políticos da Noruega estão furibundos também com esse projeto.
Reclamam, principalmente, dos custos altíssimos e do saco sem fundo que ele se tornou.

Aurinho
Aurinho
1 ano atrás

Melhor esperar até 2040.

Clésio Luiz
Clésio Luiz
1 ano atrás

Eles não estão nadando em dinheiro a toa, não caem em conto de vendedor.

Paulo Costa
Paulo Costa
1 ano atrás

“seguro para operar” ele com certeza ja é ha muito tempo, por isso esse caça foi aprovado e adquirido por tantos países. Somente pessoas ingenuas ou de ma fé acreditam que quem comprou o F-35 comprou obrigado ou nao fez estudos detalhados sobre o avião, sabendo seus pros e contras, ate a FAB faz isso imagina Países desenvolvidos como o Japão, Reino unido e outros. Com certeza falhas acontecem com qualquer aeronaves ou equipamento militar novo, mas a pergunta que fica é pra que Singapura uma ilhota minuscula quer F-35 ? e do que adianta comprar apenas 04 ou 08… Read more »

André Macedo
André Macedo
Reply to  Paulo Costa
1 ano atrás

Será que os 15 operadores, incluindo alguns que você citou, que compraram as mais de 2000 unidades do F-104 “Widowmaker” (atenção pro apelido) fizeram esses estudos detalhados também? Não adiantou muito então né? Na verdade, eu diria que somente pessoas ingênuas ou de ma fé acreditam que quem comprou o F-35 o fez apenas por critérios técnicos, avião seguro pra voar não pega fogo em voo nem desaparece no meio do mar… As “falhas” que você cita são semelhantes a um carro que se dirige sozinho mas tem pneus de péssima qualidade, não se justificam pelo fato dele ser “revolucionário”,… Read more »

JPC3
JPC3
Reply to  André Macedo
1 ano atrás

Então nenhum avião no mundo é seguro, pois daria citar diversos outros que caíram por falhas mecânicas e incendiaram em voo.

André Macedo
André Macedo
Reply to  JPC3
1 ano atrás

Pode citar um com o mesmo número de incidentes/acidentes que o F-35 no mesmo período de tempo, ou mesmo com um número semelhante? Respondendo ao seu comentário abaixo, não se mede a segurança de uma aeronave apenas pelo “número de quedas”

JPC3
JPC3
Reply to  André Macedo
1 ano atrás

F-16, Harrier, Mig-23, Yak-38, todos fazedores de viúvas.
Inclusive existe até um filme sobre viúvas do F-16.

Amigo, você leu sobre o desenvolvimento e introdução de outras aeronaves?

Foi um F-35 que caiu em 140.000 horas de voo e nós nem sabemos se foi por erro na manutenção.

Só por comparação o Su-57 já pegou fogo duas vezes, no Mig-29 quatro foram perdidos antes de iniciar a produção. No J-15 chinês três sofreram acidentes graves por causa do sistema de controle de voo.

Tem alguma fonte séria afirmando que a aeronave não é segura e os pilotos estão correndo perigo?

JPC3
JPC3
Reply to  André Macedo
1 ano atrás
Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  JPC3
1 ano atrás

Inadmissível vocês falarem de fazedores de viúvas e não citarem o LaGG 3…

JPC3
JPC3
Reply to  André Macedo
1 ano atrás

Sem contar que os critérios de segurança e a preocupação com a vida dos militares na época do F-104 eram completamente diferentes dos de hoje.

Depois que caírem uns 3 ou 4 F-35 aí daria para comparar com o F-104.

Cavalo-do-Cão
Cavalo-do-Cão
Reply to  André Macedo
1 ano atrás

André Macedo….Não se esqueça de citar o f-16…ele foi o caça que mais “soltou peçinha” e que causou quedas na historia da aviação mundial…

JPC3
JPC3
Reply to  Cavalo-do-Cão
1 ano atrás

Continua o mesmo Máquina Tr de sempre.

JPC3
JPC3
Reply to  Cavalo-do-Cão
1 ano atrás

Sei que na Síria tem alguns que nem decolam quando F-16 chega.

E, se não me engano, alguém já respondeu dizendo que era o Mig-21…

Não leve a sério, máquina T.

luiz antonio
luiz antonio
1 ano atrás

Esse singalês esta de brincadeira. Agora fiquei preocupado. Singapura sem F-35 vai abalar o equilibrio de forças no mundo. Vá catar coquinho.

luiz antonio
luiz antonio
Reply to  luiz antonio
1 ano atrás

correção: cingapuriano

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  luiz antonio
1 ano atrás

Sem querer corrigir, mas corrigindo, cingalês é relativo ao Sri Lanka.

Gustavo
Gustavo
Reply to  luiz antonio
1 ano atrás

Catar encomendou Rafales.

MMerlin
MMerlin
Reply to  Gustavo
1 ano atrás

Pensei no mesmo trocadilho.
A gente perde o amigo mas não perde a piada.

Bosco
Bosco
1 ano atrás

Se eu fosse da Lockheed mandava Singapura pra PQP.

luiz antonio
luiz antonio
Reply to  Bosco
1 ano atrás

Certamente já mandaram

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Bosco
1 ano atrás

Olha. Provavelmente seria isso que aconteceria se o piloto de Singapura se arriscasse nessa problemática aeronave.

100nick-Elã
100nick-Elã
Reply to  Bosco
1 ano atrás

E o dinheiro de Singapura, também mandava para PQP? dinheiro não aceita desaforo.

Jagderband#44
Jagderband#44
Reply to  Bosco
1 ano atrás

Calma cocada, eles vão de J20 😂

luiz antonio
luiz antonio
Reply to  Jagderband#44
1 ano atrás

Vão de SP2 kkkk

Oiseau de Proie
Oiseau de Proie
Reply to  Jagderband#44
1 ano atrás

“Jagderband#44

Calma cocada, eles vão de J20 😂 ”

O J-20 não será liberado para exportação…apenas o FC-31…

GFC_RJ
GFC_RJ
Reply to  Bosco
1 ano atrás

Discordo. No meu ponto de vista capitalista, dinheiro não tem cheiro.

Singapura já é cliente antigo da LM, com dezenas de F-16 já adquiridos.
LM vai mandar a elegância: “Teremos sucesso nas correções dos problemas identificados e esperamos fazer negócios muito em breve”. De resto, só o futuro dirá.

André Macedo
André Macedo
Reply to  Bosco
1 ano atrás

Pois é! Como assim não querem seguir o lobby e comprar o avião antes de estar pronto? Pra que se importar com dinheiro do contribuinte e vida de pilotos? Eles tem que dar graças pelo lobby nos EUA ser legalizado, se não o F-35 ainda teria um X no nome e estaria numa gaveta

Ivan
Ivan
1 ano atrás

O título se refere a “aquisição só em 2030”. Mas o último parágrafo deixa uma janela entreaberta: “Mas, supondo que tenhamos aprovação para os F-35s, você está falando de uma entrega no período de 2030. Então, isso é tempo suficiente para que falhas técnicas sejam resolvidas”. . Me parece absolutamente razoável a abordagem da Republic of Singapore Air Force (RSAF). É óbvio que a fila para aquisição já é grande. É óbvio que ainda exitem falhas a sanear. É óbvio que eventuais falhas serão sanadas nos próximos anos. O que talvez não seja óbvio, porém deveria ser, é que a… Read more »

Thiago Telles
Thiago Telles
Reply to  Ivan
1 ano atrás

Vai comprar caças de sexta geração e pular o mico f35.

luiz antonio
luiz antonio
Reply to  Thiago Telles
1 ano atrás

mico de mais de 400 unidades produzidas? seus critérios estão bem diferenciadas. Quem não é mico? Aqueles do leste europeu?

Thiago Telles
Thiago Telles
Reply to  luiz antonio
1 ano atrás

Td tem q se dividir geopoliticamente? Nada ver c leste europeu….. Ou china, ou Rússia… Sempre fui o primeiro a dizer q a tecnologia norte americana esta anos frente ao leste… Qtd de unidades nesse caso nao prova q essa aeronave é confiável ou mesmo melhor q outras já operacionais. Americanas inclusive. A LM e governo americano simplesmente nao tem como voltar atrás na produção desse mico por causa doa n acordos e promessas e contratos existentes. Se nao fosse um projeto conjunto c vários países as fa americanas ja tinham dado por encerrado e bola p frente. Us navy… Read more »

MMerlin
MMerlin
Reply to  Ivan
1 ano atrás

Não só por isso Ivan, o Ancião :-). A educação de Cingapura foi a que mais evoluiu e é considerada a melhor do mundo, estatisticamente. Em 2016, através de uma avaliação com estudantes do ensino fundamental, Cingapura obteve o primeiro lugar nas 3 avaliações efetuadas: Leitura, Ciências e Matemática. A avaliação foi efetuada pela OCDE. O Brasil ficou nas seguintes classificações: 59º em Leitura, 63º em Ciências e 65º em Matemática. Isto é mais que vergonhoso e mais que humilhante. Infelizmente, isto a imprensa não mostra. Mostra apenas que um pequeno grupo ganhou campeonato de robótica e outro grupo ganhou… Read more »

Thiago Telles
Thiago Telles
1 ano atrás

Prevejo o futuro: “Singapura recebe seu primeiro f35 com todos os defeitos do projeto original solucionados.” Singapura News, 01/04/2142.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
1 ano atrás

Meu Deus, esses 4 aviões vão quebrar todo o projeto. VOLTA TURQUIA!!!!!!!!!!!!!

Carlos Campos
Carlos Campos
1 ano atrás

boa escolha, pelo visto eles não vão fazer o pedido em 2030 e sim preveem entregas a partir de 2030

Salim
Salim
1 ano atrás

Pais serio, vai as compras com 100 caças de ponta em operação, tem tempo e conforto para conseguir boa negociação. A urgência e do vendedor que terão que dar vantagens extras para pegar pedido.

Jagderband#44
Jagderband#44
1 ano atrás

Como disse um colega acima, eles tem o tamanho da cidade do Rio de Janeiro e uma força aérea 10x mais forte que a brasileira.
Sinceramente, eles não tem pressa. São e sempre serão parceiros dos USA.
Afinal, eles tem noção do quão ruim é ser parceiro de países, digamos, não tão democráticos.

nonato
nonato
Reply to  Jagderband#44
1 ano atrás

Quem é parceiro dos Estados Unidos não tem do que reclamar.
Singapura, Austrália, Nova Zelândia.
Tudo primeiro mundo.

Jagderband#44
Jagderband#44
Reply to  nonato
1 ano atrás

Exato nonato. No fim das contas, levando para a vida civil, o cidadão comum prefere viver na Austrália ou na China?

Thiago
Thiago
Reply to  Jagderband#44
1 ano atrás

Eu não sei se alguém por aqui já assistiu um documentário sobre Singapura . País com certeza desenvolvido e tudo mais, mas é uma sociedade tão opressora quanto pode ser a China . Não a considero um modelo de referência para a de democracia. A realidade é que os povos asiáticos, sem querer generalizar, possuem princípios e valores muito longes e distantes da evolução filosófica/politica Ocidental, mesmo quando tentam replicar e imitar o nosso modelo político. São mais coletivistas, o bem da sociedade vem muito antes das liberdades individuais.

Jagderband#44
Jagderband#44
Reply to  Thiago
1 ano atrás

Thiago, tenho um amigo que é nativo de Singapura (e mora lá, obviamente), estudamos juntos. Ele me falou do passado político conturbado mas, comentou que no presente, é muito bom viver na ilha. É uma opinião pontual. De uma forma geral seu comentário sobre o caráter opressor dos povos asiáticos tem fundamento, à exceção do Japão.

Thiago
Thiago
Reply to  Jagderband#44
1 ano atrás

Jagderband#44, não questiono absolutamente a qualidade de vida que determinados Estados proporcionam ao próprio povo, muito pelo contrário. A questão é o controle que a sociedade mantêm sobre o indivíduo, o indivíduo não possuindo aquela base de valores e consciência de matriz ocidental aceita de bom grau , renúncia pelo bem da “harmonia” coletiva. Singapura é muitas vezes citado pelo seu altíssimo ranking em liberdade econômica, a realidade é que o Estado é onipresente e possui decisão e participação em quase todos os aspectos da vida social do país. Possui diversas leis que restringem a liberdade individual, ao ponto de… Read more »

Thiago
Thiago
Reply to  Thiago
1 ano atrás

Liberdade de imprensa e alternância do poder é praticamente inexistente: um único partido(apesar de existirem outros de fachada) no poder por quase 60 anos ininterruptos, o atual primeiro-ministro é inclusive um dos filhos do ex-primeiro ministro Lee Kwan Yew.
Onde nos Estados Unidos um advogado seria perseguido por defender o próprio cliente so por expor e publicar os erro do judiciário? Seria algo inaceitável.

Thiago
Thiago
Reply to  Thiago
1 ano atrás

Qualidade de vida e serviços talvez excelentes, mas com certeza não é um modelo democracia e liberdade individual. Mesmo assim provavelmente seus cidadãos adoram a forma de governo e organização baixo a qual vivem e não a trocaria por um modelo lberal/libertário, humanista de matriz ocidental.

Jagderband#44
Jagderband#44
Reply to  Thiago
1 ano atrás

Suas considerações são muito boas. Temos, no ocidente, a mania de achar que o árabes, persas, indus e demais orientais devem se comportar como nós. Ledo engano.

Thiago
Thiago
Reply to  Jagderband#44
1 ano atrás

O Japão também possui essa herança . No meu ponto de vista o que amenizou esse controle da sociedade sobre o indivíduo , onde A coletividade vem antes do seus direitos foi a influência e dominação americana. A constituição deles foi escrita baixo o Grande porrete do Tio Sam inclusive obrigando o imperador da terra Sol nascente se declarar como simples ser humano e não divindade, uma humilhação para eles.

Kemen
Kemen
1 ano atrás

Até 2030 devem existir mais furtivos disponiveis no mercado, quem sabe se não mudam de idéia, conforme os preços, mas acredito que aquele pequeno pais “a Suiça Asiática” não tenha que fazer nenhuma economia.

Delfim
Delfim
1 ano atrás

Até 2030 tem SCAF… Tempest… o problema é o dragão começar a soltar labareda até lá.

João Moro
João Moro
1 ano atrás

Singapura está sendo prudente. Não vejo problema em adiar, até porque ela não tem tanto dinheiro quanto uma Inglaterra e cia para investir e depois investir para arrumar.
Porém ela não deve demorar muito, pois a China tem crescido os conflitos e a beligerância.

Rafael
Rafael
1 ano atrás

Eu também quero comprar uma XRE300 mas vou esperar até ficar mais barata em 2030 kkkk.

Jagderband#44
Jagderband#44
Reply to  Rafael
1 ano atrás

Vai de Triumph Tiger 1200

tadeu54
1 ano atrás

Considerando a lista colossal de problemas dessa aeronave, é impossível não perguntar:
Será que resolvem tudo até 2030 ?